Julien Simon-Chautemps

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Julien Simon-Chautemps
Nascimento 14 de maio de 1978 (42 anos)
França
Cidadania França
Alma mater Institut polytechnique des sciences avancées
Ocupação engenheiro
Empregador Alfa Romeo Racing, Lotus F1 Team, Renault F1 Team

Julien Simon-Chautemps (14 de maio de 1978), é engenheiro francês especializado em esportes motorizados. Desde 2017, é engenheiro de corrida da equipe de Fórmula 1 da Alfa Romeo Racing.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Graduado do Institut polytechnique des sciences avancées (2002), Simon-Chautemps iniciou sua carreira na Fórmula 2 como Diretor Técnico da Prema Powerteam (2003-2007), em seguida, na GP2 Series na Trident Racing.

Ele começou a trabalhar na Fórmula 1 em 2007. De 2007 a 2010, foi engenheiro de corrida do piloto italiano Jarno Trulli na Toyota Racing e Lotus. Ele se juntou a Lotus Renault GP[2] em 2011, equipe esta que foi rebatizada para Lotus F1 Team em 2011, e transformada na Renault Sport F1 Team para a temporada de 2016. Ele trabalhou com os pilotos Vitaly Petrov, Kimi Raikkonen, Pastor Maldonado, Romain Grosjean[3] e Jolyon Palmer. Em 21 de fevereiro de 2017, Simon-Chautemps anunciou que não iria mais trabalhar para a Renault naquele ano, encerrando uma carreira de seis anos na fábrica de Enstone.[4]

Em seguida, ele se juntou à Sauber para a temporada de 2017, como seu engenheiro de corrida.[5] Equipe esta que foi renomeada para Alfa Romeo Racing no início de 2019. Porém, a propriedade e a administração da equipe permaneceram inalteradas e independentes.[6][7]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.