Troye Sivan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Out of date clock icon.svg
Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas. Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão.

Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2018). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Troye Sivan
Troye Sivan em 2015
Informação geral
Nome completo Troye Sivan Mellet
Nascimento 5 de junho de 1995 (23 anos)
Local de nascimento Joanesburgo,
África do Sul
Origem Perth, Austrália
Nacionalidade Australiano
Gênero(s) Dream pop, electronic dance music, electropop, eletrônica, indie pop, synthpop
Ocupação(ões) Cantor, ator, compositor, e vlogger
Cônjuge Jacob Bixenman[1]
Instrumento(s) Vocal, piano
Período em atividade 2006–presente
Gravadora(s) EMI Australia
Influência(s) Lady Gaga, Michael Jackson, Amy Winehouse.[2]
Página oficial www.troyesivan.com

Troye Sivan Mellet (Joanesburgo, 5 de junho de 1995) é um cantor, ator, compositor e youtuber nascido na Africa do Sul, naturalizado australiano. Como ator, interpretou o personagem Wolverine enquanto jovem no filme X-Men Origens: Wolverine, protagonizou a trilogia sul-africana Spud e participará do filme Boy Erased, com lançamento previsto para 2018. Troye regularmente grava vídeos para o YouTube.[3] Atualmente, Troye tem se dedicado exclusivamente à sua carreira musical, tendo lançado os EPs TRXYE e Wild e o álbum de estúdio Blue Neighbourhood.

No ano de 2013, Troye assumiu publicamente sua homossexualidade, e desde então, possui atividade como ativista LGBT. Ele fez gravações com Tyler Oakley, outro youtuber também homossexual, incluindo um vídeo nomeado de "The Boyfriend Tag", que rendeu aos dois um prêmio do Teen Choice Awards na categoria de colaboração na web. Em outubro de 2014, a revista Time listou Troye entre os "25 Jovens Mais Influentes do Ano".[4]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Troye nasceu em Joanesburgo na África do Sul.[5][6] Sua família se mudou para a Austrália quando ele tinha dois anos de idade devido à violência na África.[7] Troye atualmente reside em Perth com seu pai, um corretor de imóveis e terrenos pertencentes à realeza britânica, sua mãe, dona de lar, e seus três irmãos.[7] Seu pai nasceu em uma família judaica e sua mãe se converteu para esta religião, a qual Troye também professa.[8] Ele estudou na Carmel School, uma instituição privada de Judaísmo ortodoxo moderno e sionista, até 2009 quando passou a estudar a distância.[9]

Em 7 de agosto de 2010, Troye revelou para a sua família que ele é gay, mas apenas em 7 de agosto de 2013 (exatos 3 anos depois) anunciou publicamente em um vídeo no seu canal do YouTube.[10]

Troye é portador de uma variação suave da Síndrome de Marfan.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Música[editar | editar código-fonte]

Troye executou performances nas edições de 2006, 2007 e 2008 do teleton do canal Television Western Australia. A apresentação de 2006 incluiu um dueto com o vencedor de Australian Idol Guy Sebastian.[11][12] Seu primeiro álbum, Dare to Dream, foi lançado em 2008. No ano de 2010, com vistas de ajudar as vítimas de um terremoto no Haiti, vários artistas fizeram uma gravação que fora postado no YouTube, sendo Troye quem inicia a canção We Are the World 25 for Haiti.

Em maio de 2013, quando o gerente de Artistas e Repertório da produtora EMI ouviu o jovem cantando uma canção de autoria própria inspirada em um livro de mesmo nome, "The Fault In Our Stars", logo foi até a cidade de Perth e rapidamente um contrato com a EMI Music Austrália foi firmado em 5 de junho e permaneceu em sigilo por um ano.[5][13] Nos meses que se seguiram, segundo o seu empresário da própria produtora musical, foi estabelecido um projeto para que entrasse em contato com diferentes co-compositores e produtores para auxiliá-lo e permiti-lo a ter a percepção de como Troye possuía uma visão muito forte de si mesmo.[5] Em um vídeo anunciando seu extended play intitulado TRXYE (lê-se letra por letra, em inglês), sendo posteriormente lançado em 15 de agosto de 2014, ele diz ter escrito "mais de quarenta músicas" no que foi a "jornada mais intensa e insana" até então. O seu primeiro single lançado em 25 de julho do mesmo ano, "Happy Little Pill", foi caracterizado por ser pop indie com uma concepção melancólica que aborda temas tais como cocaína, notas de dólares e antidepressivos, de destaque e primeira faixa do EP.[5][13] TRXYE estreou o número 1 no iTunes em 66 países,[14] alcançou a quinta posição no Billboard 200 da semana seguinte, levando-o ao top 10.[15] No ARIA Charts atingiu a décima posição e foi certificado como disco de ouro pela Australian Recording Industry Association por exceder 35 mil unidades de vendas.

Pouco mais de um ano depois, em 4 de setembro de 2015, Sivan lançou seu segundo EP em uma grande gravadora, WILD,[16] que foi divulgado através de uma trilogia de vídeos musicais intitulada Blue Neighbourhood, lançada entre setembro e dezembro de 2015. Adicionalmente, o EP serviu como uma "introdução" ao álbum de estreia de Sivan, também intitulado Blue Neighbourhood,[17] lançado em 4 de dezembro de 2015. O álbum teve um único single, YOUTH, que foi certificado como platina na Austrália, na Nova Zelândia, na Suécia e nos Estados Unidos,[18] e seu videoclipe possui mais de 60 milhões de visualizações. Para divulgar o EP e o álbum, Sivan realizou três turnês, que ao longo de 2015 e 2016 passaram pela América do Norte, Ásia e Europa.

Após lançar a música "There for You" com Martin Garrix, Troye passou o ano de 2017 trabalhando em seu segundo álbum de estúdio.

Em janeiro de 2018, Sivan lançou o single "My My My!", que chegou ao quarto lugar do iTunes mundial e ao 80º lugar da Billboard Hot 100. Uma semana depois, , e o single promocional "The Good Side".

Artes cênicas[editar | editar código-fonte]

Em 2007 estrelou como Oliver Twist no musical Oliver! no Regal Theatre.[12] Em 2008 estava entre o elenco de um curta da Austrália Ocidental, Betrand the Terrible.[19] Em fevereiro de 2008 começou a atuar no filme hollywoodiano X-Men Origens: Wolverine como o jovem James Howlett. Parte de suas apresentações para o Teleton foram postadas no YouTube, o que chamou a atenção de um empresário de Hollywood, o qual fez contato e lhe pediu uma gravação de áudio.[12] Embora Kodi Smit-McPhee já tivesse acertado para este papel, Kodi se tornou impossibilitado por estar trabalhando em outro filme, A Estrada.[20] Em julho de 2009, conseguiu por meio de uma audição para atuar como protagonista em Spud, uma adaptação do romance de mesmo nome (2005) do escritor sul-africano John van de Ruit.[21] A filmagem foi realizada na África do Sul no ínico de março até meados de abril de 2010.[22][23] O filme foi lançado na África do Sul em 3 de dezembro de 2010 e foi premiado pelo South African Film and Television Awards, incluindo na categoria de Melhor Ator Principal em um Filme de Destaque. Duas sequências do filme, Spud 2: The Madness Continues e Spud 3: Learning to Fly, foram lançadas em 2013 e 2014, respectivamente.[24]

Após alguns anos sem atuar, Troye participou do filme Boy Erased, baseado no livro Boy Erased: A Memoir, com lançamento previsto para 2018.

YouTube[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2012, Troye começou a desenvolver vlogs postados no YouTube após já ter enviado unicamente vídeos musicais desde 1 de outubro de 2007. Em seu primeiro vlog, com cinco anos de existência de seu canal no site, já possuía 27 mil inscritos, e em março de 2016, atingiu a marca de 4 milhões de inscritos e possuiu mais de 200 milhões de visualizações no total.[3] Na Austrália, seu canal é o mais popular em número de inscritos. Devido à sua carreira musical, Troye não publica mais vídeos em seu canal.[25]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2009 X-Men Origins: Wolverine Jovem James Howlett
2010 Betrand the Terrible Ace Curta-metragem
Spud John "Spud" Milton
2013 Spud 2: The Madness Continues
2014 Spud 3: Learning to Fly
2018 Boy Erased Gary

Televisão[editar | editar código-fonte]

Year Title Notes
2006–08 Perth Telethon Abertura
2007 Star Search Finalista
2015 The Tonight Show Starring Jimmy Fallon Convidado musical
2016 The Ellen DeGeneres Show[26] Convidado musical no especial de aniversário Ellen
2016 The Late Late Show with James Corden Convidado musical e entrevista
2016 The Tonight Show Starring Jimmy Fallon Convidado musical
2018 Saturday Night Live[27] Convidado musical
2018 The Ellen DeGeneres Show Convidado musical e entrevista

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2007 Oliver! Oliver Twist Regal Theater
2010 Esperando Godot Garoto His Majesty's Theatre

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Título Detalhes Posições nos charts Vendas Certificações
AUS

[28]

CAN

[29]

US

[30]

Blue Neighbourhood 6 11 7 WW: 611.600 Estados Unidos: OuroNova Zelândia: Ouro
Bloom

Extended plays[editar | editar código-fonte]

Lista de EP, com as respectivas posições nas paradas musicais e certificações
Título Detalhes Posições nos charts Vendas
AUS
[31]
AUT
[32]
CAN
[33]
DEN
[34]
FRA
[35]
GER
[36]
IRE
[37]
NZ
[38]
UK
[39]
US
[40]
Dare to Dream
  • Data: 2007
  • Gravadora: Independente
  • Formatos: Download digital
June Haverly
  • Data: 22 de Junho, 2012[41]
  • Gravadora: Independente
  • Formatos: Download digital
TRXYE
  • Data: 15 de Agosto, 2014
  • Gravadora: EMI
  • Formatos: EP, download digital
2 177 2 5
Wild
  • Data: 4 de Setembro, 2015
  • Gravadora: EMI
  • Formatos: EP, download digital
1 17 6 7 96 37 5 3 5 5

Singles[editar | editar código-fonte]

Como artista principal[editar | editar código-fonte]

Lista de singles, com as respectivas posições nas paradas musicais e certificações
Título Ano Posições nos charts Certificações Álbum
AUS
[31]
CAN
[44]
DEN
[34]
GER
[45]
IRE
[46]
NLD
[47]
NZ
[38]
SWE
[48]
UK
[39]
US
[49]
"Happy Little Pill" 2014 10 50 11 87 11 85 2 86 92 TRXYE
"Wild"
(solo ou participação de Alessia Cara)
2015 16 72 62 29 62 Wild
"Youth" 17 47 22 62 78 23 74 96 23 Blue Neighbourhood
"Talk Me Down" 2016 36 118
"Heaven"
(participação de Betty Who)
"There For You"
(com Martin Garrix)
2017
"My My My!" 2018 14
[58]
87 32
[59]
79 25
[60]
65
[61]
38 80 Bloom
"Bloom"
"Dance to This"

(participação de Ariana Grande)

"—" indica que a gravação não foi incluída nas paradas ou não foi distribuída naquela região.

Como artista convidado[editar | editar código-fonte]

Canção Ano Álbum
"Papercut"

(Zedd com participação de Troye Sivan)

2015 True Colors

Singles promocionais[editar | editar código-fonte]

Canção Ano Álbum
"The Fault in Our Stars"[62] 2013 TRXYE
"The Good Side" 2018 Bloom

Outras canções[editar | editar código-fonte]

Canção Ano Posições nos charts Álbum
AUS
[31]
"Fools" 2015 85 Blue Neighbourhood

Premiações[editar | editar código-fonte]

Ano Indicação Prêmio Resultado Ref.
2011 Troye Sivan South African Film and Television Award em Melhor Protagonista em um Filme de Destaque Indicado [24]
2014 Teen Choice Award na Categoria de Web Star Masculino Indicado [63]
"The Boyfriend Tag" com Tyler Oakley Teen Choice Award na Categoria de Colaboração de Web Venceu [63]
Troye Sivan NewNowNext Award (Logo TV) em Maior Influenciador de Mídias Sociais Atuais (Masculino) Venceu [64]
2015 APRA Award em Compositor Revelação do Ano Indicado [65]
YouTube Music Awards Venceu [66]
Kids' Choice Award em Sensação da Internet Favorito Venceu [67]
2018 BreakTudo Awards em Melhor Música de Trilha Sonora Indicado [68]
Aria Awards em Melhor Artista Masculino Pendente

Referências

  1. citar web=http://superfame.com/post/troye-sivan-new-boyfriend-jacob-bixenman-the-model-tracob/
  2. citar web=http://www.portalfamosos.com.br/troye-sivan-diz-que-lady-gaga-e-michael-jackson-sao-inspiracoes-para-seu-novo-disco-o-blue-neighbourhood/
  3. a b «Troyesivan18 YouTube Stats, Channel Statistics» (em inglês). Social Blade. Consultado em 2 de maio de 2015. 
  4. «The 25 Most Influential Teens of 2014» (em inglês). Time. 13 de outubro de 2014. Consultado em 2 de maio de 2015.. Cópia arquivada em 3 de janeiro de 2015  Parâmetro desconhecido |ligaçãoinativa= ignorado (ajuda)
  5. a b c d Palathingal, George (28 de julho de 2014). «Meet Aussie Troye Sivan, pop's newest superstar» (em inglês). The Sydney Morning Herald. Consultado em 4 de maio de 2015. 
  6. «Biography» (em inglês). Troye Sivan (Official website). Consultado em 4 de maio de 2015.. Cópia arquivada em 26 de julho de 2009  Parâmetro desconhecido |ligaçãoinativa= ignorado (ajuda)
  7. a b McLaughlin, Rhett; Neal, Charles (19 de abril de 2014). «Ep. 29 Troye Sivan» (em inglês - áudio). Ear Biscuits. Consultado em 4 de maio de 2015. 
  8. «Troye Sivan's Tumblr — How Jewish are you? Like are you orthodox or reform or?» (em inglês). Troyesivan.tumblr.com. Consultado em 4 de maio de 2015. 
  9. Reilly, Gabrielle. «Troye Sivan Interview» (em inglês). The Global Townhall. Consultado em 4 de maio de 2015.. Cópia arquivada em 14 de janeiro de 2015  Parâmetro desconhecido |ligaçãoinativa= ignorado (ajuda)
  10. «Troye Sivan Gay: Australian Actor Comes Out On YouTube». The Huffington Post. 9 de agosto de 2013. Consultado em 4 de maio de 2015. 
  11. Symonds, Kristy (7 de abril de 2012). «Perth boy making it big in Hollywood» (em inglês). Perthnow 
  12. a b c Harvey, Shannon (28 de fevereiro de 2008). «Perth boy to play young Hugh Jackman in Wolverine movie» (em inglês). Perth Now. Consultado em 8 de maio de 2015. 
  13. a b Caulfield, Keith (27 de junho de 2014). «YouTube Star Troye Sivan Signs With EMI Australia, Announces EP» (em inglês). Billboard. Consultado em 8 de maio de 2015. 
  14. Stern, Bradley (15 de agosto de 2014). «Troye Sivan Shoots To #1 On iTunes (In 55 Countries!) With Debut EP, 'TRXYE'» (em inglês). Idolator. Consultado em 8 de maio de 2015. 
  15. Caulfield, Keith (15 de agosto de 2014). «Troye Sivan Set for Top 10 Debut on Billboard 200» (em inglês). Billboard. Consultado em 8 de maio de 2015. 
  16. «WILD - EP de Troye Sivan no Apple Music». iTunes. Consultado em 7 de março de 2017. 
  17. «Blue Neighbourhood (Deluxe) by Troye Sivan on Apple Music». iTunes (em inglês). Consultado em 7 de março de 2017. 
  18. «YOUTH recebe certificado de platina nos EUA». Troye Sivan Brasil. 14 de julho de 2016 
  19. Coyne, Yvette (16 de fevereiro de 2010). «Bertrand the Terrible – LINK funded film» (em inglês). Film & Television Institute (WA) Inc. Cópia arquivada em 6 de julho de 2010 
  20. Bodey, Michael (5 de março de 2008). «One for the road clears the path» (em inglês). The Australian. Cópia arquivada em 24 de setembro de 2013 
  21. «Troye plays lead role in Spud – The Movie» (em inglês). troyesivan.com. 2 de fevereiro de 2010 
  22. «Spud's Young Stars» (em inglês). Screen Africa. 8 de março de 2010. Cópia arquivada em 24 de maio de 2010 
  23. Van de Ruit, John (20 de abril de 2010). «Icarus Allsorts» (em inglês). John van de Ruit's blog at Book South Africa. Consultado em 16 de maio de 2015.. Cópia arquivada em 24 de maio de 2010 
  24. a b «2011 SAFTAs: All The Winners» (em inglês). TVSA. 28 de fevereiro de 2011. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2015  Parâmetro desconhecido |ligaçãoinativa= ignorado (ajuda)
  25. «Top 100 YouTubers in Australia Filtered by Subscribers - Socialblade Youtube Stats | Youtube Statistics» (em inglês). Social Blade. Consultado em 23 de maio de 2015. 
  26. DeGeneres, Ellen; Tatum, Channing; Sivan, Troye (28 de janeiro de 2016), Ellen's Birthday Show, consultado em 20 de julho de 2018. 
  27. «Troye Sivan Performs 'My My My!' & 'The Good Side' on 'SNL'». Billboard 
  28. Hung, Steffen. «australian-charts.com - Discography Troye Sivan». australian-charts.com. Consultado em 21 de outubro de 2017. 
  29. http://www.billboard.com/artist/6222117/troye+sivan/chart?f=309  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  30. «Troye Sivan». Billboard 
  31. a b c «Discography Troye Sivan». australian-charts.com. Hung Medien. Consultado em 15 de setembro de 2014. 
  32. Hung, Steffen. «Discography Troye Sivan». Austrian Charts Portal. Hung Medien (Steffen Hung) 
  33. «Troye Sivan – Chart history: Canadian Albums». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 15 de setembro de 2014. 
  34. a b Hung, Steffen. «Discography Troye Sivan». Danish Charts Portal. Hung Medien (Steffen Hung) 
  35. «Discographie Troye Sivan» (em francês). lescharts.com. Hung Medien. Consultado em 15 de setembro de 2014. 
  36. «German Charts > Troye Sivan» (em alemão). charts.de GfK Entertainment. Consultado em 12 de setembro de 2015. 
  37. «Irish Music Charts Archive - TOP 100 ARTIST ALBUM, WEEK ENDING 10 September 2015». GFK Chart-Track. Consultado em 13 de setembro de 2015. 
  38. a b «Discography Troye Sivan». charts.org.nz. Hung Medien. Consultado em 15 de setembro de 2014. 
  39. a b «Chart History - Troye Sivan». Official Charts Company. Consultado em 12 de setembro de 2015. 
  40. «Troye Sivan – Chart history: Billboard 200». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 15 de setembro de 2014. 
  41. «The June Haverly – Single by Troye Sivan». iTunes Store (Australia). Apple. Consultado em 15 de setembro de 2014. 
  42. Caulfield, Keith (18 de setembro de 2015). «Troye Sivan Talks 'Wild' Chart Success, Upcoming Music Plans: 'It's a Little Insane, To Be Honest'». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 20 de setembro de 2015. 
  43. Caulfield, Keith (13 de setembro de 2015). «YThe Weeknd Spends Second Week at No. 1 on Billboard 200 Albums Chart'». Billboard. Consultado em 20 de setembro de 2015. 
  44. «Troye Sivan Chart History: Canadian Hot 100». Billboard. Consultado em 11 de janeiro de 2018. 
  45. «Discography Troye Sivan». German Charts Portal. Hung Medien. Consultado em 3 de junho de 2016. 
  46. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome IRE
  47. «Discografie Troye Sivan». Dutch Charts Portal. Hung Medien. Consultado em 3 de junho de 2016. 
  48. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome SWE
  49. «Troye Sivan Chart History: Hot 100». Billboard. Consultado em 11 de janeiro de 2018. 
  50. PAÍS VAZIO OU NÃO SUPORTADO: {{{país}}}.
  51. Ryan, Gavin (16 de janeiro de 2016). «ARIA Singles: Justin Bieber 'Love Yourself' Spends 6th Week at No 1». Noise11. Consultado em 16 de janeiro de 2016. 
  52. a b «Gold & Platinum» 
  53. Ryan, Gavin (23 de abril de 2016). «ARIA Singles: Gnash 'I Hate U, I Love U' Spends Second Week at No 1». Noise11. Consultado em 23 de abril de 2016. 
  54. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome BPI
  55. «Search Troye Sivan». Sverigetopplistan. 5 de abril de 2016 
  56. «Certificeringer». ifpi.dk. 30 de agosto de 2016. Consultado em 8 de setembro de 2016. 
  57. PAÍS VAZIO OU NÃO SUPORTADO: {{{país}}}.
  58. «ARIA Australian Top 50 Singles». Australian Recording Industry Association. 22 de janeiro de 2018. Consultado em 20 de janeiro de 2018. 
  59. «IRMA – Irish Charts». Irish Recorded Music Association. Consultado em 20 de janeiro de 2018. 
  60. «NZ Top 40 Singles Chart». Recorded Music NZ. 22 de janeiro de 2018. Consultado em 19 de janeiro de 2018. 
  61. «Sverigetopplistan – Sveriges Officiella Topplista». Sverigetopplistan. Consultado em 20 de janeiro de 2018. 
  62. «The Fault In Our Stars (MMXIV)». Torye Sivan Store. 26 de outubro de 2015. Consultado em 23 de outubro de 2015. 
  63. a b Nordyke, Kimberly (8 de outubro de 2014). «Teen Choice Awards: The Complete Winners List» (em inglês). The Hollywood Reporter. Consultado em 8 de junho de 2015.. Cópia arquivada em 3 de janeiro de 2015  Parâmetro desconhecido |ligaçãoinativa= ignorado (ajuda)
  64. «2014 NewNowNext Awards winners» (em inglês). Viacom, Logo TV. Consultado em 8 de junho de 2015. 
  65. Cronin, Seanna (26 de fevereiro de 2015). «Sheppard leads APRA Music Awards nominations» (em inglês). Sunshine Coast Daily. Consultado em 8 de junho de 2015. 
  66. Stern, Bradley (2 de março de 2015). «Nicki Minaj, Beyoncé, Ed Sheeran, Charli XCX Win 2015 YouTube Music Awards: See The List Of Winners» (em inglês). Idolator. Consultado em 8 de junho de 2015. 
  67. Knox, David (30 de março de 2015). «Kid's Choice Awards 2015: winners» (em inglês). TV Tonight. Consultado em 8 de junho de 2015.. Cópia arquivada em 30 de março de 2015  Parâmetro desconhecido |ligaçãoinativa= ignorado (ajuda)
  68. Cronin, Seanna (26 de fevereiro de 2015). «BreakTudo Awards 2018: Camila Cabello, BTS e Anitta são os maiores vencedores do ano» (em inglês). Minuto Livre. Consultado em 8 de junho de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]