Ácido fulmínico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ácido fulmínico
Alerta sobre risco à saúde
Fulminic acid.svg
Nome IUPAC Oxidoazanioilidiometano
Identificadores
Número CAS 506-85-4
PubChem 521293
SMILES
InChI InChI=1/CHNO/c1-2-3/h1H
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Ácido fulmínico de fórmula molecular é H2C2N2O2, com a fórmula empírica sendo HCNO. Este ácido orgânico é um isômero do ácido ciânico.

Existe na forma de um equilíbrio dinâmico entre duas formas.

História[editar | editar código-fonte]

Foi descoberto em 1824 por Justus von Liebig, que postulou sua fórmula como H2C2N2O2. O ácido ciânico foi descoberto um ano antes por Friedrich Woehler. A estrutura foi determinada somente em 1960 por Roland Scholl e contradisse a fórmula O2NCH2CN, a nitroacetonitrila proposta por Kekule.

Segurança[editar | editar código-fonte]

Tanto o ácido fulmínico quanto seus sais são extremamente perigosos pela característica de explodirem com grande facilidade, vindo daí suas aplicações. Os vapores são também tóxicos.

Aplicações[editar | editar código-fonte]

O ácido livre não tem aplicação industrial caracterizada, mas seus sais são obtidos indiretamente. Sais, por exemplo o fulminato de mercúrio e o fulminato de prata, e são frequentemente usados como detonadores para outros materiais explosivos, e são exemplos de explosivos primários.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.