Taj Mahal (canção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Taj Mahal"
Canção de Jorge Ben
do álbum Ben
Lançamento 1972
Gravação 1972
Gênero(s) MPB
Duração 5:29
Gravadora(s) Philips
Composição Jorge Ben

Taj Mahal é uma canção composta pelo cantor brasileiro Jorge Ben.

Canção[editar | editar código-fonte]

Lançada em 1972, ela faz parte do álbum Ben, e é uma das canções mais cultuadas pelos fãs mais jovens de Jorge Ben. Taj Mahal é uma referência clara a história do mausoléu com o mesmo nome situado em Agra, na Índia. A obra foi construída a mando do imperador Shah Jahan, como prova de amor a Aryumand Banu Begam, sua esposa favorita. Begam morreu após dar à luz o 14º filho de Jahan.

Em 1975, Jorge Ben regravou uma nova versão da canção em seu álbum feito com Gilberto Gil, Gil & Jorge: Ogum, Xangô.

Em 1976, Jorge Ben regravou uma nova versão da canção para seu álbum África Brasil.

Em 1976, Jorge Ben regravou uma nova versão da canção para seu álbum Tropical.

Em 1978, foi descoberto que no refrão da canção Da Ya Think I'm Sexy?, de Rod Stewart, havia notas iguais às da frase"tete/tete/rete/tete/tete/rete", contidas em Taj Mahal.[1] Ben reclamou a autoria da expressão e iniciou um processo por plágio contra Rod Stewart, que acabou reconhecendo o plágio.[2][3]

Referências

  1. Rod Stewart é acusado de plágio - O Fantastico de 18 de fevereiro de 1979 - Fantastico, 18 de fevereiro de 2009
  2. Rod Stewart sua vida é, literalmente, um livro aberto - Jornal do Commercio, 26/12/2012]
  3. As confissões de Rod Stewart - IstoE, 07 de dezembro de 2012

Ver também[editar | editar código-fonte]