Grande Prêmio da Itália de 2018

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grande Prêmio da Itália de F-1 2018
Monza track map.svg
Grande Prêmio da Itália de 2018.
Detalhes da corrida
Data 02 de setembro de 2018
Nome oficial Formula 1 Gran Premio Heineken d'Italia 2018
Local Itália Circuito de Monza, Monza, Itália
Total 53 voltas / 306.720 km
Pole
Piloto
Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari
Tempo 1:19.119 (recorde da pista) (263,588 km/h)
Volta mais rápida
Piloto
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Tempo 1:22.497 (na volta 30)
Pódio
Primeiro
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Segundo
Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari
Terceiro
Finlândia Valtteri Bottas Mercedes

Grande Prêmio da Itália de 2018 (formalmente denominado Formula 1 Gran Premio Heineken d'Italia 2018) é a décima quarta etapa da temporada de 2018 da Fórmula 1. Foi disputada em 2 de setembro de 2018 no Circuito de Monza, Monza, Itália.[1]

Relatório[editar | editar código-fonte]

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Q1

Com 80% de possibilidade de chuva no treino, os pilotos se apressaram para deixar os boxes com os pneus supermacios, o mais mole do fim de semana. De cara a Ferrari impôs o melhor ritmo, com Raikkonen, que logo depois foi superado por Vettel. O tempo do alemão, 1m20s542, por pouco não foi o melhor do fim de semana, anotado por ele mesmo no segundo treino livre: 1m20s509. Em um pista que privilegia a força do motor, a Williams conseguiu colocar os dois carros no Q2.

Eliminados: Sergio Pérez (Racing Point), Charles Leclerc (Sauber), Brendon Hartley (Toro Rosso), Marcus Ericsson (Sauber) e Stoffel Vandoorne (McLaren).

Q2

Ainda sem a presença da chuva, o Q2 começou um pouco mais tranquilo, com os pilotos deixando os boxes com mais espaço entre um e outro. De cara, Lewis Hamilton ligou o "party mode" e encaixou uma bela volta, com 1m19s798, o melhor tempo do fim de semana. Mas Vettel rapidamente deu o troco e fez 1m19s785, apenas 0s013 à frente do rival da Mercedes.

A vantagem de Mercedes e Ferrari para o resto é tão grande na pista de Monza que os quatro primeiros foram separados por apenas 0s6, mesma vantagem de Bottas, o quarto, para Verstappen, o quinto.

Dos ponteiros, Vettel foi quem conseguiu melhorar sua marca. O piloto anotou 1m29s629 e fez a melhor marca do fim de semana. Lance Stroll, que parece brilhar no palco do GP da Itália, fez o oitavo melhor tempo e avançou ao Q3 pela segunda vez no ano. Destaque também para a STR de Gasly, que mesmo com o motor mais fraco da Honda também passou para a sessão seguinte. Ricciardo, já punido por trocas de componentes, sequer foi para a pista, terminando o Q2 em último.

Eliminados: Kevin Magnussen (Haas), Sergey Sirotkin (Williams), Fernando Alonso (McLaren), Nico Hülkenberg (Renault) e Daniel Ricciardo (Red Bull).

Q3

Os 80% de chance de chuva no Q1 acabaram se transformando em um belo dia de sol no Q3. E com o sol brilhando, a primeira tentativa do Q3 começou quente. Vettel bateu o recorde da pista, com 1m19s497, mas foi superado por Raikkonen, com 1m19s459 e, sem seguida, por Hamilton, com 1m19s390. A antiga marca era de Juan Pablo Montoya com 1m19s525, pela Williams em 2004.

Na segunda tentativa, Hamilton chegou a melhorar a própria marca, com 1m19s294, garantindo a pole provisória. Mas com o cronômetro zerado, o britânico foi superado por Vettel e por Kimi, que garantiu a primeira posição no grid do Grande Prêmio da Itália.

Grid de Largada

Corrida[editar | editar código-fonte]

Resultado da corrida

Pneus[editar | editar código-fonte]

Os compostos de pneus fornecidos pela Pirelli para este Grande Prêmio[2]
Nome do composto Cor Banda de rolamento Condições de Tempo Dry Type Aderência Longevidade
Super Macio F1 tire Pirelli PZero Red.svg Slick
(P Zero)
Seco Supersoft Médio Médio
Macio F1 tire Pirelli PZero Yellow.svg Slick
(P Zero)
Seco Soft Médio Médio
Médio F1 tire Pirelli PZero White.svg Slick
(P Zero)
Seco Medium Médio Médio
Intermediário F1 tire Pirelli Cinturato Green.svg Sulcos
(Cinturato)
Molhado Intermediate
(água não estagnante)
Chuva F1 tire Pirelli Cinturato Blue.svg Sulcos
(Cinturato)
Molhado Wet
(água estagnante)

Resultados[editar | editar código-fonte]

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Q1 Q2 Q3 Grid
1 7 Finlândia Kimi Räikkönen Itália Ferrari 1:20.722 1:19.846 1:19.119 1
2 5 Alemanha Sebastian Vettel Itália Ferrari 1:20.542 1:19.629 1:19.280 2
3 44 Reino Unido Lewis Hamilton Alemanha Mercedes 1:20.810 1:19.798 1:19.294 3
4 77 Finlândia Valtteri Bottas Alemanha Mercedes 1:21.381 1:20.427 1:19.656 4
5 33 Países Baixos Max Verstappen Áustria Red Bull-TAG Heuer 1:21.381 1:20.333 1:20.615 5
6 8 França Romain Grosjean Estados Unidos Haas-Ferrari 1:21.887 1:21.239 1:20.936 6
7 55 Espanha Carlos Sainz Jr. França Renault 1:21.732 1:21.552 1:21.041 7
8 31 França Esteban Ocon Reino Unido Racing Point-Mercedes 1:21.570 1:21.315 1:21.099 8
9 10 França Pierre Gasly Itália Toro Rosso-Honda 1:21.834 1:21.667 1:21.350 9
10 18 Canadá Lance Stroll Reino Unido Williams-Mercedes 1:21.838 1:21.494 1:21.627 10
11 20 Dinamarca Kevin Magnussen Estados Unidos Haas-Ferrari 1:21.783 1:21.669 11
12 35 Rússia Sergey Sirotkin Reino Unido Williams-Mercedes 1:21.813 1:21.732 12
13 14 Espanha Fernando Alonso Reino Unido McLaren-Renault 1:21.850 1:22.568 13
14 27 Alemanha Nico Hülkenberg França Renault 1:21.801 S/Tempo 201
15 3 Austrália Daniel Ricciardo Áustria Red Bull-TAG Heuer 1:21.280 S/Tempo 192
16 11 México Sergio Pérez Reino Unido Racing Point-Mercedes 1:21.888 14
17 16 Mónaco Charles Leclerc Suíça Sauber-Ferrari 1:21.889 15
18 28 Nova Zelândia Brendon Hartley Itália Toro Rosso-Honda 1:21.934 16
19 9 Suécia Marcus Ericsson Suíça Sauber-Ferrari 1:22.048 183
20 2 Bélgica Stoffel Vandoorne Reino Unido McLaren-Renault 1:22.085 17
Tempo dos 107%: 1:26.179
Fonte:[3]
Notas
  • ↑1Nico Hülkenberg recebeu uma punição de 40 posições: 10 posições por causar a colisão no treino classificatório e 30 posições por exceder sua cota de força unitária de elementos.
  • ↑2Daniel Ricciardo recebeu uma punição de 30 posições por exceder sua cota de força unitária de elementos.
  • ↑3Marcus Ericsson recebeu uma punição de 10 posições por exceder sua cota de força unitária de elementos.

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Voltas Tempo/Retirado Grid Pontos
1 44 Reino Unido Lewis Hamilton Alemanha Mercedes 53 1:16:54.484 3 25
2 7 Finlândia Kimi Räikkönen Itália Ferrari 53 +8.705s 1 18
3 77 Finlândia Valtteri Bottas Alemanha Mercedes 53 +14.066s 4 15
4 5 Alemanha Sebastian Vettel Itália Ferrari 53 +16.151s 2 12
5 33 Países Baixos Max Verstappen Áustria Red Bull-TAG Heuer 53 +18.208s[a] 5 10
6 31 França Esteban Ocon Reino Unido Racing Point-Mercedes 53 +57.761s 8 8
7 11 México Sergio Pérez Reino Unido Racing Point-Mercedes 53 +58.678s 16 6
8 55 Espanha Carlos Sainz Jr. França Renault 53 +78.140s 7 4
9 18 Canadá Lance Stroll Reino Unido Williams-Mercedes 53 +1 volta 10 2
10 35 Rússia Sergey Sirotkin Reino Unido Williams-Mercedes 52 +1 volta 12 1
11 16 Mónaco Charles Leclerc Suíça Sauber-Ferrari 52 +1 volta 17
12 2 Bélgica Stoffel Vandoorne Reino Unido McLaren-Renault 52 +1 volta 20
13 27 Alemanha Nico Hülkenberg França Renault 52 +1 volta 14
14 10 França Pierre Gasly Itália Toro Rosso-Honda 52 +1 volta 9
15 9 Suécia Marcus Ericsson Suíça Sauber-Ferrari 52 +1 volta 19
16 20 Dinamarca Kevin Magnussen Estados Unidos Haas-Ferrari 52 +1 volta 11
NC 3 Austrália Daniel Ricciardo Áustria Red Bull-TAG Heuer 23 Falha mecânica 15
NC 14 Espanha Fernando Alonso Reino Unido McLaren-Renault 9 Falha mecânica 13
NC 28 Nova Zelândia Brendon Hartley Itália Toro Rosso-Honda 0 Colisão 18
DSQ 8 França Romain Grosjean Estados Unidos Haas-Ferrari 53 Assoalho ilegal[b] 6
Fonte:[4]
Notas
[a] ^ Max Verstappen (Red Bull) recebeu uma penalidade de 5 segundos a mais no seu tempo final de corrida, por causar a colisão com Valtteri Bottas (Mercedes).
[b] ^ Romain Grosjean terminou em sexto na pista, com tempo de +56.320s, mas foi desqualificado devido ao assoalho de seu carro não estar de acordo com o regulamento técnico.[5]

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

Voltas na Liderança[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Nº de Voltas Piloto Voltas
28 Finlândia Kimi Räikkönen (1-19) e (36-44)
18 Reino Unido Lewis Hamilton (20-28) e (45-55)
7 Finlândia Valtteri Bottas (29-35)

2018 DHL Fastest Pit Stop Award[editar | editar código-fonte]

Resultado[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Tempo Pontos
1 7 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 2.20 25
2 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 2.31 18
3 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 2.36 15
4 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull-TAG Heuer 2.56 12
5 2 Bélgica Stoffel Vandoorne McLaren-Renault 2.58 10
6 16 Mónaco Charles Leclerc Sauber-Ferrari 2.58 8
7 5 Alemanha Sebastian Vettel Ferrari 2.90 6
8 27 Alemanha Nico Hülkenberg Renault 2.99 4
9 3 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-TAG Heuer 3.18 2
10 8 França Romain Grosjean Haas-Ferrari 3.24 1
Fonte: [6]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

Somente as cinco primeiras posições estão incluídas nas tabelas.

Referências

  1. «Formula 1 Gran Premio Heineken d'Italia 2018» (em inglês). Formula 1.com. Consultado em 13 de julho de 2018. 
  2. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2018 Italian Grand Prix» (em inglês). news.pirelli.com 
  3. «Qualyfing». Formula 1® - The Official F1® Website (em inglês). Consultado em 2 de setembro de 2018. 
  4. «Formula 1 Gran Premio Heineken d'Italia 2018 – Race Result». Formula 1.com. 02 de setembro de 2018. Consultado em 02 de setembro de 2018.  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  5. Noble, Jonathan (2 de setembro de 2018). «Grosjean excluded from Italian GP over illegal floor». Motorsport.com. Consultado em 2 de setembro de 2018. 
  6. «2018 DHL Fastest Pit Stop Award» (em inglês). Formula1.com 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Prova Anterior:
GP da Bélgica de 2018
Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1
Temporada 2018
Próxima Prova:
GP de Singapura de 2018

Prova Anterior:
GP da Itália de 2017
Grande Prêmio da Itália Próxima Prova:
GP da Itália de 2019