Grande Prêmio de Mônaco de 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grande Prêmio de Mônaco de 2014
Circuit Monaco.png
Grande Prêmio de Mônaco de 2014.
Detalhes da corrida
Data 25 de maio de 2014
Nome oficial 2014 Formula 1 Grand Prix de Monaco
Local Circuito de Monte Carlo, Mônaco
Percurso 3.340 km km
Total 78 voltas / 260.520 km km
Pole
Piloto
Alemanha Nico Rosberg Mercedes
Tempo 1:15:989
Volta mais rápida
Piloto
Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari
Tempo 1:18:479 (na volta 75)
Pódio
Primeiro
Alemanha Nico Rosberg Mercedes
Segundo
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Terceiro
Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-Renault

O Grande Prêmio de Mônaco de 2014 (formalmente denominado 2014 Formula 1 Grand Prix de Monaco)[1] foi uma corrida realizada no Circuito de Monte Carlo, em Mônaco, em 25 de maio de 2014. Foi a sexta corrida da Temporada de Fórmula 1 de 2014.[2] Teve como vencedor o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, sendo sua quinta vitória, a segunda seguida em Monte Carlo. O inglês Lewis Hamilton, também da Mercedes, terminou em segundo, e o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, fechou o pódio.[3]

Pneus[editar | editar código-fonte]

Os compostos de pneus fornecidos pela Pirelli para este Grande Prêmio
Nome do Composto Cor Banda de rolamento Condições de Condução Dry Type* Aderência Longevidade
Super Macio Vermelho Neumático F1 Súper blando.png Slick Seco Option Mais aderência Menos durável
Macio Amarelo Neumático F1 Blando.png Slick Seco Prime/Option Médio Médio
Intermediário Verde Neumático F1 Intermedios.png Sulcos Molhado (água não estagnante) x x x
Chuva Azul Neumático F1 Lluvia.png Sulcos Molhado (água estagnante) x x x

Resultados[editar | editar código-fonte]

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Q1 Q2 Q3 Grid
1 6 Alemanha Nico Rosberg Mercedes 1:17:678 1:16:465 1:15:989 1
2 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 1:17:823 1:16:354 1:16:048 2
3 3 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-Renault 1:17:900 1:17:233 1:16:384 3
4 1 Alemanha Sebastian Vettel Red Bull-Renault 1:18:383 1:17:074 1:16:686 4
5 14 Espanha Fernando Alonso Ferrari 1:17:853 1:17:200 1:16:686 5
6 7 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 1:17:902 1:17:398 1:17:389 6
7 25 França Jean-Éric Vergne Toro Rosso-Renault 1:17:557 1:17:657 1:17:540 7
8 20 Dinamarca Kevin Magnussen McLaren-Mercedes 1:17:978 1:17:609 1:17:555 8
9 26 Rússia Daniil Kvyat Toro Rosso-Renault 1:18:616 1:17:594 1:18:090 9
10 11 México Sergio Pérez Force India-Mercedes 1:18:108 1:17:755 1:18:327 10
11 11 Alemanha Nico Hülkenberg Force India-Mercedes 1:18:432 1:17:846 11
12 22 Reino Unido Jenson Button McLaren-Mercedes 1:17:890 1:17:988 12
13 77 Finlândia Valtteri Bottas Williams-Mercedes 1:18:407 1:18:082 13
14 8 França Romain Grosjean Lotus-Renault 1:18:335 1:18:356 14
15 13 Venezuela Pastor Maldonado Lotus-Renault 1:18:585 1:18:356 15
16 19 Brasil Felipe Massa* Williams-Mercedes 1:18:209 No Time 16
17 21 México Esteban Gutiérrez Sauber-Ferrari 1:18:741 17
18 99 Alemanha Adrian Sutil Sauber-Ferrari 1:18:745 18
19 17 França Jules Bianchi Marussia-Ferrari 1:19:932 19
20 4 Reino Unido Max Chilton Marussia-Ferrari 1:19:928 20
21 10 Japão Kamui Kobayashi Caterham-Renault 1:20:133 21
22 9 Suécia Marcus Ericsson Caterham-Renault 1:21:032 22
Tempo dos 107%: 1:22.985
Notas
  • No fim do Q1, ocorreu um incidente entre Felipe Massa (Williams) e Marcus Ericsson (Caterham).  Felipe Massa vinha em uma volta de desaceleração. Enquanto isso, Marcus Ericsson, em volta rápida, se aproximava. O brasileiro deixou a porta aberta para o sueco passar, mas o piloto sueco se precipitou acertando Felipe Massa. Sem conseguir trazer o carro para os boxes, Felipe Massa - mesmo avançando ao Q2 com o 10º tempo - não pôde participar do restante do treino e largará em 16°.[4]

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Voltas Tempo/Retirado Grid Pontos
1 6 Alemanha Nico Rosberg Mercedes 78 1:49:27.661 1 25
2 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 78 +9.210 2 18
3 3 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-Renault 78 +9.614 3 15
4 14 Espanha Fernando Alonso Ferrari 78 +32.452 5 12
5 27 Alemanha Nico Hülkenberg Force India-Mercedes 77 +1 volta 11 10
6 22 Reino Unido Jenson Button McLaren-Mercedes 77 +1 volta 12 8
7 19 Brasil Felipe Massa Williams-Mercedes 77 +1 volta 16 6
8 8 França Romain Grosjean Lotus-Renault 77 +1 volta 14 4
9 17 França Jules Bianchi Marussia-Ferrari 77 +1 volta 21 2
10 20 Dinamarca Kevin Magnussen McLaren-Mercedes 77 +1 volta 8 1
11 9 Suécia Marcus Ericsson Caterham-Renault 77 +1 volta 22
12 7 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 77 +1 volta 6
13 10 Japão Kamui Kobayashi Caterham-Renault 75 +3 voltas 20
14 4 Reino Unido Max Chilton Marussia-Ferrari 75 +3 voltas 19
Ret 21 México Esteban Gutiérrez Sauber-Ferrari 59 Batida 17
Ret 77 Finlândia Valtteri Bottas Williams-Mercedes 55 Motor 13
Ret 25 França Jean-Éric Vergne Toro Rosso-Renault 51 Escapamento 7
Ret 99 Alemanha Adrian Sutil Sauber-Ferrari 22 Batida 18
Ret 26 Rússia Daniil Kvyat Toro Rosso-Renault 10 Escapamento 9
Ret 1 Alemanha Sebastian Vettel Red Bull-Renault 5 Motor 4
Ret 11 México Sergio Pérez Force India-Mercedes 0 Acidente 10
NL 13 Venezuela Pastor Maldonado* Lotus-Renault 0 Sistema de Combustível 15

Volta de Liderança[editar | editar código-fonte]

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

  • Foi o primeiro e único dois pontos da carreira de Jules Bianchi e da história da Marussia. O francês terminou a corrida em oitavo lugar, mas levou uma punição de cinco segundos por alinhar de forma errada no grid, caindo para a nona posição.[5]
  • Primeiro abandono de Daniil Kvyat na carreira.
  • Pastor Maldonado foi autorizado a largar,mas um problema na volta de aquecimento (sistema da gasolina) o tirou da corrida

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

Observe que somente as cinco primeiras posições estão incluídas na tabela.

Referências

  1. Formula1.com. «2014 Formula 1 Grand Prix de Monaco» (em inglês). Consultado em 12 de abril de 2014 
  2. «Com México, Coreia e Nova Jersey fora, FIA confirma calendário de 2014 da F1 com 19 corridas». Consultado em 4 de dezembro de 2013 
  3. «Rosberg "ignora" Hamilton, vence em Mônaco e retoma ponta do Mundial». GloboEsporte.com. 25 de maio de 2014. Consultado em 25 de maio de 2014 
  4. «Rosberg erra, atrapalha Hamilton, e é pole em Mônaco. Sueco tira Massa» 
  5. «Após 82 GPs, Marussia marca seus primeiros pontos na F-1, com Bianchi». GloboEsporte.com. 25 de maio de 2014. Consultado em 25 de maio de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Grande Prêmio da Espanha de 2014
Mundial de Fórmula 1 da FIA
Temporada de 2014
Sucedido por
Grande Prêmio do Canadá de 2014
Precedido por
Grande Prêmio de Mônaco de 2013
Grande Prêmio de Mônaco
65ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio de Mônaco de 2015
Ícone de esboço Este artigo sobre Fórmula 1 é um esboço relacionado ao projeto sobre Fórmula 1. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.