Antibes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Antibes
—  Comuna francesa França  —
Litoral de Antibes
Litoral de Antibes
Brasão de armas de Antibes
Brasão de armas
Antibes está localizado em: França
Antibes
Localização de Antibes na França
43° 34' 51" N 7° 7' 26" E
País  França
Região Blason région fr Provence-Alpes-Côte d'Azur.svg Provence-Alpes-Côte d'Azur
Departamento Nice Arms.svg Alpes Marítimos
Administração
 - Prefeito Jean Leonetti 2008-2014
Área
 - Total 26,5 km²
Altitude máxima 163 m (535 pés)
Altitude mínima 0 m (0 pés)
População (2010)
 - Total 74 120
    • Densidade 2 797/km2 
Código Postal 06600
Código INSEE 06004

Antibes (no occitano provençal: Antíbol ou Antíbo) é uma comuna francesa (designação para cidades emancipadas pela obtenção de carta de autonomia fornecida pelo rei ou, modernamente, termo referente à menor subdivisão administrativa do território) situada no departamento de Alpes-Maritimes, na região de Provence-Alpes-Côte d'Azur. A comuna tem uma superfície de 26,48 km². Tem uma longitude de 7° 07' 26" Este uma latitude de 43° 34' 51" Norte. Atinge a altitude máxima de 2. 648 m de altitude.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Antibes está situada nas margens do Mar Mediterrâneo na Costa Azul, a 205 km a este de Marselha, 23 km a sudoeste de Nice, 15 km a sudeste de Grasse e a 10 km de Cannes. La Brague lança-se no Mediterrâneo sobre o território da comuna de Antibes.

A comuna é constituída por várias zonas bem distintas, cujas principais são as seguintes:

Antibes deu o seu nome antigo, Antipolis, a uma importante zona de de actividades Sophia Antipolis, situada nos seus arredores, sobretudo na comuna de Valbonne), onde estão estabelecidas empresas que se dedicam à pesquisa e ao desenvolvimento no domínio das novas tecnologias.

História[editar | editar código-fonte]

Antibes terá sido fundada no século V ou IV a.C. pelos Fenícios de Marselha também conhecidos por massaliotas, que segundo o geógrafo Malte-Brun, lhe teriam dado o seu nomes, pela sua «situação sobre a costa em frente de Nice» afirmação que a geografia da costa exige uma certa atenção.

Antibes foi sede de um episcopado desde o século IV até 1244, data em que a sede episcopal foi transferida para Grasse.

Chegada dos Grimaldi, uma família genovesa aliada dos Angevinos e que a partir daí estiveram muito presentes na Provença oriental. Entre os membros dessa família, Luc e Marc Grimaldi, filhos de António, tinham avançado com fundos ao Papa de Avinhão que não pôde reembolsar essa dívida. Por consequência, os irmãos Grimaldi tornaram-se senhores de Antibes - o mais belo porto da região - e aí estiveram até 1384. Foi integrada no território francês em 1860.

Administração[editar | editar código-fonte]

Lista dos Presidentes de Câmara (equivalentes a prefeitos no Brasil)
Período Nome Partido Qualidade
1948/1950 Charles Guillaumont *
1950/1953 Henri Rambaud *
1953/1959 Marc Pugnaire *
1959/1971 Pierre Delmas *
1971/1995 Pierre Merli UDF-RAD deputado dos Alpes-Maritimes
25 de Junho de 1995 Jean Leonetti UDF-RAD
Março de 2001 Jean Leonetti UMP deputado dos Alpes-Maritimes
Os dados anteriores ainda não são conhecidos.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Evolução demográfica
ca. 1882 1982 1990 1999 2005 2008
6 752 62 859 70 005 72 412 72 300 76 994

Lugares e monumentos[editar | editar código-fonte]

  • Cabo de Antibes
  • Mercado Provençal
  • Museu Picasso
  • Museu Peynet e do desenho humorístico, sobre o ilustrador criador dos «amorosos», ditos de Peynet
  • Farol de La Garoupe

Património religioso[editar | editar código-fonte]

  • Igreja Notre-Dame de la Garoupe. Inscrita no património suplementar dos monumentos históricos por portaria de 29 de Outubro de 1926.
  • Igreja paroquial: capela Saint-Esprit e torre Grimaldi. Edificada no século XII, sobre o local de um antigo templo romano dedicado a Diana, e mais tarde restaurada no século XVII. Foi parcialmente classificada como monumento histórico por decreto de 16 de Outubro de 1945.
  • Capela de Saint-Jean, no cruzamento da Rua Saint-Jean e do caminho de Saint-Maymes. Foi construída no século XVII. Foi inscrita no Inventário suplementar de monumentos históricos através de portaria de 14 de Dezembro de 1989.
  • Capela Saint-Bernardin, Rua Costan, 14. Parcialmente construída no século XVI. Foi inscrita no Inventário suplementar dos monumentos históricos através de portaria de 13 de Março de 1995.

Património civil[editar | editar código-fonte]

  • Vestígios do aqueduto de Clausonnes, numa propriedade privada, no lugar chamado de « Vallon du Fuguerret » Estes vestígios estão classificados como monumentos históricos desde 25 de Julho de 1936.
  • Vestígios não datados de uma cerca greco-romana, monumento histórico desde 16 de Fevereiro de 1939.
  • Batida do Rei e os seus jardins, propriedade de uma sociedade privada, situada na Avenida Jules-Grec.
  • Farol de la Garoupe, situado no cabo de Antibes. Foi edificado no lugar de um antigo farol de 1837 destruído em 1944.

Personalidades ligadas à comuna[editar | editar código-fonte]

Cultura[editar | editar código-fonte]

Geminação[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Antibes