Superliga Nacional de Futebol Americano de 2015

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Superliga Nacional de Futebol Americano de 2015
Dados
Participantes 18
Organização CBFA
LINEFA
Período 11 de abril - 13 de dezembro
Campeão Paraíba João Pessoa Espectros
Vice-campeão Paraná Coritiba Crocodiles
◄◄2014 Sport football.svg 2016►►

A Superliga Nacional de Futebol Americano de 2015 foi a divisão de elite do Campeonato Brasileiro de Futebol Americano de 2015. Foi dividida em Superliga Nordeste e Superliga Centro-Sul, onde os campeões de cada superliga se enfrentaram no Brasil Bowl VI.[1] Após dois vice-campeonatos, o João Pessoa Espectros conquistou o primeiro título nacional da sua história, derrotando o então bicampeão Coritiba Crocodiles.[2]

A final da Superliga Centro-Sul vencida pelo Coritiba Crocodiles contra o Cuiabá Arsenal na Arena Pantanal quebra o recorde de público em jogos de futebol americano no país com aproximadamente 14 mil pessoas.[3]

Fórmula de disputa[editar | editar código-fonte]

Este formato foi o mesmo que o utilizado na edição anterior, com as subidas do Foz do Iguaçu Black Sharks e Itapema White Sharks da Liga Nacional de 2014.[1]

A Superliga Centro-Sul foi composta por sete equipes. Cada time enfrenta uma vez cada adversário, sendo que os dois melhores classificados fazem a final.

A Superliga Nordeste, organizada pela LINEFA, foi dividida em duas fases: a Preliminar e Fase Principal. Na Fase Preliminar contando com cinco equipes divididas em dois grupos, o Grupo Sul com três times e o Grupo Norte com dois times. Classificando o melhor de cada grupo à próxima fase. A Fase Principal agora com oito equipes foi também dividida entre o Grupo Sul e o Grupo Norte. Os times jogam seis partidas (três em casa e três fora), sendo quatro partidas entre adversários da mesmo grupo e duas partidas fora do grupo. Os dois melhores classificam-se à semifinal, com o primeiro colocado enfrentando o segundo do outro grupo. Os vencedores fazem a final, o Nordeste Bowl VI.

Os campeões das Superliga Nordeste e Superliga Centro-Sul decidem o título nacional, o Brasil Bowl VI.

Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

* Participaram apenas da Fase Preliminar da Superliga Nordeste.

Superliga Centro-Sul Superliga Nordeste
Grupo Norte Grupo Sul

Mapa das equipes[editar | editar código-fonte]

Superliga Nordeste[editar | editar código-fonte]

Classificação da Fase Preliminar[editar | editar código-fonte]

Classificados para a Fase Principal estão marcados em verde.

Pos Times V D E PCT PF PS SP
Grupo Sul
1 Bahia Vitória FA 2 0 0 1.000 69 13 56
2 Alagoas Maceió Marechais 1 1 0 .500 52 36 16
3 Sergipe Aracaju Imortais 0 2 0 .000 2 74 -72
Grupo Norte
1 Pernambuco Recife Pirates 2 0 0 1.000 34 6 28
2 Ceará Roma Gladiadores 0 2 0 .000 6 34 -28

Classificação da Fase Principal[editar | editar código-fonte]

Classificados para os Playoffs estão marcados em verde.

Pos Times V D E PCT PF PS SP
Grupo Sul
1 Pernambuco Recife Mariners 6 0 0 1.000 217 44 173
2 Paraíba João Pessoa Espectros 4 2 0 .667 181 55 126
3 Bahia Vitória FA 2 4 0 .333 88 184 -96
4 Sergipe Sergipe Bravos 0 6 0 .000 9 253 -244
Grupo Norte
1 Ceará Ceará Caçadores 5 1 0 .833 201 87 114
2 Pernambuco Recife Pirates 3 3 0 .500 71 88 -17
3 Rio Grande do Norte América Bulls 2 4 0 .333 115 133 -18
4 Rio Grande do Norte UFERSA Petroleiros 2 4 0 .333 39 77 -38

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Em itálico, os times que possuem o mando de campo e em negrito os times classificados.

  Semifinais Final
                 
1  Ceará Ceará Caçadores 06  
4  Paraíba João Pessoa Espectros 23  
       Paraíba João Pessoa Espectros 16
     Pernambuco Recife Mariners 14
2  Pernambuco Recife Mariners 27
3  Pernambuco Recife Pirates 06  

Semifinais[editar | editar código-fonte]

1 de novembro Relatório Ceará Caçadores Ceará 06–23 Paraíba João Pessoa Espectros    Estádio Presidente Vargas, Fortaleza-CE
8 de novembro Relatório Recife Mariners Pernambuco 27–06 Pernambuco Recife Pirates    Estádio dos Aflitos, Recife-PE

Nordeste Bowl VI[editar | editar código-fonte]

21 de novembro Relatório Recife Mariners Pernambuco 14–16 Paraíba João Pessoa Espectros    Arena Pernambuco, Recife-PE

Superliga Centro-Sul[editar | editar código-fonte]

Classificação da Fase Principal[editar | editar código-fonte]

Classificados para a Final estão marcados em verde.

Pos Times V D E PCT PF PS SP
1 Mato Grosso Cuiabá Arsenal 5 1 0 .833 175 112 63
2 Paraná Coritiba Crocodiles 5 1 0 .833 159 88 71
3 Santa Catarina Itapema White Sharks 4 2 0 .667 135 130 5
4 Paraná Foz do Iguaçu Black Sharks 3 3 0 .500 162 123 39
5 Santa Catarina São José Istepôs 2 4 0 .333 83 85 -2
6 São Paulo São Paulo Storm 2 4 0 .333 104 155 -51
7 Goiás Goiânia Rednecks 0 6 0 .000 77 202 -125

Final[editar | editar código-fonte]

21 de novembro Relatório Cuiabá Arsenal Mato Grosso 07–13 Paraná Coritiba Crocodiles    Arena Pantanal, Cuiabá-MT
Público: 14.000

Brasil Bowl VI[editar | editar código-fonte]

13 de dezembro
16:00 UTC -3
Relatório João Pessoa Espectros Paraíba 23–22 Paraná Coritiba Crocodiles    Estádio Almeidão, João Pessoa-PB

Premiações[editar | editar código-fonte]

Brasil Bowl VI
Paraíba
João Pessoa Espectros
Campeão
(1º título)


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «CBFA divulga lista das equipes que disputarão a Superliga Nacional e Liga Nacional na temporada 2015». futebolamericanobrasil.com. 21 de julho de 2015. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  2. «Com o cronômetro zerado, Espectros vira sobre o Crocodiles e é campeão». globoesporte.com. 13 de dezembro de 2015. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  3. «Com recorde de público, Crocodiles vence Arsenal pela liga Centro-Sul FA». globoesporte.com. 22 de novembro 2015. Consultado em 9 de agosto 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]