Camomila-vulgar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaCamomila-vulgar
Inflorescências da camomila

Inflorescências da camomila
Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: angiospérmicas
Clado: eudicotiledóneas
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Matricaria
Espécie: M. recutita
Nome binomial
Matricaria recutita
L.
Sinónimos
Chamomilla chamomilla, Chamomilla recutita, Matricaria chamomilla e Matricaria suaveolens

A camomila-vulgar, camomila, camomila-alemã, camomilha ou camomila-dos-alemães[1] (Matricaria recutita) é uma planta da família Asteraceae. É uma planta com uso medicinal, cosmético, alimentar e em outras áreas.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Camomila" e "camomilha" são procedentes do termo grego moderno chamaimelon (literalmente, "macieira rasteira") através do baixo latim camomilla.[2]

Origem[editar | editar código-fonte]

A sua origem mais provável é a Europa e América do Norte, onde é muito comum nos jardins públicos. Sendo que as partes mais usadas são as flores e as folhas.

Surpreende pelas suas utilidades: além de ornamental, produz um chá calmante e digestivo, suaviza a pele e embeleza os cabelos. Trata-se de uma das ervas mais antigas que a humanidade já utilizou. O intenso aroma despertou o interesse pela planta e antigos pesquisadores, atraídos pelo doce perfume, acabaram por descobrir várias das propriedades que tornaram a camomila tão famosa. [carece de fontes?]

Os antigos egípcios tratavam uma doença semelhante à malária com o chá de suas flores. Ficou muito conhecido também um tipo de vinho aromatizado com flores de camomila. Na Espanha, por exemplo, esse vinho era usado como digestivo. [carece de fontes?]

Como a lenda diz que atrai dinheiro se plantada ao redor da casa afasta o olho gordo; simboliza a prosperidade. [carece de fontes?]

Pode ser usada nas mais diversas formas: caseira, culinária, na aromaterapia. Seu óleo essencial é sedativo e antifúngico. Bom para queimaduras solares. [carece de fontes?]

Como toda erva, tem certas restrições de uso. Não deve ser utilizada por quem estiver a fazer tratamento radioterápico, pois, como tem efeito antioxidante, a camomila impede que a radiação destrua as células sadias e as malignas. [carece de fontes?]

Características[editar | editar código-fonte]

De origem europeia, cresce principalmente em climas amenos. Muito bem adaptada à região Sul do Brasil, mas também é possível cultivá-la em regiões mais quentes. Conhecida pelas suas pequenas flores brancas, muito bonitas, que lembram pequenas margaridas. Possui folhas delgadas e bem recortadas. É uma planta de pequeno porte, que atinge de 25 a 50 cm de altura. Entretanto sua principal característica é seu aroma intenso e doce, capaz de perfumar grandes ambientes. [carece de fontes?]

Cultivo[editar | editar código-fonte]

É anual. Possui uma haste ereta, e cresce de 25 cm a 50 cm com, folhas delgadas e bem recortadas. Suas flores lembram pequenas margaridas brancas. Planta de clima temperado, se dá bem em locais onde faça um pouco de frio,com sol pleno, solos bem drenados, argiloarenosos e férteis; assegura a saúde das plantas ao redor, convive bem com as couves, cebolas, mentas e repolho.

Uso[editar | editar código-fonte]

Medicinal[editar | editar código-fonte]

Camomila seca utilizada para fazer chá

Os egípcios a usavam no tratamento da malária, devido a sua ação anti-inflamatória, é indicada para má digestão, cólica (ótima para quem tem intolerância a lactose), cólica uterina, sedativa (infusão flores ou chá da flor de camomila); para queimaduras de sol (ajuda a refrescar a pele e evita o vermelhidão da pele), conjuntivite e olhos cansados (compressas com infusão do preparado das flores).

Nas crianças, ajuda a combater os vermes. Como chá usado diariamente, diminui as dores musculares, tensão menstrual, estresse e insônia, diarreia, inflamações das vias urinárias; misturado ao chá de hortelã com mel, combate gripes e resfriados; o banho com sachê de camomila é sedativo e restaurador de forças, e especial para hemorroidas.

Na forma de infusão, é útil para o fígado, antialérgico, dores de reumatismos, nevralgias; ajuda a purificar o organismo e aliviar a irritação causada pela poluição. Age como sudorífico.

Não deve ser utilizada em doentes que tomem medicamentos com varfarina, pois os riscos de hemorragia são aumentados.

Estético[editar | editar código-fonte]

A camomila é vulgarmente utilizada para clarear o cabelo. A planta actua progressivamente nos pigmentos capilares de forma a atribuir ao cabelo um tom mais claro, chegando mesmo ao louro natural. Existem disponíveis no mercado dezenas de shampoos de camomila e, ainda, outras loções aclaradoras que também recorrem a este processo natural.

A camomila é, igualmente, muito utilizada em cremes, devido à acção suavizadora da pele. Em determinados casos, a camomila actua na pele atribuindo-lhe luminosidade e retirando o ar seco e envelhecido.

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 328.
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 328.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Camomila-vulgar
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Camomila-vulgar
Ícone de esboço Este artigo sobre asteráceas, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.