Teen Spirit (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Teen Spirit
Álbum de estúdio de A*Teens
Lançamento 25 de Fevereiro de 2001
Gravação 2000
Gênero(s) Pop, Teen pop
Duração 43:29
Gravadora(s) Universal Music
Produção Grizzly, Tysper, Red One, J. Boogie, Flame, Fredrick Thomander, Anders Wikström, Tobias Lindell, Peter Björklund, Thomas & Hugo, Thomas Jansson, Jan Kask, Peter Manson, Sir Martin, Huma, D. Papalexis, Taysir
Cronologia de A*Teens
The ABBA Generation
(1999)
Pop 'til You Drop!
(2002)

Teen Spirit é o segundo álbum de estúdio do grupo sueco A*Teens, lançado em 25 de fevereiro de 2001, pela gravadora Stockholm Records.[1]

O álbum marca um diferencial na carreira do grupo, uma vez que as canções são originais e não versões cover de canções do ABBA como ocorrera em seu antecessor, The ABBA Generation, de 1999.[2]

As gravações ocorreram na Suécia, com produtores e criadores com os quais não tinham trabalhado ainda. A lista de faixas incluí treze canções com diferentes sonoridades que vão do soul a música latina.[2]

Para promovê-lo foram lançados três singles: "Upside Down", "Halfway Around the World" e "Sugar Rush", todos os três foram performados em shows e programas de TV, além de receberem videoclipes que foram bem executados em canais especializados. Na Suécia, os três singles apareceram entre as canções mais executadas no ano de 2001,[3] com "Upside Down" também entrando na lista de mais executadas no ano de 2000.[4]

Uma canção que não faz parte da lista de faixas de Teen Spirit chegou a ser gravada e lançada como single, trata-se de "Heartbreak Lullaby", que faz parte da trilha sonora do filme da Disney O Diário da Princesa.[5] A canção fez sucesso, atingiu a posição de #7 na Suécia,[6] #77 na Alemanha,[7] e #97 na Suiça.[8] Com a boa recepção da canção, o álbum (que àquela altura já tinha vendido 1,2 milhões de cópias)[5] foi relançado em 21 de janeiro de 2002, com o nome Teen Spirit - New Version.[9]

Comercialmente, o álbum tornou-se mais um sucesso na discografia do grupo. Obteve o certificado de ouro nos EUA, na Suécia, no Chile e na Argentina. As vendas atingiram 2 milhões de cópias no mundo dando ao grupo um total de 5 milhões de cópias vendidas com seus dois primeiros álbuns.

Singles[editar | editar código-fonte]

Upside Down é o primeiro single do álbum. Marca a primeira vez em que a banda lançou uma música original, visto que os singles anteriores eram versões de músicas do grupo ABBA. Inicialmente a canção se chamaria "Bouncing Off The Ceiling (Upside Down)",[10] título que foi mantido nos Estados Unidos,[11] mas foi intitulada como apenas "Upside Down".[10] Para promovê-lo foi gravado um videoclipe dirigido por Patrick Kiely que foi filmado entre 13 e 15 de outubro de 2000, no Universal Studios, em Los Angeles, nos Estados Unidos.[12] Ele mostra a banda em um mundo alternativo onde tudo está "de cabeça para baixo".[13] A coreografia foi feita por Wade Robson.[14] O vídeo alcançou o 25º lugar como o mais tocado da MTV México em 2001.[15] Um DVD single da música foi lançado em fevereiro de 2001, para coincidir com o lançamento do álbum, ele contém os videoclipes da faixa-título e o de "Mamma Mia" do álbum The ABBA Generation.[16]

A canção tornou-se o maior sucesso dos A-Teens, sendo conhecida como sua canção-assinatura.[17] Em relação a paradas musicais, obteve boas posições, a saber: atingiu a posição de número 25 no European Hot 100 Singles;[18] Na Suécia, alcançou a posição número dois e ganhou um disco duplo de platina;[19] No Reino Unido, vendeu 3.711 cópias no primeiro dia e chegou ao décimo lugar.[20] Em Portugal atingiu a posição de número 7;[21] Nos Estados Unidos alcançou a posição 93 na Billboard Hot 100,[22] enquanto o single físico alcançou a posição de número 12 na parada de vendas de singles físicos.[22] Em relação a recepção crítica, recebeu 8/10 estrelas do UK Yahoo Music Reviews.[23]

Halfway Around the World foi escolhida como o segundo single. O videoclipe estreou em fevereiro de 2001 e foi dirigido por Mikadelica.[12] Mostra os A-Teens em diferentes partes do mundo (Peru, Paris, em algum lugar do Norte e na China) e a ação se passa em diferentes temporadas, mas tudo isso acaba acontecendo em um set de filmagem.[12] Alcançou a posição de número um na Suécia depois de algumas semanas dentro do Top Ten, foi posteriormente certificado como disco de ouro.[19] No Reino Unido, atingiu a posição de número 30, ao passo que na Alemanha e na Suíça atingiu as posições de números 51 e 73, respectivamente.[7][8]

Sugar Rush foi o terceiro e último single. A música foi lançada nas rádios em abril, o videoclipe em maio,[24] e o single físico em junho.[25] As filmagens do videoclipe ocorreram em Malibu, na Califórnia, enquanto a banda estava promovendo o álbum e em turnê com o cantor estadunidense Aaron Carter. A direção é de Patrick Kiely que dirigiu "Upside Down" e "Dancing Queen".[12] Nas paradas musicais apareceu nas posições de número 15 e 72, na Suécia e na Alemanha, respectivamente.[6][7]

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic 2 de 5 estrelas.[2]
Billboard (Mixed)[26]
Laut 2 de 5 estrelas.[27]
Robert Christgau dud[28]
Rolling Stone (Negative)[29]
Sonic.net 2.5 de 5 estrelas.[30]
Wall of Sound (40/100)[31]

Em uma resenha mista, a revista Billboard disse que o grupo "se esforça para se estabelecer como uma entidade durável com uma dúzia de cantigas leves que variam em qualidade de guilty pleasures a fórmulas já datadas".[26] Em relação aos pontos positivos a crítica disse que "Bouncing Off the Ceiling (Upside Down)" e "... To the Music" "têm um charme inegavelmente ensolarado que vai agradar a alguns pré-adolescentes" e que "Halfway Around the World" " poderia realmente chamar a atenção de adultos famintos por uma diversão açucarada", mas no geral o álbum "é uma coleção mais de erros do que de êxitos".[26]

Escrevendo para o site AllMusic, Jon Azpiri avaliou com duas de cinco estrelas, dizendo que "algumas pessoas simplesmente não sabem quando parar" e que neste álbum "em vez de copiar descaradamente o ABBA, eles escolhem imitar o som de marca registrada do onipresente superprodutor pop sueco Max Martin".[2]

O site Laut avaliou com duas estrelas de cinco, criticou as semelhanças da música com sucessos recentes do 'NSync, Backstreet Boysse Britney Spears, mas disse: "Pelo menos o clima feliz ainda lembra o ABBA".[27]

Em sua resenha para a revista Rolling Stone J.R. Griffin afirmou que "sem as melodias nostálgicas do ABBA ao seu lado, os A-Teens se rebaixaram ao nível do S Club 7, um Ace of Base mais jovem e Deus me livre, o Aqua.[29] Esse material sentimental vai atrair apenas para as pessoas mais jovens que são conhecidas por sintonizar na Rádio Disney continuamente".[29]

Escrevendo para o site Sonic.net, Paul Gaita deu ao álbum sua classificação mais alta, duas estrelas e meia de cinco, e disse que se o grupo "pretende cumprir a ameaça de sua faixa final e "Back for More" [voltar para mais], eles precisarão trabalhar duas vezes mais para dissipar os fantasmas do [ABBA] e também essa nova personalidade da IKEA".[30]

Gary Graff, do Wall of Sound, também criticou as semelhanças entre a produção do álbum e os recentes lançamentos produzidos por Max Martin e deu ao álbum uma pontuação de 40 em 100.[31] Ele elogiou os membros do grupo Amit e Dhani por assumirem um papel mais proeminente desta vez, afirmando que o grupo alcançou alguns momentos no estilo ABBA nas peças pop exuberantes "Sugar Rush" e "Back for More".[31]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Créditos adaptados do encarte do CD Teen Spirit, de 2001.[32]

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Upside Down"  Gustav Jonsson, Markus Reza Sepehrmanesh, Tommy Tysper 3:14
2. "...To the Music"  Flame, Rebecca Hortlund, J. Boogie, RedOne 3:22
3. "Halfway Around the World"  Jonsson, Sepehrmanesh, Tysper 3:41
4. "Firefly"  Fredrik Thomander, Anders Wikström 3:07
5. "Sugar Rush"  Thomander, Wikström 3:03
6. "Rockin'"  Sigurd Rosnes 3:27
7. "Around the Corner of Your Eye"  Thomander, Wikström 4:12
8. "Slammin' Kinda Love"  Jan Kask, Peter Mansson 3:04
9. "All My Love"  Leif Sundin, Thomas Jansson 3:17
10. "For All That I Am"  Andreas Claeson, John Hjalmarsson, Johan Folke Norberg 3:19
11. "That's What (It's All About)"  Stefan Nee, Tysper 3:17
12. "Morning Light"  E-Type, Kristian Lundin, Mud  
13. "Back for More"  Thomander, Wikström 3:13

Tabelas[editar | editar código-fonte]

Certificações e vendas[editar | editar código-fonte]

Região Certificação Vendas
Argentina (CAPIF)[44] Ouro 20,000^
Chile[45] Ouro 15,000[45]
Estados Unidos (RIAA)[46] Ouro 500,000^
Suécia (GLF)[47] Ouro 40,000^
Resumos
Mundo[nota 1] 2,000,000

*números de vendas baseados somente na certificação
^distribuições baseadas apenas na certificação

Notas

  1. O primeiro álbum do grupo vendeu 3 milhões de cópias no mundo, como divulgado em alguns veículos de comunicação[48] e no site oficial.[49] Tempos depois o site do grupo publicou que no total as vendas atingiram 5 milhões ao somarem-se os dois discos, dessa forma constatasse que as vendas de Teen Spirit foram de 2 milhões de cópias no mundo.[16]

Referências

  1. «The Archives - Teen Spirit». www.a-teens.com. 22 de novembro de 2000. Consultado em 24 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2003 
  2. a b c d Azpiri, Jon. «A*Teens - Teen Spirit Album Reviews, Songs & More | AllMusic». AllMusic (em inglês). Consultado em 24 de janeiro de 2023 
  3. «Årslista Singlar, 2001» (em sueco). Sverigetopplistan. Consultado em 24 de fevereiro de 2021 
  4. «Årslista Singlar, 2000» (em sueco). Sverigetopplistan. Consultado em 24 de fevereiro de 2021 
  5. a b «More about Heartbreak Lullaby». www.a-teens.com. 8 de novembro de 2001. Consultado em 24 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2003 
  6. a b «Swedish Singles Positions > A*Teens». Consultado em 19 de setembro de 2010 
  7. a b c «Chartverfolgung / A*Teens / Longplay» (em German). musicline.de PhonoNet. Consultado em 19 de setembro de 2010. Arquivado do original em 20 de dezembro de 2016 
  8. a b «Swiss Charts > A*Teens» (em German). Consultado em 19 de setembro de 2010 
  9. (2002) Créditos do álbum Teen Spirit - New Version por A*Teens [CD]. Alemanha: Stockholm Records (016 452-2).
  10. a b «News about the new single». www.a-teens.com. 8 de outubro de 2000. Consultado em 24 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 4 de agosto de 2003 
  11. «Bouncing Off The Ceiling debuting on Nickelodeon today». www.a-teens.com. 22 de novembro de 2000. Consultado em 24 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2003 
  12. a b c d (2001) Créditos do álbum The DVD Collection por A*Teens [DVD]. Brasil: Stockholm Records (04400167179).
  13. A*Teens - Upside Down. YouTube. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2021 
  14. Rohwedder, Kristie (2 de junho de 2015). «This A*Teens Video Turns The Future "Upside Down». Bustle. Consultado em 24 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 24 de janeiro de 2023 
  15. "Los 100 + Pedidos del 2001," MTV México (Dezembro de 2001)
  16. a b «A-Teens | The DVD Collection». A-teens.com. 4 de abril de 2001. Consultado em 15 de maio de 2010. Arquivado do original em 7 de maio de 2006 
  17. C., Dannii (2015). «The 10 Most Catchy Teen Pop Songs of the 90s». Cópia arquivada em 25 de dezembro de 2015 
  18. «Eurochart Hot 100 Singles» (PDF). Music & Media. 18 (5). 27 de janeiro de 2001. p. 34. Consultado em 6 de outubro de 2019 
  19. a b «Swedish certifications 2001» (PDF). Consultado em 19 de setembro de 2010. Arquivado do original (PDF) em 11 de agosto de 2010 
  20. «A*Teens | full Official Chart History». Official Charts Company. Consultado em 20 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 15 de junho de 2011 
  21. «Top National Sellers» (PDF). Music & Media. 18 (18). 28 de abril de 2001. p. 11. Consultado em 1 de maio de 2018 
  22. a b «A*Teens Chart History: Hot 100». Billboard. Consultado em 20 de setembro de 2021. Arquivado do original em 17 de novembro de 2021 
  23. Heath, Chris (14 de maio de 2001). «A*Teens - Upside Down». uk.news.yahoo.com. Consultado em 24 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2004 
  24. «World premiere: Sugar Rush video». www.a-teens.com. 23 de maio de 2001. Consultado em 24 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2003 
  25. «Sugar Rush single release». www.a-teens.com. 18 de junho de 2001. Consultado em 24 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2003 
  26. a b c «Billboard review». Consultado em 25 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 21 de abril de 2001 
  27. a b Gauger, Joachim. «Zumindest die fröhliche Stimmung erinnert noch an ABBA.». laut.de (em alemão). Consultado em 24 de janeiro de 2023 
  28. Christigau, Robert. «Robert Christgau: CG: a*teens». www.robertchristgau.com. Consultado em 24 de janeiro de 2023 
  29. a b c J.R. Griffin. «A*Teens - Teen Spirit». Rolling Stone. Consultado em 25 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 30 de junho de 2003 
  30. a b Gaita, Paul (14 de março de 2001). «Teen Spirit, A*Teens: The Name Of The Game». Sonic.net. Consultado em 26 de junho de 2014. Arquivado do original em 17 de abril de 2001 
  31. a b c «A*Teens: Teen Spirit». Wall of Sound. Consultado em 25 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 29 de maio de 2001 
  32. (2001) Créditos do álbum Teen Spirit por A*Teens [CD]. Brasil: Stockholm Records (04400134012).
  33. «A*Teens - Teen Spirit» (em alemão). Austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em 24 de janeiro de 2023.
  34. «A*Teens – Teen Spirit» (em dinamarquês). Danishcharts.dk. Hung Medien. Consultado em 24 de janeiro de 2023.
  35. «A*Teens – Teen Spirit» (em holandês). Dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em 24 de janeiro de 2023.
  36. «European Top 100 Albums» (PDF). Music & Media. 17 de março de 2001. p. 16. Consultado em 6 de outubro de 2019 
  37. «A*Teens – Teen Spirit» (em inglês). Finnishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 24 de janeiro de 2023.
  38. «Offiziellecharts.de – A*Teens – Teen Spirit» (em alemão). GfK Entertainment. Consultado em 24 de janeiro de 2023.
  39. «A*Teens – Teen Spirit» (em norueguês) Norwegiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 24 de janeiro de 2023.
  40. «A*Teens – Teen Spirit» (em inglês). Swedishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 24 de janeiro de 2023.
  41. «A*Teens – Teen Spirit» (em inglês). Swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em 24 de janeiro de 2023.
  42. «A*Teens Chart History (Billboard 200)» (em inglês). Billboard. Consultado em 24 de janeiro de 2023.
  43. «Årslista Album – År 2001» (em Swedish). Sverigetopplistan. Consultado em 12 de julho de 2020 
  44. «Gold & Platinum Certifications». CAPIF (em espanhol). Consultado em 14 de julho de 2022. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2011 
  45. a b «Los Discos de Oro y Platino Ahora Pesan Menos». El Mercurio (em spanish). 9 de junho de 2001. Consultado em 15 de março de 2017. Cópia arquivada em 24 de julho de 2017 
  46. «Certificações (Estados Unidos) (álbum) – teens – Teen Spirit» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 23 de janeiro de 2023  Se necessário, clique em Advanced, depois clique em Format, e seleccione Album, e clique em SEARCH.
  47. «Guld- och Platinacertifikat − År 2001» (PDF) (em sueco). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Suécia). Consultado em 23 de janeiro de 2023 
  48. «"The ABBA Generation" Certificated Gold & Platinum in 22 Countries». www.a-teens.com. Consultado em 23 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2003 
  49. «A*Teens - The Story». A-teens.com. 29 de dezembro de 2002. Consultado em 15 de maio de 2010. Arquivado do original em 7 de maio de 2006