Winx Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção se refere ou tem relação com uma série televisiva em exibição.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (Editado pela última vez em 15 de julho de 2018.)
TV Future Icon.svg
Winx Club
Clube Winx (PT)
O Clube das Winx (BR)
Informação geral
Formato Série de desenho animado
Gênero Aventura
Fantasia
Garota mágica
Drama
Romance
Comédia
Mistério
Musical
Duração 23 minutos(aproximadamente)
Estado Em exibição
Criador(es) Iginio Straffi
País de origem  Itália
Idioma original Italiano
Produção
Diretor(es) Iginio Straffi
Produtor(es) Iginio Straffi
Co-produtor(es) Rai Fiction
Distribuída por Rainbow S.r.l
Elenco (Lista de dubladores de Winx Club)
Compositor da música tema Michele Bettali
Stefano Carrara
Fabrizio Castania
Maurizio D'Aniello
Exibição
Emissora de televisão original Itália Rai Due
Itália Rai Uno
Itália Rai Gulp
Terra Nickelodeon
Formato de exibição 480i: SDTV (temporadas 1–4)
1080i: HDTV (temporadas 5–7)
Formato de áudio Estéreo (temporadas 1 – 7)
Dolby Surround 5.1 (somente nos filmes)
Transmissão original 18 de Novembro de 2003[1] – presente
N.º de temporadas 7
N.º de episódios 182 (lista de episódios)
Cronologia
Programas relacionados Pop Pixie
World of Winx

Winx Club é uma série de animação italiana de aventurafantasia criada, produzida e dirigida por Iginio Straffi[1] e sua companhia Rainbow S.r.l, em co-produção com a Rai Fiction.[2][3] Foi lançada originalmente no dia 28 de janeiro de 2004, pelo canal Rai Due, se destacando por ser o primeiro desenho animado italiano a ser vendido nos Estados Unidos.[4] Em pouco tempo o desenho foi transmitido mundialmente em mais de 130 países ganhando um sucesso considerável rendendo vários produtos passando a se tornar uma mania entre o público infanto-juvenil.[5] Feito para meninas com idade entre os 5 e os 13 anos, o sucesso se expandiu, ganhando fãs de vários gêneros e idades ao longo dos anos de exibição.

No Brasil foi transmitido por TV paga pelos canais Cartoon Network, Boomerang, Nickelodeon e na TV aberta pelos canais SBT e TV Cultura.

Em Portugal,o show foi transmitido pelo canal aberto RTP2 e mais tarde pela TVI e pelos canais pagos Canal Panda e Nickelodeon, neste momento só é transmitido pelo Canal Panda, pela TVI e está disponível, somente até á 5ª Temporada, na Netflix.

Em Angola e Moçambique o show é transmitido no Canal Panda e no DStv Kids.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A história original foi produzida pela Rainbow S.r.l e se concentrou principalmente na história de Bloom, uma fada que vive na Terra e não descobriu seus poderes mágicos. A série passou por um reboot depois da Rainbow S.r.l confirmar parceria com a Nickelodeon, em que a primeira e segunda temporadas foram compactados em quatro episódios de um especial de uma hora, e a terceira e quarta temporadas foram redubladas e reexibidas após a história original, embora com pequenas diferenças. Na versão norte americana da 4Kids, a série sofreu várias edições e muitas vezes havia erros no enredo original, incluindo mudanças de nome (como o planeta natal de Bloom, Dominó, que foi substituído por Sparks;e o nome da personagem Aisha mudado para Layla); mudanças no papel de personagens (como Daphne, irmã mais velha de Bloom, cujo papel era alterado para o de ser apenas uma ninfa protetora da poderosa Chama do Dragão) e mudanças na personalidade dos personagens.

1ª Temporada (2004)[editar | editar código-fonte]

Bloom, uma menina supostamente normal do planeta Terra, descobre que possui habilidades mágicas quando salva Stella, uma princesa fada que a convence a ir junto a ela para Alfea, uma escola para fadas na Dimensão Mágica. Lá Bloom e Stella conhecem três novas amigas: Flora, Tecna e Musa, junto com elas formam o Clube das Winx. Mais tarde na série, elas criam uma amizade com os especialistas: Brandon, Riven, Timmy e Sky, que também se tornam seus interesses amorosos. Elas também fazem inimigos, incluindo um trio de bruxas chamadas Trix. Juntos, as Winx e os Especialistas passam por muitas aventuras e descobrem muitos segredos, enquanto lutam contra seus inimigos e ao mesmo tempo estudam para se tornarem grandes fadas.

2ª Temporada (2005–2006)[editar | editar código-fonte]

As Trix conseguem escapar da prisão e se aliam com Lord Darkar, uma antiga criatura do mal que quer dominar a Dimensão Mágica. Junto com Layla e também as Pixies, as Winx terão de lutar contra esta nova ameaça e adquirir jóias mágicas que se chamam Charmix, que dobraria a força delas, o suficiente para impedir que Lord Darkar consiga o poder do Relix, poder dado pelo Codex(Antiguidade mágica protegida pelas Pixies).

3ª Temporada (2006–2007)[editar | editar código-fonte]

Após vencerem Lord Darkar, as Winx têm que enfrentar um novo inimigo, Valtor, que foi libertado de sua prisão na Dimensão Ômega pelas Trix e que compartilha, além de seus poderes, um passado obscuro com Bloom e seus pais biológicos. As Winx também terão de adquirir uma nova transformação, chamada Enchantix que as tornará fadas de verdade e as presentearão com novas asas e poderes muito mais potentes. No caminho dessa nova aventura as Winx encontram um novo amigo, Nabu, que mais tarde viria a ser namorado de Layla.

4ª Temporada (2009–2012)[editar | editar código-fonte]

Após os acontecimentos do primeiro filme e o final do curso em Alfea, as Winx se formam e são convidadas para serem professoras em Alfea, mas a alegria delas dura pouco porque elas são atacadas pelos Bruxos do Círculo Negro e descobrem que eles estão atrás da última fada da terra. Já que seus poderes Enchantix não tem efeitos nos bruxos, Faragonda as instrui para adquirir uma nova transformação, chamada Believix e que além de ajudar Roxy a se tornar fada, as Winx também terão que libertar as fadas da terra, mas logo descobrirão que elas escondem um segredo terrível sobre os bruxos e estão prestes a arriscar tudo para vencê-los, incluindo a vida da rainha das fadas, Morgana, que depois descobre que Roxy é sua filha.

5ª Temporada (2012–2013)[editar | editar código-fonte]

Um novo perigo surge, e seu nome é Tritannus, o primo de Aisha, que se transformou em um monstro após absorver poluição tóxica e tornar-se aliado das Trix. As Winx descobrem que seu poder Believix não funciona no fundo do mar e não é forte o suficiente para lutar contra Tritannus, assim, elas são obrigadas a conseguir Sirenix, um poder ancestral dos oceanos, mas para isso, elas vão precisar da ajuda da irmã mais velha de Bloom, Daphne. Mais tarde, elas descobrem que Sirenix possui uma maldição (A mesma que transformou Daphne em um espírito sem corpo) e que se falharem na busca, perderão seus poderes para sempre. Assim, elas recebem o poder de Harmonix para concluir a busca e entrar no Oceano Infinito, mas assim que conseguem, descobrem que Tritannus tem uma surpresa fria esperando por elas. Nessa nova aventura as Winx contarão com a ajuda de Roy, o agente especial do pai de Aisha, as Selkies, guardiãs dos portais oceânicos da dimensão mágica e da família de Aisha (Rei Terendor, Rainha Niobe, Nereus, Tressa, Rainha Lígia e Rei Netuno)

6ª Temporada (2013–2014)[editar | editar código-fonte]

Após os acontecimentos do terceiro filme as Trix estão de volta e elas assumem o controle de Torre Nebulosa e se tornam aliadas de uma jovem bruxa, amiga de infância de Bloom, chamada Selina, que possui um livro mágico chamado Legendarium que pode tornar terríveis lendas em realidade. Por culpa desse livro, as Winx, menos Bloom, perdem os seus poderes durante uma batalha contra as Trix e Selina. Depois disso, Bloom divide seus poderes com as Winx através de chamas mágicas que concederam o poder Bloomix. Graças aos novos poderes, as Winx conhecem Eldora, a fada madrinha que as ajuda a conseguir varinhas mágicas com o poder Mythix, que as ajudarão a forjar a chave do Legendarium e impedir que Selina, liberte o bruxo maligno Archeron (Criador do Legendarium) que pretende destruir toda a Dimensão Mágica e se tornar invencível. Essa temporada também traz a volta das Pixies, que estavam ausentes desde o segundo episódio da 4ª temporada.

7ª Temporada (2015)[editar | editar código-fonte]

Nessa temporada, as Winx devem proteger e salvar as últimas espécies de Animais Encantados, seres mágicos que mantêm o equilíbrio da Dimensão Mágica, da maligna Kalshara, uma fada metamorfa do mal, e de seu irmão atrapalhado, Brafilius. Durante a missão, as Winx adquirem novos poderes, primeiramente Butterflix, que permite que elas se conectem aos Animais Encantados e que as ajudará a procurar pelo animal com a primeira cor do Universo para impedir que a maligna fada consiga o Poder Supremo dos Animais Encantados. Entre viagens no tempo e aventuras pelos planetas da Dimensão Mágica, as seis fadas encontram novos amigos, que concedem o poder Tynix, e, com a ajuda deles, irão proteger e explorar os MiniMundos do Universo Mágico para encontrar o Poder Supremo antes dos irmãos malignos.[6][7]

8ª Temporada (2019)[editar | editar código-fonte]

Em 2015, em uma entrevista, Iginio Straffi confirmou que a oitava temporada já está em produção,[8][9][10] com estréia prevista para janeiro de 2019.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Em inúmeros países há diferentes adaptações de Winx Club, o show conta com diversos dubladores no elenco. Estes incluem o elenco de dublagem original da Rai 2, 4Kids Entertainment e Nickelodeon. O elenco original italiano realiza toda a dublagem do show desde a primeira temporada em 2004, incluindo os filmes da série. A segunda dublagem era feita pela 4KidsTV de 2004 á 2007. A partir da terceira temporada, quando a série mudou de licenciamento e fez parceria com a Nickelodeon, os dubladores americanos foram trocados.

No Brasil, os dubladores continuam os mesmos desde que a série estreou no Cartoon Network e alguns anos depois passou a ser exibida na Nickelodeon. Em Portugal, realizaram-se imensas trocas de dobradores, mas estabilizaram a partir da quinta temporada. No Brasil, assim como em Portugal, houve polêmica com a alteração do nome da personagem Layla para Aisha(nome original da personagem na Itália), a partir da 5ª Temporada, no Brasil, e em Portugal a mudança ocorreu na 7ª Temporada.

Transformações[editar | editar código-fonte]

Winx Club:[editar | editar código-fonte]

  • 1ª Temporada - Fada Moderna (Magia Winx)/Charmix Mágico (Especiais Nick)
  • 2ª Temporada - Charmix(Acessório)
  • 3ª Temporada - Enchantix
  • 4ª Temporada - Believix, Sophix e Lovix(Dons do Destino;Sub - Transformações Believix)
  • 5ª Temporada - Harmonix e Sirenix
  • 6ª Temporada - Bloomix e Mythix
  • 7ª Temporada - Butterflix e Tynix
  • 8ª Temporada - TBA

World of Winx[editar | editar código-fonte]

  • 1ª Temporada - Dreamix
  • 2ª Temporada - Onyrix

HQs[editar | editar código-fonte]

  • Travelix
  • Greenix

Dobragem/Dublagem[editar | editar código-fonte]

Dublagem de canções[editar | editar código-fonte]

Exibição Internacional[editar | editar código-fonte]

Transmissão histórica[editar | editar código-fonte]

Na Itália, país de origem da série, Winx Club foi transmitido pela Rai Due desde sua estreia em 28 de janeiro de 2004. Nos Estados Unidos, foi licenciado e dublado, em Inglês, pela 4Kids Entertainment e foi transmitido no bloco de programação da Fox 4Kids TV a partir de 19 junho de 2004. Em 22 de maio de 2004 a 4Kids TV continuou sua corrida inicial até 22 de setembro de 2007, tendo exibida todas as três temporadas. Winx Club foi adicionado de volta à programação da TV 4Kids em 12 de abril de 2008 e foi ao ar até 27 de dezembro de 2008. Em 18 de julho de 2009, reprises de Winx Club, em seguida, foi ao ar na CW4Kids, no bloco de programação da CW, até 17 de julho de 2010. Outra dublagem em Inglês, produzida por Cinelume, em associação com a Rai Due, foi transmitido em Cingapura e é caracterizado como uma faixa do idioma Inglês alternativo em vários lançamentos europeus em DVD.

A Nickelodeon adquiriu os direitos para a franquia em 2010. O canal começou a exibir a série em especiais de uma hora para resumir a primeira e segunda temporadas. A terceira temporada, intitulado "Winx Club: Enchantix", foi ao ar na Nickelodeon a partir de 14 novembro de 2011 a 26 de dezembro de 2011. A quarta temporada, com o título "Winx Club: The Power of Believix", foi exibida na Nickelodeon a partir de 6 de maio de 2012 a 29 de julho, de 2012. A quinta temporada estreou no Nickelodeon em 26 de agosto de 2012 e teve um curto hiatus durante o inverno de 2012; o show retornou em fevereiro de 2013, e o final da temporada foi ao ar no final de setembro de 2013. A sexta temporada, intitulada "Winx Club: Bloomix," começou a ser exibida na Nickelodeon em 29 de setembro de 2013.

Em abril de 2014 a Rainbow S.r.l. anunciou que haviam dado início a produção de uma sétima temporada de Winx Club. Em 7 de abril de 2014, foi anunciado oficialmente pelo site WorldScreen.com que "A sétima temporada da popular série Winx Club da Rainbow S.r.l. iria estrear mundialmente em 2015". "Estamos muito satisfeitos em anunciar a sétima temporada de Winx Club", disse Iginio Straffi, presidente e CEO da Rainbow.[11]

Mudança de licenciamento[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, a licença para 4Kids TV expirou no final de 2009 e a Rainbow S.r.l. procurou um novo parceiro. Em 2 de setembro de 2010, Nickelodeon anunciou através de um comunicado de imprensa que iria co-produzir as temporadas 5 e 6 da série. Em 26 de fevereiro de 2014, Romi Dames, dubladora norte-americana de Musa, via Twitter, confirmou que a Nickelodeon não renovou a série para uma sétima temporada e mais tarde foi confirmada a notícia pela própria Nickelodeon e por Iginio Straffi, criador da série. A Netflix irá co-produzir no futuro um spin-off da série que foi intitulado de Winx Club WOW: World of Winx e estará disponível em 2016/2017 para mais de 40 países, serão 2 temporadas com 13 episódios cada, ainda existem poucas informações sobre apenas se sabe que as fadas irão viajar ao redor do mundo a procura de pessoas que tem algum tipo de talento mágico e com isso também virá novas aventuras.

Filmes[editar | editar código-fonte]

O Segredo do Reino Perdido[editar | editar código-fonte]

O primeiro filme do Clube das Winx, foi lançado em 30 de novembro de 2007 na Itália, e nos EUA em 11 de março de 2012 na Nickelodeon.[12] Em Portugal estreou em 13 de março de 2008 e mais tarde em 25 de dezembro de 2012 estreou no Canal Panda. No Brasil foi exibido em 2012 pela Nickelodeon.

Os acontecimentos do filme seguem os da terceira temporada, Bloom continua na busca por seus pais biológicos, juntamente com seus amigos, ela descobre mais sobre o seu planeta e tem que lutar contra Mandragora, bem como as Três Bruxas Ancestrais que causaram a destruição de seu planeta.

Aventura Mágica[editar | editar código-fonte]

O segundo filme do Clube das Winx lançado em 29 de outubro de 2010 na Itália, e em 20 de maio de 2013 na Nickelodeon nos EUA.[13] Em Portugal estreou em 31 de março de 2011. Ainda não há data de estreia do filme no Brasil.

As Trix tornam-se aliadas das bruxas ancestrais, que juntas, tentam destruir toda a magia boa do universo e acabar com as Winx e os Especialistas, que tentarão restaurar a magia e derrotar as bruxas. Enquanto isso, Bloom descobre mais sobre o passado de seu reino e por que o pai de Sky não quer que ele se casa com ela.[14] Os eventos do filme se passam em algum momento durante a 4ª temporada (por que nota-se que Nabu ainda não havia morrido e os Bruxos do Círculo Negro ainda não haviam sido derrotados).

O Mistério do Abismo[editar | editar código-fonte]

O terceiro filme do Clube das Winx lançado em 4 de setembro de 2014 na Itália, e nos EUA estreou em 1 de Dezembro de 2014.

Em Portugal o filme ainda não tem data de estreia. Já no Brasil, o filme estreou na plataforma de video sob demanda NET NOW, do grupo Claro Brasil, no dia 23 de agosto de 2016 sem aviso ou qualquer divulgação de estreia e com um elenco de dublagem diferente do regular,já que foi dublado em São Paulo e não no Rio de Janeiro como de costume.

Conta a história seguindo do ponto onde termina a quinta temporada, em que as Trix tentam ativar novamente o Trono do Imperador após Tritannus ser derrotado. As Trix aliam-se a Politea, uma antiga ninfa amiga de Daphne. Ela diz ás Trix que só conseguirão ativar o Trono do Imperador e controlar o Oceano Infinito com a "ajuda" de um rei, para libertar Tritannus, e o escolhido é Sky.

Filme Live-Action[editar | editar código-fonte]

O filme será produzido pela Rainbow em parceria com a Hollywood Gang. Não possui data de estreia.[15]

Séries spin-off[editar | editar código-fonte]

Pop Pixie[editar | editar código-fonte]

Ver também: Pop Pixie

Uma série spin-off, intitulada Pop Pixie estreou na Itália em 10 de janeiro de 2011. Esta série é baseada nas pixies que acompanham as Winx em algumas temporadas, e contou com personagens como Lockette, Chatta, Amore, Digit, Tune e Piff juntamente com novos personagens. As novas personagens coadjuvante inseridas na série são Caramel e Cherie, que mais tarde aparecem na sexta temporada de Winx Club como substitutas de Digit e Tune, respectivamente.

World of Winx[editar | editar código-fonte]

Logotipo da série.
Logotipo da série.

Em “Winx Club WOW”, as garotas embarcam em uma jornada à paisana pelo mundo em busca de jovens talentosos em áreas como artes, esporte, música e ciência. Como participantes do programa de reality TV WOW!, as Winx devem viajar pelo mundo numa missão secreta: tornar os sonhos de crianças talentosas realidade! Os garotos e garotas que elas encontram têm sua própria magia, e as fadas do Winx Club ficam encantadas. Com tanta magia, a confusão não tarda, e Bloom e suas amigas se deparam com um novo e perigoso mistério. Os fãs de Winx Club vão adorar a nova abordagem com histórias mais sérias e desenvolvidas especialmente para exibição sob demanda aos assinantes da Netflix. Na nova aventura, as fadas Winx visitam a Terra como apresentadoras do programa de show de talentos chamado WOW! À medida que procuram em todo o mundo por crianças talentosas, elas se deparam com o Ladrão de Talentos - um vilão misterioso que está capturando crianças talentosas. As Winx devem esconder suas identidades de fadas - muitas vezes com consequências hilariantes - para caçar o Ladrão de Talentos e encontrar seu esconderijo secreto: uma misteriosa ilha mágica.

Devido a direitos de transmissão, a série não foi disponibilizada na Netflix de Espanha, Portugal, mas já se encontra em dobragem em 2018 pois a atriz e cantora Ana Teresa Pousadas postou no Instragram um Sneak Peek da versão oficial da música This Is Me! e mais tarde, os estúdios PSB confirmaram a dobragem do spin-off, e Itália, sendo que neste último a série é transmitida pelo canal Rai Gulp, desde janeiro de 2017.[16]

A segunda temporada do spin-off estreou no dia 16 de junho de 2017, na Netflix, com mais 13 episódios.

No dia 04 de junho de 2018, pelas 15 horas, foi transmitido o primeiro episódio da primeira temporada em Portugal de World of Winx no canal BIGGS após ter sido previsto em Maio a sua estreia no Canal Panda, mas foi primeiro adiada e depois alterada a transmissão do Canal Panda para o seu canal irmão BIGGS;fazendo assim Portugal entrar na lista de países em que o World of Winx seja transmitido fora da Netflix. Em Portugal este série adoptou o nome "O Mundo das Winx".

Winx Club: Serie Live- Action[editar | editar código-fonte]

No dia 14 de março de 2018, foi confirmado que a Netflix ira produzir uma serie Live-Action do desenho, a informação é do Deadline.O projeto será focado no público jovem-adulto e mostrará as seis fadas da animação como adolescentes descobrindo seus poderes enquanto tentam se enturma numa escola mágica. Ainda não há informações adicionais sobre elenco ou previsão de estreia para adaptação pela Netflix.

Outras Mídias[editar | editar código-fonte]

Rainbow Magic Land[editar | editar código-fonte]

Foi inaugurado em junho de 2011 a Rainbow Magic Land que é um parque de diversoes criado juntamente com o Alfa Park e está localizado na cidade de Roma. O parque possui atrações de todos os desenhos da Rainbow S.r.l incluindo as Winx.[17] No parque, as principais atrações são: uma visita ao castelo Alfea; uma visita a vila das Pixies; shows com as Winx; montanha russa das Winx.

Teatro[editar | editar código-fonte]

Nos dias 21 e 22 de março de 2009 chegou a Portugal o "Winx Club On Tour". As protagonistas da popular série televisiva Clube Winx - Bloom, Stella, Musa, Tecna, Flora e Aisha, se apresentaram para o palco numa série de espectáculos realizados em Lisboa, Porto, Figueira da Foz e Portimão. O Winx Club On Tour, se chamou Winx Tour Portugal no país, baseia-se nas aventuras das seis fadas que estudam na escola Alfea, situado no mundo de Magix, e que defendem o Universo das obscuras forças do mal. Ao longo deste espectáculo musical, cantores e bailarinos interpretaram os grandes temas musicais da série, em coreografias que evocam o universo mágico das personagens da série. O cenário grandioso revisita a atmosfera de fantasia que caracteriza o mundo de Magix através de várias projecções e jogos de luz. As suas cenas e diálogos realistas aliados a uma cenografia moderna e ao visual trendy de todas as personagens contribuem para tornar este espectáculo num projecto abrangente, pensado não só para as crianças como também para um público mais adulto. Criado por Iginio Straffi e dirigido por Salvatore Vivinetto.

Winx on Ice[editar | editar código-fonte]

É a nova aventura das Winx, e no gelo, nesse novo musical as Winx ajudam Carolina, uma garota que ganha de Faragonda um diário mágico, que tudo o que escreve se torna realidade, e as Trix e Valtor usam Carolina para seus próprios fins. O espetáculo conta com Carolina Kostner como Carolina.

Winx in Concert[editar | editar código-fonte]

Em 2009, 2012 e 2015 um especial foi feito com as principais personagens do desenho animado, e nos palcos interpretado por um grupo live-action que juntas formam um grupo musical, és um grande sucesso que está percorrendo pelo mundo e que já rendeu demasiados produtos incluindo CDs, DVDs, vestuários, brinquedos, jogos, aplicativos e dentre outros itens que conquistam os fãs de Winx Club pelo mundo. O especial também foi levado para Europa, em Portugal em Lisboa, Troia, Faro, Ílhavo, Portalegre, Beja, Santarém, Covilhã, Caldas da Rainha, Santa Maria da Feira, Guimarães e Leiria.

Jogos eletrônicos[editar | editar código-fonte]

A série também foi adaptada para os jogos eletrônicos. Os consoles que receberam a série foram: o PlayStation 2, Game Boy Advance, Nintendo DS, Computadores, Android e iOS. O primeira deles foi Winx Club, lançado em 2005 para o Playstation 2 , PC e Game Boy Advance . Outros jogos incluem: Winx Club: The Quest for the Codex (2006), Winx Club: Mission Enchantix (2008), Dance Dance Revolution Winx Club (2009), Winx Club: Believix in You (2010) e Winx Club: Magical Fairy Party (2012).[18]

Em 2013, Tsumanga Studios lançou um aplicativo para iOS e Android intitulado Winx: Sirenix Power.[19][20] Outros aplicativos baseados na série incluem Winx Fairy School(por Tsumanga Studios) , Winx Club: Rock the World (por Budge Studios) e Winx Club: Bloomix Quest.[21][22] O jogo eletrônico Winx Club: Saving Alfea foi lançado para Nintendo 3DS e DS em 2014. O jogo é publicado pela Pouco Orbit e conta com as fadas Winx em seu poder Bloomix a partir da sexta temporada.[23][24]

Referências

  1. a b «Iginio Straffi». Iginio Straffi. Consultado em 29 de março de 2013. 
  2. «PRESS «  Iginio Straffi». Consultado em 11 de setembro de 2015. 
  3. «Konami, 4kids Entertainment And Rainbow S.R.L. Announce Winx Club License Agreement». Game Zone. Consultado em 10 de fevereiro de 2013. 
  4. «Winx Club» (em inglês). Consultado em 8 de janeiro, 2015.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. «La 'Winx Club Serie 7' presentata da Rainbow al festival di Taormina». Libero. 24 de junho de 2015. Consultado em 1 de julho de 2015. 
  6. «Ecco le avventure delle mie Winx» (em italiano). Corriere Adriatico. Consultado em 1 de janeiro, 2015.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. Kristin Brzoznowski (7 de abril de 2014). «Rainbow & Nickelodeon Present Winx Club Season Seven» (em italiano). WorldScreen.com. Consultado em 1 de janeiro, 2015.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  8. Massimo Longoni (8 de setembro de 2015). «Fenomeno Winx, fan da tutto il mondo a Jesolo per le fatine della Rainbow» (em italiano). Consultado em 12 de Setembro, 2015.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  9. Laura (10 de setembro de 2015). «Da grandi vogliamo 'fare' le Winx» (em italiano). Consultado em 12 de Setembro, 2015.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  10. ANSA (22 de maio de 2016). «Non solo Winx, Rainbow punta a raddoppio» (em italiano). Consultado em 24 de Maio, 2016.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  11. «Confirmação da sétima temporada de Winx Club». Consultado em 4 de Abril, 2014.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  12. «Winx Club News Page». Michael's Winx Club. 8 de outubro de 2006. Consultado em 10 de janeiro de 2014. 
  13. Kristin Brzoznowski (9 de novembro de 2009). «Rainbow Extends Winx Club Film Franchise» (em inglês). WorldScreen.com 
  14. «Winx Club: Magical Adventure» (em inglês). Amazon. Consultado em 10 de janeiro de 2014. 
  15. «'Winx Club' Movie in the Works With Hollywood Gang» (em inglês) 
  16. Toscano, Alice. «Wow, spin off delle Winx, su Rai1 nel 2016» 
  17. Theme Park Winx (em inglês)
  18. «Winx Club: Magical Fairy Party - Game Info» (em inglês). Nintendo. Consultado em 18 de janeiro de 2014. 
  19. «Winx Sirenix Power». iTunes. Consultado em 18 de janeiro de 2014. 
  20. «Winx Sirenix Power» (em inglês). Google Play. Consultado em 18 de janeiro de 2014. 
  21. Wolfe, Jennifer (27 de novembro de 2013). «Winx Club Unveils New 'Fairy School' Game». Animation World Network. Consultado em 18 de janeiro de 2014. 
  22. «Winx Club: Rocks the World» (em inglês). Budge Studios. Consultado em 18 de janeiro de 2014. 
  23. «Little Orbit's E3 2014 lineup» (em inglês). Little Orbit. Consultado em 31 de julho de 2014. 
  24. «Winx Club: Saving Alfea» (em inglês). Little Orbit. Consultado em 31 de julho de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]