Trabalho voluntário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Voluntariado)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde junho de 2018).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde junho de 2016). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Crianças com carrinho, limpando sujeira e detritos num dia de limpeza numa comunidade em Yaoundé, Camarões.

O voluntariado, realizado através do trabalho voluntário, é o conjunto de ações de interesse social e comunitário em que toda a atividade desempenhada reverte-se a favor do serviço e do trabalho com objetivos de escolaridade, civíca, cientificos, recreativos, culturais etc. É feito sem recebimento de qualquer remuneração ou lucro[1]. É uma profissão de prestígio social, visto que o voluntário ajuda quem precisa, contribuindo para um mundo mais justo e mais solidário[2].

Quando nos referimos ao voluntário contemporâneo, engajado, participante e consciente, diferenciamos também o seu grau de comprometimento: ações mais permanentes, que implicam em maiores compromissos, requerem um determinado tipo de voluntário, e podem levá-lo inclusive a uma "profissionalização voluntária"; existem também ações pontuais, esporádicas, que mobilizam outro perfil de indivíduos. [3]

O trabalho voluntário tem se tornado um importante fator de crescimento das organizações não-governamentais, componentes do Terceiro Setor. Altruísmo e solidariedade são valores morais socialmente constituídos vistos como virtude do indivíduo.

O voluntariado tem as pessoas no centro do desenvolvimento. O voluntariado proporciona que uma pessoa veja como dela também um problema que geralmente ela veria como distante[4].

Atualmente existem diversas organizações que se utilizam do trabalho voluntário de milhares de pessoas, no mundo todo. Bons exemplos de organizações internacionais são: Cruz Vermelha, TECHO|TETO, "Lions Clubs International", Rotary International, Médicos Sem Fronteiras, AFS Intercultural Programs, Engenheiros Sem Fronteiras e o Serviço Voluntário Internacional do Brasil, que tem ramificações em vários países. Mais importante ainda temos a UNICEF, a MAKE A WISH , entre outras...

Existem diversas formas de atuação para um trabalho voluntário, que variam de presenciais ou a distancia, através de ações individuais, (médicos, advogados, dentistas); participação de campanhas (doação de sangue, arrecadação de livros, reciclagem); criação de grupos para apoio ou suporte (associação de moradores, grupo de trabalhos com objetivos como o saneamento e saúde, por exemplo); trabalho em Organização social com oportunidades em quase todas as áreas de atuação; atuação em projetos públicos com o objetivo de melhoria na cidade (mutirões de limpeza das ruas); Atuação em conselhos como os de Pais e mestres de escolas, ou escola da Família, e projetos semelhantes dentro de escolas públicas ou privadas.

O trabalho voluntariado é regulamentado no Brasil pela Lei 9.608/1998. É considerado serviço voluntário “a atividade não remunerada, prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza, ou a instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive mutualidade” [5]

O trabalho voluntário, ao contrário do que pode parecer, é exercido de forma séria e necessita de especialização e profissionalismo, já que são realizados em locais como hospitais, clínicas e/ou escolas, por exemplo, e precisam do auxílio de profissionais formados em diversas áreas, mas também de pessoas que possuam vontade de participar deste tipo de atividade. [6]

No Brasil, o Dia Nacional do Voluntariado foi instituído em 28 de agosto de 1985, e internacionalmente é comemorada em 5 de dezembro, data proclamada pela ONU também em 1985.[7] ambas com o objetivo de reconhecer e destacar a ação das pessoas que doam tempo, mão de obra e talento para causas de interesse social e para o bem da comunidade. [8].

Voluntariado Educativo[editar | editar código-fonte]

O voluntariado educativo tem como visão transmitir valores como cidadania e solidariedade através da prática social, não se tratando de caridade, mas da busca por soluções de problemas de toda e qualquer ordem como: social, educação, transporte, habitação, cultura, lazer, ambiental entre outros.

Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), Lei Nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. [9]

Art. 1º “A educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais”

Sendo assim o voluntariado educativo coopera para uma experiência formativa na vida do cidadão e/ou aluno integrando saberes escolares e desenvolvendo práticas sociais.

Voluntariado Empresarial[editar | editar código-fonte]

O voluntariado empresarial são os programas de apoio à acção voluntária dentro das empresas. É a organização da disposição para o voluntariado entre empregados e dirigentes, por vezes até incorporando os seus familiares, fornecedores, distribuidores, clientes, parceiros de negócios e mobilizar as pessoas de forma espontânea. Estimulando o envolvimento em causas de interesse colectivo. 

As vantagens das empresas estão relacionadas com as vantagens dos colaboradores que participam nas actividades de voluntariado empresarial. A principal vantagem das práticas de voluntariado empresarial para as empresas passa pela melhoria da imagem pública que poderá ter impactos positivos nos clientes e nos colaboradores. Durante estas actividades, estabelece-se uma proximidade entre os colaboradores, o que pode conduzir a uma melhoria do ambiente organizacional e, consequentemente, à melhoria da comunicação interna e do trabalho em equipa.

Os colaboradores que participam nas actividades de voluntariado, por vezes confrontam-se com realidades que desconheciam e desempenham funções que nunca realizaram na sua área profissional, o que pode levar ao desenvolvimento de novas capacidades pessoais e profissionais, como por exemplo capacidades de comunicação, de gestão do tempo e de pessoas, de planeamento, entre outras. Ao adquirirem novas competências e habilidades, os colaboradores irão favorecer a empresa não só por serem mais competentes, mas pelos custos relacionados com a formação que são reduzidos.[10]

Em Portugal, este género de voluntariado começou a se evidenciar no final da década de 90, ainda numa fase embrionária em termos de amplitude e estruturação. Apenas um reduzido número de empresas é que desenvolve acções de voluntariado, havendo uma forte direcção para acções de apoio social. Já se encontram programas de voluntariado empresarial, nomeadamente em empresas de maior dimensão e com politicas organizadas de responsabilidade social.[11]


Para uma identificação sintetizada do vasto conjunto de vantagens do voluntariado empresarial para os colaboradores, é apresentada a seguinte tabela:

Vantagens
Aumenta o grau de socialização
Aumenta a autoestima e a satisfação pessoal
Melhora as competências do trabalho em equipe
Acarreta a possibilidade de melhor se enfrentar novos desafios
Melhora capacidades
Aumenta a motivação e satisfação no trabalho
Aumenta o reconhecimento por parte dos outros colaboradores e da empresa
Estimula a criatividade
Melhora a saúde
Fonte de realização pessoal
Permite maior desenvolvimento pessoal e profissional

Para uma identificação sintetizada do conjunto de desvantagens do voluntariado empresarial para os colaboradores, é apresentada a seguinte tabela:

Desvantagens
Pode implicar atrasos na realização de tarefas
Aumenta as expectativas de se receber alguma compensação
Aumenta a pressão para a participação em programas de voluntariado
Exigências de distintas competências - programas de voluntariado e as normais tarefas

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Trabalho voluntário

Referências

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.