Adolfo Celi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Adolfo Celi
1975
Nascimento 27 de julho de 1922
Messina,  Itália
Morte 19 de fevereiro de 1986 (63 anos)
Roma
Ocupação Ator e diretor de cinema
Cônjuge Tônia Carrero
Veronica Lazar
IMDb: (inglês)

Adolfo Celi (Messina, 27 de julho de 1922Roma, 19 de fevereiro de 1986) foi um ator e diretor de cinema italiano.

Teve grande importância no teatro e no cinema brasileiros nas décadas de 1950 e 60.

Celi foi o primeiro diretor artístico do Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), em 1949, recém-chegado da Itália. Veio convidado por Franco Zampari, criador do TBC e da Companhia Cinematográfica Vera Cruz.

Foi casado com a atriz Tônia Carrero. Com Tônia e Paulo Autran fundou, em 1956, a "Companhia de Teatro Tônia-Celi-Autran".

Na Companhia Vera Cruz filmou Caiçara e Tico-Tico no Fubá, ambos na década de 1950, e dois sucessos de bilheteria e de crítica.

Em 1961, após se separar de Tônia e encerrar a sociedade com ela e Paulo Autran, Celi retornou à Itália e reiniciou sua carreira de ator. Obteve fama mundial como vilão em 007 Contra a Chantagem Atômica. Casa-se com a atriz Veronica Lazar com quem tem dois filhos, Leonardo e Alessandra, esta segue a profissão do pai.

Em 1975, participou do grande sucesso Meus Caros Amigos, com outros grandes atores europeus, como Ugo Tognazzi e Philippe Noiret. Também participou da continuação deste filme, lançada em 1982 e de uma nova sequência, de 1985.

No fim da década de 1970 ele retornou ao Brasil para dirigir o amigo e ex-sócio Paulo Autran em uma comédia de sucesso Pato com Laranja, que inaugurou o Teatro Villa-Lobos, no Rio de Janeiro. Em São Paulo a peça fez uma longa temporada com Autran, Eva Wilma e Karin Rodrigues no elenco.

Também aparece na série "Sandokan" que obteve grande sucesso no fim da década de 1970.

Faleceu em 19 de fevereiro de 1986, vitimado por uma crise cardíaca durante a apresentação de uma peça. Foi homenageado no documentário Adolfo Celi, un uomo per due culture dirigido pelo filho, Leonardo Celi.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.