Vigilância global

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Vigilância global refere-se à prática de espionagem e vigilância globalizada ou seja, além das fronteiras internacionais. Um sistema de sistema global de vigilância massiva, tem a capacidade de intromissão em comunicações eletrônicas em todo o mundo.[1][2]

Em junho de 2013, revelações de um sistema de vigilância global pelos Estados Unidos, através da sua agência de segurança NSA, receberam atenção do público a nível mundial. As revelações[3] se baseiam em documentos confidenciais expostos pelo americano Edward Snowden,[4][5] e mostram em detalhes as atividades de vigilância da NSA e sobre os programas que ate então eram desconhecidos do público mas que têm grandes implicações na privacidade de indivíduos ao redor do mundo.(Para revelações de vigilância global anteriores a 2013, incluindo o Echelon, ver Revelações da Vigilância global (1970–2013)[6][7]

Na ocasião, junho de 2013, se tornou conhecimento mundial o fato de que os Estados Unidos vêm operando sistemas de monitoramento e vigilância das comunicações eletrônicas em todo o mundo. Os programas de vigilância global têm vários objetivos e capacidades, entre elas a de interceptar comunicações por e-mail, voz, vídeo, fax-símile e qualquer outro meio de comunicação em qualquer parte do mundo.[8]

A montagem do sistema de vigilância global coincide com a construção da hegemonia norte-americana a partir da segunda metade do século XX. Com a perda do poderio econômico estadunidense, a CIA e a NSA, passaram também a espionar empresas estrangeiras[9] e a repassar informações privilegiadas obtidas pelo Echelon às corporações americanas e aos aliados no monitoramento global, os membros do grupo chamado Cinco Olhos ou Five Eyes, a saber: Reino Unido, Irlanda, Austrália, Canadá e Alemanha, que e um sistema geopolítico de espionagem eletrônica dos EUA, controlado pela NSA.[10]

Referências

  1. Documentos da NSA files decodificados: As revelações de Edward Snowden explicadas (em inglês) como a vigilância global afeta sua vida- vigilância global explicada | World news | theguardian.com
  2. Webb, Maureen (2007). Illusions of Security: Global Surveillance and Democracy in the Post-9/11 World 1. ed. ed. San Francisco: City Lights Books. ISBN 0872864766 
  3. «NSA violou normas e lei de espionagem milhares de vezes»  Espionagem dos Estados Unidos:Cronologia- VEJA - 16 de agosto de 2013
  4. Snowden gains support from protesters in Hong Kong - video | World news | theguardian.com
  5. Edward Snowden is a 'traitor' and possible spy for China – Dick Cheney | World news | theguardian.com
  6. «Brasil sabe desde 2001 que os EUA espionam internet». Folha de S. Paulo. 11 de julho de 2013. Consultado em 21 de março de 2014 
  7. Barton Gellman (24 de dezembro de 2013). «Edward Snowden, after months of NSA revelations, diz que sua missao foi bem sucedida». The Washington Post. Consultado em 17 de março de 2014 
  8. «Entenda o caso de Edward Snowden, que revelou espionagem dos EUA». G1. 2 de julho de 2013. Consultado em 14 de março de 2014 
  9. «As origens da espionagem». CartaCapital. 11 de dezembro de 2013. Consultado em 21 de março de 2014 
  10. «Os "Cinco Olhos" e os cegos». Carta Capital. 11 de novembro de 2013. Consultado em 17 de março de 2014 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre espionagem é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre relações internacionais, diplomacia ou sobre um diplomata é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.