The Gap Band

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Gap Band
The Gap band em 1983
Informação geral
Origem Tulsa (Oklahoma), EUA
Gênero(s) Electro-funk, electro, funk, R&B, soul, quiet storm
Instrumento(s) Guitarra elétrica, sintetizador, bateria, metais
Período em atividade 1967 - 2010
Gravadora(s) Shelter Records, Tattoo/RCA, Mercury, Total Experience, Capitol
Afiliação(ões) Yarbrough and Peoples, Oliver Scott
Integrantes Charlie Wilson
Ronnie Wilson
Ex-integrantes Robert Wilson (falecido)
Página oficial www.gapband.com

The Gap Band é uma banda norte-americana de R&B, funk e soul, que se tornou conhecida durante as décadas de 1970 e 1980, com canções dançantes e baladas românticas. Formada pelos irmãos Ronnie, Robert Wilson e Charlie Wilson, a banda chamou-se primeiro Greenwood, Archer and Pine Street Band, em 1967, na sua cidade natal de Tulsa, no estado americano de Oklahoma; as iniciais do nome (G A P) foram adotadas oficialmente como nome do grupo em 1979.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

A banda recebeu sua primeira grande chance sendo a banda de apoio no álbum de Leon Russell, Stop All That Jazz lançado em 1974.[2][3]

No início, o grupo tinha uma sonoridade funk remanescente do começo dos anos 1970.[4] Este estilo não os alavancou e seus primeiros dois LPs, Magicians Holiday de 1974 que foi gravado no histórico estúdio de Leon Russell, The Church Studio e The Gap Band de 1977 (não confundir com o álbum de mesmo nome de 1979) não conseguiu entrar nas paradas ou produzir algum single de sucesso. Logo depois, eles foram apresentados ao produtor de Los Angeles, Lonnie Simmons, que assinou contrato com eles e sua companhia de produção Total Experience Productions (nome de seu bem sucedido clube Crenshaw Boulevard) e conseguiu um contrato com a gravadora Mercury Records.

Sucesso[editar | editar código-fonte]

No álbum, The Gap Band de 1979, a banda finalmente teve sucesso com as canções "I'm in Love" e "Shake"; a última se tornou Top 10 na parada R&B ainda em 1979.

Mais tarde, naquele ano, o grupo lançou "I Don't Believe You Want to Get Up and Dance (Oops!)" do álbum The Gap Band II. Embora não tenha atingido a parada Hot 100, chegou a número 4 na parada R&B, e o álbum foi certificado ouro. A canção aproximou a banda do estilo P-Funk,[5] expandindo o uso de sintetizadores e monólogos falados nas canções. A canção "Steppin' (Out)" também alcançou o Top 10 da parada R&B.[6]

Charlie Wilson fazia os backing vocais no sucesso de Stevie Wonder de 1980 "I Ain't Gonna Stand For It", do álbum Hotter Than July (1980).

A banda alcançou um novo nível de fama em 1980 com o lançamento do álbum que atingiu o número 1 na parada R&B e número 16 na Billboard 200, The Gap Band III. A banda adotou uma fórmula com baladas (tais como o número 5 da parada R&B, "Yearning for Your Love") apoiado por canções funk (tais como o número 1 "Burn Rubber on Me (Why You Wanna Hurt Me)" e "Humpin'"). Eles repetiram esta fórmula no álbum Gap Band IV de 1982 (o primeiro álbum no selo recém lançado por Simmons, Total Experience Records), que resultou em três singles de sucesso: "Early in the Morning" (#1 R&B, #13 Dance, #24 Hot 100), "You Dropped a Bomb on Me" (#2 R&B, #31 Hot 100, #39 Dance) e "Outstanding" (#1 R&B, #24 Dance). Foi durante período que o ex-membro do Brides of Funkenstein, o cantor Dawn Silva se juntou ao grupo em turnê.[7]

O álbum de 1983, Gap Band V: Jammin', conseguiu a certificação ouro, mas não foi um sucesso total como os trabalhos anteriores, atingindo o número 2 da parada R&B e 28 na Billboard 200. O single "Party Train" alcançou o número 3 na parada R&B e a canção "Jam the Motha'" o número 16 na parada R&B, mas nenhuma entrou no Hot 100. A faixa que fecha o álbum, "Someday" (uma versão da canção de Donny Hathaway, "Someday We'll All Be Free") tinha Stevie Wonder como vocalista convidado.[8]

Em seu próximo trabalho, Gap Band VI a banda voltou ao topo da parada R&B em 1985, mas o álbum vendeu poucas cópias e não foi certificado ouro. "Beep a Freak" atingiu o 2 na parada R&B, "I Found My Baby" atingiu o número 8 na parada R&B e "Disrespect" o número 18.

Últimos anos[editar | editar código-fonte]

A versão cover de "Going in Circles" lançada em 1986 alcançou o número 2 na parada R&B, o álbum Gap Band VII de 1985 atingiu o número 6 da parada R&B, mas o alcançou apenas o número 159 da Billboard 200.

Enquanto o grupo começava a lutar para não cair, conseguiram seu maior sucesso no Reino Unido com o single de 1987 "Big Fun" do álbum Gap Band 8 que atingiu o número 4 na parada UK Singles Chart.[9] O álbum de 1988, Straight from the Heart, foi o último álbum de estúdio pela Total Experience.

A banda deu uma pequena pausa em 1988 com o filme de Keenen Ivory Wayans, I'm Gonna Git You Sucka. Eles contribuíram com a canção "You're So Cute" e a faixa título do filme que alcançou o número 14 da parada R&B (a primeira faixa citada não estava na trilha-sonora mas foi usada no filme).[10] A primeira canção em sua nova gravadora, a Capitol Records, foi "All of My Love" de 1989 (do álbum Round Trip), é, até o momento, seu último número 1 na parada R&B.[11] O álbum também obteve o sucesso "Addicted to Your Love" que alcançou o número 8 na parada R&B e ""We Can Make it Alright" que ficou em 18 na mesma parada. Eles deixaram a Capitol Records no ano seguinte e ficaram sem produzir material novo por cinco anos.

Durante os anos 1990, a banda lançou três álbuns de estúdio e dois álbuns ao vivo, mas sem sucesso. O único álbum a entrar na Billboard foi o álbum ao vivo Live & Well, que ficou em 54 na parada R&B em 1996.

Legado[editar | editar código-fonte]

Samples[editar | editar código-fonte]

Música[editar | editar código-fonte]

Desde os anos 1990, muitos dos sucessos tem sido sampleados e ganhado covers de artistas de R&B e Hip hop tais como II D Extreme, Brand Nubian, 69 Boyz, Ashanti, Big Mello, Blackstreet, Mary J. Blige, Da Brat, Ice Cube, Jermaine Dupri, Mia X, Nas, Rob Base Shaquille O'Neal, Snoop Dogg, Soul For Real e Vesta.[12] Outros músicos e grupos inspirados pelo The Gap Band incluem Guy, Aaron Hall, Jagged Edge, Bill Heausler, Mint Condition, R. Kelly, Ruff Endz, Keith Sweat, Joe Miller, GRiTT e D'Extra Wiley.

Video games[editar | editar código-fonte]

Músicos[editar | editar código-fonte]

  • Chris Clayton - Saxofone, Vocais (1974 - 1983)[13]
  • Alvin Jones - Trombone (1974)[14]
  • Tommy Lokey - Trompete (1974 - 1983)[15]
  • James "Jimi" Macon - Guitarra (1977 - 1986)[16]
  • Carl Scoggins - Congas, Percussão (1974) [17]
  • Roscoe Smith - Bateria (1974)[18]
  • O'Dell Stokes - Guitarra (1974)[19]
  • Charlie Wilson - Vocais, Piano, Sintetizador, Clavinet, Orgão, Bateria, Percussão[20]
  • Ronnie Wilson - Vocais, Trumpete, Flugelhorn, Piano, Sintetizador, Percussão, compositor[20]
  • Robert Wilson - Baixo, Guitarra, Percussão, Vocais[20]
  • Tim Fenderson (Rabbit) - Baixo
  • LaSalle Gabriel - Guitarra (1994-1997, Guitarra no CD Live & Well 1996)
  • Malvin Dino Vice - Trompete, Vocais, Arranjos de Sopro e cordas[21]
  • Raymond James Calhoun - Percussão, Bateria, Vocais
  • Oliver A. Scott - Piano, Sintetizador, Trombone, Vocais
  • Ronnie Kaufman - Bateria
  • Fred "Locksmith" Jenkins - Guitarra
  • Paul "Dorian" Williams- Vocais

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Pico nas paradas Certificação Gravadora
US
[22]
US
R&B

[22]
GER
[23]
NLD
[24]
NZ
[25]
UK
[26]
1974 Magicians Holiday Shelter
1977 The Gap Band Tattoo
1979 The Gap Band 77 10 Mercury
The Gap Band II 42 3 32
1980 The Gap Band III 16 1
1982 Gap Band IV 14 1 46 Total Experience
1983 Gap Band V: Jammin' 28 2
1984 Gap Band VI 58 1
1985 Gap Band VII 159 6
1986 Gap Band 8 29 65 47
1988 Straight from the Heart 74
1989 Round Trip 189 20 Capitol
1994 Testimony Lalique / Rhino
1995 Ain't Nothin' But A Party Raging Bull
1999 Y2K: Funkin' Till 2000 Comz Eagle
"—" denota que não alcançou posição nas paradas ou não foi lançado.

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Pico nas paradas Gravadora
US
R&B

[22]
1996 Live & Well 54 Intersound
1998 Gotta Get Up EMI-Capitol
"—" denota que não alcançou posição nas paradas ou não foi lançado.

Compilações[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Pico nas paradas Certificação Gravadora
US
[22]
US
R&B

[22]
1985 Gap Gold: The Best of The Gap Band 103 46 Total Experience
1986 The 12" Collection 61 Mercury
1995 The Best of The Gap Band
1998 Greatest Hits PolyGram
The Ballads Collection
The Best of the Gap Band, Vol. 2 Simitar
1999 12" Collection & More PolyGram
2000 The Millennium Collection: The Best of Gap Band Mercury
2001 Ultimate Collection Hip-O
Love at Your Fingertips Ark 21
2003 The Best of the Gap Band '84-'88 Varèse Sarabande
2006 Gold Hip-O
2009 Playlist: Your Way 70 Mercury
2011 Icon Mercury
"—" denota que não alcançou posição nas paradas ou não foi lançado.

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Single Pico nas paradas Álbum
US
[22]
US
R&B

[22]
US
Dance

[22]
UK
[26]
1974 "Backbone" Magicians Holiday
"I-Yike-It"
1977 "Out of the Blue (Can You Feel It)" 42 The Gap Band (1977)
"Little Bit of Love" 95
1979 "Shake" 101 4 48 The Gap Band (1979)
"Open Up Your Mind (Wide)" 13
"Steppin' (Out)" 103 10 The Gap Band II
1980 "Oops Upside Your Head" 102 4 52 6
"Party Lights" 36 30
"Burn Rubber on Me (Why You Wanna Hurt Me)" 84 1 19 22 The Gap Band III
1981 "Humpin'" 60 19 36
"Yearning for Your Love" 60 5 47
1982 "Early in the Morning" 24 1 13 55 Gap Band IV
"You Dropped a Bomb on Me" 31 2 39
"Outstanding" 51 1 24 68
1983 "Party Train" 101 3 Gap Band V: Jammin'
"Jam the Motha" 16
1984 "Someday" 17
"I'm Ready (If You're Ready)" 74 87
"Jammin' in America" 64
"Beep a Freak" 103 2 66 Gap Band VI
1985 "I Found My Baby" 8
"Disrespect" 18
"Desire" 46 Gap Band VII
1986 "in Circles" 2
"Automatic Brain" 78
"Big Fun" 8 4 Gap Band 8
1987 "How Music Came About" 61
"Zibble, Zibble (Get the Money)" 15
"Sweeter Than Candy" 40 Penitentiary III
"Oops Upside Your Head" ('87 Mix) 20 Non-album single
1988 "Straight from the Heart" 36 Straight from the Heart
"I'm Gonna Git You Sucka" 14 35 63 I'm Gonna Git You Sucka
1989 "All of My Love" 1 88 Round Trip
1990 "Addicted to Your Love" 8
"We Can Make It Alright" 18
1995 "First Lover" 59 36 Ain't Nothin' But a Party
"Got It Goin' On" 75
2004 "Oops Upside Your Head" (com DJ Casper) 16 Non-album single
"—" denota que não alcançou posição nas paradas ou não foi lançado.

Referências

  1. The Gap Band (em inglês) no Allmusic
  2. allmusic.com Stop All That Jazz
  3. rockhall.com, Leon Russell Bio
  4. The Gap Band (1977) at allmusic
  5. The Gap Band II on allmusic
  6. RIAA Certifications at RIAA.com
  7. Dawn Silva Biography
  8. Gap Band V: Jammin' at allmusic
  9. Chart Stats
  10. Soundtrack Listing at IMDB
  11. «Billboard.com - The Gap Band - Hot R&B/Hip-Hop Songs». Billboard.com. Consultado em 30 de janeiro de 2017 
  12. The Gap Band Music Sampled by Others on WhoSampled
  13. Discogs Chris Clayton
  14. Discogs Alvin Jones
  15. Discogs Tommy Lokey
  16. Discogs James Macon
  17. Discogs Carl Scoggins
  18. Discogs Roscoe Smith
  19. Discogs O'Dell Stokes
  20. a b c Discogs The Gap Band
  21. Gap Band The Gap Band (em inglês) no Discogs
  22. a b c d e f g h «US Charts > The Gap Band». Billboard. Consultado em 15 de abril de 2013 
  23. «GER Charts > The Gap Band». Media Control Charts. Consultado em 15 de abril de 2013 
  24. «NLD Charts > The Gap Band». MegaCharts. Consultado em 14 de abril de 2013 
  25. «NZ Charts > The Gap Band». Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 15 de abril de 2013 
  26. a b «UK Charts > Gap Band». Official Charts Company. Consultado em 15 de abril de 2013 
  27. a b c d e «US Certifications > The Gap Band». Recording Industry Association of America. Consultado em 15 de abril de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]