Welcome to Sarajevo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Welcome to Sarajevo
Bem-vindo a Sarajevo (PT/BR)
 Estados Unidos /  Reino Unido
1997 • cor • 103 min 
Direção Michael Winterbottom
Elenco Stephen Dillane
Woody Harrelson
Marisa Tomei
Goran Visnjic
Emira Nusevic
Género drama
Idioma inglês / servo-croata
Página no IMDb (em inglês)

Welcome to Sarajevo (br / pt: Bem-vindo a Sarajevo) é um filme de estadunidense e britânico de 1997, do gênero drama, dirigido por Michael Winterbottom sobre um grupo de jornalistas na guerra da Bósnia.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A trama se passa durante o cerco a Sarajevo, o período mais dramático da guerra da Bósnia. Há também diversas referências a fatos reais, como o concurso de Miss Sarajevo, que ficou célebre por expressar o pedido de socorro da população bósnia à comunidade internacional, e a Vedran Smailović, conhecido como "o violoncelista de Sarajevo", que tocou um recital em público ainda durante o conflito.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

O filme concorreu à Palma de Ouro no Festival de Cannes em 1997, e ao prêmio Hugo no Festival de Chicago do mesmo ano.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • O filme é baseado na história real do jornalista britânico Michael Nicholson, que adotou uma menina bósnia muçulmana na esperança de salvá-la do conflito.
  • O episódio é contado no livro Natasha's Story, que o roteirista Frank Cottrell Boyce adaptou para o filme. Na adaptação, o sobrenome de Michael Nicholson foi trocado para "Henderson" e a menina Nataša foi rebatizada como "Emira" (também nome da atriz que a interpreta, Emira Nušević).
  • As filmagens foram feitas em locação na própria Bósnia, apenas meses depois do fim dos combates, em meados de 1996. Portanto, os cenários de destruição (tanto nas cenas externas quanto internas) são todos reais, não reconstituídos, o que adiciona choque à estética realista do filme. Alguns trechos também são intercalados com imagens documentais e trechos de matérias de televisão sobre o conflito.
  • A trilha sonora inclui canções de Happy Mondays, The Stone Roses e Rolling Stones, como é comum na obra de Winterbottom.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]