The Fixer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Fixer
O Homem de Kiev[1] (BR)
 Reino Unido
1968 •  Metrocolor •  132 min 
Direção John Frankenheimer
Produção Edward Lewis
Enrico Isacco
Roteiro Dalton Trumbo
Bernard Malamud (romance)
Elenco Alan Bates
Dirk Bogarde
Georgia Brown
Gênero Drama
Música Maurice Jarre
Direção de arte Béla Zeichan
Direção de fotografia Marcel Grignon
Figurino Dorothy Jeakins
Edição Henry Berman
Companhia(s) produtora(s) MGM
Distribuição MGM
Lançamento Estados Unidos 8 de dezembro de 1968
Portugal 29 de outubro de 1969
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Fixer é um filme britânico de 1968, do gênero drama, dirigido por John Frankenheimer e estrelado por Alan Bates e Dirk Bogarde.[2]

Produção[editar | editar código-fonte]

Bernard Malamud, em foto de 1979. Malamud forma, com Saul Bellow e Philip Roth, o trio dos principais escritores judeus norte-americanos do século XX. Além de The Fixer, também seu primeiro romance, The Natural (1952), foi adaptado para o cinema. Lançado em 1984, The Natural, o filme, é estrelado por Robert Redford e dirigido por Barry Levinson.

O roteiro é baseado no romance de Bernard Malamud, publicado em 1966. O livro -- e, por conseguinte, o filme -- conta, em forma de ficção, um fato real, o julgamento, em 1913, do judeu Menahem Mendel Beilis, acusado injustamente de assassinato. O "caso Beilis" causou indignação em todo o mundo e fez com que a Rússia voltasse atrás.

Por enfatizar a miséria, o filme afastou muitos telespectadores que estavam atrás apenas de divertimento.[2]

Pela sua atuação, Alan Bates recebeu uma indicação ao Oscar, a única de sua carreira. Para Ken Wlaschin, este é um dos melhores filmes da extensa filmografia do ator.[3]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Rússia czarista, primeiros anos do século XX, época dos pogroms. Yakov Bok, judeu humilde porém instruído, deixa seu vilarejo após ser abandonado pela esposa. Em Kiev, esconde sua origem e torna-se empregado de Lebedev, comerciante alcoólatra e antissemita. Quando um jovem é assassinado, a identidade de Yakov é descoberta e ele é preso injustamente. Pressionado, ele nada confessa e procura adaptar-se à prisão, na esperança de que algum fato novo o inocente.

Premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Ator (Alan Bates) Indicado
Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood Golden Globe Melhor Filme Dramático
Melhor Ator em Filme Dramático (Alan Bates)
Melhor Ator Coadjuvante - Cinema (Hugh Griffith)
Melhor Roteiro - Cinema
Indicado
Indicado
Indicado
Indicado

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Alan Bates Yakov Bok
Dirk Bogarde Bibikov
Georgia Brown Marfa Golov
Hugh Griffith Lebedev
Elizabeth Hartman Zinaida
Ian Holm Grubeshov
David Opatoshu Latke
David Warner Conde Odoevsky
Carol White Raisl
George Murcell Diretor da prisão
Murray Melvin Sacerdote
Peter Jeffrey Berezhinsky
Michael Goodliffe Ostrovsky
Thomas Heathcote Proshko
Mike Pratt Padre Anastasy


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. The Fixer (em português) no AdoroCinema (Brasil)
  2. a b EAMES, John Douglas, The MGM Story, Londres: Octopus Books, 1982 (em inglês)
  3. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres: Peerage Books, 1985 (em inglês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]