Stoffel Vandoorne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Stoffel Vandoorne
Stoffel Vandoorne - Malaysia GP 2017.jpg
Informações pessoais
Nome completo Stoffel Vandoorne
Nacionalidade belga
Nascimento 26 de março de 1992 (25 anos)
Kortrijk, Bélgica
Altura 1,74[1] m
Registros na Fórmula 1
Temporadas 2016-
Equipes 1 (McLaren)
GPs disputados 17 (16 largadas)
Títulos 0
Vitórias 0
Pódios 0
Pontos 14[2]
Pole positions 0
Primeiro GP GP do Bahrein de 2016
Último GP GP de Abu Dhabi de 2017
Títulos
GP2 2015

Stoffel Vandoorne (Kortrijk, 26 de março de 1992) é um automobilista belga que atualmente é piloto da equipe McLaren na Fórmula 1.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Kart[editar | editar código-fonte]

Aos seis anos de idade, Vandoorne iniciaria sua carreira pilotando no kart. Foi campeão do campeonato belga KF2 em 2002, e sete anos depois, foi vice-campeão no mundial da categoria.

Fórmula 4 francesa e Fórmula Renault[editar | editar código-fonte]

Em 2010, faria sua estreia como piloto de monopostos na Fórmula 4 francesa 1.6, sagrando-se campeão em sua única temporada na categoria.

No ano seguinte, passaria a disputar simultaneamente a Fórmula Renault 2.0 Eurocup e a Fórmula Renault 2.0 NEC, sendo campeão na Eurocup em 2012.

Para 2013, Vandoorne é contratado pela Fortec Motorsport para suceder o então campeão Robin Frijns. Até as últimas etapas, tinha chances de obter seu segundo título consecutivo em uma categoria de monopostos, mas acabaria sucumbindo frente ao dinamarquês Kevin Magnussen, que tornaria-se campeão,[3] e fecharia o certame em segundo lugar, com 214 pontos (60 de desvantagem em relação ao nórdico).

2013: Contratado pela McLaren[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2013, Vandoorne foi contratado pela McLaren para fazer parte do seu programa de desenvolvimento de jovens pilotos.[4]

2014: Piloto de teste da Mclaren e GP2 Series[editar | editar código-fonte]

Em Janeiro de 2014, Vandoorne foi promovido para piloto de teste na equipe Inglesa, paralelamente, disputou a GP2 Series pela equipe ART Grand Prix.[5]

2015: GP2 Series[editar | editar código-fonte]

Em 2015,o Belga renovou com a ART Grand Prix, mas perdeu a vaga de piloto de teste da McLaren para Kevin Magnussen.

No dia 11 de Outubro, se consagrou campeão da GP2 Series[6]

Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

McLaren (2016)[editar | editar código-fonte]

Vandoorne estreou na Fórmula 1, no Grande Prêmio do Bahrein pela equipe McLaren, onde substituiu o espanhol, Fernando Alonso que foi reprovado nos exames realizados pelos médicos da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) em decorrência do forte acidente sofrido no Grande Prêmio da Austrália. Logo na estreia, Vandoorne chegou em décimo e pontuou em sua primeira corrida na categoria e quebra o jejum de 24 anos de um piloto belga a marcar pontos na Fórmula 1 desde Thierry Boutsen no GP da Austrália de 1992.

Resultados nas corridas da F1[editar | editar código-fonte]

Legenda: (Corridas em negrito indicam pole position); (Corridas em itálico indicam volta mais rápida)

Temporada Equipe Chassis Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 Class. Pontos
2016 McLaren-Honda McLaren MP4-31 Honda RA616H 1.6 V6 AUS
BHR
10
CHN
RUS
ESP
MON
CAN
EUR
AUT
GBR
HUN
ALE
BEL
ITA
SIN
MAL
JAP
EUA
MEX
BRA
EAU
20º 1
2017 McLaren Honda McLaren MCL32 Honda RA617H 1.6 V6 AUS
13
CHN
Ret
BHR
DNS
RUS
14
ESP
Ret
MON
Ret
CAN
14
AZE
12
AUT
12
GBR
11
HUN
10
BEL
14
ITA
Ret
SIN
7
MAL
7
JAP
14
EUA
MEX
BRA
EAU
15º* 13*

* Temporada em andamento.

† Pilotos que não terminaram o Grande Prêmio mas foram classificados pois completaram 90% da corrida.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]