Stephen Curnow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Steve Curnow)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Stephen Curnow
Ocupação dirigente esportivo
Empregador Racing Point

Stephen "Steve" Curnow,[1][2] é o atual diretor comercial da equipe de Fórmula 1 Racing Point. [3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Curnow trabalha há muito tempo no patrocínio esportivo, incluindo funções como gerente de patrocínio na Euro 1996 para a F.A e na Coca-Cola GB, antes de se tornar vice-presidente sênior da SFX Sports Group e, em março de 2011, ele se tornou diretor comercial da equipe Lotus F1 Team. Em seu cargo, ele supervisionava todas as atividades comerciais e de marketing da equipe.[4]

Posteriormente, Curnow se mudou para a Force India, onde continuou exercendo a função de diretor comercial.[5][6] Curnow permaneceu no mesmo cargo após a aquisição da Force India por um consórcio liderado por Lawrence Stroll que transformou a equipe na Racing Point Force India para disputar a segunda metade da temporada de 2018,[7] e na Racing Point a partir de 2019.[8]

Referências

  1. «Sahara Force India F1 History and Key Personnel for 2014» (em inglês). AutoMobilSport.com. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  2. «Steve Curnow, Sahara Force India F1 Team Commercial Director with Dr. Vijay Mallya, Sahara Force India F1 Team Owner on the grid.» (em inglês). Motorsport.com. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  3. «Team». racingpoint.com. Consultado em 19 de julho de 2019 
  4. «Stephen Curnow- CCO, Lotus F1 team» (em inglês). iSportconnect. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  5. «xpb.cc» (em inglês). xpb.cc. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  6. «Force India» (em inglês). Pitpass. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  7. «Racing Point UK Limited acquires Force India Formula One Team». forceindiaf1.com. 23 de agosto de 2018. Consultado em 4 de setembro de 2018. Arquivado do original em 31 de agosto de 2018 
  8. «Force India to be renamed Racing Point for 2019». ESPN. 1 de dezembro de 2018. Consultado em 19 de julho de 2019