Jock Clear

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jock Clear em 2016.

Jock Clear (Portsmouth,[1] 12 de setembro de 1963[2]) é um engenheiro britânico de desempenho sênior que trabalha atualmente para a Scuderia Ferrari.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clear frequentou a Portsmouth Grammar School[3] e graduou-se no ano de 1987 em engenharia mecânica na Universidade Heriot-Watt, Edimburgo.[4]

Sua carreira no esporte a motor começou na Lola Cars, onde trabalhou como engenheiro de design antes de se mudar para o cargo de chefe conjunto de design na Benetton Formula em 1989. Em 1992, ele trabalhou como projetista sênior na Leyton House Racing, em seguida, ele juntou-se a Team Lotus onde se transformou no engenheiro de corrida de Johnny Herbert em 1994. Quando a Lotus entrou em colapso no final do ano, Clear se transferiu para a Williams e foi engenheiro de David Coulthard,[5] que ganhou seu primeiro Grande Prêmio em Portugal e terminou em terceiro no Campeonato de Pilotos.[6]

Jacques Villeneuve juntou-se a Williams em 1996 e Clear tornou-se o seu engenheiro de corrida; O canadense venceu o Campeonato Mundial no ano seguinte sob a orientação de Clear. Quando Villeneuve se mudou para a British American Racing (BAR) para a temporada de 1999, seu engenheiro seguiu o exemplo.[7] A parceria continuou até o Grande Prêmio do Japão de 2003, quando Villeneuve saiu na véspera da corrida. com Takuma Sato ocupando o lugar vago na BAR[8] e chegou na sexta posição em sua corrida de estreia com a equipe.[9] Clear trabalhou com Sato novamente em 2004 e 2005.[10]

Em novembro de 2007, Clear recebeu um Doutorado Honorário de Engenharia da Universidade Heriot-Watt "em reconhecimento ao seu excelente sucesso na aplicação da ciência de engenharia nos ambientes mais exigentes e competitivos e como um modelo para jovens engenheiros".[11]

Após a BAR ser adquirida pela Honda, a equipe foi renomeada para Honda Racing F1 na temporada de 2006 e contrata Rubens Barrichello. Clear, então, se torna engenheiro de corrida do piloto brasileiro entre 2006 e 2009.[2] Depois que a equipe transformou-se na Brawn GP em 2009,[12] Barrichello ganhou os Grandes Prêmios da Europa[13] e da Itália[14] e terminou em terceiro lugar no Campeonato Mundial.[15]

Em 2010 a equipe muda novamente de proprietário e é rebatizada mais uma vez, agora para Mercedes GP, onde Clear foi engenheiro de corrida de Nico Rosberg de 2010 a 2012, de Michael Schumacher, em 2011 e 2012, e de Lewis Hamilton, em 2013 e 2014.

Em dezembro de 2014, foi anunciado que Clear tinha sido contratado pela Ferrari, e que ele começaria a trabalhar para a equipe na temporada de Fórmula 1 de 2015.[16]

Em 2016, o engenheiro chefe Clear admitiu que estava tendo problemas para entender o desempenho do aquecimento dos pneus, o que estava atrasando o carro: "Não é uma ciência exata, a sensação do engenheiro e do piloto desempenha um papel importante".[17]

Referências

  1. «Absolute Speakers: Jock Clear» (em inglês). Consultado em 7 de março de 2017 
  2. a b «F1network.net: Jock Clear» (em inglês). 24 de fevereiro de 2007. Consultado em 7 de março de 2017 
  3. «Jock Clear speaks to OPs» (em inglês). OP Club Home. 26 de janeiro de 2008. Consultado em 7 de março de 2017 
  4. «Heriot Watt University: Mechanical Engineering - School of Engineering and Physical Sciences» (em inglês). 31 de janeiro de 2008. Consultado em 7 de março de 2017 
  5. People: Jock Clear. GrandPrix.com. Consultado em 8 de março de 2017
  6. The Official Formula 1 Website: David Coulthard. Consultado em 8 de março de 2017
  7. Crash.net: Unsung hero - Jock Clear. 1 de agosto de 2003. Consultado em 7 de março de 2017
  8. Kevin Eason. Sato in pole position after Villeneuve walks out on BAR. Times Online. 10 de outubro de 2003. Consultado em 7 de março de 2017
  9. The Official Formula 1 Website: Takuma Sato. Consultado em 7 de março de 2017
  10. The role of the F1 race engineer. F1 Technical. Consultado em 7 de março de 2017
  11. Monthly Briefing from Court, Senate, PME and its boards - September/October 2007. Heriot-Watt University. 2007. Consultado em 7 de março de 2017
  12. Brawn GP. BBC Sport. 2 de novembro de 2009. Consultado em 7 de março de 2017
  13. 'Delighted' Barrichello says: This one's for you, Felipe. Yahoo! Eurosport UK. 23 de agosto de 2009. Consultado em 7 de março de 2017
  14. Simon Arron. Italian Grand Prix: Rubens Barrichello wins. Telegraph.co.uk. 15 de setembro de 2009. Consultado em 7 de março de 2017
  15. FIA Formula 1 drivers' world championship. BBC Sport. 1 de novembro de 2009. Consultado em 7 de março de 2017
  16. Ferrari sign engineer Jock Clear from Mercedes to complete F1 revamp. The Guardian. 22 de dezembro de 2014. Consultado em 7 de março de 2017
  17. «Tyre management still a mystery – Jock Clear - F1technical.net». f1technical.net. Consultado em 7 de março de 2017 
  1. http://formula1.ferrari.com/en/