Ferrari SF71H

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ferrari SF71H
Räikkönen Ferrari SF71H Testing Barcelona.jpg
Visão Geral
Produção 2018
Fabricante Ferrari
Modelo
Carroceria Monoposto de corrida
Ficha técnica
Motor Ferrari 062 EVO 1.6 V6 turbo híbrido
Transmissão Ferrari 8 marchas + 1 reverso semiautomáticos
Cronologia
Ferrari SF70H
Ferrari SF90

O Ferrari SF71H é o modelo de carro de corrida construído pela equipe Scuderia Ferrari para a disputa da temporada de Fórmula 1 de 2018, pilotado por Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen.

O lançamento do carro ocorreu em 22 de fevereiro.[1]

Pré-temporada[editar | editar código-fonte]

Em relação a Mercedes, já que a RBR começou mal a temporada do ano passado, a Ferrari se apresenta agora em uma condição boa, inequivocamente, mas não tanto quanto em 2017. O avanço do modelo W09 alemão sugere ter sido algo melhor que o do SF71H se comparados aos monopostos do ano passado. O que não quer dizer que o grupo de Mattia Binotto, da Ferrari, não possa desenvolvê-lo a ponto de, como em 2017, vencer a Mercedes. Perfeitamente possível. A base do monoposto italiano deste ano quase deu o título a Vettel no ano passado.

Depois de encerrada sua participação no ensaio de Barcelona, quinta-feira, Vettel disse dispor de outro grande carro, mas que ainda há trabalho a ser feito. Viu na simulação de corrida que com os pneus médios e macios Hamilton e Bottas eram um pouco mais rápidos. Como mencionado, havia dúvidas, em 2017, sobre a capacidade dos jovens engenheiros da Ferrari desenvolverem o SF70H tão bem a ponto de Vettel se manter líder do mundial. Pois ele só foi perder o primeiro lugar no GP da Itália, em setembro.

Os engenheiros da Ferrari, notadamente na área de aerodinâmica, deram um show de competência, liderados pela revelação da F1, o francês David Sanches. Eles têm, de novo, um belo desafio pela frente, mas com uma diferença: a experiência de 2017. Vettel e Raikkonen vão alinhar o SF71H no Albert Park, dia 25, sabendo que para vencer como em 2017 deverá ser um pouco mais difícil. A não ser, óbvio, que as novas peças a serem introduzidas no SF71H o façam avançar mais do que provavelmente farão os alemães com o F1 W09 EQ Power+ da Mercedes e os austríacos, o Red Bull RB14-TAG Heuer (Renault), da Red Bull Racing.[2]

Raio X[editar | editar código-fonte]

Em 2017, a tradicional e poderosa escuderia construiu um carro potente e que se adaptava melhor a todas as pistas do que os rivais. Mas problemas de confiabilidade minaram as chances do time de Maranello de bater a Mercedes. Em 2018, a equipe italiana parece vir com um conjunto ainda melhor.[3]

Resultados na Temporada 2018[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto Nu. AUS
Austrália
BHR
Bahrein
CHN
China
AZE
Azerbaijão
ESP
Espanha
MON
Mónaco
CAN
Canadá
FRA
França
AUT
Áustria
GBR
Reino Unido
ALE
Alemanha
HUN
Hungria
BEL
Bélgica
ITA
Itália
SIN
Singapura
RUS
Rússia
JAP
Japão
EUA
Estados Unidos
MEX
México
BRA
Brasil
UAE
=Emirados Árabes Unidos
Pts Pts da Equipe Pos da Equipe
2 Alemanha Sebastian Vettel 5 1 1 8 4 4 2 1 5 3 1 Ret 2 1 4 3 3 6 4 2 6 2 320 571
3 Finlândia Kimi Räikkönen 7 3 Ret 3 2 Ret 4 6 3 2 3 3 3 Ret 2 5 4 5 1 3 3 Ret 251

* Vice-Campeão da temporada.

Referências

  1. «Ferrari introduce the SF71H». Formula1.com. 22 de Fevereiro de 2018. Consultado em 22 de Fevereiro de 2018 
  2. Oricchio, Livio (10 de Março de 2018). «Quem é quem após os testes da F1». Globoesporte.com. Consultado em 10 de Março de 2018 
  3. «Guia da Fórmula 1 2018». Globoesporte.com 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ferrari SF71H
Ícone de esboço Este artigo sobre Fórmula 1 é um esboço relacionado ao projeto sobre Fórmula 1. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.