Call of Duty: Infinite Warfare

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Call of Duty: Infinite Warfare
Desenvolvedora(s) Infinity Ward
Distribuidora(s) Activision
Diretor(es) Jacob Minkoff
Designer(s) Joe Cecot
Escritor(es) Taylor Kurosaki e Brian Bloom
Plataforma(s) Microsoft Windows
PlayStation 4
Xbox One
Série Call of Duty
Data(s) de lançamento 4 de novembro de 2016
Gênero(s) Tiro em primeira pessoa
Modos de jogo Single player, multiplayer
Call of Duty: Black Ops III (2015)
Call of Duty: WWII (2017)

Call of Duty: Infinite Warfare é um jogo eletrônico de tiro em primeira pessoa desenvolvido pela Infinity Ward e distribuído pela Activision. É o décimo terceiro jogo da franquia Call of Duty e foi lançado em 4 de novembro de 2016 para as plataformas Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One.[1] Este lançamento mantém o tom futurista adotado nos dois jogos anteriores da franquia.[2]

O desenvolvimento de Infinite Warfare começou em 2014. Foi o primeiro jogo da franquia que a empresa Infinity Ward fez em um ciclo de criação de três anos. O foco da campanha single player gira em torno da batalha pelo Sistema Solar, onde a Frente de Defesa de Assentamento (em inglês Settlement Defense Front, ou SDF), uma força hostil, é a principal antagonista, que tentam tomar o controle da situação. O jogador toma o controle do capitão Nick Reyes do grupo de Reconhecimento Especial de Combate Aéreo (em inglês Special Combat Air Recon, ou SCAR).[3] O jogo também traz mudanças no multiplayer com a introdução do sistema "Combat Rigs" (similar ao modelo adotado em Black Ops III). Também tem um modo Zombies.[4]

A edição especial de Infinite Warfare contém uma versão remasterizada do jogo Call of Duty 4: Modern Warfare, intitulada Modern Warfare Remastered, desenvolvida pela Raven Software.[5]

O anúncio de Infinite Warfare através do seu primeiro trailer recebeu avaliações não muito positivas dos críticos e jornalistas. Já entre os fãs da franquia Call of Duty, a recepção inicial do jogo foi majoritariamente negativa, com seu trailer sendo o segundo vídeo mais mal avaliado do YouTube.[6][7] Após o lançamento o jogo foi bem recebido pelos críticos. De acordo com o website Metacritic, teve "analises geralmente favoráveis".[8]

 
Resenha crítica
Publicação Nota
Destructoid 7/10[9]
Electronic Gaming Monthly 7/10[10]
Game Informer 9/10[11]
GamesRadar + 4 de 5 estrelas.[12]
GameSpot 8/10[13]
Hardcore Gamer 4.5/5[14]
IGN 7.7/10[15]
Time 2.5 de 5 estrelas.[16]
The Telegraph 5 de 5 estrelas.[17]
Xbox Achievements 80/100[18]


O ator inglês Kit Harington faz o papel do antagonista do jogo, o almirante Salen Kotch.

Referências

  1. Te, Zorine (2 de maio de 2016). «Call of Duty: Infinite Warfare Release Date, Trailer, Gameplay Details Revealed». GameSpot. Consultado em 20 de maio de 2016 
  2. "'Call of Duty: Infinite Warfare' leva série de games de tiro para o espaço". Página acessada em 20 de maio de 2016.
  3. Yin-Poole, Wesley (14 de junho de 2016). «How the Call of Duty: Infinite Warfare campaign actually works». Eurogamer. Consultado em 3 de novembro de 2016 
  4. Hussain, Tamoor (2 de setembro de 2016). «Call of Duty: Infinite Warfare Multiplayer - Everything You Need to Know». GameSpot. Consultado em 3 de novembro de 2016 
  5. "Activision confirms Modern Warfare Remastered needs Infinite Warfare disc to run". Página acessada em 3 de novembro de 2016.
  6. Bhat, Keshav (27 de maio de 2016). «Infinite Warfare's reveal trailer is now the most liked and most disliked COD reveal trailer». charlieINTEL. Consultado em 3 de junho de 2016 
  7. Schreier, Jason. «People Are Mass-Disliking The Call of Duty: Infinite Warfare Trailer». Kotaku (em inglês). Consultado em 3 de novembro de 2016 
  8. «Call of Duty: Infinite Warfare». Metacritic. Consultado em 6 de novembro de 2016 
  9. Chris Carter (3 de novembro de 2016). «Review: Call of Duty: Infinite Warfare - Infinity Ward is fairly finite these days». Destructoid. Consultado em 4 de novembro de 2016 
  10. Ray Carsillo (3 de novembro de 2016). «Call of Duty: Infinite Warfare review Lost in space». Electronic Gaming Monthly. Consultado em 4 de novembro de 2016 
  11. Daniel Tack (3 de novembro de 2016). «Call of Duty: Infinite Warfare - The Heavy Gravity Of War». Game Informer. Consultado em 4 de novembro de 2016 
  12. Leon Hurley (3 de novembro de 2016). «CALL OF DUTY: INFINITE WARFARE REVIEW: "CONSISTENT AND EXCITING, ALBEIT WITHOUT ANY OVERTLY OUTSTANDING MOMENTS"». GamesRadar +. Consultado em 4 de novembro de 2016 
  13. Miguel Concepcion (3 de novembro de 2016). «Call of Duty: Infinite Warfare review - Wise of the Machines». GameSpot. Consultado em 4 de novembro de 2016 
  14. Steve Hannley (3 de novembro de 2016). «Review: Call of Duty: Infinite Warfare». Hardcore Gamer. Consultado em 4 de novembro de 2016 
  15. Joab Gilroy (7 de novembro de 2016). «Call of Duty: Infinite Warfare Review». IGN. Consultado em 8 de novembro de 2016 
  16. Matt Peckham (3 de novembro de 2016). «Review: 'Call of Duty: Infinite Warfare' Reaches for the Stars But Never Gets off the Ground». Time. Consultado em 4 de novembro de 2016 
  17. Richard Wordsworth (4 de novembro de 2016). «Call of Duty: Infinite Warfare review - Space-faring popcorn shooter is the best Call of Duty package in years». The Telegraph. Consultado em 4 de novembro de 2016 
  18. Richard Walker (4 de novembro de 2016). «Call of Duty: Infinite Warfare Review». Xbox Achievements. Consultado em 4 de novembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]