Honda CBX 250 Twister

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de CBX 250 Twister)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Honda CBX250 Twister
Fabricante Honda
Apelido Twister
Produção 2001-2008
Predecessora Honda CBX 200 Strada
Sucessora Honda CB 300 R
Tipo Street
Motor DOHC, monocilíndrico, 4 tempos, arrefecido a ar, com radiador de óleo
Potência 24 CV a 8.000 rpm
Torque 2,48 kgfm a 6.000 rpm
Freios D: A disco hidráulico/276 mm
T: A tambor/130 mm
Pneus Rodas de liga leve, fundida em alumínio
D: Pirelli MT75 100/80 - 17 M/C 52S (sem câmara)
T: Pirelli MT75 130/70 - 17 M/C 62S (sem câmara)
Altura do Assento 782 mm
Entre Eixos 1.057 mm
Comprimento 2.031 mm
Tanque 16,5 L
Reserva 2,5 L
Similar Yamaha YS 250 Fazer

CBX 250 Twister foi uma motocicleta fabricada pela Honda no Brasil onde teve seu primeiro mercado, sendo posteriormente exportada e fabricada em outros países da América Latina.

.

A moto teve sua fabricação iniciada em abril de 2001, e foi concebida para substituir a CBX 200 Strada, que deixou de ser fabricada no ano de 2002. Em 2006 ela sofreu algumas pequenas modificações estéticas.

Esta motocicleta também era vendida na Argentina e no México, além de ser exportada para alguns países da Europa, sob o nome de CBF 250, com pequenas modificações.

Outras especificações[editar | editar código-fonte]

  • Chassi: Berço semi duplo
  • Óleo do motor (mobil): 1,5 litro

Sistema Elétrico[editar | editar código-fonte]

  • Ignição: CDI (ignição por descarga capacitiva)
  • Bateria: 12 V - 7 Ah (selada)
  • Farol: 35/35 W - lâmpada halógena (Na CBF 250 Europeia, a Lampada é de 55/60 W)

Desempenho e Consumo[editar | editar código-fonte]

  • 0 a 100 km/h: 11.4s
  • Vel. Máx.: 150km/h e até 160 km/h reais em reta podendo atingir ate 168 km/h em decida.(painel em 160 km/h)
  • Consumo urbano: 23 km/l*Consumo rodoviário: 27 km/l
  • Consumo em altas rotações: 18–20 km/l
  • tanque 16.5 L
  • reserva 2.5 L

Histórico[editar | editar código-fonte]

Ano 2001 e 2002[editar | editar código-fonte]

O adesivo do tanque é o que tem escrito "TWISTER". Nas Twisters AZUL e VERMELHA, o adesivo é PRETO E CINZA, e na Twister PRETA, o adesivo é avermelhado. A asa do tanque e a rabeta não tem adesivos diferentes, apenas o nome "Honda" na asa. As rodas e o motor são na cor CINZA OPALESCENTE, assim como o triângulo lateral. Essas são da primeira safra das Twisters. Elas já vinham de fábrica com o problema no amortecedor traseiro (que causa o Kick-back), com a fenda de óleo da biela com pouca vazão (ocasiona desgaste prematuro e até travamentos no motor), e com o tensor da corrente de comando problemático (dura pouco e começa a bater corrente de comando com menos de 10.000 km). Algumas vieram com o painel defeituoso também, que não era muito bem vedado e entrava água ao lavar a moto ou em dias chuvosos.

Ano 2003[editar | editar código-fonte]

Essas Twisters saíram em 3 cores:

  • Vermelha,
  • Preta,
  • Verde.

O adesivo do tanque é o mesmo "TWISTER" das 2001 e 2002. Nas Twisters VERDE e PRETA, o adesivo é PRETO E CINZA, na Twister VERMELHA, o adesivo é avermelhado. A asa do tanque e a rabeta não tem adesivos diferentes. apenas o nome "Honda" na asa. As rodas e o motor são na cor CINZA OPALESCENTE, assim como o triângulo lateral. Nessa versão, eles corrigiram apenas o problema do amortecedor traseiro. A biela e a corrente de comando continuam vindo com problema, mas a garantia cobria e resolvia o problema da Biela. A corrente continuava a vir com defeito, e mesmo as peças de reposição não eram de boa qualidade. Então um fabricante de peças paralelas (Plasmoto) desenvolveu um modelo que é mais eficiente que o original. O painel foi corrigido e agora não entra mais água.

Ano 2004[editar | editar código-fonte]

Essas Twisters saíram em 3 cores:

  • Vermelha (Ferrari),
  • Preta,
  • Azul (Brilhante escuro).

O adesivo do tanque agora é o logotipo da Honda (aquela Asinha). Em todas as cores, todos os adesivos são na cor CINZA CLARO. A rabeta tem um adesivo "Twister"… Na Asa do tanque não tem absolutamente nada. As rodas e o motor são na cor CINZA OPALESCENTE, assim como o triângulo lateral. Nessa, o problema da biela foi corrigido, mas o velho problema da corrente de comando continua. aperte a corrente de comando a cada 10 mil kl e já verifique a biela!

Ano 2005[editar | editar código-fonte]

Essas Twisters saíram em 3 cores:

  • Vermelha (Ferrari),
  • Preta,
  • Prata.

O adesivo do tanque é o logotipo da Honda (como na 2004). Na vermelha e na preta os adesivos são todos da mesma cor (cinza claro), na Prata, todos os adesivos são pretos. A rabeta tem um adesivo "Twister"… Na Asa do tanque, tem um adesivo escrito "CBX 250 DOHC 4 VALVE", e não tem mais o adesivo do triângulo lateral. As rodas e o motor são na cor CINZA OPALESCENTE, assim como o triângulo lateral. O problema do tensor de corrente de comando continua.

Ano 2006[editar | editar código-fonte]

Essas Twisters saíram em 4 cores:

  • vermelho cereja,
  • Vinho,
  • Preta,
  • Prata.

O adesivo do tanque é o logotipo da Honda (aquela Asinha, igual nas 2004 e 2005). Na Vinho e preta os adesivos são da mesma cor (cinza claro), na prata, os adesivos são pretos. A rabeta tem um adesivo "Twister"… Na Asa do tanque, tem um adesivo escrito "CBX 250 DOHC 4 VALVE", e não tem mais o adesivo do triângulo lateral. As rodas e o motor são da cor "chumbo", puxado para o grafite, mas o triângulo lateral continua sendo cinza. Nessa versão a moto foi reestilizada… o painel tem um fundo novo, a asa do tanque é mais pontuda e tem duas entradas de ar. A rabeta tem um novo desenho, com linhas mais retas, o escapamento tem um protetor perto do bacalhau. Aparentemente o problema da corrente de comando foi resolvido.

Ano 2007[editar | editar código-fonte]

Essas Twisters saíram em 4 cores:

  • Vinho,
  • Preta,
  • Prata,
  • Amarela

O adesivo do tanque é o logotipo da Honda (aquela Asinha, como nos 3 anos anteriores), e parte do logotipo da honda, para completar o adesivo da asa do tanque. Na Vinho e preta os adesivos são da mesma cor (cinza claro), na prata e na amarela, os adesivos são pretos. A rabeta tem um adesivo "Twister"… Na Asa do tanque, tem um adesivo escrito "CBX 250", e este é grande, ocupa quase toda a asa do tanque, e completa o adesivo do tanque. As rodas e o motor são na cor GRAFITE, mas o triângulo lateral continua sendo cinza. Nessa versão a moto tem as mesmas carcaças da 2006, modelo novo, com as linhas mais retas e design mais atual.

Ano 2008[editar | editar código-fonte]

Essas Twisters saíram em 4 cores:

  • Vermelha,
  • Preta,
  • Cinza metálico,
  • Amarela

O adesivo do tanque é o logotipo da Honda (aquela Asinha, como nos 4 anos anteriores), e parte do logotipo da honda, para completar o adesivo da asa do tanque. Na preta, os adesivos são cinza claro, na prata, na vermelha, os adesivos são pretos. A rabeta tem um adesivo "Twister"… Na Asa do tanque, tem um adesivo escrito "CBX 250", e este é grande, ocupa quase toda a asa do tanque, e completa o adesivo do tanque. As rodas e o motor são na cor GRAFITE, mas o triângulo lateral continua sendo cinza. Nessa versão a moto tem as mesmas carcaças da 2006, modelo novo, com as linhas mais retas e design mais atual..

Fim de produção[editar | editar código-fonte]

A Honda anunciou oficialmente em 23 de Janeiro de 2009 que a moto vinha apresentando problemas de empenamento no bloco do motor, sendo necessária a retíficação logo na saída de fábrica, e decidiu por interromper a produção deste modelo (CBX 250) a partir de do dia 31 do mesmo mês e ano do anúncio, assim como os modelos Honda XR 250 TORNADO (mesmo motor) e a NX4 Falcon.
Em Maio de 2009, a honda anunciou a sua substituta no mercado nacional, a Honda CB 300 R que possui o mesmo bloco de motor da TWISTER CBX 250, só aumentado a capacidade na parte superior do motor para 291,6cm³.

Estética[editar | editar código-fonte]

As personalizações estéticas podem ser de muitos tipos. São as mais comuns na Twister. Alguns exemplos de personalizações estéticas são:

  • Carenagem Integral
  • Spoiler de Motor
  • Eliminador de Para-lamas
  • Paralama esportivo
  • Carenagem parcial
  • Pintura de motor, rodas, bacalhau, chassis, mesa de guidon e/ou triângulo lateral.
  • Troca das cores das luzes do painel
  • Troca de rodas , por rodas da substituta cb300 r .
  • Troca de escapamento , por escapamento da cb300r .
  • Substituição de para-lama dianteiro, por para-lama dianteiro da cb 300r .
  • Friso (adesivo) que reflete quando bate a luz para a roda.
  • Pneu traseiro da CB 500

Funcionais[editar | editar código-fonte]

As personalizações funcionais mudam certas características da moto, e permitem uma mudança estética porém com impacto na forma de conduzir a moto. Alguns exemplos são:

Dicas e Perfomance[editar | editar código-fonte]

São preparações feitas no motor e partes relacionadas, a fim de obter uma melhor performance de acordo com a prioridade de uso (Maior economia, maior desempenho, maior durabilidade). Exemplos:

  • Kits de aumento de cilindrada (285, 293, 330, 360, 380)
  • Preparação do Carburador
  • Substituição do Carburador por outro maior (de Motos como XLX350, NX350 Sahara ou NX4 Falcon)
  • Troca de escapamento por um menos restritivo
  • Troca do filtro de ar por um menos restritivo
  • Alívio de peso da moto substituindo ou removendo peças desnecessárias a condução desportiva
  • Troca de vela , por vela de iridium.
  • Aumento da estabilidade da moto com o uso do pneu traseiro da CB 500.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]