IKEA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
IKEA
Subsidiária
Atividade Varejo
Fundação 28 de julho de 1943
Fundador(es) Ingvar Kamprad
Sede Delft, Holanda do Sul,
 Países Baixos
Empregados 211 mil (2019)
Empresa-mãe Inter IKEA Holding
Receita Aumento 41,3 bilhões (2019)
Website oficial ikea.com

IKEA ([ɪ²keːa]) é uma empresa global privada, de origem sueca, controlada por uma série de corporações sediadas nos Países Baixos,[1] especializada na venda de móveis domésticos de "baixo custo".[2]

Informações gerais[editar | editar código-fonte]

Com 238 lojas em 34 países;[3] a maioria na Europa, as outras nos EUA, Canadá, Ásia e Austrália, e mais de 20 lojas abertas durante 2005. A IKEA é uma das poucas retalhistas a ter pontos de venda tanto em Israel quanto nos outros países do Oriente Médio.

IKEA é geralmente pronunciado (IPA[/i'ke.a/]) mas em muitos países de língua inglesa, é pronunciado (IPA[/aɪ'ki:ə/]) rimando com a palavra inglesa "idea".

O catálogo IKEA, contendo cerca de doze mil produtos, tem uma tiragem de cerca de 175 milhões de cópias anuais mundialmente e é distribuído gratuitamente através dos correios ou nas lojas.[4] Tiragem maior que a da Bíblia (estimado entre 53 e 100 milhões de cópias anuais).[5]

História[editar | editar código-fonte]

A IKEA foi fundada em Älmhult, Suécia no ano de 1943 por Ingvar Kamprad, então com 17 anos. O nome da companhia é um acrónimo composto pelas primeiras letras de seu nome seguido das primeiras letras dos nomes da propriedade e da vila em que cresceu: Ingvar Kamprad Elmtaryd Agunnaryd.[6]

Originalmente, a IKEA vendia canetas, carteiras, molduras para fotos, mesas, relógios, jóias ou praticamente qualquer coisa que Kamprad acreditava que poderia vender a baixo preço. Mobiliário entrou na lista de produtos da IKEA em 1947 e, em 1955, passou a desenhar seus próprios móveis. O mote da empresa é "Soluções acessíveis para viver melhor" (em tradução livre).

No início, Kamprad vendia seus produtos em sua casa e enviava as encomendas pelo correio, mas uma loja foi aberta em Älmhult. Foi também o local do primeira "loja armazém" que se tornaria o modelo para as outras lojas IKEA. Em 23 de março de 1963 a primeira loja fora da Suécia foi aberta em Asker, cidade norueguesa próxima a Oslo.

Polêmica: procedência da madeira[editar | editar código-fonte]

Ikea é o maior comsumidor de madeira do mundo.[7] Todos os anos a empresa compra 200 milhões de troncos de árvores. Ocorre que apenas a China e a Rússia conseguem vender madeira a preços suficientemente baixos.Segundo o Johan , autor do livro The Truth about Ikea, lançado em 2010, "os chineses atravessam as fronteiras da Sibéria e entram ilegalmente na floresta natural. E um dos maiores compradores dessa madeira é a Ikea." Segundo Stenebo, a empresa só consegue saber a origem de 10% a 20% da madeira comprada na China. "Todos os fornecedores têm centenas ou milhares de empresas subcontratadas e não há qualquer controle sobre isso. Pelo menos 80% desta madeira é ilegalmente cortada na Sibéria." [8]

Relatório publicado em 2020, pela Earthsight,[7] organização ambientalista sediada na Inglaterra -, também acusa a Ikea de fabricar móveis - incluindo a cadeira Ingolf e seu carro-chefe, a cadeira dobrável Terje – a partir de madeira derrubada ilegalmente na Ucrânia. Segundo Sam Lawson, dirigente da Earthsight, existe madeira em risco de extinção ao longo de toda a cadeia de suprimentos da Ikea.[9]

IKEA em Portugal[editar | editar código-fonte]

A IKEA está em Portugal desde 2004. Em maio de 2017, tinha 5 lojas:

Referências

  1. Inter IKEA Systems B.V. (2008) IKEA organisation - IKEA Group Arquivado em 11 de dezembro de 2008, no Wayback Machine., "Inter IKEA Systems B.V." (em inglês). Acessado em 2008-mai-30.
  2. «IKEA Svenska AB». Norstedts uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts. 2007–2008. p. 544. 1488 páginas. ISBN 9789113017136 
  3. Inter IKEA Systems B.V. (2006) IKEA | facts & figures Arquivado em 27 de agosto de 2006, no Wayback Machine., "Inter IKEA Systems B.V." (em inglês). Acessado em 2006-ago-20
  4. Inter IKEA Systems B.V. (2006) IKEA | Frågor & svar, "Inter IKEA Systems B.V." (perguntas e respostas, em sueco). Acessado em 2006-ago-20.
  5. Roth, Martin The Bible vs. the Ikea Catalogue – Which is Winning Hearts? visitado em 20 de agosto de 2006.
  6. «IKEA Svenska AB». Norstedts uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts. 2007–2008. p. 544. 1488 páginas. ISBN 9789113017136 
  7. a b FLATPÅCKED FÖRESTS - IKEA’s illegal timber problem and the flawed green label behind it. Earthsight.
  8. As polémicas do fundador da Ikea. Por Ana Taborda. Sábado, 28 de janeiro de 2018
  9. Ikea usa madeira fornecida ilegalmente na Ucrânia, dizem ativistas. Por Ashoka Mukpo. Tradução Joyce Melo. Anda, 5 de julho de 2020 (artigo originalmente publicado pela plataforma Mongabay, sob o título Ikea using illegally sourced wood from Ukraine, campaigners say, em 29 de junho de 2020).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons


Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.