Voo Afriqiyah Airways 771

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Voo Afriqiyah Airways 771
Acidente aéreo
Airbus A330-202 5A-ONG, a aeronave acidentada
Sumário
Data 12 de maio de 2010 (7 anos)
Causa Erro do piloto
Local Líbia Próximo à pista 09 do Aeroporto Internacional de Trípoli
Coordenadas 32° 40′ N 13° 09′ E
Origem Aeroporto Internacional Oliver Tambo, Joanesburgo, África do Sul
Destino Aeroporto Internacional de Trípoli, Trípoli, Líbia
Passageiros 93
Tripulantes 11
Mortos 103
Feridos 1
Sobreviventes 1
Aeronave
Modelo Airbus A330-202
Operador Líbia Afriqiyah Airways
Prefixo 5A-ONG
Primeiro voo 12 de agosto de 2009
A rota do voo Afriqiyah Airways 771.

O voo Afriqiyah Airways 771 foi um voo regular de passageiros que caiu em 12 de maio de 2010 por volta das 6:10, hora local (04:10 UTC) antes de pousar no Aeroporto Internacional de Trípoli, na Líbia.[1] Segundo autoridades líbias, apenas uma criança neerlandesa sobreviveu ao acidente. Este foi o primeiro caso de perda total de uma aeronave da Afriqiyah Airways.[2]

Aeronave envolvida[editar | editar código-fonte]

A aeronave acidentada era um Airbus A330-200, matrícula 5A-ONG e numeração de série 1024, entregue em setembro de 2009. Possuía 1600 horas de voo e cerca de 420 pousos e decolagem. Os motores eram do modelo General Electric CF6-80E1.[3][4] Era configurada para transportar até 253 passageiros.[5][6] Neste voo transportava 93 passageiros e 11 tripulantes, a maioria líbios e neerlandeses, além de alguns britânicos e sul-africanos.[7][8] Segundo autoridades líbias no aeroporto, 22 líbios entre passageiros e tripulantes, morreram no acidente.

O voo[editar | editar código-fonte]

O voo partiu do Aeroporto Internacional Oliver Tambo, em Joanesburgo, África do Sul com destino ao Aeroporto Internacional de Trípoli, na Líbia. A aeronave caiu a cerca de 900 metros da pista 09 e só parou dentro do terreno do aeroporto da capital líbia[2][9][a] A pista principal do aeroporto tem 3600 metros de comprimento. O aeroporto de Trípoli não possui nenhum sistema de aproximação preciso que direcione a aeronave para a pista, mas é dotado de outros dois sistemas simplificados que também são utilizados ao redor do mundo. Não houve relatos de explosão após a queda, mas agentes de segurança afirmaram que o avião explodiu durante o pouso antes de se desintegrar. O ministro dos Transportes da Líbia, Mohammed Ali Zidan, descartou a possibilidade de ataque terrorista.[10]

Passageiros e tripulantes[editar | editar código-fonte]

Os passageiros a bordo do voo 771 eram provenientes de vários países. Até às 20:00 UTC deste 12 de maio de 2010, as nacionalidades de 19 passageiros ainda não tinham sido reveladas. Todos os 11 tripulantes eram líbios.[11]

Nacionalidade Mortos Sobreviventes Total
Passageiros Tripulantes
África do Sul 9 9
 Alemanha 1+ 1+
 Bélgica 1 1
 Bulgária 2 2
Filipinas 1 1
 Finlândia 1+ 1+
 França 1 1
 Líbia 13 11 24
 Países Baixos 57 1 58
 Zimbabwe 1 1
Total 92 11 1 104

O ministro dos Transportes da Líbia, Mohamed Zidane, relatou que o único sobrevivente do acidente foi um garoto encontrado em meio ao destroços portando passaporte neerlandês. Ele foi identificado como Ruben van Assouw, nove anos de idade.[12] Sua sobrevivência foi considerada um "milagre" pelo presidente do Parlamento Europeu, Jerzy Buzek. O menino foi encontrado completamente despido em seu assento, com seu cinto de segurança afivelado. A força da colisão fez com que todas as suas roupas fossem arrancadas de seu corpo completamente.[1] O garoto foi levado para o Hospital Sabia'a, 30km a sudoeste de Trípoli e depois transferido para o Hospital Al-Khadra, também na capital líbia, para passar por cirurgias para reparar as múltiplas fraturas nas duas pernas. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores dos Países Baixos, Ad Meijer, informou que Ruben não corria risco de morte.[13] Os pais e o irmão da criança também estavam no avião.

Dos 93 passageiros a bordo, 42 seguiriam para Düsseldorf, 32 para Bruxelas, sete para Londres e um para Paris. Os onze restantes ficariam na Líbia.

Uma das vítimas era Frans Dreyer, irmão da deputada do Parlamento da África do Sul Anchen Dreyer. Na noite da quarta-feira, 12 de maio, o Departamento de Relações Exteriores da Irlanda confirmou que uma pessoa com passaporte irlandês estava no voo, a novelista Bree O'Mara.[14][15]

Notas[editar | editar código-fonte]

  • a. ^ O Metar no momento da queda era HLLT 120350Z VRB01KT 6000 NSC 19/17 Q1008.

Referências

  1. a b «Avião sofre acidente ao tentar pousar e 103 morrem na Líbia». Reuters Brasil. 12 de maio de 2010. Consultado em 13 de maio de 2010 
  2. a b «Recent accidents / incidents worldwide». Consultado em 12 de maio de 2010  Parâmetro desconhecido |published= ignorado (ajuda)
  3. «Afriqiyah Airways flight 8U771 accident in Tripoli, Libya (ISSUE 2)» (em inglês). Airbus.com. 12 de maio de 2010. Consultado em 12 de maio de 2010 
  4. David Kaminski-Morrow (12 de maio de 2010). «Afriqiyah identifies crashed A330-200» (em inglês). Flightglobal.com. Consultado em 12 de maio de 2010 
  5. «Accident description» (em inglês). Aviation Safety Network. 12 de maio de 2010. Consultado em 12 de maio de 2010 
  6. Nicola Clark (12 de maio de 2010). «Jet With 104 Aboard Crashes in Libya» (em inglês). The New York Times. Consultado em 12 de maio de 2010 
  7. «Avião cai na Líbia e mata 'mais de cem'». Estadão. 12 de maio de 2010. Consultado em 12 de maio de 2010 
  8. «Avião cai pouco antes da aterrissagem e mata 103 na Líbia; criança sobrevive». Folha Online. 12 de maio de 2010. Consultado em 12 de maio de 2010 
  9. Hradecky, Simon. «Crash: Afriqiyah A332 at Tripoli on 12 May 2010». Aviation Herald. Consultado em 12 de maio de 2010 
  10. «Terrorism Ruled Out In Tripoli Plane Crash» (em inglês). Sky News. 12 de maio de 2010. Consultado em 12 de maio de 2010 
  11. «Afriqiyah Flight 771 crash release 5 20:00 UTC» (em inglês). Afriqiyah Airways. 12 de maio de 2010. Consultado em 12 de maio de 2010 
  12. Tom Tacken (13 de maio de 2010). «Overlevende vliegramp is Tilburgs jongetje» (em holandês). Brabants Dagblad. Consultado em 13 de maio de 2010 
  13. Barry Neild (13 de maio de 2010). «Fate or fluke? Air crash sole survivors» (em inglês). CNN.com. Consultado em 13 de maio de 2010 
  14. «103 dead in Libyan plane crash» (em inglês). RTÉ News and Current Affairs. 12 de maio de 2010. Consultado em 13 de maio de 2010 
  15. Joanna Sugden (13 de maio de 2010). «Irish author Bree O'Mara named as victim in Libyan air crash‎» (em inglês). The Times. Consultado em 13 de maio de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Wikinotícias Notícias no Wikinotícias