A Torre Negra: Mago e Vidro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wizard and Glass
Mago e Vidro
Autor (es) Stephen King
Idioma Inglês
País  Estados Unidos
Género Terror
Série A Torre Negra
Editora Donald M. Grant, Publisher
Lançamento 4 de novembro de 1997
Páginas 787
Edição portuguesa
Edição brasileira
Editora Editora Objetiva
Páginas 816
Cronologia
Último
Último
As Terras Devastadas
Lobos de Calla
Próximo
Próximo

Mago e Vidro (no original Wizard and Glass) é o título do quarto volume da série A Torre Negra do escritor americano Stephen King.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Mago e Vidro retoma a narrativa de As Terras Devastadas. O ka-tet de Roland está a bordo do monotrilho Blaine em direção a Topeka e Eddie, com adivinhações tolas e estúpidas, na avaliação de Blaine, consegue sobrecarregar os circuitos do monotrilho. Os companheiros descem em Topeka, Kansas, cidade dizimada por uma praga.

O grupo sai de Topeka e acampa junto a um buraco inter-dimensional chamado por Roland de lúmina. Durante a noite, o pistoleiro conta a seus aprendizes a respeito de seu passado e da primeira vez que encontrou uma lúmina - no Baronato de Mejis, onde ele conheceu seu grande amor de juventude, Susan Delgado. Conta a história de seu ka-tet quando criança, formado por Cuthbert Allgood e Alain Johns, enfrentando os Caçadores do Grande Caixão, numa conspiração onde John Farson, o Homem Bom, trama para acabar com a Guerra entre ele e Gilead.

Pela manhã, o ka-tet adentra o familiar Palácio Verde, algo saído das histórias do Mágico de Oz, onde o Mago é, na verdade, Marten Broadcloak, também conhecido como Randall Flagg. Saindo do Palácio, com Oi à frente, o grupo se coloca novamente a caminho da Torre Negra através do Caminho do Feixe de Luz.

Ícone de esboço Este artigo sobre ficção científica e fantasia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.