Challenger Cup de Voleibol Feminino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Não confundir nem com Challenge Cup de Voleibol Feminino, competição de clubes da CEV, nem com a Challenge Cup Asiática de Voleibol Feminino, competição de seleções da AVC.
Challenger Cup de Voleibol Feminino
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Sede Intercontinental
Organizador FIVB
Edições
Primeira edição Peru Lima 2018
Última edição Croácia Zadar 2022
Campeões
Primeiro campeão Bulgária
Atual campeão Croácia (1º título)
Maior campeão Bulgária (1 título)
Canadá (1 título)
Croácia (1 título)
Página oficial da competição

A Challenger Cup de Voleibol Feminino é uma competição internacional de voleibol disputada por seleções femininas filiadas à Federação Internacional de Voleibol (FIVB), órgão governamental global do esporte. A sua primeira edição disputou-se em 2018.

A Challenger Cup realiza-se sempre após a fase final da Liga das Nações e o seu vencedor ganha o direito de participar da Liga das Nações do ano seguinte, substituindo a pior colocada do grupo de seleções "desafiantes".[1]

Formato da competição[editar | editar código-fonte]

Nas duas primeiras edições, seis equipes participaram da Challenger Cup, sendo divididas em dois grupos de três equipes cada na primeira fase. As duas melhores equipes de cada grupo se classificam para as semifinais. As vencedoras das semifinais avançam para disputar o título da Challenger Cup. A campeã se classifica para a Liga das Nações do ano seguinte.[2]

A partir de 2022 passou a contar com oito seleções e a ser disputada em sistema eliminatório simples: quartas de final, semifinal, jogo pelo terceiro lugar e final.[3]

Qualificação[editar | editar código-fonte]

Disputaram a competição na sua edição inaugural, em 2018, cinco equipes das cinco confederações continentais, mais a seleção do país sede.[4] Cada confederação continental era responsável por determinar as equipes que se qualificam para a Challenger Cup, podendo organizar um torneio de classificação ou usar uma competição existente para definir o(s) seu(s) representante(s).[4]

Desde 2022 é disputada pelas melhores seleções ranqueadas por cada confederação (cinco), mais a seleção do país sede, a campeã da Liga Europeia Ouro e a rebaixada da Liga das Nações da mesma temporada.[3]

Distribuição de vagas
Confederação Vagas
País-sede 1
AVC (Ásia e Oceania) 1
CAVB (África) 1
CSV (América do Sul) 1
NORCECA (Américas do Norte e Central e Caribe) 1
CEV (Europa) 2
Rebaixada da Liga das Nações 1
Total 8

História[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2017, a FIVB anunciou a criação de um novo torneio anual em parceria com a IMG e 21 federações nacionais, denominado de Liga das Nações, mais conhecida pelo seu acrônimo VNL, proveniente de sua nomenclatura em língua inglesa (Volleyball Nations League).[5] Com 16 seleções na disputa da competição principal, foi criada também a Challenger Cup, servindo como um torneio de qualificação para a VNL do ano posterior.

Para a edição de 2018, classificaram-se pela CEV a Bulgária e a Hungria, campeã e vice-campeã, respectivamente, da Liga Europeia de 2018.[6] Pela AVC classificou-se o Cazaquistão,[7] pela NORCECA definiu-se Porto Rico[8] e pela CSV, a Colômbia ocupou o lugar de representante sul-americano do Peru, uma vez que esse foi eleito sede do torneio. Posteriormente, devido à desistência das cazaques, a Austrália foi nomeada como a representante da Ásia.[9] A Bulgária tornou-se a primeira campeã do torneio ao vencer a Colômbia na decisão por 3 sets a 1; por sua vez, as peruanas caíram no tie break contra as porto-riquenhas.[10]

Pelo segundo ano consecutivo, a cidade de Lima teve o privilégio de receber a competição.[11] Unindo-se às anfitriãs, cinco seleções estrearam: Canadá, Taipé Chinês, Argentina, República Checa e Croácia.[12] Dono da casa, o Peru, que finalizou na quinta posição junto a Taipé Chinês, viu as suas rivais continentais argentinas e canadenses subirem ao pódio, ao baterem as croatas e as checas, na disputa pelo bronze e pelo ouro, respectivamente. Com o título, o Canadá garantiu uma vaga como equipe desafiante na Liga das Nações de 2020.[13]

Resultados[editar | editar código-fonte]

CHALLENGER CUP DE VOLEIBOL FEMININO
Ano Sede Final Decisão do 3º lugar Equipes
Ouro Placar Prata Bronze Placar 4º lugar
2018
Detalhes
Peru
Lima
Bandeira da Bulgária
Bulgária
3 – 1 Bandeira da Colômbia
Colômbia
Bandeira de Porto Rico
Porto Rico
3 – 2 Bandeira do Peru
Peru
6
2019
Detalhes
Peru
Lima
Bandeira do Canadá
Canadá
3 – 2 Bandeira da Chéquia
Chéquia
Bandeira da Argentina
Argentina
3 – 0 Bandeira da Croácia
Croácia
6
2020 Edições canceladas devido a pandemia de COVID-19.[14][15]
2021
2022
Detalhes
Croácia
Zadar
Bandeira da Croácia
Croácia
3 – 1 Bandeira da Bélgica
Bélgica
Bandeira de Porto Rico
Porto Rico
3 – 1 Bandeira da Colômbia
Colômbia
8

Quadro de medalhas[editar | editar código-fonte]

 Ordem  País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Medals world.svg
1 Bulgária 1 0 0 1
Canadá 1 0 0 1
Croácia 1 0 0 1
4 Bélgica 0 1 0 1
Chéquia 0 1 0 1
Colômbia 0 1 0 1
7 Porto Rico 0 0 2 2
8 Argentina 0 0 1 1

Aparições[editar | editar código-fonte]

País Peru
2018
(6)
Peru
2019
(6)
Croácia
2022
(8)
Total
Argentina 1
Austrália 1
Bélgica 1
Bulgária 1
Camarões 1
Canadá 1
Cazaquistão 1
Chéquia 2
Colômbia 2
Croácia 2
França 1
Hungria 1
Peru 2
Porto Rico 2
Taipé Chinês 1

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «SIX TEAMS LINE UP FOR VOLLEYBALL CHALLENGER CUP AND ONE OPEN BERTH IN 2019 MEN'S VNL» (em inglês). FIVB. 19 de junho de 2018. Consultado em 21 de junho de 2018 
  2. «FORMULA – FIVB Volleyball Challenger Cup 2018». FIVB. Consultado em 21 de junho de 2018 
  3. a b «Formula». FIVB. Consultado em 7 de julho de 2022 
  4. a b «FIVB Executive Committee embraces digital transformation» (em inglês). FIVB. 7 de dezembro de 2017. Consultado em 21 de junho de 2018 
  5. «FIVB announces the Volleyball Nations League» (em inglês). FIVB. 12 de outubro de 2017. Consultado em 21 de junho de 2018 
  6. «Hungary and Bulgaria to lock horns in Golden #EuroLeagueW 'grand finale'» (em inglês). CEV. 14 de junho de 2018. Consultado em 14 de junho de 2018 
  7. «AVC Continental Qualifications for FIVB Volleyball Challenger Cup – Women's Results» (em inglês). AVC. Consultado em 22 de maio de 2018 
  8. «2018 Norceca Women Volleyball Nation League Challenge Cup Final Continental Qualification Tournament» (em inglês). NORCECA. Consultado em 22 de maio de 2018 
  9. «VOLLEYROOS WOMEN GET LATE SECOND CHANCE» (em inglês). Volleyball Australia. 14 de junho de 2018. Consultado em 14 de junho 2018 
  10. «BULGARIA AMONGST VOLLEYBALL'S CREAM FOR 2019 WOMEN'S VNL» (em inglês). FIVB. 25 de junho de 2018. Consultado em 25 de junho de 2018 
  11. «WOMEN'S VOLLEYBALL CHALLENGER CUP RETURNS TO LIMA» (em inglês). FIVB. 24 de junho de 2019. Consultado em 25 de junho de 2019 
  12. «QUALIFICATION PROCESS» (em inglês). FIVB. Consultado em 25 de junho de 2019 
  13. «CANADA WIN WOMEN'S VOLLEYBALL CHALLENGER CUP» (em inglês). FIVB. 1 de julho de 2019. Consultado em 1 de julho de 2019 
  14. «FIVB ANNOUNCES CANCELLATION OF VNL 2020» (em inglês). FIVB. 8 de maio de 2020. Consultado em 18 de julho de 2020 
  15. «FIVB Announces Cancellation Of Volleyball Challenger Cup 2021». FIVB (em inglês). 16 de abril de 2022. Consultado em 7 de junho de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]