Temporada de Fórmula 1 de 1992

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Temporada de Fórmula 1 de 1992 foi a 43.ª realizada pela FIA, decorrendo entre 1º de março e 8 de novembro de 1992, com dezesseis corridas.

Teve como campeão o britânico Nigel Mansell, da equipe Williams, sendo vice-campeão o italiano Riccardo Patrese, também da Williams.

O campeonato marcou a primeira vitória do alemão Michael Schumacher na categoria.

Foi a última temporada das equipes March, Brabham e Fondmetal. Também foi a segunda temporada disputada pela Jordan e que também marcou a estréia da Andrea Moda Formula, considerada por muitos como a pior equipe que já correu na categoria.

Pilotos e equipes[editar | editar código-fonte]

Campeão Vice-campeão 3º Lugar
Nigelcropped.jpg RiccardoPatrese.jpg Schumacher china 2012.jpg
Reino Unido Nigel Mansell Itália Riccardo Patrese Alemanha Michael Schumacher
Reino Unido Williams-Renault Reino Unido Williams-Renault Reino Unido Benetton-Ford
Equipe Construtor Chassis Motor Pneu No Piloto Piloto(s) de testes
Reino Unido Honda Marlboro McLaren McLaren MP4/6B Honda RA121E 3.5 V12 G 1 Brasil Ayrton Senna Reino Unido Mark Blundell
2 Áustria Gerhard Berger
MP4/7A Honda RA122E/B 3.5 V12 1 Brasil Ayrton Senna
2 Áustria Gerhard Berger
Reino Unido Tyrrell Racing Organisation Tyrrell 020B Ilmor 2175A 3.5 V10 G 3 França Olivier Grouillard n/a
4 Itália Andrea De Cesaris
Reino Unido Canon Williams Renault Williams FW14B Renault RS3C 3.5 V10
Renault RS4 3.5 V10
G 5 Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Damon Hill
6 Itália Riccardo Patrese
Reino Unido Motor Racing Developments Ltd Brabham BT60B Judd GV 3.5 V10 G 7 Bélgica Eric van de Poele n/a
8 Itália Giovanna Amati
Reino Unido Damon Hill
Reino Unido Footwork Mugen-Honda Footwork FA13 Mugen-Honda MF-351H 3.5 V10 G 9 Itália Michele Alboreto n/a
10 Japão Aguri Suzuki
Reino Unido Team Lotus Lotus 102D Ford HB 3.5 V8 G 11 Finlândia Mika Häkkinen Mónaco Olivier Beretta
12 Reino Unido Johnny Herbert
107 11 Finlândia Mika Häkkinen
12 Reino Unido Johnny Herbert
Itália Fondmetal Fondmetal GR01 Ford HB 3.5 V8 G 14 Suíça Andrea Chiesa n/a
15 Itália Gabriele Tarquini
GR02 15 Itália Gabriele Tarquini
14 Suíça Andrea Chiesa
Bélgica Eric van de Poele
Reino Unido March F1 March CG911 Ilmor 2175A 3.5 V10 G 16 Áustria Karl Wendlinger n/a
Países Baixos Jan Lammers
17 França Paul Belmondo
Itália Emanuele Naspetti
Reino Unido Camel Benetton Ford Benetton B191B Ford HB 3.5 V8 G 19 Alemanha Michael Schumacher Itália Alessandro Zanardi
20 Reino Unido Martin Brundle
B192 19 Alemanha Michael Schumacher
20 Reino Unido Martin Brundle
Itália Scuderia Italia SpA Dallara F192 Ferrari 037 3.5 V12 G 21 Finlândia J.J. Lehto n/a
22 Itália Pierluigi Martini
Itália Minardi Team Minardi M191B Lamborghini 3512 3.5 V12 G 23 Brasil Christian Fittipaldi n/a
24 Itália Gianni Morbidelli
M192 23 Brasil Christian Fittipaldi
Itália Alessandro Zanardi
24 Itália Gianni Morbidelli
França Ligier Gitanes Blondes Ligier JS37 Renault RS3C 3.5 V10 G 25 Bélgica Thierry Boutsen França Alain Prost
26 França Érik Comas
Itália Scuderia Ferrari SpA Ferrari F92A Ferrari 040 3.5 V12 G 27 França Jean Alesi Itália Nicola Larini
Itália Gianni Morbidelli
28 Itália Ivan Capelli
Itália Nicola Larini
F92AT 27 França Jean Alesi
28 Itália Ivan Capelli
França Central Park Venturi Larrousse Venturi LC92 Lamborghini 3512 3.5 V12 G 29 Bélgica/Luxemburgo Bertrand Gachot n/a
30 Japão Ukyo Katayama
República da Irlanda Sasol Jordan Yamaha Jordan 192 Yamaha OX99 3.5 V12 G 32 Itália Stefano Modena n/a
33 Brasil Maurício Gugelmin
Itália Andrea Moda Formula Andrea Moda C4B[1] Judd GV 3.5 V10 G 34 Itália Alex Caffi Itália Enrico Bertaggia
Itália Alex Caffi
35 Itália Enrico Bertaggia
S921 34 Brasil Roberto Moreno
35 Reino Unido Perry McCarthy
Nota
Akihiko Nakaya, sexto colocado na F-3000 de seu país, fora contratado pela Brabham para ser companheiro do belga Eric van de Poele. Mas a FIA negou a superlicença ao japonês, argumentando que ele não tinha condições de pilotar carros de F-1. Giovanna Amati foi escolhida para suceder Nakaya, mas após falhar três vezes em tentar largar, foi dispensada da Brabham. O inglês Damon Hill foi chamado pela escuderia para ocupar o lugar de Giovanna.

Calendário[editar | editar código-fonte]

Prova Grande Prêmio Data Local
1 África do Sul GP da África do Sul 1 de Março Kyalami
2 México GP do México 22 de Março Hermanos Rodriguez
3 Brasil GP do Brasil 5 de Abril Interlagos
4 Espanha GP da Espanha 3 de Maio Catalunya
5 San Marino GP de San Marino 17 de Maio Ímola
6 Mónaco GP de Mônaco 31 de Maio Monte Carlo
7 Canadá GP do Canadá 14 de Junho Montreal
8 França GP da França 5 de Julho Magny-Cours
9 Reino Unido GP da Inglaterra 12 de Julho Silverstone
10 Alemanha GP da Alemanha 26 de Julho Hockenheim
11 Hungria GP da Hungria 16 de Agosto Hungaroring
12 Bélgica GP da Bélgica 30 de Agosto Spa-Francorchamps
13 Itália GP da Itália 13 de Setembro Monza
14 Portugal GP de Portugal 27 de Setembro Estoril
15 Japão GP do Japão 25 de Outubro Suzuka
16 Austrália GP da Austrália 8 de Novembro Adelaide

Resultados[editar | editar código-fonte]

Grandes Prêmios[editar | editar código-fonte]

GP Grande Prêmio Pole Position Volta mais rápida Vencedor Equipe Descrição
1 África do Sul GP da África do Sul Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Renault Detalhes
2 México GP do México Reino Unido Nigel Mansell Áustria Gerhard Berger Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Renault Detalhes
3 Brasil GP do Brasil Reino Unido Nigel Mansell Itália Riccardo Patrese Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Renault Detalhes
4 Espanha GP da Espanha Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Renault Detalhes
5 San Marino GP de San Marino Reino Unido Nigel Mansell Itália Riccardo Patrese Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Renault Detalhes
6 Mónaco GP de Mônaco Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Brasil Ayrton Senna Reino Unido McLaren-Honda Detalhes
7 Canadá GP do Canadá Brasil Ayrton Senna Áustria Gerhard Berger Áustria Gerhard Berger Reino Unido McLaren-Honda Detalhes
8 França GP da França Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Renault Detalhes
9 Reino Unido GP da Inglaterra Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Renault Detalhes
10 Alemanha GP da Alemanha Reino Unido Nigel Mansell Itália Riccardo Patrese Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Renault Detalhes
11 Hungria GP da Hungria Itália Riccardo Patrese Reino Unido Nigel Mansell Brasil Ayrton Senna Reino Unido McLaren-Honda Detalhes
12 Bélgica GP da Bélgica Reino Unido Nigel Mansell Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Ford Detalhes
13 Itália GP da Itália Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Brasil Ayrton Senna Reino Unido McLaren-Honda Detalhes
14 Portugal GP de Portugal Reino Unido Nigel Mansell Brasil Ayrton Senna Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Renault Detalhes
15 Japão GP do Japão Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Nigel Mansell Itália Riccardo Patrese Reino Unido Williams-Renault Detalhes
16 Austrália GP da Austrália Reino Unido Nigel Mansell Alemanha Michael Schumacher Áustria Gerhard Berger Reino Unido McLaren-Honda Detalhes

Pilotos[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto RSA África do Sul MEX México BRA Brasil ESP Espanha SMR San Marino MON Mónaco CAN Canadá FRA França GBR Reino Unido GER Alemanha HUN Hungria BEL Bélgica ITA Itália POR Portugal JPN Japão AUS Austrália Pontos
1 Reino Unido Nigel Mansell 1 1 1 1 1 2 Ret 1 1 1 2 2 Ret 1 Ret Ret 108
2 Itália Riccardo Patrese 2 2 2 Ret 2 3 Ret 2 2 8 Ret 3 5 Ret 1 Ret 56
3 Alemanha Michael Schumacher 4 3 3 2 Ret 4 2 Ret 4 3 Ret 1 3 7 Ret 2 53
4 Brasil Ayrton Senna 3 Ret Ret 9† 3 1 Ret Ret Ret 2 1 5 1 3 Ret Ret 50
5 Áustria Gerhard Berger 5 4 Ret 4 Ret Ret 1 Ret 5 Ret 3 Ret 4 2 2 1 49
6 Reino Unido Martin Brundle Ret Ret Ret Ret 4 5 Ret 3 3 4 5 4 2 4 3 3 38
7 França Jean Alesi Ret Ret 4 3 Ret Ret 3 Ret Ret 5 Ret Ret Ret Ret 5 4 18
8 Finlândia Mika Häkkinen 9 6 10 Ret NQ Ret Ret 4 6 Ret 4 6 Ret 5 Ret 7 11
9 Itália Andrea de Cesaris Ret 5 Ret Ret 14† Ret 5 Ret Ret Ret 8 8 6 9 4 Ret 8
10 Itália Michele Alboreto 10 13 6 5 5 7 7 7 7 9 7 Ret 7 6 15 Ret 6
11 França Érik Comas 7 9 Ret Ret 9 10 6 5 8 6 Ret NQ Ret Ret Ret Ret 4
12 Áustria Karl Wendlinger Ret Ret Ret 8 12 Ret 4 Ret Ret 16 Ret 11 10 Ret 3
13 Itália Ivan Capelli Ret Ret 5 10† Ret Ret Ret Ret 9 Ret 6 Ret Ret Ret 3
14 Bélgica Thierry Boutsen Ret 10 Ret Ret Ret 12 10 Ret 10 7 Ret Ret Ret 8 Ret 5 2
15 Reino Unido Johnny Herbert 6 7 Ret Ret Ret Ret Ret 6 Ret Ret Ret 13† Ret Ret Ret 13 2
16 Itália Pierluigi Martini Ret Ret Ret 6 6 Ret 8 10 15 11 Ret Ret 8 Ret 10 Ret 2
17 Itália Stefano Modena NQ Ret Ret NQ Ret Ret Ret Ret Ret NQ Ret 15 NQ 13 7 6 1
18 Brasil Christian Fittipaldi Ret Ret Ret 11 Ret 8 13 NQ NQ NQ 12 6 9 1
19 Bélgica Bertrand Gachot Ret 11 Ret Ret Ret 6 DSQ Ret Ret 14 Ret 18† Ret Ret Ret Ret 1
20 Japão Aguri Suzuki 8 NQ Ret 7 10 11 NQ Ret 12 Ret Ret 9 Ret 10 8 8 0
21 Finlândia JJ Lehto Ret 8 8 Ret 11† 9 9 9 13 10 NQ 7 11† Ret 9 Ret 0
22 Itália Gianni Morbidelli Ret Ret 7 Ret Ret Ret 11 8 17† 12 NQ 16 Ret 14 14 10 0
23 Brasil Mauricio Gugelmin 11 Ret Ret Ret 7 Ret Ret Ret Ret 15 10 14 Ret Ret Ret Ret 0
24 França Olivier Grouillard Ret Ret Ret Ret 8 Ret 12 11 11 Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 0
25 Japão Ukyo Katayama 12 12 9 NQ Ret NQ Ret Ret Ret Ret Ret 17 9† Ret 11 Ret 0
26 França Paul Belmondo NQ NQ NQ 12 13 NQ 14 NQ NQ 13 9 0
27 Bélgica Eric van de Poele 13 NQ NQ NQ NQ NQ NQ NQ WD NQ Ret 10 Ret 0
28 Itália Emanuele Naspetti 12 Ret 11 13 Ret 0
29 Itália Nicola Larini 12 11 0
30 Reino Unido Damon Hill NQ NQ NQ NQ NQ 16 NQ 11 0
31 Países Baixos Jan Lammers Ret 12 0
32 Itália Gabriele Tarquini Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 14 Ret Ret Ret Ret 0
33 Suíça Andrea Chiesa NQ Ret NQ Ret NQ NQ NQ Ret NQ NQ 0
34 Brasil Roberto Moreno NQ NQ Ret NPQ NPQ NPQ NQ 0
35 Itália Alessandro Zanardi NQ Ret NQ 0
- Reino Unido Perry McCarthy NQ -
- Itália Giovanna Amati NQ NQ NQ -
Pos Piloto RSA África do Sul MEX México BRA Brasil ESP Espanha SMR San Marino MON Mónaco CAN Canadá FRA França GBR Reino Unido GER Alemanha HUN Hungria BEL Bélgica ITA Itália POR Portugal JPN Japão AUS Austrália Pontos
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2º lugar
Bronze 3º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

  • Em negrito indica pole position e itálico volta mais rápida.

† Completou mais de 90% da distância da corrida.

Pilotos[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto Construtor(es) Corridas Vitórias Pódiuns Poles V.rápidas Pontos
1 Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams 16 9 12 14 8 108
2 Itália Riccardo Patrese Reino Unido Williams 16 1 9 1 3 56
3 Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton 16 1 8 0 2 53
4 Brasil Ayrton Senna Reino Unido McLaren 16 3 7 1 1 50
5 Áustria Gerhard Berger Reino Unido McLaren 16 2 5 0 2 49
6 Reino Unido Martin Brundle Reino Unido Benetton 16 0 5 0 0 38
7 França Jean Alesi Itália Ferrari 16 0 2 0 0 18
8 Finlândia Mika Häkkinen Reino Unido Lotus 15 0 0 0 0 11
9 Itália Andrea de Cesaris Reino Unido Tyrrell 16 0 0 0 0 8
10 Itália Michele Alboreto Reino Unido Footwork 16 0 0 0 0 6
11 França Érik Comas França Ligier 15 0 0 0 0 4
12 Áustria Karl Wendlinger Reino Unido March 14 0 0 0 0 3
13 Itália Ivan Capelli Itália Ferrari 14 0 0 0 0 3
14 Bélgica Thierry Boutsen França Ligier 16 0 0 0 0 2
15 Reino Unido Johnny Herbert Reino Unido Lotus 16 0 0 0 0 2
16 Itália Pierluigi Martini Itália Dallara 16 0 0 0 0 2
17 Itália Stefano Modena República da Irlanda Jordan 12 0 0 0 0 1
18 Brasil Christian Fittipaldi Itália Minardi 10 0 0 0 0 1
19 Bélgica / Luxemburgo Bertrand Gachot França Venturi 16 0 0 0 0 1
20 Japão Aguri Suzuki Reino Unido Footwork 14 0 0 0 0 0
21 Finlândia J.J. Lehto Itália Dallara 15 0 0 0 0 0
22 Itália Gianni Morbidelli Itália Minardi 15 0 0 0 0 0
23 Brasil Mauricio Gugelmin República da Irlanda Jordan 16 0 0 0 0 0
24 França Olivier Grouillard Reino Unido Tyrrell 16 0 0 0 0 0
25 Japão Ukyo Katayama França Venturi 14 0 0 0 0 0
26 França Paul Belmondo Reino Unido March 5 0 0 0 0 0
27 Bélgica Eric van de Poele Reino Unido Brabham / Itália Fondmetal 4 0 0 0 0 0
28 Itália Emanuele Naspetti Reino Unido March 5 0 0 0 0 0
29 Itália Nicola Larini Itália Ferrari 2 0 0 0 0 0
30 Reino Unido Damon Hill Reino Unido Brabham 2 0 0 0 0 0
31 Países Baixos Jan Lammers Reino Unido March 2 0 0 0 0 0
32 Itália Gabriele Tarquini Itália Fondmetal 13 0 0 0 0 0
33 Suíça Andrea Chiesa Itália Fondmetal 3 0 0 0 0 0
34 Brasil Roberto Moreno Itália Andrea Moda 1 0 0 0 0 0
35 Itália Alessandro Zanardi Itália Minardi 1 0 0 0 0 0
- Reino Unido Perry McCarthy Itália Andrea Moda 0 0 0 0 0 -
- Itália Giovanna Amati Reino Unido Brabham 0 0 0 0 0 -

Construtores[editar | editar código-fonte]

Pos. Construtor Chassis Motor Pneu Pontos Vitórias Pódiums Poles
1 Reino Unido Williams FW14B Renault RS3 V10
Renault RS4 V10
G 164 10 21 15
2 Reino Unido McLaren MP4/6B Honda RA121E 3.5 V12 G 99 5 12 1
MP4/7A Honda RA122E/B 3.5 V12
3 Reino Unido Benetton B191B
B192
Ford HB V8 G 91 1 13
4 Itália Ferrari F92A
F92AT
Ferrari 040 V12 G 21 2
5 Reino Unido Lotus 102D
107
Ford HB V8 G 13
6 Reino Unido Tyrrell 020B Ilmor 2175A V10 G 8
7 Reino Unido Footwork FA13 Mugen-Honda MF-351H V10 G 6
8 França Ligier JS37 Renault RS3C V10 G 6
9 Reino Unido March CG911 Ilmor 2175A V10 G 3
10 Itália Dallara F192 Ferrari 037 V12 G 2
11 República da Irlanda Jordan 192 Yamaha OX99 V12 G 1
12 Itália Minardi M191B
M192
Lamborghini 3512 V12 G 1
13 França Venturi LC92 Lamborghini 3512 V12 G 1
14 Itália Fondmetal GR02 Ford HB V8 G 0
15 Reino Unido Brabham BT60B Judd GV V10 G 0
16 Itália Andrea Moda S921 Judd GV V10 G 0

Referências

  1. «Andrea Moda C4B Judd» (em inglês). F1 technical.net 

Pré temporada[editar | editar código-fonte]

As quatro principais equipes mantiveram pelo menos um piloto de 1991, com os dois principais candidatos ao título inalterados.

  • McLaren manteve o Campeão do Mundo Ayrton Senna e Gerhard Berger.
  • Williams igualmente continuou Nigel Mansell e Ricardo Patrese.
  • Ferrari continuou com Jean Alesi e substituiu Alain Prost por Ivan Capelli.
  • Benetton manteve Michael Schumacher, agora fazendo dupla com Martin Brundle.
  • Ligier manteve Thierry Boutsen e Erik Comas.
  • Lotus tirou Michael Bartels e repatriou Johnny Herbert, e manteve Mika Hakkinen.
  • Minardi trocou Pierluigi Martini por Christian Fittipaldi e trouxe de volta Gianni Morbidelli.
  • Jordan troca Andrea de Cesaris e Alessandro Zanardi por Mauricio Gugelmin e Stefano Modena.
  • Dallara mantém J.J. Letho e troca Emanuele Pirro por Pierluigi Martini.
  • Footwork troca Alex Caffi por Aguri Suzuki e mantém Michele Alboreto.
  • Venturi (ex-Lola) troca Eric Bernard e Aguri Suzuki por Bertrand Gachot e Ukyo Katayama.
  • March (Ex-Leyton House) troca Mauricio Gugelmin e Ivan Capelli por Karl Wendlinger e Paul Belmondo inicialmente.
  • Brabham troca a dupla Martin Brundle e Mark Blundell por Eric Van de Poele e Giovana Amati inicialmente.
  • Fondmetal agora com um carro a mais troca seu unico piloto do ano anterior Olivier Grouillard por Gabriele Tarquini e Andrea Chiesa.
  • Tyrrell troca sua dupla Satoru Nakajima e Stefano Modena, pelo veteraníssimo Andrea de Cesaris e o promissor Olivier Grouillard.
  • Andrea Moda (ex-Coloni) troca Naoki Hattori por Roberto Moreno e Alex Caffi.

Mais nos fundo do grid, a equipe Jordan assumiu um risco, substituindo os dois pilotos após a sua bem sucedida temporada de estreia. Eddie Jordan também trocou os motores Ford V8 pelos Yamaha V12 de vez. A Brabham passou a contar com a primeiro piloto mulher na F1 desde Desiré Wilson em 1980, a italiana Giovanna Amati como o seu segundo piloto. A equipe Coloni empobrecido tinha sido vendido e rebatizado Andrea Moda, uma equipe que se tornaria piada na Formula 1.

Esta foi a primeira de duas temporadas (a outra foi em 1993) na história da Fórmula 1 em que o calendário tinha corridas em todos os seis continentes habitados (1 corrida cada na Ásia, Oceania, América do Sul e África; 2 na América do Norte e 11 na Europa) .

Em termos de segurança, esta temporada viu a introdução de testes mais rigorosos de colisão pré-temporada e à utilização oficial de um Safety Car no esporte.