Barra Shopping

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Barra Shopping
Localização Av.das Américas, 4666-Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ
 Brasil
Inauguração 26 de outubro de 1981 (32 anos)
Slogan Mais vida na sua vida
PlacaBarraShopping
Proprietário Multiplan
Administração Multiplan
Números
Lojas 579
Área 120.006 m²
Área construída 76,010 m²
Área locável 69.278 m²
Estacionamento 5.097 vagas (pago e VIP)
Andares 3 (Lagoa, Américas, Centro Médico)
Página oficial www.barrashopping.com.br

O BarraShopping é um centro de compras brasileiro localizado na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, inaugurado em 26 de outubro de 1981 pelo então governador do estado Antônio de Pádua Chagas Freitas. Fazem parte do complexo o próprio BarraShopping, o New York City Center, o Centro Médico BarraShopping, e o Centro Empresarial BarraShopping e Centro Profissional BarraShopping. Em 4 de dezembro de 2012[1] foi inaugurado oficialmente o Village Mall, centro de compras voltado para o público A, localizado ao lado do Centro Empresarial BarraShopping.[2]

O shopping conta com 600 [3] lojas, entre elas as âncoras C&A, Lojas Americanas, Renner, Ponto Frio Mega Store, Fast Shop, Fnac, e Zara, em 120 mil , além de 5 mil vagas de estacionamento. Por ano, mais de 20 milhões de pessoas visitam o shopping, que é administrado pela Multiplan.

Sua logomarca é comum aos empreendimentos da empresa Multiplan, e representa o trevo da BR-356 no Belvedere, em Belo Horizonte, onde foi construído o primeiro shopping center do grupo, o BH Shopping em 1979.[4] [5] A mesma logomarca foi adotada por representar o Cebolão, como é conhecido o trevo entre a Avenida das Américas e a Avenida Ayrton Senna.

O Barra Shopping foi eleito, na pesquisa "Marcas dos cariocas" (levantamento encomendado pelo jornal O Globo ao Grupo Troiano de Branding), como um dos cinco shoppings principais que moram no coração de quem vive no Rio de Janeiro. [6]

Confusão sobre a escolha do nome[editar | editar código-fonte]

Até julho de 1981 o shopping seria chamado de Shopping Center da Barra, conforme mostram as propagandas publicadas em jornais do Rio de Janeiro. A partir daí começou-se a utilizar o novo e atual nome.

Primeiro nome dado ao empreendimento ainda durante as obras.
Nome atual escolhido três meses antes da inauguração.


Complexo Barra Shopping/New York City Center[editar | editar código-fonte]

Em 4 de dezembro de 2003, foi inaugurada a integração entre o Barra Shopping, o New York City Center e o Centro Empresarial BarraShopping, dando origem a um dos maiores centro de compras, serviços e entretenimento da América Latina.

O Centro Médico é composto por trinta clínicas especializadas, e o setor de entretenimento conta com o Hot Zone, academia Cia. Athletica, vinte pistas de boliche no Barra Bowling e dezoito salas de cinema UCI.

O complexo gera mais de nove mil empregos e, em 2005, movimentou mais de R$ 875 milhões em vendas.

O monotrilho[editar | editar código-fonte]

Com o objetivo de facilitar a circulação no BarraShopping, em junho de 1996 foi inaugurada uma linha de monotrilho substituindo o serviço gratuito de microônibus circular dentro do estacionamento. Cobrando uma tarifa de R$ 1,50, o monotrilho possuía três estações, duas localizadas no extremos do centro comercial e uma no estacionamento.[7] Após o sucesso inicial, em função da novidade, sua operação se revelou deficitária devido à alta tarifa, até sua desativação em 2000.

Centro Empresarial BarraShopping[editar | editar código-fonte]

O Centro Empresarial Barra Shopping é formado por onze prédios comerciais que abrigam empresas como Shell e Amil, além de possuir um campus da Universidade Estácio de Sá e estar interligado ao Fórum Regional da Barra da Tijuca. É interligado ao BarraShopping através de uma passarela de 200 metros de comprimento.[8]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.