Zhao Wei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Esta página contém alguns caracteres especiais e é possível que a impressão não corresponda ao artigo original.

Zhao Wei
趙薇
Zhao Wei no tapete vermelho do Festival Huabiao em 2007
Outros nomes
  • Vicki Zhao
  • (chinês simplificado)
  • Zhào Wēi (pinyin)
  • Ziu6 Mei4 (jyutping)
  • Triệu Vi (vietnamita)
Nascimento 12 de março de 1976 (43 anos)
Wuhu, Anhui, China
Nacionalidade chinesa
Progenitores Mãe: Wei Qiying
Pai: Zhao Jiahai
Cônjuge Huang Youlong (2008–presente)
Filho(s) 1
Alma mater Beijing Film Academy
Ocupação Cantora, atriz, diretora, produtora
Período de atividade 1994-presente
Prêmios
  • Hong Kong Film Awards de
    • melhor atriz por Dearest (2015)
    • melhor filme de Mainland e Taiwan por So Young (2014)
  • Changchun Film Festival de melhor atriz por A Time to Love (2006) e Mulan (2009)
Carreira musical
Gênero(s) Mandopop
Página oficial
www.zhaoweinetfamily.com

Zhao Wei (Wuhu, 12 de março de 1976), também conhecida como Vicki Zhao, é uma atriz, diretora, produtora e cantora chinesa. Ela é considerada uma das atrizes mais populares da China e uma das mais bem pagas. Enquanto estudava na Beijing Film Academy, a mesma ganhou proeminência nacional pela sua atuação na série My Fair Princess (1998–1999), pelo qual também ganhou o Golden Eagle Award de melhor atriz. A série teve um sucesso sem precedentes nos países do leste e sudeste, e Zhao foi considerada a primeira "ídola nacional" da China continental desde que a reforma econômica iniciou, em 1978.[1][2]

Ao longo de mais de 20 anos de carreira, Zhao estrelou muitos sucessos de bilheteria, incluindo Shaolin Soccer (2001), Red Cliff (2008–2009), Painted Skin (2008), Painted Skin: The Resurrection (2012), Dearest (2014) e Lost in Hong Kong (2015). Ela recebeu inúmeros prêmios no Festival Internacional de Cinema de Xangai, Huabiao Awards, Festival de Cinema de Changchun, Prêmios Cem Flores e Shanghai Film Critics pelo os filmes A Time to Love (2005) e Mulan (2009). Em 2014, ela apareceu no filme de Peter Chan, Dearest, e ganhou o prêmio Hong Kong Film Critics Society e o Hong Kong Film Award como melhor atriz.

Ela participou das séries Romance in the Rain (2001), Moment in Peking (2005) e Tiger Mom (2015). Ela também iniciou uma carreira musical com o álbum Swallow (1999), sucessivamente lançou 7 álbuns. Em 2006, ela ganhou o MTV Asia Award de Artista Favorita da China Continental, pelo o álbum Double. Zhao recebeu seu diploma de diretora de cinema em 2012. Sua estreia como diretora foi em So Young (2013). O filme quebrou o recorde de bilheteria de filmes dirigidos por mulheres chinesas em uma semana e acabou se tornando um dos de maior bilheteria do país. O mesmo lhe rendeu vários prêmios na China continental, Hong Kong e Taiwan, incluindo o Prêmio Galo de Ouro de Melhor Lançamento de Diretora e Prêmio Cem Flores de Melhor Diretora.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascida e criada em Wuhu, Anhui, Zhao é filha de Zhao Jiahai (chinês: 赵家海, pinyin: Zhào Jiāhǎi), um engenheiro, e Wei Qiying (chinês: 魏启颖, pinyin: Wèi Qǐyǐng), uma professora de escola primária.[3] Ela tem um irmão mais velho, Zhao Jian (chinês: 赵健, pinyin: Zhào Jiān; 1971). Depois da escola secundária, Zhao entrou na Wuhu Normal School, uma instituição de ensino local que treina estudantes para se tornarem professores de pré-escola. Além da escola, ela também recebeu treinamento de piano, dança e pintura chinesa.[4]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início (1994-1997)[editar | editar código-fonte]

Em 1993, enquanto Zhao ainda estava na escola, o filme A Soul Haunted by Painting (1994), dirigido por Huang Shuqin, estrelado por Gong Li e Derek Yee, estava sendo filmado em Wuhu. Zhao foi escalada para uma participação especial, uma jovem que trabalha num bordel. Esta é sua primeira experiência de atuação. Ela apareceu brevemente no início do filme e não teve diálogo. Zhao desenvolveu forte interesse em atuar depois de sua primeira experiência e decidiu se tornar atriz. Em 1994, depois de se formar na Wuhu Normal School, a mesma desistiu de seu trabalho como professora de pré-escola. Ela se mudou de sua cidade natal para Xangai e foi matriculada na Xie Jin Star Academy, uma escola de atuação fundada pelo diretor chinês Xie Jin, onde recebeu treinamento durante 1994–1995.[5]

Zhao também foi selecionada por Xie para estrelar o filme Penitentiary Angel (1996). Este foi seu primeiro papel substancial. Embora ela não tenha grande desempenho, Zhao considerou uma experiência valiosa e um bom começo de sua carreira. O filme proporcionou outros papéis em séries de TV, incluindo seu primeiro papel principal em Sisters in Beijing (1996). "Eu era jovem demais para entender o papel", ela disse, "mas se você foi escalada para um filme por um diretor famoso, não importa o quão bem você o faça, outros diretores menos famosos também vão querer lançar você". Em 1996, Zhao foi admitido na Escola de Artes Performáticas da Academia de Cinema de Pequim (BFA), com a maior pontuação nacional. Ela se formou 4 anos depois com bacharelado em Artes Cênicas do BFA, como uma das mais destacadas – Zhao marcou cinco "A" e nove "A-" dos 14 cursos. Sua tese de graduação marcou 90 (de 100).[6]

Ascensão (1998–2001)[editar | editar código-fonte]

Em 1997, a renomada romancista e produtora Chiung Yao estava lançando a série de TV My Fair Princess, uma produção conjunta da China continental e de Taiwan, que foi adaptada do próprio romance de Chiung Yao. Ela identificou Zhao Wei como um talento depois de assistir Sisters in Beijing e ofereceu a ela o papel principal de Huan Zhu Ge Ge (Princesa Pérola), também conhecida como Xiao Yanzi, uma princesa rebelde e engraçada que se atreveu a desafiar a autoridade e as regras do Palácio. Filmar a série foi uma tarefa árdua para Zhao e suas colegas;[7] A própria Zhao reconheceu a intensidade das filmagens:

Nós filmamos de 18 a 20 horas por dia. Havia dois grupos de atores. Um durante o dia, outro à noite. Frequentemente eu tinha que fazer as duas coisas. Algumas vezes trabalhei tanto que vomitei de esforço. Mas eu era jovem então eu não me cansei facilmente. E nunca reclamei das condições de trabalho. Eu pensei que era exatamente como deveria ser. Agora eu sei que está errado. Mas na época eu não tinha ideia. O que quer que eles me dessem, eu faria. E assim que eu terminasse de trabalhar eu poderia simplesmente cair no sono. Eles diziam: "Vá dormir", e eu iria dormir direito.

O trabalho duro do elenco produziu resultados inesperados. Este drama cômica rapidamente se tornou um sucesso televisivo em Taiwan, China continental, Hong Kong e países do sudeste asiático, como Cingapura e Vietnã. Zhao ganhou proeminência e tornou-se um nome popular.[8] Em 1999, ela se tornou a mais jovem atriz a ganhar o Golden Eagle Award de Melhor Atriz. A mesma foi considerada por muitos como o primeiro "ídolo nacional" da China continental e foi nomeada uma das "Dez Pessoas Mais Destacadas na Indústria da Televisão" de Taiwan. No entanto, juntamente com o fenômeno surgiram críticas negativas na China continental, atacando o papel como uma "má influência" sob crianças e jovens.[9]

Durante a Conferência Consultiva Política do Povo Chinês de 2002, um membro da CCPPC apresentou uma proposta para boicotar Zhao. Ela mais uma vez trabalhou com Chiung Yao para a série de televisão de 2001 Romance in the Rain, um drama baseado nas décadas de 1930 e 1940. Em frente à princesa engraçada que ela interpretou em My Fair Princess, Zhao interpretou desta vez uma garota que tenta se vingar de seus pais. A série foi um sucesso comercial e registrou os maiores índices do ano. A mesma logo sentiu que tinha conseguido o tão esperado sucesso e começou a mudar seu foco de carreira da TV para os filmes.[10]

Estreia em filmes (2001–2008)[editar | editar código-fonte]

Zhao passou a estrelar alguns filmes de Hong Kong. Em 2001, ela estrelou o filme de comédia Shaolin Soccer ao lado do ator e diretor de Hong Kong, Stephen Chow. Ela foi indicado ao Chinese Film Media Award de Melhor Atriz.[11] Isso foi seguido por um papel de apoio no filme Chinese Odyssey 2002, como Phoenix, para o qual ela indicou o Golden Horse Award de Melhor Atriz Coadjuvante. Em 2002, Zhao interpretou uma assassina em So Close, que também é estrelado por Shu Qi e Karen Mok. Em 2003, Zhao estrelou quatro filmes: My Dream Girl, Warriors of Heaven and Earth, Green Tea e Jade Goddess of Mercy.[12][13]

Depois de muita especulação sobre quem seria escalado para a protagonista An Xin no filme de Ann Hui, Jade Goddess of Mercy, o papel foi finalmente oferecido a Zhao, e seu desempenho foi bem recebido pelos críticos.[14] Em 2004, a Associação Chinesa de Artes do Cinema apresentou-lhe o Golden Phoenix Award por este papel. Ela também foi nomeada para o Prêmio Cem Flores de Melhor Atriz por sua performance em Warriors of Heaven and Earth.[15] Em 2004, Zhao foi escalado para dublar o personagem Princesa Fiona quando Shrek 2 foi lançado na China.[16][17]

Em 2005, ela ganhou o prêmio Golden Goblet de Melhor Atriz no Festival Internacional de Cinema de Xangai e indicada, com Zhang Ziyi, para o Prêmio Huabiao. Ambos os prêmios foram para sua performance em A Time to Love.[18][19] A mesma mais uma vez ganhou o prêmio de Melhor Atriz pelo filme no 8º Festival de Cinema de Changchun, em 2006. Depois de uma pausa de quatro anos na série, Zhao estrelou como Yao Mulan em um remake de Moment in Peking (2005), de Lin Yutang. A série foi o quarto drama de TV de Zhao para se tornar o drama mais bem cotado do ano. Zhao foi indicado ao 26º Prêmio Flying Apsaras de Melhor Atriz.[20]

Após o sucesso de Moment in Peking, Zhao estrelou The Postmodern Life of My Aunt, que estreou em festivais de cinema ao redor do mundo, incluindo o Festival Internacional de Cinema de Toronto.[21] Embora ela tenha aparecido apenas dez minutos no filme, seu desempenho a levou a ser indicada ao 43º Golden Horse Awards e ao 27º Hong Kong Film Awards de Melhor Atriz Coadjuvante.[22] Em 2006, ela realizou o exame nacional de admissão para pós-graduação. Depois de passar, Zhao retornou à sua alma mater, a Beijing Film Academy (BFA) em setembro de 2006, como estudante no Departamento de Direção de Cinema, onde estudou com o diretor Tian Zhuangzhuang.[23]

Naquele ano, ela ficou em 4º lugar na lista de 100 Celebridades da China da revista Forbes. Ela também foi selecionada como a "Mulher Mais Bonita" da China por meio de votação nacional pelos usuários do sítio Sina e Sohu. A revista People[24] também listou Zhao como uma das "100 pessoas mais bonitas" em 2006.[25][26] A mesma interpretou uma taxista no filme The Longest Night de 2007, estrelado ao lado de Masahiro Motoki e Dylan Kuo. No mesmo ano, Zhao estrelou a série de televisão Thank You for Having Loved Me. Ela supostamente recebeu um salário de 100 mil yuans por episódio.[27][28]

Mulan e hiato (2008–2010)[editar | editar código-fonte]

De 2008 a 2009, Zhao estrelou o filme de John Woo, Red Cliff, o mesmo tornou-se a produção mais cara da China continental. Ela interpretou Sun Shangxiang, a irmã de Sun Quan, que se disfarça como um soldado inimigo para reunir informações. Zhao recebeu duas indicações no Hong Kong Film Award de Melhor Atriz Coadjuvante.[29] Ela apareceu em seguida no filme de Gordon Chan, Painted Skin (2008). O mesmo estabeleceu um novo marco no cinema chinês ao faturar 100 milhões de yuans em seis dias.[30] O papel de Zhao como esposa de um general foi particularmente aclamado, e ela recebeu indicações de Melhor Atriz no 27º Prêmio Galo de Ouro e no 3º Prêmio de Cinema Asiático.[31]

Em 2009, Zhao interpretou a lendária personagem Hua Mulan em Mulan. Jingle Ma chamou Zhao de "ajuste perfeito" para a heroína. Ela ganhou o prêmio de Melhor Atriz no 10º Festival de Cinema de Changchun, 30º Prêmio Cem Flores e 19º Prêmio de Críticos de Cinema de Xangai por sua atuação no filme.[32][33] Em 6 de agosto de 2009, ela foi eleita vice-presidente da Academia de Artes Cinematográficas da China e membra executiva do conselho da Sociedade Ambiental da China.[34]

Depois de filmar 14 Blades ao lado de Donnie Yen, Zhao teve uma pausa de 2 anos em meados de 2010. Em 11 de abril de 2010, ela deu à luz a uma menina, Huang Xin, a única filha dela com o empresário Huang Youlong, com quem se casou em 2008.[35][36][37] Em junho de 2010, ela foi membra do júri do XIII Festival Internacional de Cinema de Xangai.[38][39]

Retorno e direção (2012–presente)[editar | editar código-fonte]

Impressões digitais de Zhao
Em 3 de junho de 2015, Zhao tornou-se a primeira atriz chinesa a deixar suas impressões digitais e pegadas no Teatro Chinês, em Hollywood.

Zhao voltou de sua extensa licença em 2012, interpretando, incidentalmente, uma mãe solteira em Love, dirigida por Doze Niu. O filme também alcançou sucesso comercial, e se tornou o único filme a faturar 100 milhões de yuans tanto em Taiwan quanto na China continental.[40] Os críticos chamam a performance de Zhao de "a cena mais incrível". No mesmo ano, ela estrelou em Painted Skin: The Resurrection,[41] a continuação do filme Painted Skin, de 2008. O filme arrecadou mais de 700 milhões de yuans para se tornar o filme chinês de maior bilheteria na época, antes de ser derrotado por Lost in Thailand.[42][43]

Em 2012, ela se formou no Instituto de Direção da Academia de Cinema de Pequim, com uma pontuação de 99/100, ficando em 1º lugar entre todos os graduados. Sua estreia na direção, So Young, ocorreu em 26 de abril de 2013, obtendo 141 milhões de yuans no primeiro fim de semana.[44][45] Ela foi a primeira diretora cujo filme de estreia superou 100 milhões de yuans na China. Em apenas uma semana, So Young acumulou 350 milhões de yuan, com o recorde final de bilheteria na China, sendo mais de 700 milhões de yuans. Pelo o filme, Zhao ganhou[46] o Prêmio Galo de Ouro de melhor estreia na diretoria, Prêmio Cem Flores de Melhor Diretor e Hong Kong Film Award de Melhor Filme do Continente e de Taiwan.[47]

Zhao também se tornou juiz da 5ª temporada do Got Talent da China, ao lado de Liu Ye, Alec Su e Wang Wei Chun.[48] Ela voltou a atuar em 2014, no filme Dearest, dirigido por Peter Chan. O filme foi selecionado pelo 71º Festival Internacional de Cinema de Veneza, na categoria Fora de competição, e o desempenho de Zhao como mãe adotiva de crianças raptadas recebeu aclamação internacional.[49][50] O The Hollywood Reporter a chamou de chinesa Juliette Binoche. Este filme também rendeu a Zhao o prêmio Hong Kong Film Award e o prêmio Hong Kong Film Critics Society de Melhor Atriz.[51][52]

Em 2015, ela estrelou as comédias Hollywood Adventures e Lost in Hong Kong, ambas comercialmente bem-sucedidas. A Forbes a descreveu como a "atriz mais rica do mundo".[53][54] No mesmo ano, tornou à televisão com Tiger Mom. Ela foi indicada ao Asian Television Award e Magnolia Award de Melhor Atriz em uma série de televisão. Em 20 de outubro, Zhao foi eleita membra executiva do comitê China Film Directors' Guild. Em 2016, a mesma interpretou uma médica no filme de suspense de Johnnie To, Three.[55]

Ela também começou a produção de seu segundo trabalho como diretora, com No Other Love.[56][57] Em julho, ela foi indicada como membra do júri do 73º Festival Internacional de Cinema de Veneza. Em fevereiro de 2017, a mesma voltou para a sua alma mater – Escola de Artes Cênicas, Beijing Film Academy – para ser avaliadora da rodada final de candidatos para a entrada de 2017.[58] O exame de admissão é dito ser o mais desafiador dos alunos que buscam artes cênicas em que a taxa de sucesso é de 1:113. Em setembro, ela foi nomeada como membra do principal júri do 30º Festival Internacional de Cinema de Tóquio.[59][60]

Em março de 2018, Zhao foi nomeada como membra do júri final do 9º Prêmio do China Film Directors Guild Award. Ela também nomeou como porta-voz oficial do 12º Xining FIRST International Film Festival.[61][62] Em 17 de outubro, a CCTV a anunciou como diretora-chefe do documentário Starlight, apresentado pela China Movie Channel, que já há dois meses filma.[63][64] Em 12 de dezembro, o sítio People informou que ela se juntaria ao elenco da peça Proof,[65] de Tian Zhuangzhuang, como a protagonista Catherine, que foi adaptada da premiada peça broadway de 2001.[66][67]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

O ator chinês Huang Xiaoming reconheceu publicamente que ele tinha uma queda por Zhao quando ele e ela participaram da Academia de Cinema de Pequim.[68][69] Ela rejeitou o pedido de namoro porque não o achava maduro o suficiente. Os dois permanecem amigos íntimos e colaboraram no filme Hollywood Adventures,[70][71] uma produção conjunta de Hollywood e da China. Depois de dois relacionamentos, ela se casou com o empresário chinês Huang Youlong em 2008, em Cingapura. A filha do casal, nasceu em abril de 2010.[72][73][74]

Zhao é um amante de vinhos e tem uma paixão pela sua produção.[75][76] Em 21 de dezembro de 2011, o jornal francês Sud-Ouest informou que Zhao havia comprado o Château Monlot, com o Saint-Émilion, por 4 milhões de euros.[77][78] Após 4 anos de trabalho, em outubro de 2015, a vinícola lançou a marca de vinho Bordeaux no mercado chinês. A loja online oferece seleções de vinhos sofisticadas e econômicas.[79][80]

Filantropia[editar | editar código-fonte]

Zhao em 2011
Zhao em um evento de caridade de 2011.

Zhao tem se envolvido ativamente em trabalhos de caridade e ajuda humanitária.[81][82] Em 1999, Zhao Wei doou 100 mil yuans, para os atingidos pelo o terremoto em Taiwan. Em 2004, com a autoridade educacional local, ela criou uma bolsa de estudos em Wuhu, sua cidade natal, para estudantes de famílias em dificuldades financeiras. Em 2005, a mesma foi apontada como porta-voz e embaixadora do Fundo das Nações Unidas para a Infância e da Comissão de Sensibilização à Juventude da China, para a campanha "Conscientização para Crianças Afetadas pela AIDS".[83]

A canção "来得及的明天" (pinyin: lái dé jí dè míng tiān; em inglês: "Still Time for Tomorrow") foi tocada por ela, como lema da campanha. Em 2006, Zhao apoiou os eventos de angariação de fundos para a Fundação Smile Angel, um fundo de caridade criado pela sua amiga, a cantora pop Faye Wong.[84][85] Na manhã seguinte ao terremoto de Sichuan em 2008, Zhao estava em Cannes para promover o filme Red Cliff e doou 100 mil yuans para a Cruz Vermelha da China. Logo depois, ela doou 500 mil yuans para o Fundo de Crianças e Adolescentes da China para construir uma escola.[86]

Em 29 de março de 2010, a mesma doou 200 mil RMB para o governo de Yunnan, uma vez que a província sofria com a pior seca das últimas décadas. Em 17 de abril, no terceiro dia após o terremoto de Qinghai, Zhao doou 200 mil yuans para a Fundação de Redução da Pobreza.[87][88] Ela recebeu o Prêmio China Charity Billboard por suas contribuições à caridade em 2011. Em 22 de abril de 2013, Zhao doou 500 mil RMB para afetados pelo terremoto de Sichuan. Em 2014, a mesma lançou a Fundação V-Love para crianças com leucemia. Também em 2014, foi nomeada embaixadora da Global Alliance for Clean Cookstoves.[89]

Em junho de 2016, Zhao doou 1 milhão de RMBs ao governo de Anhui, pois a província sofreu uma forte inundação. No mesmo ano, ela foi nomeada embaixatriz da Fundação Soong Ching Ling e do Projeto de Capacitação e Desenvolvimento de Mulheres Minoritárias,[90][91] cujo objetivo é promover o desenvolvimento humano sustentável com mulheres de minorias étnicas através de colaborações conjuntas no desenvolvimento social e econômico.[92] Ela também foi nomeada embaixadora da campanha do Ministério da Segurança Pública contra o tráfico de crianças.[93]

Em 20 de novembro, o UNDP nomeou-a como embaixadora da boa vontade.[94] Em 26 de dezembro, Zhao realizou uma festa de caridade para sua fundação e levantou doações de mais de 16 milhões de yuans para o tratamento da leucemia. Em julho de 2017, ela e seu marido doaram 1 milhão de HKD para o governo de Hunan, pois estavam sofrendo com uma inundação.[95]

Aparições na mídia[editar | editar código-fonte]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Zhao tem sido um assunto habitual de tablóides. Em 2001, ela fez uma seção de fotos para a edição de agosto da revista de moda L'Offciel China. Em uma foto, a mesma estava usando um vestido de grife (etiqueta da Heatherette NYC, desenhada por Richie Rich). O vestido tinha uma estampa semelhante à bandeira militar japonesa durante a Segunda Guerra Mundial.[96] Quatro meses depois, em dezembro de 2001, um dos jornais locais começou a questionar e criticar a foto. Relembrando os acontecimentos durante a guerra, o jornal rapidamente provocou protestos públicos, e mais meios de comunicação se uniram para atacar Zhao. Alguns argumentaram em proibir seu trabalho e proibi-la do show business.[97][98] Em 9 de dezembro, o jornal Beijing Evening News e a rede Sina publicaram a carta de desculpas de Zhao à nação. Em 17 de dezembro, ela novamente pediu desculpas no programa de televisão Entertainment Live; o pedido foi transmitido em 200 redes de televisão e 100 estações de rádio na China.[99]

Diferentes opiniões e perguntas começaram a surgir sobre a negligência e a escolha do vestido pelos editores da revista. Também houve suspeitas de que o incidente tenha sido uma tentativa de arruinar a carreira de Zhao. Em 28 de dezembro de 2001, durante sua apresentação em um concerto, ela foi atacada no palco por Fu Shenghua, um trabalhador da construção civil que mais tarde disse que seus avós foram mortos durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa.[100] Refletindo sobre suas ações, ele disse a uma revista: "Eu sei que o que eu fiz não foi certo. Mas eu acredito que minha causa era apenas... Como uma pessoa famosa chinesa, ela deveria estar ciente de um evento tão importante". Mais tarde, um jornal chinês, Beijing Youth Daily, publicou um relatório especial após uma investigação de dois meses e alegou que Fu tinha mentido para a mídia, alegando que ninguém em sua família tinha morrido durante a guerra e que ele não era trabalhador da construção civil, mas estava desempregado há vários anos. O jornalista notou que era difícil conversar com ele devido a suas supostas visões extremistas. Assim, as opiniões públicas começaram a mudar de forma mais empática para Zhao. Depois que este relatório foi publicado, o hype em torno do incidente acabou e a mídia chinesa raramente mencionou isso novamente.[101]

Em julho de 2004, ela foi envolvida em mais controvérsias quando uma mulher grávida chamada Zou Xue a acusou de agredi-la em um restaurante devido a uma disputa comercial. Ambas foram parceiras de negócios e abriram um bar juntos em Pequim. Zou alegou que Zhao havia instruído seu motorista a bater nela. Ela entrou com uma ação exigindo indenização, bem como um pedido público de desculpas.[102] Zhao negou as acusações, mas o público não estava do seu lado. No entanto, o incidente rapidamente teve uma reviravolta, quando a mídia investigou que o relatório de check-up médico de Zou era falso e foi produzido por um hospital administrado por seus familiares. O tribunal então rejeitou o processo. Além disso, as pessoas descobriram que ela foi editora do L'Offciel e que se demitiu devido ao incidente da "bandeira japonesa". O público estava mais convencido de que o incidente da foi um esquema e ela estava de alguma forma envolvida. Zhao recuperou o apoio público.[96]

Zhao completou seu segundo longa-metragem, No Other Love, em junho de 2016. Em 1 de julho de 2016, a Liga da Juventude Comunista usou seu próprio sítio para critica-la pela escolha do elenco masculino e pelo suposto apoio do ator Leon Dai à independência de Taiwan. Sua publicação no Weibo pedia boicote ao filme. Após o apelo, os nacionalistas e os sindicatos começaram a atacá-la por ser uma "inimiga pública" e "traidora" da nação.[103] Os mesmos também classificaram-na como uma "espiã americana", citando que ela tirou uma foto e apertou a mão de Hillary Clinton na Aliança Global para Fogões Limpos em Manhattan, Estados Unidos, em 20 de novembro de 2014. No início de julho, tanto Dai quanto Zhao e seus estúdios de produção de filmes emitiram declarações de desculpas, mas os nacionalistas continuaram a atacá-los,[104] até mesmo aos membros de sua família, incluindo seu marido, filha e irmão. Em 15 de julho de 2016, sob feroz ataque online, Zhao pediu desculpas e o estúdio de cinema também anunciou seu plano de substituir Dai. O incidente gerou muito debate e alguns escritores chineses famosos, professores e cineastas, incluindo Fang Fang, Sai Ren, Shi Hang, Yan Feng, He Ping, Chen Guoxing, junto com as mídias sociais e a China Newsweek categoricamente denunciaram as ofensas e/ou expressaram seu apoio a Zhao.[105]

Outros trabalhos[editar | editar código-fonte]

Juntamente com sua carreira de atriz, Zhao se envolveu ativamente no trabalho comercial. A mesma já foi embaixadora em diversas vezes: Em 2001, ela foi embaixadora dos Jogos Universitários Mundiais; No ano seguinte, foi da Fundação para o Desenvolvimento da Juventude e da Federação Ambiental da China;[106][107] Em 2004, a mesma foi embaixadora dos Jogos de Fazendeiros e em 2005 do Fundo das Nações Unidas para a Infância; Dos Jogos Olímpicos Especiais e da Fundação de Pessoas com Deficiência da China em 2007;[108][109] Em 2008 e 2009, respectivamente, do Projeto Coração, da Cruz Vermelha, e da Expo Flores da China.[110][111]

Em 2010, Zhao participou do Festival de Cinema de Changchun e no ano seguinte do Festival de Cinema do Galo Dourado e Cem Flores.[112] Em 2014, ela participou da Aliança Global para Fogões Limpos em 2016,[113][114] do Ministério de Segurança Pública da China, além de ser embaixadora da boa vontade do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.[115][116] De 2013 a 2014, ela foi uma porta-voz da Samsung Galaxy Note 3. De 2012 a 2017, a mesma foi representante oficial da Jaeger-LeCoultre. Desde 2018, ela também foi selecionada como embaixadora oficial da marca Burberry.[117][118]

Em 2001, ela foi selecionada como uma dos "dez modelos comerciais mais populares da China". No mesmo ano, ela ficou em segundo lugar na lista "Top 10 Artistas de Anúncios" da China. A rede de televisão sul-coreana KBS a classificou como número um na China e Japão e número dois na Coreia do Sul, coroando-a sua "Rainha Comercial em 3 países". Em várias ocasiões, ela foi elogiada pela mídia por seu senso de estilo.[119]

No Lycra Channel Young Awards (agora conhecido como China Fashion Awards), Zhao foi escolhida como a atriz mais elegante da China continental. No mesmo ano, a MTV China também a selecionou como a "Atriz Asiática Mais Elegante".[120] Ela também recebeu um prêmio de moda no Pierre Cardin de 2004. A mesma foi premiada com a "artista feminina mais elegante" e "atriz mais elegante" no China Fashion Award (CFA) em 2005. Em 2007, Zhao ganhou o terceiro "Atriz Mais Elegante". No mesmo ano, ela ganhou "artista feminina mais elegante" no MTV China Style Gala.[121][122]

Em 18 de abril de 2011, Zhao ficou entre os microbloggers mais seguidos em todo o mundo. Sua contagem de fãs ultrapassou seis milhões, trazendo-a cada vez mais perto das celebridades americanas Ellen DeGeneres, Ashton Kutcher e Katy Perry, todas as quais também ultrapassavam a marca de seis milhões de fãs.[123] Ela e seu marido compraram participações na Alibaba Pictures em 2014, levando a ganhos de dezenas de milhões de dólares nos dois anos seguintes. Perto do final de 2016, sua empresa, Longwei Culture & Media, adquiriu o controle da Zhejiang People Culture, um estúdio de animação chinês e empresa de jogos listada na Bolsa de Valores de Shenzhen, por US$ 3 bilhões.[124]

Embora a empresa tenha colaborado com a Bolsa de Valores de Xangai, vários meios de comunicação da China continental e alguns internautas ainda o boicotam. Além disso, nacionalistas combinados com a mídia de extrema-esquerda atacam Zhao continuamente. Assim, os bancos originais desistiram da "incerteza", fazendo com que a aquisição falhasse.[125]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Zhao já atuou em um grande número de filmes e séries de televisão. O Conselho de Desenvolvimento do Comércio de Hong Kong selecionou-a como uma das "estrelas do topo da bilheteria" durante 2008-2009.[126] De acordo com a mídia chinesa, os filmes no qual ela atuou entre 2008 e 2010 arrecadaram um total de mais de ¥ 1,7 bilhão, com uma média de 203 milhões de dólares por filme.[127][128] A estreia sua estreia como diretora, So Young (chinês: 致我们终将逝去的青春; 2013), se tornou um grande sucesso nas bilheterias chinesas, faturando mais de US$ 118 milhões, tendo um orçamento de US$ 5 milhões. De acordo com o aplicativo IPO da New Classic Media, o salário recebido por ela em Tiger Mom (2015) era de 42,7 milhões de yuand, equivalente a 1 milhão de yuans por episódio. E o ROI foi de 300%.[129] Em 2019, dirigiu o filme Starlight (星光).

Discografia[editar | editar código-fonte]

Discografia de Zhao Wei
Zhao (ao centro) filmado seu segundo longa-metragem em 8 de abril de 2016.
Álbuns de estúdio 7
Álbuns de compilação 1
Singles 15
Vídeos musicais 45

A discografia de Zhao conta com sete álbuns de estúdio, quarenta e cinco videoclipes e várias outras aparições. Ela entrou na indústria da música em 1999, ao lançar o álbum Swallow, que contém várias canções da série My Fair Princess. O álbum foi relativamente bem sucedido e recebeu vários prêmios. Em 1999, o Pop Songs Chart Committee da China a entregou o "Prêmio de Melhor Potencial" pelo seu álbum de estreia. No mesmo ano, ela ganhou o "Prêmio de Melhor Progresso", pela Rádio Hong Kong. Além disso, a rádio a concebeu o "Prêmio de Bronze por Canção em Mandarim" pela canção "There is a Girl" (有一个姑娘). Originalmente, ela era tema da série My Fair Princess.[130]

Após a estreia de Zhao na indústria da música, ela lançou vários outros álbuns. No mesmo ano, Magic of Love foi lançado. Em 2001, ela lançou o álbum The Last Separation, baseado em sua recente separação com o namorado. Os seus três primeiros álbuns venderam significativamente na China, alcançando mais de 3 milhões de cópias, mas receberam uma resposta morna dos críticos. Como parte da trilha sonora de Romance in the Rain, a mesma gravou várias canções escritas por Chiung Yao. Na série de televisão, o seu personagem, Lu Yiping, também cantava.[131]

Depois de uma pausa de três anos para se concentrar em seu trabalho de atuação, em 2004, Zhao lançou o álbum Piao (飄). Ela gravou este álbum na esperança de lidar com os rumores sobre ela. Tanto fãs, como críticos, sentem que seu novo álbum mostra uma técnica de canto mais madura e expressiva.[132] Entre as faixas do álbum, estavam "Jian Jian" e "Continuous Rainy Sunday". No 12º East Music Awards, a mesma ganhou o prêmio de melhor desempenho. Além disso, no 5º Prêmio Pepsi Music Chart, ela foi escolhida como a cantora feminina mais popular do continente. Após o sucesso de Piao, Zhao lançou outro álbum intitulado Double (双).[133]

No álbum estão inclusas as canções "One Tiny Part" (微小 的 部分) e "Shangguan Yan and I" (我 和 上 官燕). Também incluiu "Faxian" (发现; literalmente "Realize"), baseado na música tema de Moment in Peking.[134] O sucesso de Double resultou no Prêmio de Artista Feminina Mais Popular no 13º Prêmio ERS Golden Song e no Music Radio Awards. Zhao ganhou prêmios por Artista Feminina Mais Popular e Vídeo Mais Popular pelo videoclipe "Shangguan Yan and I". Ela também recebeu o Prêmio MTV Ásia de Artista Favorito da China Continental. Seu sétimo álbum, Angel's Suitcase, a deu os prêmios de Melhor Performance Vocal Feminina e Melhor Álbum.[135]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prémios e indicações de Zhao Wei
Totais
Prémios vencidos 67
Indicações 117

Zhao já ganhou diversas premiações de âmbito nacional e internacional. Em 12 de junho de 2010, ela atraiu imensa atenção da mídia durante sua participação no Festival Internacional de Cinema de Xangai, a mesma afirmou que estava contente por ver uma receptividade tão boa. Em 19 de julho de 2011, o 20º Festival de Cinema do Galo Dourado e Cem Flores anunciou Zhao como a atriz homenageada. A retrospectiva apresentou seus filmes na tela. Em 6 de agosto, ela foi anunciada como vice-presidente do China Television Actors Guild.

Referências

  1. «Beyond Cute». Time. Consultado em 29 de março de 2004 
  2. «Leaked list reveals China's top earning actresses». China Daily. Consultado em 18 de novembro de 2014 
  3. «赵薇». Sina (em chinês). Consultado em 17 de maio de 2017 
  4. «赵薇和马云挥墨画国画 笑称混搭风(图)». Sina. Consultado em 8 de janeiro de 2014 
  5. «China's Billionaire Actress Zhao Wei». Forbes. Consultado em 6 de julho de 2015 
  6. «成绩单大检查 赵薇论文拿高分 (Zhao Wei report card gets high marks)». Sina (em chinês). Consultado em 29 de abril de 2008 
  7. «ASIANOW: PEOPLE-Zhao Wei». CNN. 13 de agosto de 1999. Consultado em 15 de outubro de 2018 
  8. «四大名旦访谈之赵薇:比小燕子更真实更可爱(图)». Sina. 17 de janeiro de 2001. Consultado em 13 de junho de 2014 
  9. «全国政协明星委员提案:反对"小燕子"当偶像». Southeast Morning Post (em chinês). 8 de março de 2002. Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  10. «电视剧情深深雨蒙蒙曾获收视冠军 赵薇古巨基虐心相恋». Bjweekly (em chinês). Consultado em 20 de setembro de 2015 
  11. «第二届华语电影传媒大奖提名揭晓». NetEase (em chinês). Consultado em 28 de fevereiro de 2002 
  12. «赵薇演《少林足球》丑女阿梅 让琼瑤很失望». China Times (em chinês). Consultado em 4 de novembro de 2013 
  13. «角色大轮换 舒淇赵薇莫文蔚共做"夕阳天使"(图)». Sina (em chinês). Consultado em 16 de julho de 2001 
  14. «第三十九届金马奖入围名单». Sina (em chinês). Consultado em 1 de novembro de 2002 
  15. «第十届表演艺术学会奖金凤凰奖 - 学会奖» (em chinês). Consultado em 17 de maio de 2017 
  16. «27届大众电影百花奖开始投票». People's Daily. Consultado em 17 de agosto de 2004 
  17. «Mainland Pop Stars Dub for Shrek 2». China Radio International. Consultado em 8 de maio de 2004 
  18. «Zhao Wei to judge Golden Goblet Awards». Xinhua News Agency. Consultado em 9 de junho de 2010. Arquivado do original em 4 de março de 2016 
  19. «第11届华表奖颁奖皆大欢喜 赵薇章子怡共享影后». Sina. Consultado em 17 de maio de 2017 
  20. «第八届长春电影节闭幕 赵薇获最佳女主角». Xinhua News Agency (em chinês). Consultado em 25 de agosto de 2006 
  21. «赵薇当选"最能代表'中国美'"的美女». People's Daily (em chinês). Consultado em 16 de outubro de 2005. Arquivado do original em 23 de março de 2012 
  22. «《京华烟云》成为"单打"冠军». Sina (em chinês). Consultado em 29 de novembro de 2005 
  23. «第26届"飞天奖"单项奖提名名单». Sina. Consultado em 25 de agosto de 2007 
  24. Forbes 2006 China's Top 10 Celebrity Rankings List arquivado desde 8 dezembro de 2006 Karazen.com
  25. «The 43rd Golden Horse Awards Nominations». Screen Anarchy (em inglês). Consultado em 28 de outubro de 2006 
  26. «List of Nominees and Awardees of The 27th Hong Kong Film Awards». HKFAA.com. Consultado em 17 de maio de 2017 
  27. «Review: 'The Postmodern Life Of My Aunt'». Variety. Consultado em 17 de maio de 2017 
  28. «赵薇跻身全球最美丽百人榜». Tencent. Consultado em 10 de maio de 2006 
  29. «Zhao Wei to Join All-star Cast for "Battle of the Red Cliff"». China Radio International. Consultado em 9 de fevereiro de 2007 
  30. «Mega-film 'Red Cliff' makes history». Variety. Consultado em 26 de setembro de 2007 
  31. «The Longest Night in Shanghai». South China Morning Post. Consultado em 7 de dezembro de 2008 
  32. «第27届中国电影金鸡奖 评委会提名名单». Tencent (em chinês). Consultado em 15 de outubro de 2009 
  33. «《三个家伙》8项提名领跑亚洲电影大奖(图)». ent.ifeng. Consultado em 19 de março de 2009 
  34. «"Painted Skin" smashes box office records». cctv. Consultado em 13 de outubro de 2008 
  35. «第十届长春电影节颁奖 赵薇夺影后公开谢爱人». Sina (em chinês). Consultado em 30 de agosto de 2012 
  36. «百花奖揭晓 陈坤称帝赵薇封后 《建国》获得最佳». Xinhua News Agency (em chinês). Consultado em 17 de outubro de 2010 
  37. «第十九届上海影评人奖揭晓 赵薇荣获最佳女演员». China Film News (em chinês). Consultado em 18 de junho de 2010. Arquivado do original em 26 de outubro de 2010 
  38. «Zhao Wei is 'Mulan'». China.org. Consultado em 10 de fevereiro de 2009 
  39. «Director: Zhao Wei perfect for "Mulan"». Xinhua News Agency. Consultado em 11 de fevereiro de 2009 
  40. «Zhao Wei's 'Blades' Wedding». China Radio International. Consultado em 29 de dezembro de 2009 
  41. «Justin Lin, Chinese Stars Zhao Wei and Huang Xiaoming Honored With Handprint Ceremony». The Hollywood Reporter. Consultado em 3 de julho de 2015 
  42. «ZHAO Wei and Leos CARAX will serve as International Juries for GOLDEN GOBLET AWARD». Shanghai International Film Festival. Consultado em 19 de maio de 2012 
  43. «Zhao Wei has a baby girl!». People's Daily. Consultado em 16 de abril de 2010 
  44. «钮承泽因失恋拍《LOVE》 全国首场观众试片好评爆棚]». ifeng (em chinês). Consultado em 3 de fevereiro de 2012 
  45. «Stars return to 'Painted Skin 2'». China Daily. Consultado em 22 de março de 2011 
  46. «Why Painted Skin 2 has taken China by storm». The Guardian. Consultado em 27 de fevereiro de 2017 
  47. «《love》两岸票房皆破亿 创下华语电影史纪录» (em chinês). Consultado em 27 de fevereiro de 2017 
  48. «赵薇宣布研究生毕业 论文答辩获最高分心情雀跃». Xinhua News Agency (em chinês). Consultado em 6 de junho de 2016. Arquivado do original em 21 de abril de 2013 
  49. «《致青春》1.4亿 赵薇成首位处女作过亿女导演». China Radio International. Consultado em 29 de abril de 2013 
  50. «Zhao Wei's "So Young" breaks record». Yahoo. Consultado em 27 de fevereiro de 2017 
  51. «Zhao Wei's Directorial Debut Gains Box-office Success». China Radio International. 3 de maio de 2013. Consultado em 7 de maio de 2017 
  52. «Zhao Wei's box office smash 'So Young' is a tale of lost youth». South China Morning Post. Consultado em 17 de maio de 2017 
  53. «Peter Chan, Zhao Wei among Golden Rooster winners». China Radio International. Consultado em 29 de setembro de 2013 
  54. «Zhao Wei Wins Best Directing of 32nd Hundred Flowers Award». Women of China. Consultado em 29 de setembro de 2014 
  55. 'China's Got Talent' promises more fun arquivado desde 13 de novembro de 2013 Shanghai Daily 13 de novembro de 2013
  56. «Award-winning actress Zhao Wei to focus on film directing and new wine business». South China Morning Post. Consultado em 17 de maio de 2017 
  57. «Fruit Chan's THE MIDNIGHT AFTER Tops Hong Kong Critics Poll». Screen Anarchy. Consultado em 12 de janeiro de 2015 
  58. «Hollywood Reporter: Peter Chan Takes On China Child Kidnapping Theme In Latest Project». The Hollywood Reporter. Consultado em 27 de fevereiro de 2017 
  59. «'Dearest' ('Qin'ai de'): Venice Review». The Hollywood Reporter. Consultado em 27 de fevereiro de 2017 
  60. «Zhao Wei wins best actress award for Dearest». China Daily. Consultado em 1 de julho de 2015 
  61. «'Hollywood Adventures' Starring Zhao Wei, Huang Xiaoming And Tong Dawei Set For Release on Friday; What Are Other Films Slated For China's Cinema 'Blackout'?». China Topix. Consultado em 14 de junho de 2015 
  62. «China has last laugh as Lost in Hong Kong posts highest comedy debut ever». The Guardian. Consultado em 28 de setembro de 2015 
  63. Cain, Rob. «China's Billionaire Actress Zhao Wei». Forbes (em inglês). Consultado em 3 de dezembro de 2017 
  64. «Actress takes on difficult role as 'tiger mom'». Shanghai Daily. Consultado em 15 de maio de 2015 
  65. «导协冯小刚任副会长 徐峥赵薇任执行委员». Sina (em chinês). Consultado em 20 de outubro de 2015 
  66. «20th Asian Television Awards announces this year's Nominees». Luxe Society Asia. Consultado em 17 de maio de 2017 
  67. «白玉兰公布提名 胡歌霍建华靳东竞争视帝». Sina (em chinês). Consultado em 19 de maio de 2016 
  68. «Film review: Three – Louis Koo, Zhao Wei and Wallace Chung converge in hospital-set thriller». South China Morning Post. Consultado em 17 de maio de 2017 
  69. «Zhao Wei's second directorial work underway». China Daily. Consultado em 13 de março de 2014 
  70. Vivarelli, Nick (24 de julho de 2016). «Laurie Anderson, Joshua Oppenheimer, Zhao Wei Set For Venice Jury». Variety. Consultado em 24 de julho de 2016 
  71. «赵薇担任北京电影学院考官» (em chinês). Consultado em 21 de fevereiro de 2017 
  72. Blair, Gavin J. (25 de setembro de 2017). «Tommy Lee Jones to Head Tokyo Film Festival Jury». The Hollywood Reporter. Consultado em 25 de setembro de 2017 
  73. «中国导演协会2017年度奖提名揭晓 赵薇冯小刚助阵». China Daily. 23 de março de 2018. Consultado em 23 de março de 2018 
  74. «赵薇透露今年要演新戏:导演与演戏我都还有潜力». Sina. 8 de maio de 2018. Consultado em 22 de julho de 2018 
  75. «电影频道启动纪录电影《星光》赵薇出任总导演». People's Daily. 18 de outubro de 2018. Consultado em 21 de outubro de 2018 
  76. «赵薇首部话剧《求证》 与田壮壮导演跨界合作». People. 12 de dezembro de 2018. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  77. «les Chinois à l'assaut du Bordelais». Sudouest (em francês). Consultado em 1 de dezembro de 2011 
  78. «Chinese film star Zhao Wei has bought a St Emilion chateau for an undisclosed price». Decanter China. Consultado em 6 de dezembro de 2011 
  79. «Huang Xiaoming finally gets to smooch school crush Vicki Zhao». Asia One. Consultado em 9 de julho de 2015 
  80. «Saint-Emilion : une actrice chinoise intronisée par les jurats». Sudouest (em francês). Consultado em 16 de setembro de 2012 
  81. «Chinese film star Zhao Wei launches Bordeaux wines». Decanter China. Consultado em 4 de novembro de 2015 
  82. «Chinese movie star Zhao Wei's Bordeaux wine passion». Decanter China. Consultado em 3 de novembro de 2015 
  83. 吴静 (Wu Jing). «关注受艾滋病影响儿童 (Attention for children affected by AIDS)». Sina. Consultado em 30 de junho de 2005 
  84. «红十字会搜狐发救灾倡议 赵薇积极响应捐款10万». Sohu (em chinês). Consultado em 13 de maio de 2008 
  85. «赵薇心系灾区学子 慷慨捐赠50万建春蕾小学». Sohu (em chinês). Consultado em 29 de maio de 2008 
  86. «Faye Wong gives charity banquet in Beijing». Xinhua News Agency (em chinês). Consultado em 26 de dezembro de 2006 
  87. «韩红募捐第3天 赵薇表示捐20万支持». Sina (em chinês). Consultado em 17 de abril de 2010 
  88. «中国明星慈善排行榜揭晓 赵薇林心如同获该称号» (em chinês). Yahoo!. Consultado em 26 de julho de 2011. Arquivado do original em 26 de julho de 2011 
  89. «赵薇向云南旱区捐献20万元 众星捐款不忘出示发票». Baidu (em chinês). Consultado em 30 de março de 2010 
  90. «Zhao Wei named ambassador for Global Alliance for Clean Cookstoves». Sina. Consultado em 23 de novembro de 2014 
  91. «安徽洪涝灾情严重 赵薇捐100万助家乡救灾». Sina (em chinês). Consultado em 5 de julho de 2016 
  92. «Empowering Ethnic Minority Women Through Innovative Practices». UNDP. Consultado em 21 de outubro de 2015 
  93. «《致青春》取消所有宣传 赵薇带头捐款50万». NetEase (em chinês). Consultado em 22 de abril de 2013 
  94. «湖南暴雨 赵薇夫妇捐款100万港币». China (em chinês). Consultado em 10 de julho de 2017 
  95. «V爱两周年众星助阵募千万善款». China (em chinês). Consultado em 27 de dezembro de 2016 
  96. a b «Lady luck?». China Daily. Consultado em 19 de agosto de 2004 
  97. «赵薇表示深切道歉». Sina (em chinês). Consultado em 9 de dezembro de 2001 
  98. «赵薇就"日本军旗装"事件发表的公开致歉信(全文)». Sina (em chinês). Consultado em 10 de dezembro de 2011 
  99. «赵薇接受《娱乐现场》电视采访再次道歉(附图)». Sina (em chinês). Consultado em 18 de dezembro de 2001 
  100. «Waiter, There's a Celebrity in My Shark Fin Soup». The New York Times. Consultado em 13 de agosto de 2006 
  101. «泼粪者另有其人--赵薇长沙遇袭事件再曝新闻(多图)». Sina (em chinês). Consultado em 3 de abril de 2002 
  102. «Zhao Wei accused of beating pregnant woman». China Daily. Consultado em 21 de dezembro de 2004 
  103. «Vicky Zhao, Leon Dai Under Fire From China Nationalists». Variety. Consultado em 8 de julho de 2016 
  104. «一周观察:小粉红虐小燕子». China Newweek (em chinês). Consultado em 25 de julho de 2016 [ligação inativa] [ligação inativa]
  105. «Taiwanese Star Fired From Alibaba-Backed Chinese Film Over Politics». The Hollywood Reporter. Consultado em 15 de julho de 2016 
  106. «赵薇巴特尔等七人担任中华环保基金会"绿色使者"». Xinhua News Agency (em chinês). Consultado em 28 de novembro de 2002. Arquivado do original em 24 de novembro de 2010 
  107. «第五届农运会邀请赵薇出任形象大使». sports.dbw (em chinês). Consultado em 30 de novembro de 2003 
  108. «"受艾滋病影响儿童"宣传活动启动 赵薇代言». Xinhua News Agency (em chinês). Consultado em 23 de julho de 2005. Arquivado do original em 6 de novembro de 2012 
  109. «赵薇获聘"中国花博会"形象大使 化身花仙子芬芳绽». qw.bjshy (em chinês). Consultado em 15 de março de 2009. Arquivado do original em 7 de junho de 2011 
  110. «FIRST影展本命年,开年海报拉开征片大幕,赵薇接任大使». Sina (em chinês). Consultado em 2 de janeiro de 2018 
  111. «大牌继续抢占流量艺人 赵薇周冬雨成Burberry代言人». Sina. Consultado em 27 de dezembro de 2018 
  112. «姚明赵薇莫文蔚携手助特奥 全球形象大使添新员». Eastday (em chinês). Consultado em 15 de outubro de 2006. Arquivado do original em 20 de junho de 2011 
  113. «体育文化博览会落户芜湖 形象大使许海峰赵薇». Tencent (em chinês). Consultado em 5 de junho de 2014 
  114. «Zhao Wei named ambassador for Global Alliance for Clean Cookstoves». Sina. Consultado em 24 de novembro de 2014 
  115. «与长春电影节再续前缘赵薇出任形象大使». jlsina (em chinês). Consultado em 16 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 19 de agosto de 2010 
  116. «赵薇空降第20届金鸡百花电影节合肥新闻发布会». 365jia.cn (em chinês). Consultado em 8 de junho de 2011 
  117. «公安部启动反拐宣传 赵薇等受聘为反拐义务宣传员». Sina (em chinês). Consultado em 1 de julho de 2016 
  118. «联合国开发计划署任命赵薇成为亲善大使». People's Daily (em chinês). Consultado em 21 de novembro de 2016 
  119. «2003风尚颁奖大典完全获奖名单». Sina (em chinês). Consultado em 24 de outubro de 2003 
  120. «"风尚大典"赵薇揽两项大奖(图)». Xinhua News Agency (em chinês). Consultado em 17 de novembro de 2005 
  121. «赵薇夏雨分获内地风尚艺人 赵雅芝获风尚人物奖». Sohu (em chinês). Consultado em 9 de dezembro de 2007 
  122. «详讯:赵薇获2007年超级盛典最具风格女歌手奖». Sina. Consultado em 12 de novembro de 2007 
  123. «万家文化资本运作之路再次遇阻». fiance.ifeng (em chinês). Consultado em 17 de fevereiro de 2017 
  124. «Six million fans for Chinese actress Zhao Wei as Sina's top users overtake Twitter stars». The Independent. Consultado em 18 de abril de 2011 
  125. Ge, Celine. «Billionaire actress Zhao Wei splashes out 3b yuan on animation firm». South China Morning Post. Consultado em 28 de dezembro de 2016 
  126. «亚洲卖座明星揭晓 周迅赵薇值钱张柏芝没跌价». People's Daily (em chinês). Consultado em 30 de março de 2009 
  127. «陈坤赵薇成影帝影后大热门 成电影票房吸金王». ent.rednet (em chinês). Consultado em 16 de agosto de 2010 
  128. Kevin, Ma. «Monkey King joins billion yuan club». Film Business Asia. Consultado em 23 de fevereiro de 2014. Arquivado do original em 19 de março de 2015 
  129. «新丽招股书揭明星真实片酬». People. Consultado em 3 de julho de 2017 
  130. «Zhao Wei releases new music album». China Daily. 11 de novembro de 2004. Consultado em 27 de outubro de 2006 
  131. «图文:东方风云榜奖杯各归其主--赵薇捧杯». Sina. 20 de março de 2005. Consultado em 30 de novembro de 2006 
  132. «MTV Asia Awards 2006 Honors The Best From West And East With Revolutionary Duets And World Debut Performances». MTV Asia. Consultado em 6 de maio de 2006. Cópia arquivada em 26 de outubro de 2006 
  133. «第五届百事音乐风云榜完全获奖名单». Sina. 20 de março de 2005. Consultado em 28 de novembro de 2006 
  134. «《天使旅行箱》让赵薇大丰收 TOP榜奖项大包圆». Zhao Wei International Family. Consultado em 14 de abril de 2008. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2011 
  135. «Zhao Wei realizes dream to take 2 awards at 12th Chinese Music Billboard Event]». Zhao Wei International Family. 12 de janeiro de 2006. Consultado em 30 de novembro de 2006. Arquivado do original em 18 de julho de 2011 

Notas

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Zhao Wei».

Ligações externas[editar | editar código-fonte]