Communications Security Establishment Canada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Communications Security Establishment (CSEC ) (Em Português: Serviço de Segurança de Comunicações Canadense.) é a agência de criptologia do Governo Canadense. Administrado pelo Departamento de Defesa Nacional, do Canadá, é responsável pela coleta de sinais eletrônicos ou (SIGINT).[1][2][3][4]

CSEC tem a responsabilidade de proteger do redes electrónicas de informação e de comunicação do governo canadense. É considerada a agência de espionagem mais secreta do Canadá e poucos têm conhecimento da sua existência. Seu orçamento atinge milhões de dólares a cada ano.[5]

Os serviços secretos canadenses trabalham em conjunto com a CIA e NSA como membros parte do Five Eyes ou Cinco Olhos,[6] como é conhecido o acordo.[7][8]

Localização[editar | editar código-fonte]

Sede em Ottawa,Canada, a ser mudada em 2015

Seu quartel general está localizado em Ottawa, Ontário, Canadá.

Operação[editar | editar código-fonte]

CSEC é o equivalente canadense do NSA americana e opera em conjunto com a NSA em inúmeras atividades secretas.[9][10][11][12]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Em 2013, associações canadenses de grupos defensores de liberdades civis lançaram uma campanha dirigida contra a falta de transparência do governo nas questões relacionadas com a agência, exigindo mais informações sobre o papel das agencias canadenses nos programas de Vigilância Global da NSA americana, revelados por Edward Snowden em 2013.

Outras críticas tem surgido em torno dos custos de construção da nova sede da agência em Ottawa Ontário Canadá. O projeto está previsto para custar mais de 1,1 bilhões dólares canadense, tornando-se o prédio do governo mais caro da história canadense.[13]

Mais recentemente, foi revelado que Canadian Security Intelligence Service (CSIS), com a cooperação do Communications Security Establishment (CSEC ), forneceu informações falsas aos Tribunais Canadenses para obter autorização para vigilância de cidadãos canadenses.O Juiz Juiz Richard Mosley, afirmou: "Esta foi uma violação do dever de sinceridade devido pelo serviço e seus consultores ao tribunal ".[14]

Em 31 de janeiro de 2014, a imprensa revelou que o Communications Security Establishment of Canada (CSEC), que trabalha com laços estreitos com a NSA, coletou milhares de dados de pessoas passando por aeroportos canadenses. Uma das apresentações reveladas por Edward Snowden, mostra detalhes de como o Canadá, parte dos Cinco Olhos, espiona no mundo.[10][11][12]

Em 21 de março de 2014, jornal Le Monde publicou os slides de uma apresentação interna do Communications Security Establishment of Canada (CSEC), que atribuiu um software malicioso à inteligência francesa. A apresentação CSEC concluiu que a lista de vítimas de malware era condizente com as prioridades de inteligência franceses e encontrou uma referência cultural francesa no código do malware, incluindo o nome de Babar, um popular personagem infantil francês, e o nome developer "Titi".[15][16]

Violando a Criptologia da Internet[editar | editar código-fonte]

A colaboração de CSEC com a NSA para violar a criptologia da Internet foi exposta em novembro de 2013, através de documentos revelados por Edward Snowden.[17][18][19]

Espionagem do Brasil[editar | editar código-fonte]

A revelação de que CSEC tem feito uso de embaixadas canadenses no exterior para operações de espionagem eletrônica em conjunto com os Estados Unidos foi publicada pelo The Guardian em 6 de junho de 2013. Foi divulgado que através de CSEC o Canada vem espionando no Brasil[20] em assuntos relacionados aos interesses econômicos principalmente americanos.[21]

As recentes revelações de Edward Snowden,[22] mostram que no caso da espionagem no BrasilO Senado Federal Brasileiro abriu investigação cujo foco do colegiado são as denúncias de que os Estados Unidos também fazem espionagem econômica e empresarial. A CPI cogita, inclusive, pedir ao governo russo para trocar informações com o técnico americano Edward Snowden, responsável pelos vazamentos da espionagem, e refugiado naquele país., o Serviço Canadense de Inteligência de Segurança (CSIS), o equivalente a CIA americana e o Communications Security Establishment (CSES),[7] o equivalente canadense da NSA americana, foram participantes ativos na espionagem incluindo no caso da espionagem da Petrobrás.[23] e do Ministério das Minas e Energia[24][25]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Cinco olhos, todos em você - 09/07/2013 - Clóvis Rossi - Colunistas - Folha de S.Paulo». www1.folha.uol.com.br 
  2. «Os "Cinco Olhos" e os cegos — CartaCapital». www.cartacapital.com.br 
  3. cse-cst.gc.ca: «Information Kit». www.cse-cst.gc.ca 
  4. The Globe and Mail: «Canadian embassies eavesdrop, leak says - The Globe and Mail». www.theglobeandmail.com 
  5. «Communications Security Establishment - Canada's national cryptologic agency». www.cse-cst.gc.ca 
  6. «Os "Cinco Olhos" e os cegos». Carta Capital. 11 de novembro de 2013. Consultado em 17 de março de 2014 
  7. a b New York Times: «Canada's Security Agency Accused of Spying on Canadians - New York Times». www.nytimes.com 
  8. The Globe and Mail: «'Five Eyes' intelligence-sharing program threatens Canadians abroad, watchdog warns - The Globe and Mail». www.theglobeandmail.com 
  9. The Globe and Mail: «Keeping an eye on Canada's spies - The Globe and Mail». www.theglobeandmail.com 
  10. a b Video: Como a agencia de espionagem do Canada monitora sua vida? (How does Canada's spy agency monitor your life?) The Globe and Mail - 27 de fevereiro de 2014.
  11. a b Snowden leaks: Canada 'spied on airport travellers' BBC News - 31 de janeiro de 2014
  12. a b CSEC used airport Wi-Fi to track Canadian travellers: Edward Snowden documents CBC - 30 de janeiro de 2014
  13. «top -secret bilhões de dólares espião palácio de Dentro Canadá». CBC News. 8 de outubro de 2013 
  14. «CSIS pediu a agências estrangeiras para espionar canadenses e omitiu informacao da Justicao, juiz diz por Ian MacLeod». Ottawa Citizen. 29 de outubro de 2013 
  15. Alvo da espeionagem francesa: Canada (French spy software targeted Canada) The Globe and Mail 21 de março de 2014
  16. Canadenses vão à caça de "Babar" (Quand les Canadiens partent en chasse de Babar. Le Monde 21 de março de 2014
  17. The strange connection between the NSA and an Ontario tech firm A estranha conexão da NSA com a empresa de tecnologia de Ontário (em inglês)- The Globe and Mail - 20 de janeiro de 2014
  18. CSEC Handed Over Control Of Encryption Standards To NSA: Report Communications Security Establishment Canada deu controle de criptologia para a NSA (em inglês) - The Huffington Post - 9 de novembro de 2013
  19. Revelações de Snowden põem fórmula de segurança digital em xeque Jornal O Globo - 20 de setembro de 2013
  20. «Ministério de Minas e Energia foi alvo de espionagem do Canadá». G1. 6 de outubro de 2013. Consultado em 14 de março de 2014 
  21. «CPI vai investigar espionagem empresarial e tentará falar com Snowden». Valor Econômico. 9 de setembro de 2013. Consultado em 14 de março de 2014 
  22. The Americas Blog: «Greenwald Testifies to Brazilian Senate about NSA Espionage Targeting Brazil and Latin America The Americas Blog». www.cepr.net 
  23. «Petrobras também foi espionada pelos EUA». CartaCapital. 9 de setembro de 2013. Consultado em 14 de março de 2014 
  24. «Ministério de Minas e Energia foi alvo de espionagem do Canadá». Fantástico. 6 de outubro de 2013. Consultado em 14 de março de 2014 
  25. «Espionagem mira recursos naturais, diz Celso Amorim Não é à toa que a Petrobrás e o nosso Ministério das Minas e Energia foram alvo de espionagem digital, afirmou o ministro». O Estado de S. Paulo. 24 de fevereiro de 2014. Consultado em 14 de março de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]