Santa Cruz (voivodia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Voivodia de Santa Cruz)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Voivodia de Santa Cruz
Województwo świętokrzyskie
Brasão Bandeira de Voivodia de Santa Cruz Województwo świętokrzyskie
Voivodia de Santa Cruz Województwo świętokrzyskie no mapa da Polônia
Capital
habitantes
Kielce
195 266 (2019)[1]
Voivoda Zbigniew Koniusz
Marechal Andrzej Bętkowski
Área 11 710,50 km²
População 1 241 546[2] hab.
(31 de dezembro de 2018)
Densidade pop 106 hab/km²
Urbanização 44,9%
Matrículas T
TERYT: 26 ISO: PL-SK
Voivodia de Santa Cruz Województwo świętokrzyskie
Condados urbanos 1
rurais 13
Comunas urbanas 5
urbana-rurais 38
rurais 59

al. IX Wieków Kielc 3
25-516 Kielce

Site Oficial


Voivodia de Santa Cruz (em polonês/polaco: województwo świętokrzyskie) é uma unidade da divisão administrativa da Polônia e uma das 16 voivodias criadas em 1999. Está localizada na parte sul da Polônia central. Cobre uma área de 11 710,50 km² e tem 1,24 milhão de habitantes.[2] Abrange aproximadamente a maior parte da área da antiga voivodia de Kielce, parte da de Tarnobrzeg (condados de Opatów, Sandomierz e Staszów) e partes das voivodias de Radom, Piotrków e Częstochowa.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localização administrativa[editar | editar código-fonte]

A voivodia está localizada no sudeste da Polônia e faz fronteira com as seguintes voivodias:

Localização geográfica física[editar | editar código-fonte]

Mapa físico da voivodia

A voivodia de Santa Cruz está localizada na parte sudeste da Polônia. Abrange uma área de 11 710,50 km²,[3] que constitui 3,7% da área da Polônia. Em termos de tamanho, pertence às menores voivodias do país e ocupa a 15.ª posição um pouco antes da voivodia de Opole. Parte das fronteiras da voivodia é natural. No leste e sudeste, elas são marcados pelo rio Vístula e no oeste pelo rio Pilica. Quase toda a região está localizada na margem esquerda da bacia do rio Vístula. Encontra-se no planalto da Pequena Polônia, na área que cobre o planalto de Kielce, a depressão de Nidziańska e a parte oriental do planalto de Przedborska. A área da voivodia é altamente diversificada em termos da forma da superfície e está na faixa de altura de 143,0 m a.n.m. até 612,0 m a.n.m. O elemento morfológico mais importante são as Montanhas Świętokrzyskie, com seu pico mais alto, Łysica. Segundo dados de 31 de dezembro de 2012 da voivodia. As florestas Świętokrzyskie cobriam uma área de 328,2 mil ha, que constituía 28,0% de sua área. 7,1 mil ha de florestas estavam dentro de parques nacionais.[4]

Localização histórica[editar | editar código-fonte]

Voivodias de 1975 a 1998 com a fronteira da atual voivodia de Santa Cruz

O historiador Jerzy Szczepański chamou a atenção para o fato de que, ao criar a voivodia de Santa Cruz, "os argumentos históricos não tiveram nenhum papel". Como razão desse estado de coisas, ele mencionou "pouco conhecimento do passado da região, cujo componente importante era a existência de um dos maiores distritos industriais da Polônia - o antigo distrito industrial polonês".[5]

A região de Santa Cruz é entendida como a área entre os rios Vístula, Pilica e Nida. Estava dentro da voivodia de Kielce existente até 1975.[5]

Topografia[editar | editar código-fonte]

Formações rochosas no cume da Bukowa Góra (Montanhas Świętokrzyskie)

No sentido norte-sul, a voivodia se estende por 128 km, ou seja, 1°09′25″. No sentido leste-oeste, a extensão da voivodia é de 151 km, o que na dimensão angular dá 2°09′53″.

Coordenadas geográficas dos pontos extremos:

O ponto mais alto é o cume da montanha Łysica na comuna de Bodzentyn - 611,8 m a.n.m., o mais baixo - o vale do Vístula na comuna de Tarłów (127,5 m a.n.m.). A cidade mais alta da voivodia de Santa Cruz é Huta Szklana (462,1 m a.n.m.) na comuna de Bieliny, enquanto que a mais baixa é a cidade de Ostrów (128 m a.n.m.) na comuna de Tarłów.

Recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

Parte das fronteiras da voivodia é natural - no sudeste e leste é marcada pelo rio Vístula, no oeste pelo Pilica. Quase toda a região (exceto um dos distritos de Sandomierz) está localizada na parte esquerda da bacia do Vístula.

Os seguintes rios correm por Santa Cruz: o Vístula (alto e médio), Pilica, Nida, Nidzica, Lubrzanka, Kamienna, Czarna Włoszczowska, Czarna Konecka, Czarna Staszowska, Wschodnia e muitos riachos.

Clima[editar | editar código-fonte]

Um elemento característico da voivodia são as montanhas Świętokrzyskie, que constituem o centro do planalto de Kielce. As montanhas influenciam o clima da região, exacerbando-o. A temperatura média anual é 5,7 °C em Łysica a 8,2 °C na região de Sandomierz. A diferença de temperatura é significativa, no verão atinge 32-33 °C, no inverno diminui até –35 °C. As regiões mais quentes são Niecka Nidziańska e vale de Sandomierz.

A precipitação média anual é de 602,8 mm, dependendo fortemente do terreno. Em Sogory, atingem 840 mm, enquanto que a parte oriental do vale de Niedzia Nidziańska e Sandomierz cai 550 mm. Ventos do oeste com uma velocidade de 3 m/s prevalecem na voivodia. Os ventos leste e sudeste são menos frequentes.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Segundo dados de 31 de dezembro de 2018, a voivodia tinha 1 241 546 habitantes[2].

Descrição Total Mulheres Homens
unidade habitantes % habitantes % habitantes %
população 1 241 546 100 636 205 51 605 341 49
superfície 11 710,50 km²
densidade populacional
(hab./km²)
106 54 52
  • Pirâmide etária para os habitantes de Santa Cruz em 2014.[6]


Piramida wieku Swietokrzyskie.png

Religião[editar | editar código-fonte]

Existem três metrópoles católicas na voivodia de Santa Cruz: Częstochowa, Lublin e Cracóvia. A diocese de Cracóvia-Częstochowa pertence a Igreja Católica Polonesa. Existem também duas paróquias da Igreja Ortodoxa Autocéfala da Polônia. O protestantismo é representado pela Igreja Evangélica de Augsburgo, Igreja Evangélica Metodista, Igreja Batista, Igreja Evangélica, Igreja Cristã, Igreja Pentecostal, Igreja dos Cristãos da Fé Evangélica, Igreja Adventista do Sétimo Dia, Igreja Cristã do Cenáculo e Aliança. Na voivodia de Santa Cruz, também existem as Testemunhas de Jeová, a Associação Budista do Caminho Diamante da Linha Karma Kagyu, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e a piedosa Associação Gontyna.

Divisão administrativa[editar | editar código-fonte]

A voivodia é composta por 13 condados e uma cidade com direitos de condado, Kielce. Existem 102 comunas nos condados, incluindo 5 comunas urbanas (Kielce, Ostrowiec Świętokrzyski, Starachowice, Skarżysko-Kamienna e Sandomierz), 38 comunas urbano-rurais e 59 comunas rurais.

Existem 43 cidades na voivodia.

Sede do gabinete da voivodia de Santa Cruz em Kielce em 2006
Kielce e condados - comparação
Brasão Condados / cidade com direitos de condado População
(31 de dezembro de 2018)
Área
[km²][3]
Densidade populacional
(hab./km²)
POL Kielce COA.svg Kielce 195 774 109,65 1 793
POL powiat Busko COA.svg Busko 72 058 968,00 75,3
POL powiat jędrzejowski COA.svg Jędrzejów 86 076 1 256,96 69,2
POL powiat kazimierski COA 1.svg Kazimierza 33 851 422,18 81,3
POL powiat kielecki COA.svg Kielce 210 694 2 246,07 93,0
POL powiat konecki CoA.svg Końskie 80 648 1 139,72 72,0
POL powiat opatowski COA.svg Opatów 52 577 910,90 58,8
POL powiat ostrowiecki COA.svg Ostrowiec 110 127 616,78 181,6
POL powiat pińczowski COA.svg Pińczów 39 271 612,85 65,1
POL powiat sandomierski COA.svg Sandomierz 77 773 675,89 117,0
POL powiat skarżyski COA.svg Skarżysko 74 817 395,43 193,9
POL powiat starachowicki COA.svg Starachowice 90 377 523,41 175,4
POL powiat staszowski COA.svg Staszów 72 167 924,80 78,8
POL powiat włoszczowski COA.svg Włoszczowa 45 336 907,86 50,4

Urbanização[editar | editar código-fonte]

Existem 43 cidades na voivodia de Santa Cruz, incluindo uma cidade com direitos de condado. As cidades estão classificadas de acordo com o número de habitantes em ordem decrescente. As cidades condados estão marcadas em negrito. Dados fornecidos em 1 de janeiro de 2019.[2]

Em 1 de janeiro de 2015, os direitos de cidade foram concedidos à cidade de Stopnica no condado de Busko-Zdrój,[7] em 1 de janeiro de 2017 à cidade de Morawica no condado de Kielce e em 1 de janeiro de 2018 foram concedidos direitos às cidades: Łagów no condado de Kielce, Radoszyce no condado de Końskie e Wiślica no condado de Busko-Zdrój. Por sua vez, em 2019, as seguintes cidades recuperaram os direitos de cidade: Nowa Słupia, Pierzchnica, Szydłów, Nowy Korczyn, Oleśnica, Opatowiec, Pacanów.

Dworzec PKS Kościół Kielce.jpg
Kielce
Ostrowiec kosciol 20071008 0908.jpg
Ostrowiec Świętokrzyski
Ulica Kościelna, widok na kościół Św. Trójcy.JPG
Starachowice
Skarzysko kamienna milica.jpg
Skarżysko-Kamienna
20130702 Sandomierz ratusz 0842.jpg
Sandomierz
Końskie zachodnie skrzydło pałacowe biblioteka 2014 09 05 by Jacmu.jpg
Końskie
Park zdrojowy Busko Zdroj.jpg
Busko-Zdrój
Archiopactwo cystersów w Jędrzejowie.JPG
Jędrzejów
Staszów Rynek Ratusz strona wschodnia 2.jpg
Staszów
JKRUK 20090428 PIŃCZÓW PANORAMA KOŚCIÓŁ RYNEK NIDA IMG 5909 H1000.jpg
Pińczów
Brasão Cidade Condado População
(1 de janeiro de 2019)
Área
[km²]
Densidade populacional
[hab./km²]
POL Kielce COA.svg Kielce com direitos de condado 195 774 109,65 1785
POL Ostrowiec Świętokrzyski COA.svg Ostrowiec Świętokrzyski Ostrowiec 69 051 46,43 1497
Starachowice herb.svg Starachowice Starachowice 48 965 31,82 1539
Skarzysko kamienna herb.svg Skarżysko-Kamienna Skarżysko 45 358 64,39 704
POL Sandomierz COA.svg Sandomierz Sandomierz 23 644 28,69 824
POL Konskie COA PioM.svg Końskie Końskie 19 330 17,70 1092
POL Busko-Zdrój COA.svg Busko-Zdrój Busko-Zdrój 15 952 12,28 1299
Gmina Jędrzejów herb.svg Jędrzejów Jędrzejów 15 149 11,37 1332
Staszow herb.svg Staszów Staszów 14 810 26,88 551
POL Pińczów COA.svg Pińczów Pińczów 10 844 14,33 757
POL gmina Włoszczowa COA.svg Włoszczowa Włoszczowa 10 043 30,30 331
POL Suchedniów COA.svg Suchedniów Skarżysko 8 379 59,40 141
POL Połaniec COA.svg Połaniec Staszów 8 120 17,41 466
POL Opatów COA.svg Opatów Opatów 6 496 9,36 694
POL Sędziszów COA.svg Sędziszów Jędrzejów 6 484 7,92 819
POL Stąporków COA.svg Stąporków Końskie 5 679 10,94 519
POL Kazimierza Wielka COA.svg Kazimierza Wielka Kazimierza 5 579 5,33 1047
POL gmina Ożarów COA.svg Ożarów Opatów 4 599 7,79 590
Gmina checiny herb.svg Chęciny Kielce 4 445 14,13 315
POL Małogoszcz COA.svg Małogoszcz Jędrzejów 3 769 9,68 389
Gmina chmielnik herb.svg Chmielnik Kielce 3 703 7,80 475
POL gmina Radoszyce COA.svg Radoszyce Końskie 3 167 17,16 185
POL Ćmielów COA.svg Ćmielów Ostrowiec 3 024 13,34 227
POL Kunów COA.svg Kunów Ostrowiec 2 979 7,26 410
Gmina daleszyce herb.svg Daleszyce Kielce 2 907 15,50 188
POL Wąchock COA.svg Wąchock Starachowice 2 764 16,02 173
POL gmina Koprzywnica COA.svg Koprzywnica Sandomierz 2 488 17,90 139
Gmina bodzentyn herb.svg Bodzentyn Kielce 2 240 8,65 259
POL Osiek COA.svg Osiek Staszów 2 015 17,43 116
Gmina klimontow herb.svg Klimontów Sandomierz 2 000 99,24
Gmina olesnica sw herb.svg Oleśnica Staszów 1 848 10,04 184
POL Zawichost COA.svg Zawichost Sandomierz 1 776 20,29 88
POL gmina Morawica COA.svg Morawica Kielce 1 695 4,38 387
POL gmina Łagów (powiat kielecki) COA.svg Łagów Kielce 1 587 8,21 193
POL gmina Stopnica COA.svg Stopnica Busko-Zdrój 1 425 4,55 313
Gmina nowa slupia herb.svg Nowa Słupia Kielce 1 361 13,97 97
POL Skalbmierz COA.svg Skalbmierz Kazimierza 1 289 7,13 181
Gmina pierzchnica herb.svg Pierzchnica Kielce 1 152 6,93 166
POL Pacanów COA.png Pacanów Busko-Zdrój 1 117 7,13 157
POL gmina Szydłów COA.svg Szydłów Staszów 1 106 16,21 68
Gmina nowy korczyn herb.png Nowy Korczyn Busko-Zdrój 955 7,52 127
POL Działoszyce COA.svg Działoszyce Pińczów 908 1,92 473
Herb wislica nowy.png Wiślica Busko-Zdrój 515 4,70 110
POL gmina Opatowiec COA.svg Opatowiec Kazimierza 329 5,47 60
556 952 669,04 832

Proteção da natureza[editar | editar código-fonte]

As formas de proteção da natureza na voivodia de Santa Cruz.

Lysa Gora goloborze 3914 20080703.jpg
Parque Nacional Świętokrzyski
Polska ŚwiętokrzyskiPN 008.jpg
Vista parcial da floresta Jodłowa
POL Bodzechów, Lisiny Bodzechowskie.jpg
Reserva Natural Lisiny Bodzechowskie
  • 9 parques paisagísticos
    • Parque paisagístico de Suchedniowsko-Oblęgorski
    • Parque paisagístico de Cisowsko-Orłowiński
    • Parque paisagístico Jeleniowska
    • Parque paisagístico Sieradowice
    • Parque paisagístico de Nadnidziański
    • Parque paisagístico Szaniec
    • Parque paisagístico de Kozubowski
    • Parque paisagístico Chęciny-Kielce
    • Parque paisagístico Przedbórz
  • 11 parques naturais
    • Parque natural de Kielce
    • Parque natural de Konecko-Łopuszniański
    • Parque natural do vale do Kamienna
    • Parque natural de Podkielecki
    • Parque natural Wloszczowsko-Jędrzejowski
    • Parque natural de Chmielnicko-Szydłowski
    • Parque natural Solecko-Pacanowski
    • Parque natural Miechowsko-Działoszycki
    • Parque natural de Koszycko-Opatowiecki
    • Parque natural Jeleniowsko-Staszowski
    • Parque natural de Przysusko-Szydłowiecki
  • 67 reservas naturais
  • 701 monumentos naturais
  • 8 complexos de natureza e paisagem
  • 83 áreas de uso ecológico

Turismo[editar | editar código-fonte]

Goloborze, gory swietokrzyskie.jpg
Montanhas Świętokrzyskie
Swiety Krzyz klasztor 3963 20080703.jpg
Basílica da Santa Cruz
Bałtów Park Jurajski 001.jpg
Parque Jurássico de Bałtów

A voivodia de Santa Cruz está se tornando cada vez mais popular entre os turistas, em 2013 foi visitada por 3,5 milhões de visitantes.[8]

As atrações turísticas mais conhecidas da região incluem:

  • Montanhas Świętokrzyskie
  • Basílica da Santa Cruz
  • Parque Jurássico de Bałtów
  • Paisagens de Sandomierz
  • Castelo Real de Chęciny
  • Reserva Natural Jaskinia Raj
  • Mina de sílex listrada neolítica em Krzemionki, perto de Ostrowiec Świętokrzyski
  • Museu da vila de Kielce com o parque etnográfico em Tokarnia
  • Ruínas do castelo Krzyżtopór em Ujazd
  • Castelo em Szydłów
  • Palácio dos Bispos de Cracóvia em Kielce
  • Museu Henryk Sienkiewicz em Oblęgorek
  • Balneários em Busko-Zdrój e Solec-Zdrój
  • Santuário em Kałków
  • Santuário de Nossa Senhora do Portão do Amanhecer em Skarżysko Kamienna
  • Museu da Águia branca em Skarżysko Kamienna
  • Museu da Natureza e Tecnologia em Starachowice
  • Igreja de São João Batista em Skalbmierz

Ensino superior[editar | editar código-fonte]

Uniwersytet Jana Kochanowskiego w Kielcach.JPG
Reitoria da Universidade Jan Kochanowski em Kielce
Politechnika swietokrzyska biblioteka.jpg
Reitoria e biblioteca principal da Universidade de Tecnologia de Kielce
Ostrowiec WSBiP 20071008 1038.jpg
Universidade de Negócios e Empreendedorismo em Ostrowiec Świętokrzyski

Existem duas universidades públicas em Kielce:

  • Universidade Jan Kochanowski, na qual, em 30 de novembro de 2012, 16 328 pessoas estudaram.[9] Na Classificação das Universidades Acadêmicas de 2014, elaborada pela revista mensal "Perspektywy" e pelo diário "Rzeczpospolita", a universidade foi classificada na posição 51-60.[10]
  • Universidade de Tecnologia de Kielce, onde em 30 de novembro de 2012 havia 10 126 estudantes.[9] Na Classificação das Universidades Acadêmicas de 2014, elaborada pela revista mensal "Perspektywy" e pelo diário "Rzeczpospolita", a universidade foi classificada na posição 51-60.[10]

Existem 12 universidades particulares na voivodia de Santa Cruz, incluindo 9 em Kielce:[11]

  • Antigo Colégio Polonês em Kielce
  • Faculdade Świętokrzyska em Kielce
  • Universidade Świętokrzyska em Kielce
  • Universidade de Administração Pública de Kielce
  • Universidade de Negócios e Empreendedorismo em Ostrowiec Świętokrzyski
  • Universidade de Economia, Direito e Ciências Médicas prof. Edward Lipiński em Kielce
  • Escola Superior de Comércio Bolesław Markowski em Kielce
  • Faculdade de Ciências Humanas e Ciências Naturais Studium Generale Sandomiriense em Sandomierz
  • Universidade de Tecnologia da Informação e Telecomunicações em Kielce
  • Universidade de Telecomunicações e Ciência da Computação em Kielce
  • Faculdade de Habilidades Stanisław Staszic em Kielce
  • Faculdade de Habilidades Profissionais em Pińczów

Existem também dois seminários principais:

  • Seminário Teológico Superior em Kielce
  • Seminário Teológico Superior em Sandomierz

Economia[editar | editar código-fonte]

Siedziba kolporter s.a..JPG
Sede da Kolporter em Kielce
Elektrownia Polaniec 20080612.jpg
Central elétrica de Połaniec
Poland Psary - sat comm station.jpg
Centro de Serviços de Satélite em Psary-Kąty, atualmente desativado
Sędziszów Sefako.JPG
Fábrica de caldeiras Sefako em Sędziszów
Karsy cementownia 20060616 1551.jpg
Fábrica de cimento de Ożarów em Karsy

A voivodia de Santa Cruz é de natureza industrial-agrícola. Existe nela uma divisão clara entre o norte industrial e o sul agrícola. A maioria dos centros urbanos está localizada na área do antigo distrito industrial polonês, concentrando um número significativo de empregos na indústria da voivodia.[12] Os recursos naturais básicos da região são minerais; os depósitos de gipsita estão entre os mais ricos da Europa.[13] Em 2012, a produção de cal em Santa Cruz representou 56,3% da produção do país, enquanto que a produção de agregados minerais - 24,6%.[14] A voivodia também é uma gigante na produção de cimento. Possui três fábricas de cimento (Ożarów, Małogoszcz, Nowiny), onde um quarto do cimento na Polônia é produzido.[15]

Na classificação das 500 maiores empresas polonesas de 2012, elaborado pelo semanário Polityka, havia 14 empresas com sede na voivodia de Santa Cruz, incluindo sete em Kielce. Kolporter Sp. z o.o. S.K.A. (54.º lugar), Celsa Huta Ostrowiec Sp. z o.o. (107.º), Elektrownia Połaniec SA - Grupo GDF Suez Energia Polska (129.º), Rovese SA Capital Group (160.º) e Grupa Polskie Składy Budowlane SA (161.º).[16]

A Zona Econômica Especial de Starachowice, criada em 1997, abrange as áreas de 10 cidades e comunas da voivodia de Santa Cruz. Na sua área existem, entre outros Cersanit II, Fábrica de Caldeiras Sefako e MAN Bus.

Informação estatística[editar | editar código-fonte]

Em 2014, as receitas orçamentárias da voivodia de Santa Cruz foram fixadas em 616,6 milhões de zlótis, as despesas em 686,9 milhões de zlótis e o défice em 70,3 milhões de zlótis.[17] Em 2012, as receitas dos municípios da voivodia de Santa Cruz totalizaram 3,1 bilhões de zlótis, as receitas do orçamento dos condados - 990,3 milhões de zlótis e as receitas do orçamento da única cidade com direitos de condado (Kielce) - 981,6 milhões de zlótis.[18]

Em 2012, o produto interno bruto da voivodia de Santa Cruz totalizou 40,1 bilhões de zlótis, o que representou 2,5% do PIB da Polônia. O produto interno bruto per capita foi de 31,5 mil zlótis (75,0% da média nacional), que colocou Santa Cruz em 12.º lugar no país.[19]

Em 2012, 455,6 mil pessoas trabalhavam na voivodia de Santa Cruz, que constituíam 3,3% de todos os trabalhadores da Polônia; havia 86,7 mil desempregados registrados e a taxa de desemprego era de 16%, sendo 2,6% superior à taxa total de desemprego no país.[18] Nesse período, a remuneração mensal bruta média foi de 3070,29 zlótis (ou seja, 87% da remuneração média na Polônia).[18]

Em 2012, a produção industrial vendida na voivodia de Santa Cruz subiu a 24,1 bilhões de zlótis, o que representou 2% da produção industrial polonesa.[18] As vendas de produção de construção e montagem totalizaram 4,4 bilhões de zlótis, representando 2,6% das vendas deste país.[18] No mesmo período, havia 11 675 lojas na voivodia; havia 109 habitantes por loja, ou seja, um a mais que a média nacional.[18]

Em 2012, as despesas de capital na na voivodia de Santa Cruz totalizaram 6,5 bilhões de zlótis, enquanto que o valor bruto dos ativos fixos - 77,8 bilhões de zlótis.[18] Em 31 de dezembro de 2012, o registro REGON continha 108 068 entidades da economia nacional, incluindo 3347 no setor público.[18]

Nos anos de 2010 a 2012, a porcentagem de pessoas em domicílios com gastos abaixo do limiar de pobreza extrema (mínimo de subsistência) aumentou de 9,5% para 10,5%.[20] Ao mesmo tempo, a porcentagem de pessoas abaixo da linha de pobreza relativa diminuiu - de 26,6% para 24,3%.[20] A percentagem de pessoas que vivem abaixo da linha de pobreza legal na voivodia de Santa Cruz em 2010 foi de 11,9%, em 2011 - 9,2%, em 2012 - 12,2% [20] e em 2016 - 7,5%.[21]

Segurança pública[editar | editar código-fonte]

Existe um centro de notificação de resgate na voivodia de Santa Cruz, localizado em Kielce e que atende chamadas de emergência direcionadas aos números de emergência 112, 997, 998 e 999.[22]

A sede da polícia da voivodia em Kielce está sujeita a: uma sede municipal (em Kielce) e 12 sedes de condados (em todas as cidades).

Existem 17 unidades de resgate e combate a incêndios do Corpo de Bombeiros do Estado - três em Kielce, duas em Ostrowiec Świętokrzyski, uma nas 11 cidades restantes e em Chmielnik. A partir de 2013, 160 bombeiros estavam empregados e o PSP possuía 174 veículos. Além disso, no mesmo período em Santa Cruz, havia 879 bombeiros voluntários (dos quais 199 no Tribunal Nacional) com 4998 bombeiros e 851 veículos.[23]

Em 2013, havia 16 divisões da polícia municipal e quatro ramos da polícia municipal na voivodia. Um total de 262 pessoas estavam empregadas, 218 das quais eram policiais e 44 - empregados em cargos de auxiliares e de serviço.[24] Por exemplo, em 2013 a polícia da cidade de Kielce realizou um total de 14 070 intervenções e registrou 13 247 ofensas. Ela emitiu 9045 multas no total de 792 145 zlótis, dos quais 4889 (54,1%) por 525.000 zlótis (66,3%), em relação a infrações à ordem e segurança na comunicação.[25]

Justiça[editar | editar código-fonte]

Tribunal distrital de Kielce

O único tribunal regional da voivodia está localizado em Kielce. A unidade superior a ele é o Tribunal de apelação de Cracóvia. As unidades subordinadas ao tribunal regional em Kielce são 10 tribunais distritais em: Busko-Zdrój, Jędrzejów, Kielce, Końskie, Opatów (criado em 1 de janeiro de 2015[26]), Ostrowiec Świętokrzyski, Sandomierz e Staszów (criado em 1 de janeiro de 2015[26]), Skarżysko-Kamienna e Starachowice.[27]

Em 1 de janeiro de 2013, foram abolidos cinco tribunais distritais: em Kazimierza Wielka, Opatów, Pińczów, Staszów e Włoszczowa.[28] Em 1 de janeiro de 2015, os tribunais distritais em Opatów e Staszów[26] foram restaurados, e em 1 de julho de 2015 - os tribunais distritais em Pińczów e Włoszczów.[29]

Em 11 de setembro de 2004, o Tribunal Administrativo da Voivodia foi criado em Kielce. Ele iniciou sua jurisprudência em 1 de julho de 2005.[30]

Em 2012, a polícia e a promotoria registraram 31 691 crimes na voivodia em procedimentos preparatórios concluídos (contra 39 944 em 2005).[31] A detectabilidade dos autores de crimes identificados pela Polícia e pelo Ministério Público foi de 77,4% no mesmo período (contra 68,5% em 2005 e 79,9% em 2011).[31] Em 2012, 274 597 casos foram submetidos a tribunais distritais e 22 635 a tribunais de condados.[31] Em 2012, os tribunais comuns sentenciaram legalmente 12 886 adultos (incluindo 12 008 homens; 93,19%) por crimes praticados por processos públicos.[31]

A voivodia possui um centro de detenção em Kielce para homens e mulheres, com capacidade para 1082 lugares,[32] e uma prisão em Pińczów para homens condenados cumprindo pena de prisão pela primeira vez e adolescentes e um centro de detenção para pessoas detidas (destinado a 761 pessoas).[32] Eles estão sujeitos à Inspeção Distrital do Serviço Prisional em Cracóvia.

Transportes[editar | editar código-fonte]

Transporte rodoviário[editar | editar código-fonte]

Rua Opatowska em Ostrowiec Świętokrzyski, trecho da estrada nacional n.º 9 e rota europeia E371

Em 31 de dezembro de 2012, havia 17 170 km de vias públicas na voivodia de Santa Cruz, das quais: 754,3 km de estradas nacionais, 1 076,9 km de estradas da voivodia, 6 191,1 km de estradas dos condados e 9 147,7 km de estradas das comunas.[33] No mesmo período, havia 1 276 pontes e viadutos nas estradas de Santa Cruz (dos quais 1 262 eram permanentes) e seis túneis e passagens subterrâneas.[33]

Existem seis vias expressas nas rodovias da voivodia de Santa Cruz, com um comprimento total de 61,2 km. Consiste em 54,4 km da via expressa S7, cuja construção custou 1,6 bilhão de zlótis e 6,8 km da via expressa S74, no valor de 361 milhões de zlótis. Atualmente, a via expressa S7 conecta Skarżysko-Kamienna a Chęciny (48,6 km, dos quais 22,7 km caem no desvio de Kielce construído em 2010-2013).[34] Em dezembro de 2013, foi inaugurada a S7, o primeiro local de serviço de passageiros na voivodia - Suchedniów Oeste.[35]

A via expressa S7 na voivodia de Santa Cruz deverá ter 103,1 km.[34] Três trechos com um comprimento total de 48,7 km (47%) ainda precisam ser concluídos. Em outubro de 2014, foi realizado a concorrência para a construção do trecho que liga Jędrzejów à fronteira da voivodia,[36] e no mês seguinte - para a rota entre Chęciny e Jędrzejów.[37]

No caso da via expressa S74, um total de 106,9 km (ou seja, 94%) ainda deve ser construído no trecho entre a fronteira da voivodia perto de Ruda Maleniecka e Opatów. Em dezembro de 2014, a documentação necessária relativa ao trecho Opatów-Nisko (voivodia de Subcarpácia) não foi preparada pela filial de Rzeszów da Direção Geral de Estradas e Autoestradas.[34]

O plano de zoneamento adotado em 2014 para a voivodia de Santa Cruz continha uma disposição sobre a reconstrução da estrada nacional n.º 78 (de Chmielnik até a fronteira da voivodia) para uma via expressa. Como justificativa para essa mudança, além de comunicar o aeroporto planejado de Kielce-Obice, restaurando a "antiga rota polonesa" e abrindo a região na direção sudoeste.[38]

Trechos existentes de vias expressas na voivodia de Santa Cruz (por sua vez: trecho, duração, custo, data de construção):

1. Via expressa S7
  • entroncamento rodo-ferroviário em Skarżysko-Kamienna: 2,1 km; 61,4 milhões de zlótis; 2004-2005.[34]
  • trecho Skarżysko-Kamienna-Występa: 16,7 km; 643,5 milhões de zlótis; 2009-2011.[34]
  • trecho Wyspa-Kielce: 7,1 km; 223 milhões de zlótis; 2007-2009.[34]
  • desvio de Kielce (Wiśniówka - Chęciny): 22,7 km; 641,6 milhões de zlótis; 2010-2013.[34]
  • desvio de Jędrzejów: 5,8 km; 50,1 milhões de zlótis; 2003-2005.[34]
2. Via expressa S74
  • Kielce–Cedzyna: 6,8 km; 361 milhões de zlótis; 2009-2011.[34]

A estrada nacional n.º 42 e a estrada nacional n.º 9, que ligam Końskie, Skarżysko-Kamienna, Starachowice e Ostrowiec Świętokrzyski, permanecem estratégicas para o desenvolvimento da parte norte da voivodia de Santa Cruz.

Os serviços de ônibus públicos operam em cinco grandes cidades: Kielce, Ostrowiec Świętokrzyski, Starachowice, Skarżysko-Kamienna e Sandomierz. Nenhuma das cidades da voivodia de Santa Cruz possui uma linha de bonde.

Transporte ferroviário[editar | editar código-fonte]

EN57 na ponte sobre o rio Czarna Nida. Linha ferroviária n.º 73

Em 31 de dezembro de 2013, a voivodia de Santa Cruz possuía 696 km de linhas férreas em operação (15.º lugar no país), dos quais 324 km eram linhas de monotrilho, enquanto 372 km eram de dois ou mais trilhos. 552 km de linhas férreas eram eletrificadas.[39] Comparado a 1999, isto é, a criação da voivodia, o número de quilômetros de linhas férreas em uso diminuiu 56 km (de 752 km).[40]

As principais linhas são: linha n.° 8 Varsóvia-Cracóvia, passando por Skarżysko-Kamienna, Suchedniów, Kielce, Jędrzejów e Sędziszów e linha n.° 61, começando na estação ferroviária de Kielce e passando a oeste por Małogoszcz e Włoszczowa. A parte norte da voivodia é conectada pela linha n.° 25, que atende o tráfego de passageiros no trecho entre Skarżysko-Kamienna e Ostrowiec Świętokrzyski. Em 2016, os trens de passageiros retornarão a Sandomierz durante as férias.

A linha n.° 4 atravessa a parte ocidental da voivodia. Wloszczowa Norte é uma das duas estações nesta linha em que os trens de passageiros param.

O transporte de passageiros na voivodia é organizado pela filial de Santa Cruz da empresa Polregio. Os trens Regio têm a oferta especial "Bilhete Santa Cruz". Existem conexões em quatro trechos: Ostrowiec Świętokrzyski - Skarżysko-Kamienna, Skarżysko-Kamienna - Kielce, Kielce - Żelisławice e Kielce - Klimontów. Eles compreendem um total de 48 estações e paradas de trem.[41]

Não há conexões de passageiros em sete cidades importantes: Sandomierz (24,5 mil habitantes), Końskie (20 mil), Busko-Zdrój (16,5 mil), Staszów (15,5 mil), Pińczów (11 mil), Opatów (6,5 mil) e Kazimierza Wielka (5,5 mil).

Os cruzamentos ferroviários mais importantes para a economia da voivodia de Santa Cruz são: Kielce, Skarżysko-Kamienna e Sędziszów, e também estações relacionadas às indústrias de mineração e processamento: Rykoszyn, Sitkówka Nowiny, Małogoszcz e Ożarów.[42]

Transporte coletivo público[editar | editar código-fonte]

EN96 Elf

A voivodia de Santa Cruz é proprietária de 15 veículos comprados pelo gabinete do marechal.

Série Tipo Números Quantidade Fabricante Usuário Fonte
EN63a Impuls 36WEa 005 ÷ 007, 020 ÷ 022 6 Newag Transporte Regional [43]
ED78 Impuls 029 ÷ 030 2 Newag Transporte Regional [44][45]
EN64 Acatus Plus 40WE 009 1 Pesa Transporte Regional [46]
EN81 308B 003 ÷ 004 2 Pesa Transporte Regional [47]
EN96 Elf 34WE 001 ÷ 004 4 Pesa Transporte Regional [48]

Transporte aéreo[editar | editar código-fonte]

Santa Cruz é uma das três voivodias - além de Opole e Podláquia - a não ter um aeroporto em operação. A sede das autoridades da voivodia de Santa Cruz, Kielce, está localizada entre cinco aeroportos - Varsóvia-Okęcie (aprox. 174 km), Łódź-Lublinek (aprox. 147 km), Cracóvia-Balice (aprox. 127 km), Rzeszów-Jasionka (aprox. 155 km) e Lublin-Świdnik (cerca de 189 km). O aeroporto de Radom-Sadków também foi comissionado (cerca de 82 km), embora, no final de 2014, não aceitasse passageiros.

Helicóptero no aeroporto de Kielce-Masłów (2011)

Em 2006, as autoridades de Kielce decidiram construir um aeroporto Kielce-Obice na divisa de duas comunas - Morawica e Chmielnik. Inicialmente, o governo autônomo da província de Santa Cruz forçou um projeto para construir um aeroporto perto de Kielce, com base no aeroporto esportivo existente em Masłów. Ele renunciou em 2014, indicando áreas em Obice como reservadas às necessidades do aeroporto.[49]

Em 2013, a Direção Geral de Proteção Ambiental anulou a autorização ambiental para a construção do aeroporto da Podláquia. No final do mesmo ano, a promessa emitida pela Autoridade de Aviação Civil para criar o aeroporto expirou. Apesar das dificuldades, o aeroporto planejado foi incluído no plano de desenvolvimento espacial da voivodia de Santa Cruz, adotado em 2014.[38]

O aeroporto de esportes civis Kielce-Masłów, com uma pista de 1 155 m, pode aceitar aviões de até 20 passageiros. As conversações entre as autoridades da voivodia e uma companhia aérea privada sobre o lançamento de conexões regulares terminaram em fracasso.[50]

Administração e política[editar | editar código-fonte]

O edifício do gabinete da voivodia de Santa Cruz em Kielce

Governo autônomo[editar | editar código-fonte]

O corpo legislativo é o Parlamento da voivodia de Santa Cruz, composto por 30 conselheiros,[51] eleitos pelos habitantes da voivodia em 4 distritos eleitorais. O Parlamento elege o órgão executivo da voivodia, que é o conselho da voivodia, composto por 5 membros com seu marechal. A sede do parlamento da voivodia é Kielce.[52]

O conselho de administração da voivodia de Santa Cruz durante no período de 2018-2023:[53]

  • Marechal da voivodia: Andrzej Bętkowski
  • Marechal-adjunto da voivodia: Renata Janik
  • Membros do conselho: Mariusz Gosek, Marek Jońca, Marek Bogusławski

Marechais da voivodia de Santa Cruz:

  • Józef Szczepańczyk (1999–2001)
  • Józef Kwiecień (2001–2002)
  • Franciszek Wołodźko (2002–2006)
  • Adam Jarubas (de 2006 a 2018)
  • Andrzej Bętkowski (a partir de 2018)

Administração governamental[editar | editar código-fonte]

O corpo diretivo é o voivoda, nomeado pelo primeiro-ministro. A sede do voivoda é Kielce.[52]

Voivodas de Santa Cruz:

  • Wojciech Lubawski (1999–2001)
  • Włodzimierz Wójcik (2001–2006)
  • Grzegorz Banaś (2006–2007)
  • Bożentyna Pałka-Koruba (2007-2015)
  • Agata Wojtyszek (2015–2019)
  • Zbigniew Koniusz (a partir de 2019)

Política[editar | editar código-fonte]

Os habitantes da voivodia elegem um total de 16 deputados ao Parlamento na zona eleitoral número 33, o que coincide com as fronteiras da voivodia.[54] Os habitantes elegem três senadores nos distritos eleitorais de um único membro.[55]

Sete deputados são eleitos para o Parlamento Europeu pelo distrito eleitoral n.º 10, que também inclui a voivodia da Pequena Polônia.

Referências

  1. «Banco de Dados Demográficos - Agência Central de Estatística da Polônia». demografia.stat.gov.pl. Consultado em 31 de janeiro de 2020 
  2. a b c d «Status da população em 31 de dezembro de 2018» 
  3. a b GUS. «Área e população em seção territorial em 2014». stat.gov.pl (em polonês). Consultado em 31 de janeiro de 2020 
  4. «Relatório sobre o estado das florestas na Polônia 2012». Lasy Państwowe (em polonês). Consultado em 31 de janeiro de 2020 
  5. a b Jerzy Szczepański, Introdução, em: Świętokrzyski słownik biograficzny, volume 2, 1795–1918, Kielce 2009, páginas 5–7
  6. «Voivodia de Santa Cruz, mapas, cidades, imóveis, Agência Central de Estatística, acomodação, região, acidentes de viação, desemprego, salário, tabelas, educação, demografia, estatísticas, veículos». Polska w liczbach (em polonês). Consultado em 1 de fevereiro de 2020 
  7. «Portaria sobre a fusão de municípios, estabelecendo os limites de certas...». archive.is. 2 de janeiro de 2015. Consultado em 1 de fevereiro de 2020 
  8. «Voivodia de Santa Cruz foi visitada por 3,5 milhões de turistas - Eventos locais». www.portalsamorzadowy.pl (em polonês). Consultado em 1 de fevereiro de 2020 
  9. a b GUS. «Faculdades e suas finanças em 2012». stat.gov.pl (em polonês). Consultado em 1 de fevereiro de 2020 
  10. a b «Classificação das Universidades Acadêmicas 2014». perspektywy.pl. 8 de dezembro de 2014. Consultado em 1 de fevereiro de 2020 
  11. «POLON». polon.nauka.gov.pl. Consultado em 1 de fevereiro de 2020 
  12. Stachowicz, Monika (2012). Inovações nos serviços municipais: o exemplo da voivodia de Santa Cruz (em polonês). [S.l.]: Wydawnictwo Uniwersytetu Jana Kochanowskiego. p. 124. ISBN 978-83-7133-519-8 
  13. Bartosz Jarosiński (2011). Voivodia de Santa Cruz na era das mudanças 1999-2006. Um estudo da política regional (em polonês). Kielce: [s.n.] p. 13 
  14. GUS. «Anuário estatístico da voivodia de Santa Cruz 2013». kielce.stat.gov.pl (em polonês). Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  15. Stowarzyszenie Producentów Cementu
  16. «Voivodia de Santa Cruz - Lista 500 - Polityka.pl». web.archive.org. 8 de dezembro de 2014. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  17. «Orçamento da voivodia de Santa Cruz para 2014» (PDF). 8 de dezembro de 2014 
  18. a b c d e f g h GUS. «Anuário estatístico da voivodia de Santa Cruz em 2013». kielce.stat.gov.pl (em polonês). Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  19. «Agência Central de Estatística da Polônia / Tópicos / Anuários Estatísticos». stat.gov.pl. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  20. a b c «Pobreza na Polônia à luz da pesquisa da GUS» (PDF). Varsóvia: Główny Urząd Statystyczny. 2013. p. 20. ISBN 978-83-7027-536-5. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  21. GUS. «Pobreza na Polônia em 2015 e 2016». stat.gov.pl (em polonês). Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  22. «Wayback Machine» (PDF). web.archive.org. 15 de fevereiro de 2018. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  23. «Home». www.straz.kielce.pl. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  24. Administracji, Ministerstwo Spraw Wewnętrznych i. «Dados estatísticos para 2013». Ministerstwo Spraw Wewnętrznych i Administracji (em polonês). Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  25. «Resumo dos resultados do trabalho em 2013» (PDF). strazmiejska.kielce.pl. 5 de janeiro de 2015 
  26. a b c «Regulamento do Ministro da Justiça, de 7 de outubro de 2014, sobre a criação de alguns tribunais distritais». prawo.sejm.gov.pl. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  27. «Witamy na stronie startowej». archive.is. 3 de janeiro de 2015. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  28. «Regulamento do Ministro da Justiça, de 5 de outubro de 2012, relativo à abolição de certos tribunais distritais». prawo.sejm.gov.pl. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  29. «Regulamento do Ministro da Justiça, de 12 de novembro de 2014, sobre a criação de certos tribunais distritais». prawo.sejm.gov.pl. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  30. «Estatuto jurídico - Tribunal Administrativo da Voivodia em Kielce». archive.is. 3 de janeiro de 2015. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  31. a b c d GUS. «Anuário estatístico da voivodia de Santa Cruz em 2013». kielce.stat.gov.pl (em polonês). Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  32. a b «Serviço Prisional». www.sw.gov.pl (em polonês). Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  33. a b GUS. «Transporte - resultados da atividade em 2013». stat.gov.pl (em polonês). Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  34. a b c d e f g h i «Santa Cruz: Direção Geral de Estradas e Autoestradas - Serviço de Informação». www.gddkia.gov.pl. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  35. «Mercado de Infraestruturas: Portos, Estaleiros, Aeroportos, Automóveis...». archive.is. 31 de dezembro de 2014. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  36. «O consórcio Budimex tem contrato para a construção do trecho da S7». wnp.pl (em polonês). Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  37. «Salini venceu a concorrência para a via S7 por quase 0,6 bilhões de zlótis». wnp.pl (em polonês). Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  38. a b «Plano de desenvolvimento espacial da voivodia de Santa Cruz» (PDF). Kielce. 2014. pp. 379–380. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  39. GUS. «Transporte - resultados da atividade em 2013». stat.gov.pl (em polonês). Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  40. «GUS - Banco de Dados Local». bdl.stat.gov.pl. Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  41. «POLREGIO». polregio.pl (em polonês). Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  42. «Transporte ferroviário - Wrota Świętokrzyskie - Portal da voivodia de Santa Cruz». www.wrota-swietokrzyskie.pl. Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  43. Terczyński, Paweł. «Zespoły typu 36WEa Impuls dla Południowej Grupy Zakupowej». Łódź: Emi-press. Świat Kolei. 7/2015: 12-18. ISSN 1234-5962 
  44. «Impuls dla świętokrzyskiego oficjalnie przekazany». www.rynek-kolejowy.pl (em polonês). Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  45. «Nowe Impulsy i Elfy2 na regionalnych torach». www.rynek-kolejowy.pl (em polonês). Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  46. «Portal Kolejowy NaKolei.pl - Wiadomości: Transport, Rynek kolejowy, Pociągi». Portal Kolejowy NaKolei.pl (em polonês). Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  47. Graff, Marek. «Świętokrzyskie EN81». Łódź: Emi-press. Świat Kolei. 3/2006: 4. ISSN 1234-5962 
  48. Terczyński, Paweł. «Elektryczne zespoły trakcyjne rodziny Elf». Łódź: Emi-press. Świat Kolei. 3/2012: 26-33. ISSN 1234-5962 
  49. «Gazeta.pl - Polska i świat - wiadomości - informacje - wydarzenia». www.gazeta.pl (em polonês). Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  50. «Wyborcza.pl». kielce.wyborcza.pl. Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  51. Zarządzenie Nr 12/2010 Wojewody Świętokrzyskiego z dnia 1 lutego 2010 r. (Dz. Urz. Woj. Świętokrzyskiego z 2010 r., Nr 37, poz. 274).
  52. a b «Lei de 24 de julho de 1998 sobre a introdução de uma divisão territorial básica em três etapas do Estado.». prawo.sejm.gov.pl. Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  53. «Composição do Conselho da Voivodia». Urząd Marszałkowski Województwa Świętokrzyskiego (em polonês). Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  54. «Lei de 1 de abril de 2011 que altera a lei - Código Eleitoral para o Parlamento da República da Polônia e o Senado da República da Polônia e a Lei - Código Eleitoral». prawo.sejm.gov.pl. Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  55. «Anúncio do Presidente do Parlamento da República da Polônia, de 22 de fevereiro de 2019, sobre a publicação de um texto uniforme da Lei - Código Eleitoral». prawo.sejm.gov.pl. Consultado em 3 de fevereiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]