Benetton B192

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Benetton B192
1992 Benetton-Ford B192 Goodwood, 2009.JPG
Visão Geral
Produção 1992
Fabricante Benetton
Modelo
Carroceria Monoposto de corrida
Designer Ross Brawn
Rory Byrne
Ficha técnica
Motor https://maxf1.net/en/1992-belgian-gp-first-victory-for-michael-schumacher/Ford HB 6/7 V8 aspirado
Transmissão Benetton 6 velocidades
Dimensões
Peso 505 kg
Cronologia
Benetton B191
Benetton B193

O B192 é o modelo da Benetton na temporada de 1992 da Fórmula 1. Condutores: Michael Schumacher e Martin Brundle utilizaram o chassi B192 a partir do GP da Espanha até a última prova do campeonato. Com esse chassi, Schumacher venceu o GP da Bélgica, sua primeira vitória na carreira e o último piloto a vencer com câmbio manual.[1]

Resultados[2][editar | editar código-fonte]

(legenda) (em itálico indica volta mais rápida)

Ano Chassi Motor Pneus Pilotos 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 Pontos Posição
RSA MEX BRA ESP SMR MON CAN FRA GBR GER HUN BEL ITA POR JPN AUS
1992 B192 Ford HB6/7 V8 G 19 Alemanha Michael Schumacher 2 Ret 4 2 Ret 4 3 Ret 1 3 7 Ret 2 801
(91)
20 Reino Unido Martin Brundle Ret 4 5 Ret 3 3 4 5 4 2 4 3 3

↑1 Do GP da África do Sul até o Brasil, Schumacher e Brundle utilizaram o B191B marcando 11 pontos (91 no total).

Referências

  1. «1992 Belgian GP – First victory for Michael Schumacher» (em inglês ou croata). MAX F1. 30 de agosto de 2020 
  2. «Benetton B192». STATS F1 
Ícone de esboço Este artigo sobre Fórmula 1 é um esboço relacionado ao projeto sobre Fórmula 1. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.