AMD K6-2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O K6-2 foi um processador x86 fabricado pela AMD, disponível em velocidades que variavam de 266 a 550 MHz. Possuía um cache L1 de 64 KiB (32 p/ instruções + 32 p/ dados), com voltagem de 2.2v e fabricado com processo de 0.25 mícrons, 9,3 milhões de transístores e usava placas mãe de Socket 7 ou Super Socket 7.

A História do K6-2[editar | editar código-fonte]

A arquitetura do AMD K6-2.

O K6-2 foi designado para ser um competidor dos significativamente mais caros e mais antigos Intel Pentium II. A performance dos dois chips eram equivalentes: os AMD K6 tendiam a serem mais rápidos em computadores de uso geral, e os Intel eram superiores em provas de FPU. O K6-2 foi um chip de sucesso que proporcionou uma base de mercado estável à AMD para a introdução da linha Athlon.

O K6-2 foi o primeiro processador a introduzir a instrução de FPU SIMD, chamada de 3DNow! pela AMD, que podia aumentar significativamente a performance de aplicações 3-D. Concorria diretamente com a similar, porém mais complicada SSE, conjunto de instruções criada pela Intel

Quase todos os K6-2 foram designados para utilizarem placas mãe Super 7 de FSB 100MHz, que proporcionavam uma melhora da performance do sistema. Em toda a carreira do K6-2, o K6-2 300 foi o que mais vendeu em sua categoria. Ele rapidamente estabeleceu uma ótima reputação no mercado e competia muito bem com o Intel Celeron 300A pelo mercado de performance razoável. O Celeron oferecia um cache menor, porém mais rápido e uma excelente unidade FPU; o K6-2 oferecia um maior e mais rápido acesso a memória RAM (cortesia das placas mãe Super 7) e a extensão gráfica 3DNow!. Ambos venderam muito bem e atraíram uma grande fatia do mercado (nesta época, o Pentium II mais rápido era pouco superior do que os concorrentes, mas muito mais caro).

À medida que o mercado avançava, a AMD lançou uma série de processadores K6-2 mais rápidos. Os mais vendidos foram os de 350, 400, 450 e 500 MHz.

K6-2+[editar | editar código-fonte]

O conhecido K6-2+ possuía um cache integrado de 128KiB e fabricado em processo de 0,18µm (basicamente um AMD K6-III com a metade de cache L2). O K6-2+ foi projetado para computadores portáteis de baixa voltagem, e foi lançado quando os desktops caminhavam para novas tecnologias mais rápidas como o Athlon. Foi vendido em números modestos para o seu público alvo. O K6-2+ ficou praticamente na sombra dos seus familiares Athlon e K6-III (significativamente mais rápidos), do K6-2, mais lento, porém mais conhecido e com mais placas mãe compatíveis. O K6-2 mais rápido foi o de 570MHz.

Modelos[editar | editar código-fonte]

K6-3D (Chomper, 250 nm)[editar | editar código-fonte]

Microprocessador AMD K6-2

K6-3D (Chomper Extended (CXT), 250 nm)[editar | editar código-fonte]

K6-2+ (180 nm)[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]