XXY

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

XXY é um filme argentino, escrito e dirigido por Lucía Puenzo, lançado em 2007. Conta a história de um/uma adolescente intersexual que, devido a uma mutação (e não uma doença) genética apresenta características de ambos os sexos. Alex, interpretado pela atriz Inés Efron é um/uma hermafrodita de aspecto quase andrógeno. Tal condição dificulta a definição de sua orientação sexual, até a adolescência pelo menos.

Para proteger o/a filho/filha do preconceito e deixar para que ele/ela mesmo/mesma faça a opção sobre a sua sexualidade, para só depois ser submetido/submetida a tratamentos hormonais e/ou cirurgia, os pais o/a levam ainda criança para morar em uma vila no litoral do Uruguai, onde desenvolvem pesquisa biológicas e criam a menino/menina de forma livre. No entanto, o drama do enredo se dá quando um outro adolescente se apaixona por ele/ela, sem saber, a princípio, de sua situação especial. A família passa, então, a sofrer imensa pressão social. Um filme sobre amor e respeito.


Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.