Portal:Iugoslávia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Flag-map of Yugoslavia (Neutral).svg
Bem-vindo ao
Portal da Iugoslávia
Flag map of Serbia and Montenegro 1992-2006.svg


 ver · editar Artigos selecionados
Os territórios do novo Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos e sua procedência

A Criação da Iugoslávia foi realizada no final da Primeira Guerra Mundial, após a derrota das Potências Centrais, e reuniu em um novo Estado territórios habitados principalmente por povos de língua eslava.

Embora as conversações entre os vários centros de poder político tenham sido desenvolvidos durante a guerra, o novo Estado foi proclamado apressadamente no final de 1918, sem acordo adequado entre as partes sobre como seriam as estruturas do país, o que levou a uma instabilidade crônica da nação durante todo o período entre-guerras.

Ler mais ...



 ver · editar Categorias
 ver · editar Como colaborar
Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com a Iugoslávia na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração.


 ver · editar Imagem selecionada

Sarajevo Grbavica.JPG


Vista de Grbavica, um bairro de Sarajevo, aproximadamente 4 meses após a assinatura do Acordo de Dayton que oficialmente encerrou a Guerra da Bósnia.

 ver · editar Biografias selecionadas
Slobodan Milosevic.jpg

Slobodan Milošević, em sérvio Слободан Милошевић; AFI Loudspeaker.svg? [sloˈbodan miˈloʃevitɕ], (Požarevac, 20 de agosto de 1941Haia, 11 de março de 2006) foi presidente da Sérvia de 1989 a 1997 e da República Federal da Jugoslávia de 1997 a 2000. Também foi o principal líder do Partido Socialista da Sérvia desde a sua fundação, em 1990.

O período em que Slobodan ficou no poder na Sérvia e na República da Iugoslávia foi marcado por mudanças importantes nestes países, incluindo reformas constitucionais na Sérvia nas décadas de 1980 e 90 que reduziram a autonomia dos territórios sob controle sérvio e transformou o país de uma república unipartidarista comunista para um sistema pluripartidário. Ele acabou então presidindo sobre a desintegração da Iugoslávia e a subsequente guerra civil que assolou a região. Fundou a República Federal da Iugoslávia em 1992 (formada basicamente por Sérvia e Montenegro) e negociou os Acordo de Dayton, que encerrou a brutal Guerra da Bósnia em 1995. Ele permaneceu como o homem-forte da Sérvia até o ano 2000, quando foi oficialmente derrubado do poder. Logo depois da intervenção militar da OTAN na Iugoslávia em 1999, Milošević passou a ser acusado pelo Tribunal Penal Internacional para a antiga Iugoslávia por crimes de guerra e contra a humanidade.

Ler mais ...


 ver · editar Tema


Cartella rossa.jpg
Brosen windrose-fr.svg
ver    

A Iugoslávia correspondeu a três realidades políticas diferentes no século XX:

Cartella rossa.jpg
Nuvola apps browser.png
ver    

Yugoslavia 1998 ethnic map pt.svg

Mapa étnico da Iugoslávia baseado em dados do censo de 1998.

Cartella rossa.jpg
Nuvola apps kchart.png
ver    

A despeito de origens em comum, a economia da Iugoslávia socialista foi muito diferente das economias da União Soviética e de outros países socialistas do Leste Europeu, especialmente após o cisma iugo-soviético de 1948. A ocupação e a luta pela libertação na Segunda Guerra Mundial deixaram a infraestrutura da Iugoslávia devastada. Até as partes mais desenvolvidas do país eram majoritariamente rurais e as poucas indústrias que tinha foram majoritariamente danificadas ou destruídas.

Os primeiros anos do pós-guerra viram a implementação de planos qüinqüenais no estilo soviético e a reconstrução por meio do trabalho voluntário em massa. O campo recebeu eletricidade e a indústria pesada foi desenvolvida. A economia foi organizada como uma economia mista de planejamento socialista e socialismo de mercado: fábricas foram nacionalizadas e trabalhadores tinham direito a uma certa parcela dos lucros.

Manufaturas de propriedade privada podiam empregar até 4 pessoas por proprietário. A terra foi parcialmente nacionalizada e redistribuída, além de parcialmente coletivizada. Propriedades rurais podiam possuir até 10 hectares de terra por pessoa e o excesso de terra cultivável era de propriedade de cooperativas, empresas agrícolas ou comunidades locais. Estas podiam vender e comprar terra, bem como dá-la a pessoas em arrendamento perpétuo.

Ler mais ...


 ver · editar Cronologia



 ver · editar Portais relacionados
 ver · editar Wikimedia


Recarregar