Juan Manuel Fangio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Juan Manuel Fangio
Fangio.png
Informações pessoais
Nome completo Juan Manuel Fangio
Nacionalidade Argentina argentino
Nascimento 24 de junho de 1911
Balcarce, Argentina Argentina
Morte 17 de julho de 1995 (84 anos)
Buenos Aires, Argentina Argentina
Registros na Fórmula 1
Temporadas 1950-1951, 1953-1958
Equipes 4 (Alfa Romeo, Maserati, Mercedes e Ferrari)
GPs disputados 52 (51 largadas)
Títulos 5 (1951, 1954, 1955, 1956 e 1957)
Vitórias 24
Pódios 35
Pontos 2451 (277.6)
Pole positions 29
Voltas mais rápidas 23
Primeiro GP GP da Grã-Bretanha de 1950
Primeira vitória GP de Mônaco de 1950
Última vitória GP da Alemanha de 1957
Último GP GP da França de 1958

Juan Manuel Fangio (Balcarce, 24 de junho de 1911Buenos Aires, 17 de julho de 1995) foi um automobilista argentino. Dominou a primeira década da Fórmula 1, ganhando o campeonato mundial cinco vezes.

Desde a infância, abandonou seus estudos para se dedicar a mecânica. Em 1938, estreou na categoria argentina Turismo Carretera, competindo em um Ford V8. Em 1940, ele competiu com Chevrolet, ganhou na época o Grand Prix International Championship e dedicou seu tempo para a Turismo Carretera, sagrando-se campeão, um título que defendeu com sucesso um ano mais tarde. A seguir, Fangio competiu na Europa entre 1947 a 1949, onde obteve mais sucesso.

Fangio venceu o campeonato de pilotos, cinco vezes — um recorde que permaneceu durante 47 anos até ele ser batido por Michael Schumacher — por quatro equipes diferentes, uma façanha que não foi repetida. Um membro da Formula 1 Hall of Fame, [1] ele é considerado por muitos como um dos maiores pilotos da Fórmula 1 de todos os tempos[2][3] e detém a maior porcentagem de vitórias na Fórmula 1- 46.15% - 24 de 52 corridas de Fórmula 1. Fangio é único piloto argentino que venceu a Grande Prêmio da Argentina, tendo ele vencido quatro vezes em sua carreira.

Após a aposentadoria, Fangio presidiu como presidente honorário da Mercedes-Benz Argentina a partir de 1987, um ano após a inauguração do seu museu, até sua morte em 1995. Em 2011, no centenário de seu nascimento, Fangio foi lembrado ao redor do mundo e várias atividades foram realizadas por ocasião de seu aniversário.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Juan Manuel Fangio correu 51 grandes prêmios, obteve 24 vitórias, 29 pole positions, 23 recordes de volta, cinco títulos mundiais (1951, 1954, 1955, 1956 e 1957) dos quais 4 foram consecutivos, e dois vice-campeonatos (1950 e 1953) em oito temporadas que disputou. Fangio correu em quatro escuderias: Alfa Romeo (1950-1951), Maserati (1953-1954), Mercedes (1954-1955), Ferrari (1956) e Maserati (1957[4]-1958).

É o único piloto da história da Formula 1 que foi campeão em 4 equipas diferentes: Alfa Romeo, Maserati, Ferrari e Mercedes-Benz.

Fangio tinha o apelido "El Chueco" (O Manco), que recebeu em partidas amadoras de futebol, por ter as pernas arqueadas.

Juan Manuel Fangio disputou sua primeira corrida aos dezessete anos, guiando um Ford-T, e terminou-a em último. Subiu ao pódio pela primeira vez nas Mil Milhas na Argentina em 1939.

Fangio (1986)

Seu acidente mais grave aconteceu no GP da Itália, em Monza, no ano de 1952. Ao seguir para a Itália, onde disputaria a prova, fez escala em Paris, mas não pôde continuar a viagem de avião por causa do mau tempo. Fangio não hesitou: pegou um carro e dirigiu aproximadamente 700 km até Monza. No dia seguinte, ainda cansado, bateu o seu Maserati durante uma sessão de treinos e voou para fora do carro. Feriu-se gravemente no pescoço. Ficou 40 dias internado e cinco meses com pescoço e tronco imobilizados. Muitos chegaram a pensar que a sua carreira estaria encerrada ali. No entanto, voltou a competir no ano seguinte.

Fangio foi o primeiro piloto do mundo a mostrar que a "Era romântica da Fórmula Um" estava para fechar o ciclo. Isto aconteceu quando decidiu encerrar a carreira em 1958.

Numa entrevista alguns anos depois, ele comenta o que o levou a tomar aquela decisão, já que estava no auge de sua carreira:

Os dois pilotos que o sucederam que ele mais admirou foram o britânico Jim Clark e brasileiro Ayrton Senna.

Em julho de 1995, Juan Manuel Fangio morreu vítima de insuficiência crônica renal aos 84 anos.

A sua marca de 5 títulos só foi superada 46 anos depois pelo alemão Michael Schumacher com a 6ª conquista em 2003.

Resultados na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

(Legenda: Corrida em negrito indica pole position e em itálico indica volta mais rápida)

Ano Equipe Chassis Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Pontos Posição
1950 SA Alfa Romeo Alfa Romeo 158 Alfa Romeo 158
L8 c
GBR
Ret
P
MON

P
Indy SUI
Ret
P
BEL

P
FRA

P
ITA
Ret
P
27
1951 SA Alfa Romeo Alfa Romeo 159 Alfa Romeo 158
L8 c
SUI

P
Indy BEL

P
FRA
2
P
GBR

P
GER

P
ITA
Ret
P
ESP

P
311
(37)
1953 Officine Alfieri Maserati Maserati A6GCM Maserati A6
L6
ARG
Ret
P
Indy HOL
Ret
P
BEL
Ret
P
FRA

P
GBR

P
GER

P
SUI
2
P
ITA

P
281
(29.5)
1954 Officine Alfieri Maserati Maserati 250F Maserati 250F1
L6
ARG

P
Indy BEL

P
421
(57.1)
Daimler-Benz Mercedes W196s Mercedes-Benz M196
L8
FRA

C
GBR
3
C
ITA

C
Mercedes W196 GER

C
SUI

C
ESP

C
1955 Daimler-Benz Mercedes W196 Mercedes-Benz M196
L8
ARG

C
MON
Ret
C
Indy BEL

C
HOL

C
GBR

C
401
(41)
Mercedes W196s ITA

C
1956 Scuderia Ferrari Ferrari D50 Ferrari DS50
V8
ARG
2
E
MON
2
E
Indy BEL
Ret
E
FRA

E
GBR

E
GER

E
ITA
2
E
301
(33)
1957 Officine Alfieri Maserati Maserati 250F Maserati 250F1
L6
ARG

P
MON

P
Indy FRA

P
GBR
Ret
P
GER

P
PES

P
ITA

P
401
(46)
1958 Scuderia Sud Americana Maserati 250F Maserati 250F1
L6
ARG

P
7 14º
Juan Manuel Fangio FRA

P
Novi Auto Air Conditioner Kurtis Kraft KK500F Novi L8 c Indy
NQ
F
  • ↑1 Nos descartes
  • ↑2 Dividiu os pontos com um piloto.
  • ↑3 Ele dividiu 1 ponto com 7 pilotos que também fizeram a volta mais rápida. Fangio levou 0,1 ponto.

Vitórias de Juan Manuel Fangio na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Fangio, ao longo de sua carreira, construiu um dos currículos mais invejáveis da categoria:

  • É o campeão com o maior percentual de vitórias: 47,06%
  • Possui o maior percentual de títulos: 62,5%
  • Possui o maior percentual de poles: 55,7 %
  • Possui o maior percentual de largadas na primeira fila: 94,1%
  • Possui o maior percentual de pódios: 68,6%

Temporada a temporada[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe Chassi Motor Corrida Vitórias Segundos Terceiros Poles Voltas mais rápidas Pontos Posição
1950 Alfa Romeo SpA Alfa Romeo 158 / 159 Alfa Romeo 1.5 L8C 6 3 4 3 27
1951 Alfa Romeo SpA Alfa Romeo 159 / 159 M Alfa Romeo 1.5 L8C 7 3 2 4 5 31 (37) Campeão
1953 Officine Alfieri Maserati Maserati A6GCM / A6SSG Maserati 2.0 L6 8 1 3 2 2 28 (29,5)
1954 Officine Alfieri Maserati Maserati 250F Maserati 2.5 L6 2 2 1 1 17 Campeão
Daimler Benz AG Mercedes-Benz W 196 Mercedes 2.5 L8 6 4 1 4 2 25 (40,1)
1955 Daimler Benz AG Mercedes-Benz W 196 Mercedes 2.5 L8 6 4 1 3 3 40 (41) Campeão
1956 Scuderia Ferrari Lancia-Ferrari D50 Ferrari 2.5 V8 7 3 2 6 4 30 (33) Campeão
1957 Officine Alfieri Maserati Maserati 250F Tipo 2 Maserati 2.5 L6 7 4 2 4 2 40 (46) Campeão
1958 Scuderia Sud Americana Maserati 250F Tipo 2
Tipo 3
Maserati 2.5 L6 2 1 1 7 14º
Total 51 24 10 1 29 23 277,6
Premiações/indicações
  • Foi designado o Melhor Automobilista de todos os tempos pela International Racing Press Association, em 1982, no Rio de Janeiro - Brasil;
  • Foi indicado ao prêmio de Atleta do século;

Resultados da 24 Horas de Le Mans[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe Co-pilotos Carro Classe Voltas Pos. Class
Pos.
1950 França Automobiles Gordini Argentina José Froilán González Gordini T15S S3.0 95 DNF
Ignição
1951 França Louis Rosier França Louis Rosier Talbot-Lago T26C S5.0 92 DNF
Tanque de óleo
1953 Itália S.P.A. Alfa Romeo Argentina Onofre Marimón Alfa Romeo 6C 3000 CM S5.0 22 DNF
Motor
1955 Alemanha Ocidental Daimler Benz AG Reino Unido Stirling Moss Mercedes-Benz 300 SLR S3.0 134 DNF

Resultados na 12 Horas de Sebring[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe Co-pilotos Carro Classe Voltas Pos. Class
Pos.
1954 Itália Scuderia Lancia Co. Itália Eugenio Castellotti Lancia D24 S5.0 51 DNF
Eixo dianteiro
1956 Itália Scuderia Ferrari Itália Eugenio Castellotti Ferrari 860 Monza S5.0 194
1957 Itália Maserati Factory França Jean Behra Maserati 450S S5.0 197

Resultados nas 24 Horas de Spa[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe Co-pilotos Carro Classe Voltas Pos. Class
Pos.
1953 Itália S.P.A. Alfa Romeo Itália Consalvo Sanesi Alfa Romeo 6C 3000 CM Spider S 5 DNF
Acidente

Resultados da Mille Miglia[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe Co-pilotos/Navegador Carro Classe Pos. Class
Pos.
1950 Itália Augusto Zanardi Alfa Romeo 6C 2500 Competizione S+2.0
1952 Itália Giulio Sala Alfa Romeo 1900 Sprint GT2.0 22º
1953 Itália S.P.A. Alfa Romeo Itália Giulio Sala Alfa Romeo 6C 3000 CM S+2.0
1955 Alemanha Ocidental Daimler Benz AG Mercedes-Benz 300 SLR S+2.0
1956 Itália Scuderia Ferrari Ferrari 290 MM S+2.0

Resultados na Carrera Panamericana[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe Co-pilotos/Navegador Carro Classe Pos. Class
Pos.
1953 Itália Scuderia Lancia Itália Gino Bronzoni Lancia D24 Pininfarina S+1.6

Resultados nas 500 Milhas de Indianápolis[editar | editar código-fonte]

Ano Chassi Motor Classificação Chegada Equipe
1958 Kurtis Kraft Novi DNQ Novi Auto Air Conditioner

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Juan Manuel Fangio

Referências

  1. «Formula 1™ – The Official F1™ Website». Formula1.com. Consultado em 17 August 2012. 
  2. «The Official Formula 1 Website». Formula1.com. Consultado em 20 March 2011.  "Many consider him to be the greatest driver of all time."
  3. «The Official Formula 1 Website». Formula1.com. Consultado em 20 March 2011.  "Many consider him to be the greatest driver of all time."
  4. Maserati prepara comemoração de centenário; veja os carros emblemáticos Folha de S.Paulo
F1 chequered flag.svg Este artigo sobre um(a) automobilista, integrado ao Projeto Automobilismo, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.