Nico Rosberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nico Rosberg
Nico Rosberg no Grande Prêmio da Malásia de 2016
Informações pessoais
Nome completo Nico Erik Rosberg
Nacionalidade Alemanha alemão
Nascimento 27 de junho de 1985 (31 anos)
Wiesbaden, Alemanha Ocidental
Altura 1,78[1] m
Registros na Fórmula 1
Temporadas 20062016
Equipes Williams e Mercedes
GPs disputados 206
Títulos 1 (2016)
Vitórias 23
Pódios 57
Pontos 1594,5[2]
Pole positions 30
Voltas mais rápidas 20
Primeiro GP GP de Bahrain de 2006
Primeira vitória GP da China de 2012
Última vitória GP do Japão de 2016
Último GP GP de Abu Dhabi de 2016

Nico Erik Rosberg (Wiesbaden, 27 de junho de 1985) é um ex-automobilista alemão que atuou na Fórmula 1 pelas equipes Williams e Mercedes. Foi campeão mundial da categoria em 2016.

No início de 2003, quando tinha apenas dezessete anos de idade, Nico se tornou o piloto mais jovem da história a andar num carro de Fórmula 1. Ajudado pelos contatos do pai, o ex-campeão Keke Rosberg, passou sem dificuldades pelas principais categorias de base, conquistando inclusive o título da GP2 em 2005.

Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Sua estreia na Fórmula 1 veio na temporada seguinte, pela Williams. Logo na primeira corrida, Rosberg terminou em sétimo e ainda marcou a volta mais rápida.

A Williams, entretanto, não tinha mais a performance de antes, e Rosberg, sofreu bastante no seu ano de estreia. Marcou somente quatro pontos, envolveu-se em vários acidentes e perdeu boa parte de sua reputação. Iniciou a temporada de 2007 em baixa, mas se recuperou com louvor, fechando o ano como um dos principais destaques. Segundo o chefe Frank Williams, Rosberg tem a "maior curva de evolução" de todos os pilotos da Fórmula 1.

No Grande Prêmio da Austrália de 2008, conseguiu seu primeiro pódio na categoria, com um terceiro lugar. O segundo pódio veio no Grande Prêmio de Singapura de 2008, primeira corrida realizada à noite, ficando em segundo lugar, atrás do piloto espanhol Fernando Alonso.

Em 23 de novembro de 2009 a equipe Mercedes anunciou a contratação do piloto alemão para a temporada de 2010.[3] Com um desempenho regular, conseguiu pontuar em 15 das 19 corridas disputadas, conquistando três pódios e terminando a temporada em sétimo lugar no campeonato de pilotos.

2012[editar | editar código-fonte]

No dia 14 de abril de 2012, durante os treinos classificatórios para o o Grande Prêmio da China, Rosberg conquistou a primeira pole position da carreira.[4] Com uma boa largada e um rendimento constante, Rosberg conseguiu se manter em primeiro durante quase toda a prova, alcançando sua primeira vitória na categoria.[5]

Na etapa seguinte, durante treinos livres do Grande Prémio do Bahrain, Rosberg chegou a marcar o melhor tempo durante a terceira sessão.[6] O mesmo desempenho, no entanto, não foi alcançado no treino classificatório e o piloto ficou com o quinto lugar no grid de largada.[7] O piloto perdeu muitas posições durante a largada, mas conseguiu se recuperar durante a corrida, alcançando a linha de chegada na mesma posição em que largou.

2013[editar | editar código-fonte]

Rosberg não começou bem a temporada, abandonando o Grande Prêmio da Austrália, primeira prova do campeonato, por causa de problemas elétricos no carro.

No treino classificatório para o Grande Prêmio do Bahrein conseguiu a pole position,[8] mas durante a prova, não conseguir manter o rendimento do carro, terminando a corrida apenas em nono.

No Grande Prêmio de Mônaco, após ter largado em primeiro e liderado toda a prova, Rosberg conquistou sua segunda vitória na categoria.[9]

Em Silverstone largou em segundo, mas contou com a sorte de o carro de Hamilton ter o seu pneu furado e o carro de Vettel com problemas aerodinâmicos. Assim lhe foi possível faturar a vitória que lhe caiu "dos céus".

2014[editar | editar código-fonte]

Com o domínio do Mercedes F1 W05, Nico e seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, foram os postulantes ao título mundial. Iniciou a primeira metade do campeonato em vantagem em relação a ele. Entretanto, a partir da prova de Singapura, perdeu a liderança do campeonato. Em 16 de julho a equipe anunciou a extensão de seu contrato.[10]

Na última etapa, com pontuação dobrada em Abu Dhabi, estava a 17 pontos atrás de Lewis. Apesar de partir na pole position, Rosberg enfrentou uma falha no ERS - sistema de recuperação de energia, que o fez perder posições e terminar em 14º lugar.[11]

2015[editar | editar código-fonte]

A equipe Mercedes seguiu dominante, mas foi sobrepujado desde o início da temporada por Hamilton, que se tornou campeão com três provas de antecedência. Chegou a perder a segunda posição no campeonato para Sebastian Vettel após o abandono no Grande Prêmio da Rússia, porém encerrou a temporada como vice-campeão obtendo consecutivamente seis poles e três vitórias.[12]

2016[editar | editar código-fonte]

Rosberg venceu as quatro primeiras corridas da temporada 2016 - Austrália, Bahrein, China e Rússia. Somando-se as três últimas três provas de 2015, alcançou sete vitórias consecutivas e igualando as marcas de Michael Schumacher e Alberto Ascari.[13]

Antes da etapa da Hungria, a equipe renovou seu vínculo com o piloto até o fim de 2018.[14]

Mais uma vez disputando o título com o companheiro de equipe, desta vez sagrou-se campeão mundial ao chegar em segundo lugar na última corrida em Abu Dhabi.[15]

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Anunciou sua aposentadoria da F1 em dezembro de 2016, através de seu site[16]. "Para mim, é um dia muito especial. Receber o troféu esta noite vai ser incrível, mas por outra razão: quero aproveitar a oportunidade para anunciar que vou encerrar minha carreira na F1". "Desde que comecei aos seis anos de idade eu tive um sonho claro. Queria me tornar campeão mundial de F1 e isso estava muito claro em minha mente. Aconteça o que acontecer agora, eu consegui. Eu coloquei tudo isso em cima disso. Com a ajuda dos fãs, consegui alcançar o que queria. Eu vou lembrar para sempre disso."[17]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Nico casou-se em julho de 2014 com sua namorada de longa data Vivian Sibold.[18] Em agosto de 2015 nasceu a primeira filha de ambos.[19]

Posição de chegada nas corridas[editar | editar código-fonte]

GP2 Series[editar | editar código-fonte]

Legenda: (Corridas em negrito indicam pole position); (Corridas em itálico indicam volta mais rápida)

Temporada Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 Classificação Pontos
2005 ART Grand Prix SMR
FEA

8
SMR
SPR

Ret
ESP
FEA

9
ESP
SPR

4
MON
FEA

3
EUR
FEA

3
EUR
SPR

4
FRA
FEA

7
FRA
SPR

1
GBR
FEA

1
GBR
SPR

4
GER
FEA

1
GER
SPR

4
HUN
FEA

5
HUN
SPR

2
TUR
FEA

17
TUR
SPR

3
ITA
FEA

2
ITA
SPR

2
BEL
FEA

3
BEL
SPR

5
BHR
FEA

1
BHR
SPR

1
120

Resultados na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Legenda: (Corridas em negrito indicam pole position); (Corridas em itálico indicam volta mais rápida)

Temporada Equipe Chassis Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 Classificação Pontos
2006 Williams F1 Team Williams FW28 Cosworth CA2006 2.4 V8 BHR
7
MAL
Ret
AUS
Ret
SMR
11
EUR
7
ESP
11
MON
Ret
GBR
9
CAN
Ret
EUA
9
FRA
14
ALE
Ret
HUN
Ret
TUR
Ret
ITA
Ret
CHN
11
JAP
10
BRA
Ret
17º 4
2007 AT&T Williams Williams FW29 Toyota RVX-07 2.4 V8 AUS
7
MAL
Ret
BHR
10
ESP
6
MON
12
CAN
10
EUA
16
FRA
9
GBR
12
EUR
Ret
HUN
7
TUR
7
ITA
6
BEL
6
JAP
Ret
CHN
16
BRA
4
20
2008 AT&T Williams Williams FW30 Toyota RVX-08 2.4 V8 AUS
3
MAL
14
BHR
8
ESP
Ret
TUR
8
MON
Ret
CAN
10
FRA
16
GBR
9
ALE
10
HUN
14
EUR
8
BEL
12
ITA
14
CIN
2
JAP
11
CHN
15
BRA
12
13º 17
2009 AT&T Williams Williams FW31 Toyota RVX-09 2.4 V8 AUS
6
MAL
8
CHN
15
BHR
9
ESP
8
MON
6
TUR
5
GBR
5
ALE
4
HUN
4
EUR
5
BEL
8
ITA
15
CIN
11
JAP
5
BRA
Ret
ABU
9
34,5
2010 Mercedes GP Petronas Formula 1 Team Mercedes W01 Mercedes FO 108X 2.4 V8 BHR
5
AUS
5
MAL
3
CHN
3
ESP
13
MON
7
TUR
5
CAN
6
EUR
10
GBR
3
ALE
8
HUN
Ret
BEL
6
ITA
5
CIN
5
JAP
17**
COR
Ret
BRA
6
EAU
4
142
2011 Mercedes GP Petronas Formula 1 Team Mercedes W02 Mercedes FO 108Y 2.4 V8 AUS
Ret
MAL
12
CHN
5
TUR
5
ESP
7
MON
11
CAN
11
EUR
7
GBR
6
ALE
7
HUN
9
BEL
6
ITA
Ret
CIN
7
JAP
10
COR
8
IND
6
EAU
6
BRA
7
56
2012 Mercedes AMG Petronas Formula 1 Team Mercedes W03 Mercedes FO 108Z 2.4 V8 AUS
12
MAL
13
CHN
1
BHR
5
ESP
7
MON
2
CAN
6
EUR
6
GBR
15
ALE
10
HUN
10
BEL
11
ITA
7
CIN
5
JAP
Ret
COR
Ret
IND
11
EAU
Ret
EUA
13
BRA
15
93
2013 Mercedes AMG Petronas Formula 1 Team Mercedes W04 Mercedes FO 108Z 2.4 V8 AUS
Ret
MAL
4
CHN
Ret
BHR
10
ESP
6
MON
1
CAN
5
GBR
1
ALE
9
HUN
Ret
BEL
4
ITA
6
CIN
4
JAP
7
COR
8
IND
2
EAU
3
EUA
9
BRA
5
171
2014 Mercedes AMG Petronas Formula 1 Team Mercedes W05 Mercedes PU106A Hybrid V6 AUS
1
MAL
2
BHR
2
CHN
2
ESP
2
MON
1
CAN
2
AUT
1
GBR
Ret
ALE
1
HUN
4
BEL
2
ITA
2
SIN
Ret
JAP
2
RUS
2
EUA
2
BRA
1
EAU
14
317
2015 Mercedes AMG Petronas Formula 1 Team Mercedes F1 W06 Hybrid Mercedes PU106B Hybrid AUS
2
MAL
3
CHN
2
BHR
3
ESP
1
MON
1
CAN
2
AUT
1
GBR
2
HUN
8
BEL
2
ITA
17
SIN
4
JAP
2
RUS
Ret
EUA
2
MEX
1
BRA
1
EAU
1
322
2016 Mercedes AMG Petronas Formula 1 Team Mercedes F1 W07 Hybrid Mercedes PU106C Hybrid AUS
1
BHR
1
CHN
1
RUS
1
ESP
Ret
MON
7
CAN
5
EUR
1
AUT
4
GBR
3
HUN
2
ALE
4
BEL
1
ITA
1
SIN
1
MAL
3
JAP
1
EUA
2
MEX
2
BRA
2
EAU
2
385

Em corridas que não completaram 75% das voltas a pontuação é reduzida pela metade.

** Não terminou o Grande Prêmio, mas foi classificado porque completou 90% da corrida.

Referências

  1. «Nico Rosberg» (em inglês). Sítio oficial Mercedes AMG Petronas F1. 
  2. «Nico Rosberg stats f1». statsf1. 
  3. Mercedes anuncia contratação de Nico Rosberg UOL Notícias
  4. «Rosberg faz 1ª pole da carreira; Schumacher garante dobradinha». 
  5. «Rosberg faz corrida impecável e vence a primeira na Fórmula 1». Portal Terra. 15 de abril de 2012. 
  6. «GP do Bahrain: Nico Rosberg responde na segunda sessão de treinos». Auto Portal. 20 de abril de 2012. 
  7. «Grid de largada para o GP do Bahrein 2012». Corrida F1. 
  8. «Nico Rosberg faz a pole para o GP do Bahrein». O Globo. Globo.com. 
  9. «GP de Mônaco: em prova acidentada, Rosberg vence de ponta a ponta». Portal Terra. 
  10. «Mercedes AMG Petronas and Nico Rosberg agree contract externsion» (em inglês). Mercedes AMG F1 Team. 16 de julho de 2014. 
  11. «Hamilton aproveita má largada e falha no carro de Rosberg para ser bicampeão com vitória em Abu Dhabi». Grande Premio. 23 de novembro de 2014. 
  12. «Rosberg vence GP de Abu Dhabi e fecha temporada 2015 em grande forma. E Hamilton peita Mercedes». Grande Prêmio. 29 de novembro de 2015. 
  13. «Nico passeia na Rússia, vence sétima seguida e iguala marca de Schumi». Globoesporte.com. 01 de Maio de 2016. Consultado em 01 de Maio de 2016. 
  14. «Às vésperas do GP da Hungria, Mercedes anuncia renovação de contrato com Rosberg até 2018». Grande Prêmio. 22 de julho de 2016. 
  15. «Hamilton vence com 'tática Villeneuve', mas Rosberg é campeão com segundo lugar em Abu Dhabi». Grande Prêmio. 27 de novembro de 2016. Consultado em 27 de novembro de 2016. 
  16. «I have a message for you:». Página Pessoal. 2 de dezembro de 2016. Consultado em 2 de dezembro de 2016. 
  17. «Campeão de 2016, Rosberg anuncia aposentadoria da F1». Mortorsport.com. 2 de dezembro de 2016. Consultado em 2 de dezembro de 2016. 
  18. «Nico Rosberg gets married» (em inglês). Mortorsport.com. 11 de julho de 2014. 
  19. «Rosberg y Vivian presentan a su pequeña Alaia» (em espanhol). 19 de outubro de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons
Precedido por
Campeão Mundial de GP2 Series
2005
Sucedido por
Reino Unido Lewis Hamilton
Precedido por
Reino Unido Lewis Hamilton
Campeão Mundial de Fórmula 1
2016
Sucedido por