Antonio Giovinazzi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antonio Giovinazzi
2014 F3 HockenheimringII Antonio Giovinazzi by 2eight DSC7611.jpg
Informações pessoais
Nome completo Antonio Giovinazzi
Nacionalidade Italiano
Nascimento 14 de dezembro de 1993 (23 anos)
Martina Franca, Itália
Registros na Fórmula 1
Temporadas 2017-
Equipes 1 (Sauber)
GPs disputados 2
Títulos 0
Vitórias 0
Pódios 0
Pontos 0
Pole positions 0
Primeiro GP GP da Austrália de 2017
Último GP GP da China de 2017

Antonio Giovinazzi (Martina Franca, 14 de dezembro de 1993) é um automobilista italiano. Ele foi vice-campeão do Campeonato Europeu de Fórmula 3 de 2015 e vice-campeão da GP2 Series (atual Fórmula 2) de 2016.

Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2016, foi anunciado que Giovinazzi faria um teste no simulador da equipe Ferrari de Fórmula 1.[1] Em dezembro, Giovinazzi foi confirmado como terceiro piloto da escuderia italiana.[2]

Sauber (2017)[editar | editar código-fonte]

Giovinazzi participou dos testes de pré-temporada para a temporada de 2017 com a Sauber. Substituindo Pascal Wehrlein que se feriu nas costas em um forte acidente sofrido durante a Corrida dos Campeões em janeiro nos Estados Unidos e foi forçado a perder a primeira semana dos testes de pré-temporada em Barcelona.[3][4]

Apesar de Wehrlein ter completado a segunda parte da pré-temporada e realizar os treinos livres na sexta-feira para o Grande Prêmio da Austrália de 2017, em comunicado da Sauber, o piloto alemão, afirmou que não se sentia apto fisicamente para encarar toda a duração da prova já que devido ao seu acidente não pôde completar a preparação física necessária. Sendo assim, ele foi o substituto por Giovinazzi na Sauber para o GP da Austrália.[5][6]

Giovinazzi é o primeiro italiano como titular em uma corrida de Fórmula 1 desde a saída de Jarno Trulli e Vitantonio Liuzzi em um longínquo 2011, quando a temporada se encerrava no Grande Prêmio do Brasil. Trulli correu pela Lotus, que depois se tornou Caterham, e Liuzzi pela HRT. Na história, é o 101º a ser inscrito em um GP pelo país.[7]

Resultados nas corridas da F1[editar | editar código-fonte]

Legenda: (Corridas em negrito indicam pole position); (Corridas em itálico indicam volta mais rápida)

Temporada Equipe Chassis Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Class. Pontos
2017 Sauber F1 Team Sauber C36 Ferrari 061 1.6 V6 AUS
12
CHN
Ret
BHR
RUS
ESP
MON
CAN
AZE
AUT
GBR
HUN
BEL
ITA
SIN
MAL
JAP
EUA
MEX
BRA
EAU
15º 0

Referências

  1. «Ferrari testa talento de Antonio Giovinazzi pelo seu simulador». Portal Race. 6 de setembro de 2016. Consultado em 23 de fevereiro de 2017 
  2. «Giovinazzi se junta à Ferrari como terceiro piloto». Motorsport.com. 19 de dezembro de 2016. Consultado em 23 de fevereiro de 2017 
  3. «Sauber confirma italiano no lugar de Wehrlein no 1º teste da pré-temporada da F1». O Estado de S. Paulo. 24 de fevereiro de 2017. Consultado em 25 de março de 2017 
  4. «Giovinazzi substituirá Wehrlein na primeira semana de testes da F1 em Barcelona». UOL. 25 de fevereiro de 2017. Consultado em 25 de março de 2017 
  5. «Wehrlein é substituído por Giovinazzi no GP da Austrália». Motorsport.com. 25 de março de 2017. Consultado em 25 de março de 2017 
  6. «GP da Austrália: Antonio Giovinazzi substitui Pascal Wehrlein». Autoportal. 25 de março de 2017. Consultado em 25 de março de 2017 
  7. «Giovinazzi to replace Wehrlein for Australia» (em inglês). Formula1.com. 24 de março de 2017. Consultado em 25 de março de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Antonio Giovinazzi


F1 chequered flag.svg Este artigo sobre um(a) automobilista, integrado ao Projeto Automobilismo, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. http://formula1.ferrari.com/en/