Sam Michael

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sam Michael
Nascimento 29 de abril de 1971 (47 anos)
Austrália Ocidental
Cidadania Austrália
Alma mater Universidade de Nova Gales do Sul
Ocupação engenheiro
Empregador Team Lotus, Jordan Grand Prix, McLaren, Williams Martini Racing

Sam Michael (Austrália Ocidental, 29 de abril de 1971) é um engenheiro e projetista australiano de carros para o automobilismo, que ocupou posições sênior nas equipes de Fórmula 1 da Williams e McLaren. Ele atualmente trabalha na equipe de Supercar Triple Eight Race Engineering.[1]

Carreira na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Michael iniciou sua carreira na Fórmula 1 pela Team Lotus, com sede no Reino Unido, em 1993. Depois que a Lotus faliu em 1994, Gary Anderson, projetista chefe da Jordan, levou Michael para estabelecer o departamento de pesquisa e desenvolvimento da equipe. Em 1997, ele se juntou à equipe de testes da Jordan, em 1998 foi promovido a engenheiro de corrida e, e permaneceu na equipe até a temporada de 2000. Michael foi para a Williams em 2001. Em 2004 se tornou diretor técnico com a retirada de Patrick Head do cargo.[2] Em 2011 devido ao exaustivo trabalho na Williams, anuncia que deixaria o cargo no final da temporada.[3][4]

No final de 2011, Michael se juntou a McLaren como diretor esportivo, tornando-se parte da equipe de gerenciamento técnico sênior.[5][6] Na McLaren, Michael sofreu uma pressão após uma série de falhas durante os pitstops, no período da introdução de novos equipamentos e procedimentos.[7] Martin Whitmarsh defendeu a posição de Michael,[8] e pouco depois as mudanças começaram a pagar.[9]

No início de 2014, Michael se demite da McLaren e, no final daquele ano, retorna à Austrália.[10] Em meados de 2016, Michael se juntou ao Instituto Australiano para o Conselho de Segurança do Esporte Motor com foco na segurança no esporte a motor.[11] No final de 2016, Michael assumiu um papel de mentor em meio período com a Triple Eight Race Engineering, depois que o engenheiro Ludo Lacroix se mudou para a equipe DJR Team Penske.[12][13]

Referências

  1. «Sam Michael deal a feather in cap for Supercars». Speedcafe. 2 de novembro de 2016 
  2. «Sam Michael - Technical Director». WilliamsF1. Consultado em 15 de fevereiro de 2017.. Cópia arquivada em 21 de abril de 2009 
  3. «Williams muda equipe técnica e contrata ex-espião da McLaren». UOL. 3 de maio de 2011. Consultado em 15 de fevereiro de 2017. 
  4. «Barrichello defende mudanças na Williams para o restante do ano». IG. 5 de maio de 2011. Consultado em 15 de fevereiro de 2017. 
  5. «Sam Michael to become McLaren sporting director after Williams exit». BBC Sport. Consultado em 15 de fevereiro de 2017. 
  6. «McLaren Mercedes hires Sam Michael as Sporting Director». 29 de setembro de 2011 
  7. «European Grand Prix 2012: it's the pits for McLaren and Lewis Hamilton after another costly error in Valencia». Telegraph.co.uk. 24 de junho de 2012. Consultado em 15 de fevereiro de 2017. 
  8. «Martin Whitmarsh defends Sam Michael's job at McLaren F1 team». Autosport.com. 4 de julho de 2012. Consultado em 15 de fevereiro de 2017. 
  9. «Celebrating the fastest ever pit stop // James Allen on F1». www.jamesallenonf1.com. 23 de setembro de 2012. Consultado em 15 de fevereiro de 2017. 
  10. «McLaren's Sam Michael set to leave F1 team at end of 2014». BBC News. 22 de outubro de 2014 
  11. «McLaren's Sam Michael set to leave F1 team at end of 2014». BBC News. 22 de outubro de 2014 
  12. «Sam Michael joins Triple Eight». www.motorsport.com. 1 de novembro de 2016 
  13. «Ludo Lacroix set to leave Triple Eight». Speedcafe. 1 de novembro de 2016