Seleção Brasileira de Futebol Americano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Brasil Brasil
Uniformes
Uniforme atual
Associação CBFA
Continente América do Sul (PAPAF)
Fundado em 2007
Affiliação na IFAF 2008
Cores                    
Head coach Danilo Muller[carece de fontes?]
Presidente Gustavo Sousa[carece de fontes?]

A Seleção Brasileira de Futebol Americano representa o Brasil nas competições internacionais de futebol americano. É administrada pela Confederação Brasileira de Futebol Americano (CBFA), entidade reconhecida pela Federação Internacional de Futebol Americano (IFAF).

História[editar | editar código-fonte]

Convocada pela primeira vez no ano de 2007 em virtude da demanda de um amistoso fora do país, a Seleção Brasileira daquele ano foi convocada a partir de uma seleção feita em diversos torneios interestaduais, testes físicos e da disponibilidade dos atletas de participar. O primeiro jogo que o time enfrentou foi contra o Uruguai em 2007. Apesar das dificuldades técnicas enfrentadas devido ao apoio precário, a equipe apresentou-se com atletas representantes do Mato Grosso, do Rio de Janeiro, de Santa Catarina e de São Paulo. A seleção brasileira acabou sendo derrotada mas o jogo foi considerado um marco na história do esporte no país.

Convocada no ano de 2008, utilizando novamente a mesma metodologia, reforços foram adicionados e com um plantel muito fortalecido, por atletas dos 04 estados iniciais e mais atletas do Paraná, Distrito Federal e Minas Gerais a Seleção Brasileira adulta de Futebol Americano realizaria seu segundo jogo, dessa vez em território nacional.

O ano de 2009 iniciou-se e com a entidade fortalecida, a Associação de Futebol Americano do Brasil (AFAB), a metodologia foi alterada e criou-se o Torneio de Seleções aonde os melhores de cada estado associado, escolhido pelos próprios estados, iriam representá-los em um Torneio.

A seleção brasileira, junto com a seleção Uruguaia e Argentina, tornaram-se membros recentemente da entidade internacional International Federation of American Football (IFAF).

Em 2014, venceu o Sul Americano após uma vitória por 49 x 0 contra o Uruguai em Montevidéu.[1]

O Brasil Onças estrará na Copa do Mundo IFAF contra a seleção da França no dia 8 de julho de 2015.[2]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Convocação de 29 de abril de 2015[3] [4]

Elenco da Seleção Brasileira de Futebol Americano
Quarterbacks
  • 1 Rhudson Fonseca (New Jersey Savage)
  • 4 Ramon Martire (Botafogo Reptiles)
  • 8 Rodrigo Dantas (João Pessoa Espectros)

Running Backs

  • 23 Bruno Santucci (Coritiba Crocodiles)
  • 43 Everton Antero (João Pessoa Espectros)
  • 22 Lucas Nascimento (Coritiba Crocodiles)
  • 40 Rômulo Ramos (Vasco Patriotas)

Wide Receivers

  • 89 Adan Rodrigues (Coritiba Crocodiles)
  • 17 Felipe Fernandes (Vasco Patriotas)
  • 33 Heron Azevedo (Cuiabá Arsenal)
  • 9 Rodrigo Pons (Flamengo FA)

Tight Ends

  • 86 Breno Takahashi (Timbó Rex)
  • 88 Felipe Leiria (Flamengo FA)
  • 84 Luiz Domingues (São Paulo Storm)
Linha Ofensiva
  • 72 Anselmo Brauer (Flamengo FA)
  • 71 Dhiego Taylor (Lusa Lions)
  • 79 Hátila Fogo (Cuiabá Arsenal)
  • 68 Júnior Kruger (Jaraguá Breakers)
  • 66 Lenin Caldeira (João Pessoa Espectros)
  • 55 Marcos Martiny (Flamengo FA)
  • 77 Rafael Menezes (Botafogo Reptiles)
  • 63 Rufo Neto (João Pessoa Espectros)

Linha Defensiva

  • 93 Andrei Vargas (Cuiabá Arsenal)
  • 92 Augusto Oliveira (Tubarões do Cerrado)
  • 97 Bruno da Silva (São Paulo Storm)
  • 98 Delmer Zoschke (Coritiba Crocodiles)
  • 74 Denis Barros (Flamengo FA)
  • 90 Kawan Pivatto (Juventude FA)
  • 95 Felipe Marques (Tubarões do Cerrado)
  • 94 Vinicius Zanon (São José Istepôs)

Kicker

  • 3 Diego Aranha (Joao Pessoa Espectros)
Linebackers
  • 50 Eduardo Viana (Paraná HP)
  • 59 Gerson Santos (São José Istepôs)
  • 14 Igor Mota (Cuiabá Arsenal)
  • 53 Igor Nery (João Pessoa Espectros)
  • 51 Laercio Anacleto (Timbó Rex)
  • 52 Pablo Chalfun (Vasco Patriotas)

Safetis

  • 34 Cleverson Freitas (Coritiba Crocodiles)
  • 10 Marcos da Rocha (Coritiba Crocodiles)
  • 11 Rodolfo Santos (Jaraguá Breakers)
  • 28 Paulo Torquato (São José Istepôs)

Cornerbacks

  • 26 Bruno Rosa (Flamengo FA)
  • 21 Filipe Sodré (Vasco Patriotas)
  • 27 Flavio Gouveia (João Pessoa Espectros)
  • 30 Raphael da Cruz (Corinthians Steamrollers)

Comissão Técnica

  • Treinador: Danillo Muller Ribeiro


Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre esporte/desporto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.