The Devil's Advocate

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Devil's Advocate
O Advogado do Diabo[1] (PT)
Advogado do Diabo[2] (BR)
 Estados Unidos
1997 •  cor •  145 min 
Direção Taylor Hackford
Produção Anne Kopelson
Arnold Koppelson
Arnon Milchan
Roteiro Jonathan Lemkin
Tony Gilroy
Elenco Al Pacino
Keanu Reeves
Charlize Theron
Jeffrey Jones
Judith Ivey
Connie Nielsen
Género Suspense
Música James Newton Howard
Direção de fotografia Andrzej Bartkoviak
Figurino Sarah Edwards
Juddiana Makovsky
Companhia(s) produtora(s) Regency
Distribuição Warner Bros
Lançamento Estados Unidos 17 de outubro de 1997
Brasil 1 de janeiro de 1998[3]
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Devil's Advocate é um filme estadunidense de 1997, do gênero suspense, dirigido por Taylor Hackford e estrelado por Al Pacino e Keanu Reeves.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Kevin Lomax, advogado de uma pequena cidade da Flórida, que nunca perdeu um caso, é contratado por John Milton, dono da maior firma de advocacia de Nova York. Kevin passa a receber um alto salário e a contar com diversas mordomias, porém sofre a desaprovação de sua mãe, Alice Lomax, uma religiosa fervorosa que compara Nova York à Babilônia.

No início, tudo parece correr bem, mas logo Mary Ann, esposa de Lomax, passa a sentir saudades de sua antiga casa e ter visões demoníacas. No entanto, Kevin, empenhado em defender as causas de seus clientes, entre eles um acusado de triplo homicídio, dá pouca atenção à mulher, enquanto seu misterioso chefe parece sempre saber como contornar cada uma das situações que perturbam o jovem advogado.

Elenco[editar | editar código-fonte]

A dublagem do filme foi realizada no estúdio Clone

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. The Devil's Advocate (em português) no CineCartaz (Portugal)
  2. Advogado do Diabo CinemaTotal, página visitada dia 27 de junho de 2012.
  3. «"Advogado do Diabo" é um pecado total». Folha de São Paulo. 1 de janeiro de 1998. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]