Aperibé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Aperibé
Bandeira de Aperibé
Brasão de Aperibé
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 10 de abril
Fundação 10 de abril de 1992 (22 anos)
Gentílico aperibeense
Prefeito(a) Flávio Gomes de Sousa (PSB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Aperibé
Localização de Aperibé no Rio de Janeiro
Aperibé está localizado em: Brasil
Aperibé
Localização de Aperibé no Brasil
21° 37' 15" S 42° 06' 10" O21° 37' 15" S 42° 06' 10" O
Unidade federativa  Rio de Janeiro
Mesorregião Noroeste Fluminense IBGE/2008 [1]
Microrregião Santo Antônio de Pádua IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Cambuci, Itaocara e Santo Antônio de Pádua
Distância até a capital 270 km
Características geográficas
Área 88,780 km² [2]
População 10 215 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 115,06 hab./km²
Altitude 71 m
Clima tropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,756 (48º) – alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 70 936,650 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 7 530,43 IBGE/2008[5]
Página oficial

Aperibé é um município do estado do Rio de Janeiro, no Brasil. É banhado pelos rios Pomba e Paraíba do Sul. Tem a maioria de sua população urbana e, embora ainda não possua uma infraestrutura adequada, recebe uma frequente visitação. Seu padroeiro é São Sebastião.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome "Aperibé" vem de Ape Ribe, que, em tupi-guarani, significa "cachimbo aceso"[carece de fontes?].

História[editar | editar código-fonte]

Os mais antigos habitantes conhecidos da região atualmente ocupada pelo município foram os índios puris. A estação ferroviária Chave do Faria, inaugurada em 1883, impulsionou o povoamento da região[6] . Em divisão territorial datada de 1 de julho de 1950, o distrito de Aperibé permaneceu no município de Santo Antônio de Pádua, assim permanecendo até a divisão territorial datada de 1 de julho de 1983.

O antigo distrito de Chave do Faria, atual município de Aperibé, emancipou-se, em 1992, do município de Santo Antônio de Pádua, quando então contava com uma área de aproximadamente 90 km². Na época, os emancipacionistas reivindicavam o direito de os produtores usarem os trens de carga da Rede Ferroviária Federal, que ligavam o interior de Minas Gerais ao município de Campos dos Goytacazes. Elevado a município pela Lei Estadual 1 985, de 10 de abril de 1992, foi desmembrado de Santo Antônio de Pádua e constituído em distrito-sede, sendo instalado em 1 de janeiro de 1993.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Possui uma área de 89,53 km². As peculiaridades do relevo e da hidrografia do município são, respectivamente: os alinhamentos de cristas do Paraíba do Sul, a depressão (vale) do médio Paraíba, as planícies aluviais dos rios Pomba e Paraíba do Sul, o desaguamento do rio Pomba no rio Paraíba do Sul.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Esporte[editar | editar código-fonte]

O time de futebol da cidade - Aperibeense Futebol Clube - disputou a 3ª divisão do campeonato estadual em 2013.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Aperibé. Disponível em http://www.ferias.tur.br/informacoes/6847/aperibe-rj.html. Acesso em 12 de janeiro de 2013.