Brabham BT49

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brabham BT49/BT49C/BT49D
Brabham BT49C
Visão Geral
Produção 1979-1982
Modelo
Carroceria Monoposto de corrida
Designer Gordon Murray
David North
Ficha técnica
Motor Ford Cosworth DFV V8
Transmissão Hewland FGA 400/Alfa 5 velocidades
Dimensões
Peso 586 kg
Cronologia
Último
Último
Brabham BT48
Brabham BT50
Próximo
Próximo


O BT49/BT49C/BT49D é o modelo utilizado da Brabham nas temporadas: 1979, 1980, 1981 e 1982 de Fórmula 1. O modelo BT49 foi utilizado em 1979 nos últimos dois GPs: Canadá e Leste dos Estados Unidos e a temporada completa de 1980, a versão C na temporada completa de 1981 e em 1982 no GP do Oeste dos Estados Unidos e a versão D em 1982 nos GPs: Brasil, Oeste dos Estados Unidos, Mônaco, Leste dos Estados Unidos e Canadá.

Em 1981, na última prova, em Las Vegas, Piquet termina em 5º lugar marcando 2 pontos, tornando-se Campeão do Mundo na temporada (pela primeira vez na carreira) totalizando 50 pontos e ultrapassando Carlos Reutemann, que terminou em 8º lugar e manteve seus 49 pontos. Pilotaram: Niki Lauda,1 Ricardo Zunino, Nelson Piquet, Hector Rebaque e Riccardo Patrese.


Brabham BT19D

Notas[editar | editar código-fonte]

↑1 Não marcou tempo para o GP do Canadá de 1979, anunciando sua retirada do esporte provisoriamente. Sua vaga foi ocupada por Ricardo Zunino.[1]


Referências

  1. GRAND PRIX RESULTS: CANADIAN GP, 1979 (em inglês) grandprix.com.
Ícone de esboço Este artigo sobre Fórmula 1 é um esboço relacionado ao projeto sobre Fórmula 1. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.