Ativo imobilizado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Ativo Imobilizado é uma conta patrimonial responsável pelo registro dos bens destinados à manutenção das atividades econômicas da entidade. É composta de bens como: máquinas, equipamentos, terrenos, prédios, edificações, veículos e outros. Pertence ao grupo do Ativo não circulante, subgrupo ativo permanente e tem sua natureza devedora. Atualmente no Brasil foram implantadas normas contábeis com a finalidade de aproximar as demonstrações financeiras de empresas brasileiras ao padrão mundial (IRFS), que o Brasil é signatário desde o governo Fernando Henrique Cardoso, o ativo imobilizado está normatizado pela norma CPC27 do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (www.cpc.org.br).

Características[editar | editar código-fonte]

Estes itens são de difícil conversão em dinheiro, ou seja, de baixa liquidez.

Tipos[editar | editar código-fonte]

  • Investimentos: não ligados à atividade-fim da empresa. Ex: Ações de outras Cias., Terrenos
  • Imobilizado: totalmente correlacionado com a atividade-fim. Ex: prédios, veículos, máquinas.
  • Diferido: Gastos pré-operacionais. Ex. Abertura da firma, reestruturação da empresa etc.
  • Intangivel: Ligados a imagem da empresa. Ex. ponto de Venda, marcas e patentes, tecnologia e outros.

Demais informações encontran-se no CPC 27, ou no Manual Societário FIPECAFI de 2010 na pag 223.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre contabilidade é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Locar uma Ferramenta e não devolver, é uma venda de ativo imobilizado, a qual significa Indenização de ferramenta?