Fio Maravilha (canção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

"Fio Maravilha" é uma canção do compositor brasileiro Jorge Ben, lançada no álbum Ben, de 1972. Seu título é uma homenagem ao futebolista João Batista de Sales, que era conhecido pelo apelido.[1][2]

História[editar | editar código-fonte]

Tornou-se um grande sucesso no Brasil, e chegou a ser cantada pela torcida do Flamengo em partidas no estádio do Maracanã. A cantora Maria Alcina venceu o Festival da Canção de 1972 defendendo Fio Maravilha. Meses depois o jogador Fio Maravilha moveu ação cobrando indenização por uso de seu apelido, perdeu a ação e alegou não saber da ação e que seu advogado avisou que iria apenas verificar se havia valor a receber.

Magoado, o compositor decidiu mudar a letra para "Filho Maravilha". Em 2007, em uma entrevista à Rede Globo, Fio Maravilha, então ex-jogador de futebol, pediu desculpas ao compositor Jorge Ben esperando que ele voltasse a cantar "Fio Maravilha", desculpas aceitas e em vídeo no YouTube Fio Maravilha pede desculpas.


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. U.S. Song Takes Rio Festival, Billboard, 14 de outubro de 1972.
  2. Lopes, Nei. verbete "Fio Maravilha", Enciclopédia brasileira da diáspora africana. Selo Negro, 2004. ISBN 8587478214, 9788587478214.