Bucky (anime)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde março de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ni hon go2.png Este artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.
Bucky
ジバクくん
(Jibaku-kun)
Gênero Aventura, Comédia, Ação
Mangá
Autor Ami Shibata
Editora(s) Enterbrain
Revista Bros Comics
Data de publicação 1997 – 1999
Volumes 6
Anime
Direção Akira Suzuki, Hiroyuki Tsuchiya
Estúdio Softx Trans Arts
Exibição original 1999 – 2000
Emissoras de TV Japão TV Tokyo
Emissoras lusófonas Brasil Band, Rede 21
Nº de episódios 26 (Lista)
Projeto Animangá  · Portal Animangá

Bucky, no orginal Jibaku-kun (ジバクくん?), é uma série de mangá criada por Ami Shibata,[1] publicada entre de 1997 e 1999. Recebeu uma adaptação para anime de 26 episódios pelo estúdio Softx Trans Arts, exibida originalmente na TV Tokyo entre outubro de 1999 e março de 2000.

No Brasil, a série foi inicialmente exibida pela Rede Bandeirantes,[1] no bloco Band Kids, logo após o término da mesma no Japão. Mais tarde foi reprisada pela Rede 21. A série se tornou um sucesso no Brasil,[1] apesar da pouca popularidade que a série teve em outros países, inclusive em seu país de origem.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Em algum lugar em uma dimensão desconhecida, há uma misteriosa terra chamada "O Mundo 12". Lá, humanos, monstros e Espíritos coexistem em harmonia. Todas as vidas são protegidas pela princesa da "Torre Pontiaguda", localizada no "Mundo Zero". Repentinamente, a harmonia do Mundo 12 desfaz-se. A Princesa da "Torre Pontiaguda" é confinada num sono eterno. Depois de perderem a proteção da Princesa, os monstros são retirados da cadeia da vida e ficam incontroláveis. Eles começam a atacar os seres humanos.

Os guardiões chamados "Great Children", ou "Grandes Crianças" (G.C.) defrontam-se com incidentes envolvendo os monstros. Os "G.C." são os únicos capazes de restabelecer a harmonia e o equilíbrio do Mundo 12. Spaak é o melhor do grupo de G.C.s e objeto de admiração de todas as crianças. Ele descobre que a Princesa foi confinada e o Mundo Zero foi invadido. No caminho para a Torre Pontiaguda ele encontra um incrível menino, Bucky. Sua maior ambição é ser o governador do mundo. Spaak sente algo especial em Bucky, e o escolhe como sucessor. Bucky parte em sua jornada para ser o melhor G.C. do mundo, e em seguida, dominá-lo. Durante sua jornada, Bucky descobre que monstros são controlados por um poder desconhecido, o Veneno do Despertar, vindo de outra dimensão. Entre uma aventura e outra, ele conhece Kai e Pinky, e juntos eles viajam para a Torre Pontiaguda.

A história utiliza dois elementos principais: o Mundo 12 e um grupo de crianças chamadas "Great Children" ("Grandes Crianças"). É uma história de comunicação entre seres humanos, monstros e espíritos, descrevendo sonhos e amizades de crianças que querem ser G.C. O Mundo 0 não se localiza na Terra. Ele é composto da Torre Pontiaguda e as 12 Terras que circulam a Torre em sentido horário. Acima é o céu, abaixo é o oceano. É um mundo além da nossa imaginação. As crianças podem ser heróis lá, assim como seus corações são cheios de sonhos; a maioria dos adultos, entretanto, não têm este poder por já terem passado de tal idade.

Os 12 Mundos[editar | editar código-fonte]

Os 12 Mundos, em sentido horário, ficam ao redor da Torre Pontiaguda (Mundo Zero). Os 12 mundos são o centro de toda a história do anime Bucky. Estão localizados no mundo paralelo, acima do céu e abaixo do oceano. Cada um dos mundos conta com uma Grande Criança e um espírito, que juntos mantém a órdem do local.

  • Primas (Mundo 1)

Um lugar normal, sem grandes detalhes a serem conhecidos. É aqui que vive o herói, Bucky, que conhece Spaak e deste recebe o título oficial de G.C. Bucky precisa, então, viajar os 12 Mundos em sentido horário e assim chegar à Torre Pontiaguda para tornar-se um G.C. oficialmente.

  • Secandas (Mundo 2)

Por aqui as casas e prédios são feitos de doces. As pessoas deste lugar dominam poderes psíquicos, e Secandas assim produz magos, feiticeiros e telepatas, excelentes combatentes. A atual G.C. é Pinky, que foi treinada por sua avó, a ex-G.C. Silva, que foi atingida pela maldição da Torre Pontiaguda.

  • Trios (Mundo 3)

Trios é mais ou menos como o Tibete, um mundo montanhoso e repleto de humildes vilarejos, mas sem neve. Aqui se preza muito pelas artes marciais e sua figura maior é o Mestre Funen, sábio e poderoso apesar de sua aparência.

  • Tetras (Mundo 4)

Mundo ao estilo da Europa medieval, aqui há grandes áreas comerciais, bem como vigaristas e aproveitadores de tolos. O G.C. local mora no grande castelo no coração de Tetras.

  • Pentas (Mundo 5)

Mundo ao estilo do Oriente Médio: vastos desertos, ouro e jóias, lâmpadas maravilhosas com gênios dentro, sapatos de bico virado para cima e assim vai.[carece de fontes?] Devido à maldição colocada pelo Monstro Tartaruga (monstro encrenqueiro que "governa" a cidade) as pessoas de Pentas roubam e se deixam roubar como se fosse algo natural e sua G.C. tem duas personalidades: a "feminina" (original) de dia e uma "masculina" durante a noite.

  • Hexas (Mundo 6)

Um lugar ao estilo Tropical: praias, gente bonita, festas e barulho para todo lado. Mas infelizmente este mundo sofre de uma maldição imposta pela Torre Pontiaguda, onde Hexas e Novas (o 9º Mundo) se ligam à noite, e as pessoas que vivem normalmente de dia em Hexas são transferidos à noite para Novas, onde viram almas penadas que devem fugir dos monstros Umbrellanos, controlados pelo G.C. Dead.

  • Seteras (Mundo 7)

Local ao estilo do Japão feudal, repleto de ninjas e samurais, gueixas e outras coisas do tipo. Local onde a desonra e traição são resolvidos pela espada. Assim um pouco como Trios este mundo também preza pelas artes marciais (em maior parte o ninjutsu) e reverencia o Mestre Funen.

  • Octas (Mundo 8)

O oitavo mundo é o mais próximo do oceano, por isso vive em maior parte de atividades pesqueiras e outras ligadas ao mar. Aqui também predominam jogos de azar com suas trapaças e gente que se aproveita de viajantes irresponsáveis ou descuidados. A maior tradição de Octas é a grande corrida anual de navios, onde muito dinheiro e também muitas mutretas rolam em alta nas apostas.

  • Novas (Mundo 9)

Novas pode ser considerada como sendo "uma versão mal-assombrada" de Hexas. Um mundo fantasmagórico, arrepiante, obscuro e desabitado, um lugar simplesmente horrível para se viver. As únicas criaturas vivas por aqui são o G.C. Dead (irmão do G.C. Live de Hexas) e seus Umbrellanos, além das pobres almas dos habitantes de Hexas, que se vêem forçadas a se esconder num tormento que não tem fim.

  • Dicas (Mundo 10)

Este mundo abriga a grande Floresta Tropical, que contém a Árvore Sagrada da Vida, que controla e mantém a harmonia e a vida dos 12 Mundos. Um local onde reina a natureza e é protegido sem descanso pelos benevolentes espíritos da floresta.

  • Undicus (Mundo 11)

Este mundo lembra o contexto do filme Robocop: aqui se vive em um permanente regime ditatorial tecnológico, imposto pela G.C. Joan, que a tudo controla com mão-de-ferro. Sua capital, Meiden, é uma espécie de cidade-fortaleza protegida por enormes barricadas, cercas elétricas e de arame farpado, guaritas de vigilância constante, enormes torres com lança-mísseis e armas diversas montadas e exércitos de robôs defensores. Mas aqui há também o grupamento dos Gatos Rebelados, liderado por Aschie, o ex-namorado de Joan, que visa derrubar essa ditadura absurda. Em uma parte isolada de Undicus existe também a Ilha Inflamável (na verdade, uma península), feita de lixo inflamável que dizem ter sido criada quando a Torre de Luz (a Torre Pontiaguda) chegou dos ceús.

  • Doidicus (Mundo 12)

Este é um mundo congelado e totalmente sem vida, onde apenas algumas torres mais altas saltam fora da camada de gelo. Doidicus é assim porque foi palco de uma grande batalha onde o Mal venceu o Bem: o perverso Slash enfrentou a G.C. local (no caso, o pai de Bucky) e o venceu e assim congelou todo o 12º Mundo. O único ser vivo deste lugar é o velho Rei Jibak, que pertenceu ao pai de Bucky e conta a este sua verdadeira história.

Light Town (Torre Pontiaguda) ou Zero (Mundo Zero)[editar | editar código-fonte]

A Torre Pontiaguda é o centro dos 12 mundos e também a sede das Grandes Crianças e por isso um tipo de governo dos 12 Mundos. Uma torre tão, tão alta que atinge os céus e assim é facilmente vista em qualquer um dos 12 Mundos. A primeira coisa que uma criança deve fazer ao se tornar uma Grande Criança é viajar para lá, viajando pelos 12 Mundos em sentido horário e assim conquistará sua especialidade. A Torre é chamada de "Mundo Zero" porque o tempo não passa por lá, por isso quem lá vive nunca envelhece e por isso vive eternamente. Os Grandes Soldados costumam ser convocados para viver eternamente por lá, mas muitos se recusam. O único que lá vive é o Grande Soldado Reo, já que somente ele aceitou ser um G.S.

Relógio GC[editar | editar código-fonte]

Relógio que a Grande Criança recebe ao completar seu treinamento e viajar para a Torre Pontiaguda tem muitas utilidades: receber chamados de socorro de pessoas em perigo, analisar os monstros (sejam eles normais ou encrenqueiros), chamar o Monstro-Guia e até fornecer novas armas para seu dono (no caso de Bucky, tornou-se uma espada dourada).

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Abertura
Encerramento

A Série teve dois encerramentos, um exibido entre os episódios 1 e 14, e o outro exibido dos episódios 15 ao 26.

  • "Last Tears (I Don't Cry Anymore, After You Left Me...) por Two-Mix (epísódio 1-14)
  • "37°C ~ Binetsu Senki" por Two-Mix (episódio 15-26)

Jogos[editar | editar código-fonte]

Este jogo foi cancelado antes da data de seu lançamento, em todas as regiões, pela produtora Media Factory.

Referências

  1. a b c Kyoyama , Ayaka (17 de julho de 2010). Lançamentos da JBC 2010!. Henshin!. Página visitada em 15 de março de 2013. "[...] arte assinados por Ami Shibata, famosa no país por seu trabalho no anime Bucky, que chegou a ser exibido pela TV Bandeirantes com sucesso."
  2. Oka, Arnaldo (22 de agosto de 2008). Entrevista exclusiva com Yumi Matsuzawa. Henshin!. Página visitada em 15 de março de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]