World Super Challenge de Voleibol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

World Super Challenge de Voleibol foi um torneio de voleibol criado em 1996 pela FIVB para substituir o World Top Four.[1] Foram realizadas competições para homens e mulheres, disputadas no Japão, naquelas edições que foram as únicas do campeonato. A federação internacional convidou os três primeiros colocados do torneio de Voleibol nos Jogos Olímpicos de Verão de 1996, mais o país sede e outras duas nações para compor o grupo de participantes.[2] A fórmula do torneio consistiu em um "sistema de pontos corridos", onde todas as equipes enfrentaram-se e o vencedor foi aquele com o maior número de pontos ou, em caso de empate, um maior set average ou point average.[2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Masculino[editar | editar código-fonte]

World Super Challenge de Voleibol Masculino[3]
Ano Sede Campeão Vice 3º lugar
1996
Flag of Japan.svg
Japão
Itália
Itália
Países Baixos
Países Baixos
Jugoslávia
Iugoslávia

Feminino[editar | editar código-fonte]

World Super Challenge de Voleibol Feminino[4]
Ano Sede Campeão Vice 3º lugar
1996
Flag of Japan.svg
Japão
China
China
Cuba
Cuba
Brasil
Brasil

Quadro geral[editar | editar código-fonte]

 Ordem  País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Medals world.svg
1 China China 1 0 0 1
Itália Itália 1 0 0 1
3 Cuba Cuba 0 1 0 1
Países Baixos Países Baixos 0 1 0 1
5 Brasil Brasil 0 0 1 1
Jugoslávia Iugoslávia 0 0 1 1

Referências

  1. «História do voleibol internacional desde a fundação da F.I.V.B.». Federação Moçambicana de Voleibol. 17 de setembro de 2013. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 4 de março de 2015 
  2. a b «Brasil vence o Japão no World Challenge». Folha de S.Paulo. UOL. 15 de novembro de 1996. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 4 de março de 2015 
  3. «Italy Wins World Super Challenge Volleyball Tournament». Associated Press (em inglês). 24 de novembro de 1996. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 4 de março de 2015 
  4. «Brasil acaba em 3º no World Challenge». Folha de S.Paulo. UOL. 18 de novembro de 1996. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 4 de março de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]