Unisul TV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Unisul TV
Fundação Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL
Campus da Unisul (Bloco Cettal), BR 101, Tubarão
Cidade de concessão Tubarão, SC
Canais
04 VHF analógico
40 UHF (em implantação) digital
Outros canais Tubarão - 22 UHF cabo (TV Cabo Tubarão)

Laguna - 26 UHF analógico Pescaria Brava - 26 UHF analógico Jaguaruna - 26 UHF analógico

Praia do Itapirubá - 26 UHF analógico

Slogan Essa é Nossa

Uma Emissora Educativa, Universitária e Cultural

Rede TV Cultura
Proprietário Unisul
Fundação 30 de setembro de 2006 (13 anos)
Prefixo ZYB 780
Nome(s) anteriore(s) TV Unisul (2006-2008) (proposta inicial)

TV Educativa de Tubarão (2008-2018) (proposta inicial)

Cobertura Região de Laguna e Tubarão
Página oficial [1]

Unisul TV é uma emissora de televisão brasileira afiliada a TV Cultura, que está instalada em Tubarão, no estado de Santa Catarina.

História[editar | editar código-fonte]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Inaugurado em 1964, o IMES - Instituto Municipal de Ensino Superior de Tubarão, se vinculou à Faculdade de Ciências Econômicas do Sul de Santa Catarina e em 1967, por lei municipal assinada em 18 de outubro do mesmo ano, foi criada a FESSC - Fundação Educacional do Sul de Santa Catarina, reunindo também outros cursos superiores. Em 1989, elevada à condição de Universidade, a FESSC torna-se UNISUL - Universidade do Sul de Santa Catarina.

Ainda nos anos 60, o então diretor da FEESC, Osvaldo Della Giustina, já pleitava um canal de televisão para a cidade de Tubarão,[1] na época a cidade e o litoral do Estado eram servidos pelo sinal das emissoras TV Piratini e TV Gaúcha ambas de Porto Alegre.[2][3]

Com a elevação da FEESC, e a criação da Unisul em 1989, o então reitor da universidade, Silvestre Heerdt, assinou o projeto do canal elaborado vinte anos antes e o apresentou ao Ministério das Comunicações, no mesmo ano, foi criado o curso de Comunicação Social. No ano de 1994, o Ministério das Comunicações, assinou portaria que permitia, que prefeituras municipais instalassem repetidoras da TV Educativa do Rio de Janeiro nos municípios. Então, a Prefeitura Municipal de Tubarão e a Unisul, assinaram contrato com a Fundação Roquette Pinto, mantedora da TVE-RJ, e trouxeram o sinal da emissora educativa para a cidade de Tubarão. A TVE, chegava à Tubarão, pelo canal 4 na frequência VHF [nota 1], porém sem programação local e sem vínculo com a Unisul, toda manutenção era dada pela Prefeitura.[1]

Uma Mudança, surge o projeto Unisul TV[editar | editar código-fonte]

Em 1999, a Unisul, contratou o engenheiro Luiz Reis, para reformular o pedido de concessão para um canal de televisão, quatro anos depois em outubro de 2003, o projeto foi concluído, e o estatuto do pedido mudado, a universidade solicitava, a elevação da categoria de repetidora para geradora, sendo criada a partir do canal 4. O projeto foi apresentado ao ministro das comunicações e então em 2003, o ministro das Comunicações, Pimenta da Veiga, e o reitor da Unisul, Gerson Joner da Silveira, assinaram o contrato da concessão, a partir dai a emissora tinha 36 meses para ser instalada.[1]

Ainda na época da assinatura da concessão, a Unisul, mantinha na internet, através de seu portal, a WebTV Unisul, que servia como teste para a futura emissora, a WebTV Unisul, já havia produzido programas para a TV Cabo Tubarão. Em maio de 2005, o projeto começou a ganhar uma nova forma, um grupo de gestores da universidade se reuniu então com os coordenadores do curso de Comunicação Social, Laudelino José Sardá e Darlete Cardoso, para dar encaminhamento ao projeto. O professor do curso Ildo Silva da Silva, foi convidado para coordenar todo o projeto, então o projeto da TV Educativa de Tubarão começava a se encaminhar, quando, o professor (e futuro diretor da emissora) Ildo Silva, trocou o nome da emissora para TV Unisul, e assim "substituir o nome TVE, e dar ainda mais eco ao nome Unisul.".[1][4]

A futura emissora, se afiliou à TV Cultura, pois esta oferecia melhor programação e mais espaço para programação local, mais nesta fase recebeu propostas da TV Nacional Brasília, Canal Futura, e da TV Globo Educativa. Na mesma época, ocorreu uma nova mudança, o nome era invertido de TV Unisul para Unisul TV, o reitor da universidade, Gerson Luiz Joner da Silveira, autor da nova mudança, acreditava que o nome anterior, passava a ideia de que a emissora se tratava de assuntos relacionado somente à universidade.

Inauguração da Unisul TV[editar | editar código-fonte]

A universidade terceirizou toda a estrutura técnica de pessoal, da universidade ficaram apenas o professor Ildo como Diretor Geral e a professora Teresinha Rublescki Silveira, havia o medo da emissora ter que desembolsar até um milhão e meio de reais por mês, por conta da 'aposta'. Mais então, no dia 18 de setembro, começou-se à transmitir os sinais da emissora em caráter experimental, embora nesse período, retransmitia-se apenas a programação da TV Cultura, gerada em São Paulo, sem qualquer inserção de produção local. No dia 19 de setembro, uma cerimônia, realizada no Espaço Integrado de Artes da Unisul, apresentou o projeto à comunidade. O evento contou com a presença dos jornalistas contratados pela casa e da equipe técnica responsável pela implantação da TV.

Em 30 de setembro, foram ao ar, pela primeira vez, imagens produzidas pela emissora local. O primeiro programa exibido foi o “Grandes Temas”, uma edição especial de 90 minutos com reportagens sobre a região de cobertura do sinal, além de apresentar as atrações que fariam parte da grade de programação. Por esse motivo, esta é considerada a data oficial de inauguração da Unisul TV.[5] No dia seguinte, 1º de outubro, um domingo, a programação iniciou-se ás 6h30, com missa presidida pelo bispo Dom Jacinto Bergmann, que falou na missa, sobre: A Inauguração da Unisul TV, as eleições que ocorreriam naquele dia e as missas dominicais que a emissora iria exibir a cada domingo. Logo pela manhã, a emissora realizou sua primeira grande cobertura, transmitindo para toda a região boletins dos locais de votação, já que no dia ocorriam as eleições de 2006. Durante mais de 8 horas de transmissão ao vivo, jornalistas e convidados se revezaram no estúdio informando sobre tudo que acontecia nos locais de votação da cidade e arredores.[5] Na segunda-feira, 2 de outubro, o canal estreou sua grade oficial, com a apresentação de vários programas, dentre eles o telejornal Câmera Aberta, que continua até hoje como o carro-chefe do jornalismo da emissora, exibido de segunda a sexta-feira em duas edições.

Atualmente[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2007, por determinação da ANATEL, a emissora saiu do ar e teve seu sinal bloqueado, pela Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL, por não possuir alvará de funcionamento, um mês depois, uma equipe da emissora foi até, o Ministério das Comunicações, solicitar a volta da emissora, o ministro assinou então uma portaria assinada em caráter urgente, autorizou a emissora a voltar ao ar e ter o sinal liberado.[6]

Em maio de 2011, a emissora consegue autorização da ANATEL para instalar uma repetidora em Laguna, no canal 26 UHF.[7][8][9] A emissora completou cinco anos, iniciando testes para transmissão em alta definição.

Em 2012, equipamentos foram comprados e as antenas da repetidora, montada no Morro da Glória em Laguna, em maio de 2012, os testes foram concluídos, e em julho, a repetidora começou a transmitir o sinal da emissora, o sinal da emissora alcança 16 municípios.

Programação[editar | editar código-fonte]

Atualmente, a emissora conta com mais de 30 programas diferentes em sua grade de programação. São mais de 12 horas diárias de atrações locais, a maior parte composta por produções ao vivo.

Jornalismo[editar | editar código-fonte]

A Unisul TV conta com três telejornais, todos exibidos ao vivo, de segunda a sexta-feira: “Câmera Aberta Meio-Dia”, sob o comando de Marcos Madeira, "Câmera Aberta Noite", na apresentação da jornalista Aline Araújo, e o "Cidade na TV", às 23 horas, produzido por todos os jornalistas da emissora, formados na própria Unisul.

A equipe original foi apresentada formalmente na cerimônia do dia 19 de setembro de 2006. Eram os jornalistas: Edivaldo Dondossola, Eliane Gonçalves, Fábio Cadorin, Juliana Zumblick, Michelli Elias e Ricardo Dias. Na época, a redação era chefiada pelo jornalista Ildo Silva da Silva. Em 2009, Rafael Matos assumiu a direção de jornalismo da casa porque Silva fora promovido ao cargo de diretor-geral da emissora.

tEm 2011, Rafael Matos deixou a chefia de redação, para atuar na assessoria de comunicação da universidade, e o jornalismo da casa voltou a ser comandado pelo diretor-geral da emissora, Ildo Silva. Em 2014, Matos volta novamente a assumir a chefia de redação da emissora. Em 2018, Rafael Matos se desliga da emissora.

Atualmente, a equipe conta com dois editores-chefes: Marcos Madeira (CA Meio-Dia), Aline Araújo (CA Noite), três repórteres: Edivelton da Rosa, Maria Júlia Goulart, Thiago Pereira, além de Estagiários, que cursam na universidade que também ajudam na produção de matérias.

Jornalistas[editar | editar código-fonte]

  • Maria Júlia Goulart
  • Edivelton da Rosa
  • Thiago Pereira
  • Marcos Madeira
  • Aline Araújo

Antigos funcionários[editar | editar código-fonte]

  • Edivaldo Dondossola
  • Eliane Gonçalves
  • Fábio Cadorin
  • Guilherme Corrêa
  • Juliana Zumblick
  • Marco Antonio Mendes
  • Michelli Elias
  • Vivian Sipriano
  • Ricardo Dias
  • Marcos Dalmoro
  • Elsie Cademartori
  • Angélica Mendes
  • Magda Martins
  • Manuela Veiga

Referências

  1. a b c d Fábio Bittencourt Cadorin (2011). Exame de processos de representação da Identidade Cultural de Tubarão em reportagem do telejornal "Câmera Aberta - 2ª Edição, veiculadas pela Unisul TV" (Tese). Unisul - Universidade do Sul de Santa Catarina. Consultado em 11 de janeiro de 2014 
  2. Luís Claudio Joaquim Abreu. «09 - De Porto Alegre para Florianópolis: A Chegada da Televisão em Laguna». Blog As Mil e Uma Histórias de Laguna. Consultado em 12 de janeiro de 2014 
  3. César do Canto Machado. «Tubarão - Pioneirismo na TV em Santa Catarina». Jornal Notícias do Sul - NOTISUL. Consultado em 12 de janeiro de 2014 
  4. Silva, Ildo Silva da (2011). (entrevista). Entrevista com Fábio Bittencourt Cadorin. Fábio Bittencourt Cadorin. Tubarão  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  5. a b Micheline Zim. «Unisul TV será lançada oficialmente hoje em TB». Associação das Donas de Casas, dos Consumidores e da Cidadania de Tubarão. Consultado em 1 de setembro de 2013  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Unisul TV será lançada oficialmente hoje em TB" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  6. Nei Manique. «Portaria autoriza retorno da TV Unisul». Portal Engeplus Telecom. Consultado em 1 de setembro de 2013 
  7. Nei Manique. «Unisul TV amplia sinal na Amurel». Portal Engeplus Telecom. Consultado em 1 de setembro de 2013 
  8. Dillermando Dias. «Unisul TV vai ampliar cobertura no sul de SC». SulBrTV - Sul Brasil Televisão. Consultado em 12 de janeiro de 2014 
  9. «Unisul TV expande a área de cobertura». Jornal Notícias do Sul - NOTISUL. Consultado em 12 de janeiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. O Canal 4 VHF hoje é usado pela Unisul TV

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
TV Educativa do Rio de Janeiro (repetidora)
Canal 4 VHF de Tubarão
1994 a 2006
Sucedido por
Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.