Sax Voz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sax - Voz
Álbum de estúdio de Elizete Cardoso
Lançamento 1960
Gênero(s) Samba Canção
Samba
Gravadora(s) Copacabana
Cronologia de Elizete Cardoso
Magnífica
(1959)
A Meiga Elizeth
(1960)

Sax - Voz é o oitavo álbum de estúdio da cantora brasilheira Elizete Cardoso e o décimo terceiro do cantor Moacyr Silva.

Faixas[editar | editar código-fonte]

* As faixas de número ímpar são cantadas por Elizeth Cardoso e as de número par por Moacyr Silva.

  1. Quem Sou Eu (Cyro Monteiro / Dias da Cruz)
  2. La Barca (Roberto Cantoral)
  3. Achados e Perdidos (Miguel Gustavo)
  4. Dizem Por Aí (Manoel da Conceição / Alberto Paz)
  5. O Amor e a Rosa (Antônio Maria / Ayres da Costa Pessoa "Pernambuco")
  6. I Surrender Dear (G. Clifford / H. Barris)
  7. A Canção dos Seus Olhos (Antônio Maria / Ayres da Costa Pessoa "Pernambuco")
  8. Meditação (Tom Jobim / Newton Mendonça)
  9. Mulata Assanhada (Ataulfo Alves)
  10. Esperame (Alfredo Silvera Lima)
  11. É Fácil Dizer Adeus (Tito Madi)
  12. Can't I (Leroy Lovett)
  13. Onde Andará Minha Saudade (Tito Madi)
  14. Pretty Blue Eyes (Teddy Randazzo / Bob Weinstein)
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Elizeth Cardoso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.